Menu
NAS NOTÍCIAS

Irmã Aburto fala sobre as mulheres e o sacerdócio — Há segurança em se reunir em conselho


Nota do editor: Esta história é parte da série do Church News intitulada “Mulheres do Convênio”, em que mulheres da Igreja discutem suas experiências pessoais com o poder do sacerdócio e compartilham o que aprenderam por seguirem o conselho do Presidente Russell M. Nelson de “trabalhar com o Espírito para compreender o poder de Deus — o poder do sacerdócio” (“Tesouros Espirituais”, Conferência Geral, outubro de 2019).

Aprecio as palavras do Presidente Nelson de que “nós, santos dos últimos dias, não somos do mundo; pertencemos à Israel do convênio. Somos chamados para preparar o povo para a Segunda Vinda do Senhor” (“Tesouros Espirituais” Conferência Geral de Outubro de 2019). 

Este é um lembrete empoderador para mim, porque preciso lembrar constantemente de que, se for fiel aos convênios que fiz com Deus, posso ter confiança de que Ele vai me ajudar a cumprir minhas responsabilidades em diferentes aspectos da vida e me alegrar com isso.

A irmã Reyna I. Aburto e a irmã Lisa L. Harkness falam aos Santos dos Últimos Dias em um devocional em Lima, Peru, durante uma visita à Área América do Sul Noroeste da Igreja em novembro de 2019.

A irmã Reyna I. Aburto e a irmã Lisa L. Harkness falam aos Santos dos Últimos Dias em um devocional em Lima, Peru, durante uma visita à Área América do Sul Noroeste da Igreja em novembro de 2019.

Crédito: Intellectual Reserve, Inc.

Entrei para A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias aos 26 anos. Mesmo tendo um sentimento reconfortante no coração enquanto seguia o desejo de ser abençoada por Deus fazendo um convênio com Ele, sei que minha compreensão deste convênio era, naquela época, como uma pequena semente.

Com o passar dos anos e conforme tenho feito um esforço para guardar esse convênio do batismo e outros que fiz com o Pai Celestial, sinto que fui abençoada com uma compreensão mais profunda sobre Ele, sobre meu Salvador e sobre meu papel como filha do convênio de Pais Celestiais na preparação da Terra para a Segunda Vinda de Jesus Cristo.

O Presidente Nelson também disse: “Fico emocionado quando ouço a respeito de líderes do sacerdócio que buscam ansiosamente a participação de mulheres em conselhos de ala e estaca.”

Em Abraão 4 e 5, há um relato inspirador da Criação da Terra. Nesses capítulos lemos como “os Deuses aconselharam-se entre si” enquanto planejavam as diferentes fases da Criação e executavam esses planos. O princípio de se reunir em conselho para cumprir os propósitos de nosso Pai Celestial é um padrão divino e eterno que também precisamos seguir, conforme participamos ativamente no trabalho de salvação e exaltação.

Desde que entrei para a Igreja, pude servir em diferentes chamados e atribuições que exigiram que me reunisse em conselho com outros servos com quem compartilho o desejo de servir a Jesus Cristo. Cada vez mais tenho me maravilhado com o poder de Deus que posso sentir, em mim e nos outros, enquanto procuramos pela vontade do Senhor coletivamente em cenários sagrados de conselho da Igreja.

A irmã Lisa L. Harkness, ao centro, e a irmã Reyna I. Aburto, segunda da direita para a esquerda, ajudam em um centro de ajuda da Cruz Vermelha perto da fronteira da Venezuela, na Colômbia, durante uma viagem à Área América do Sul Noroeste da Igreja, em novembro de 2019.

A irmã Lisa L. Harkness, ao centro, e a irmã Reyna I. Aburto, segunda da direita para a esquerda, ajudam em um centro de ajuda da Cruz Vermelha perto da fronteira da Venezuela, na Colômbia, durante uma viagem à Área América do Sul Noroeste da Igreja, em novembro de 2019.

Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Já me aconteceu muitas vezes, embora tenha tentado me preparar para uma reunião lendo o material que será discutido, ou orado para pedir a revelação de que preciso para participar ativamente do conselho, de não vir muita coisa à mente e ao coração com antecedência. No entanto, uma vez que estou sentada naquele cenário divino, tentando ouvir atentamente o que os outros dizem, e conforme recebo influxos do Espírito, ideias e sentimentos começam a vir até mim. 

Anos atrás, eu estava em uma missão em Joanesburgo, na África do Sul, e participei de um devocional com jovens adultos. Poucos minutos antes do devocional começar, tive a sensação de que provavelmente precisasse deixar de lado o esboço que tinha preparado e simplesmente me reunir em conselho com aqueles jovens adultos. Segui a inspiração recebida e, depois de uma mensagem de cinco minutos, lhes perguntei: “Quais são suas preocupações? O que está em seu coração?”

Eles compartilharam coisas que tinham a ver com seus amigos. Estavam preocupados com seus amigos que sofriam de ansiedade e depressão, que não estavam indo à igreja, ou que não eram membros. Também estavam preocupados em como ajudar uns aos outros a encontrar as melhores opções de educação. Eles se dividiram em pequenos grupos e cada grupo se aconselhou sobre uma dessas questões por alguns minutos. Quando nos reunimos novamente, o Espírito encheu a sala enquanto compartilhavam a revelação que receberam sobre como ministrar aos seus amigos. A quantidade de energia, fé, alegria e poder que estava presente naquela sala foi empoderadora.

O trabalho de Deus nas eternidades é feito por meio de conselhos.

Naquela noite, aprendi que, quando somos humildes e seguimos o Espírito, somos capacitados e podemos usar esse poder para abençoar a vida de nossos irmãos e irmãs ao nosso redor. Isso é o que aqueles jovens adultos estavam fazendo. Eles estavam encontrando maneiras de ajudar e decidiram ir e fazer as coisas que tinham sido inspirados a fazer. Para mim, este é um grande exemplo de como podemos sentir o poder de Deus fluindo através de nós.

O que somos capazes de alcançar juntos, como discípulos de Jesus Cristo, quando nos reunimos em conselho em Seu nome é mais extraordinário do que aquilo que podemos alcançar por nós mesmos. Sei que isto faz parte do poder que recebemos de Deus enquanto nos esforçamos para guardar nossos convênios e trabalhar diligentemente na vinha do Senhor.

O trabalho de Deus nas eternidades é feito por meio de conselhos. A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias é governada por conselhos, por meio das chaves do sacerdócio. Como servos do Senhor, podemos recorrer ao poder do sacerdócio de Deus enquanto participamos de conselhos guiados pelo Espírito e ao agirmos de acordo com a revelação que recebemos. Quando mulheres e homens trabalham interdependentemente na preparação da Terra para a Segunda Vinda do Salvador, milagres acontecem, porque há segurança no conselho.

NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.