Menu
NAS NOTÍCIAS

Conexão entre primos: ‘DNA Journey’ conecta 5 irmãos a medalhista olímpico


Um antepassado pioneiro em comum e uma série de “jornadas” nos últimos nove meses, conectaram inesperadamente cinco irmãos santos dos últimos dias a um medalhista olímpico, uma celebridade britânica e um apresentador de televisão vencedor do Emmy.

Para David Acheson, Wendy Passey, Pam Cornwall, Liz Girouard e Kristie Balbert, essas jornadas incluíram uma viagem virtual ao passado para conhecerem a vida de seu ancestral pioneiro, Jeremiah Stokes, um programa de televisão do Reino Unido chamado “DNA Journey” [Jornada do DNA] e viagens em transatlânticos para se conectarem com seu recém-descoberto primo de quarto grau.

Sim, primo, no singular. O novo parente preenchendo todos esses papéis é Christopher Dean.

Ele faz parte da dupla de bailarinos no gelo Torvill e Dean, e em parceria com Jayne Torvill, conquistou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Inverno de Sarajevo em 1984, com uma performance recebendo uma pontuação perfeita com “Bolero.” Com vários campeonatos profissionais e amadores conquistados, eles têm sido destaque em programas de televisão no Reino Unido e Estados Unidos, e ambos são oficiais da Ordem do Império Britânico, que premia contribuições para as artes, ciências e serviços de caridade.

AP840214074_1024x683_1.jpeg

Jayne Torvill e Christopher Dean apresentam “Bolero”, sua rotina no gelo durante Jogos Olímpicos de Inverno em Sarajevo, em 14 de fevereiro de 1984. Eles ganharam a medalha de ouro.

Associated Press

Stokes é o tataravô dos cinco irmãos e de Randy Ancheson, seu irmão que faleceu há cinco anos, através da linhagem de sua mãe, Lois Stokes Acheson. Ela e seu marido, Don Acheson, criaram seus filhos em Washington e Missouri.

Como Dean descobriu participando do programa “DNA Journey”, Stokes é seu tio-bisavô, através de sua mãe. Dean é filho único e, aos 6 anos, viu sua mãe sair de casa, com a chegada de uma nova madrasta. Portanto os cinco irmãos são os primeiros parentes que ele conhece por parte de mãe.

“Toda a experiência do programa de TV e descobrir sobre meus parentes foi algo fascinante”, disse Dean ao Church News. “Pensei que vinha de uma família pequena, com poucos parentes vivos, então você pode imaginar minha absoluta surpresa ao descobrir que eu tinha uma enorme família.”

O antepassado

Stokes nasceu em 9 de novembro de 1819, em Bolsover, Derbyshire, Inglaterra, filho de William Stocks e Elizabeth Harvey, tendo seu sobrenome sido alterado entre os censos ingleses de 1841 e 1851.

Limpador de chaminés, ele se casou com Frances “Fanny” Walker em 25 de novembro de 1839. Eles eram pais de nove filhos, sete nascidos na Inglaterra. Em 1849, eles se converteram à A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, mas a perseguição tornou difícil encontrar trabalho e estudos para a família.

Em 1856, a família embarcou no navio Horizon, esperando se juntar aos santos no Vale do Lago Salgado. No entanto, eles passaram três anos em Boston enquanto Stokes trabalhava como pedreiro para ganhar dinheiro para seguirem em direção ao oeste.

Em 1859, eles se juntaram à Companhia James Brown para cruzar as Grandes Planícies. Um ano depois, Stokes obteve aproximadamente 64 hectares de terra para cultivar em Draperville (atualmente Draper, Utah). Ele faleceu em 1º de julho de 1875, aos 56 anos.

O contato

Em outubro de 2021, Wendy Passey, membro da Ala Country Lane na Estaca Kaysville Utah Sul, recebeu uma ligação inesperada de um produtor da Voltage TV Productions,  trabalhando em uma série britânica chamada “DNA Journey” [em inglês]. Encontrada através de uma comparação de DNA, solicitaram que Passey confirmasse seu relacionamento com Jeremiah Stokes.

O produtor disse então a Passey que ela era parente de uma celebridade britânica, porém não revelou seu nome. “Esperávamos que pudesse ser Paul McCartney”, brincou Passey. E disse que a conexão seria apresentada na série durante a temporada seguinte. Alguém representando a família poderia viajar à Inglaterra para a gravação do episódio?

Os membros da família se reuniram em uma videoconferência subsequente, com Passey compartilhando com o produtor mais informações sobre Stokes. “Wendy é uma contadora de histórias maravilhosa”, disse David Acheson, “e ela deu uma visão geral das dificuldades e sucesso de nossos ancestrais pioneiros e de sua dedicação às verdades religiosas que encontraram na Igreja de Jesus Cristo.”

A família designou Acheson e sua esposa, Barbara, membros da Ala Mount Loafer, na Estaca Salem Utah Oeste, a irem para a Inglaterra e participarem da produção.

image2_1024x768_1.jpeg

David Acheson e Christopher Dean, atrás, e Jayne Torvill e Barbara Acheson posam para uma foto em um hotel em Bristol, Inglaterra, após a gravação do programa de TV britânico “DNA Journey”, em 2 de novembro de 2021.

Cortesia de David Acheson

O show

A identidade e participação de Dean foram reveladas aos Achesons durante os ensaios, dois dias antes das filmagens que aconteceram em 2 de novembro. O episódio teria a participação de Torvill e Dean sendo apresentados a ancestrais anteriormente desconhecidos, como um antepassado de Torvill, um capitão do clube de futebol West Ham na década de 1940.

A “jornada” de Dean incluiu uma visita à sua casa de infância em Nottingham, e uma parada em uma réplica de um antigo veleiro nos estaleiros de Bristol, quando Dean e Torvill conheceram a história de Stokes. Os produtores pediram para David Acheson enviar uma mensagem de vídeo, dizendo a Dean que ele tinha um primo americano ansioso para conhecê-lo. Dean logo foi informado de que eles se encontrariam em um hotel próximo.

Com câmeras aguardando a chegada de Torville e Dean, Acheson perguntou ao diretor se não havia problema em dar um abraço em Dean no encontro. Emocionado, o diretor disse: “É tão interessante que você pergunte isso. Enquanto ele estava dirigindo para cá de carro para encontrá-lo, Chris acabou de perguntar a mesma coisa ao nosso produtor.”

Eles se abraçaram, e depois tiveram uma conversa, incluindo Torvill, de três horas, que foi gravada e resumida para o episódio do programa [em inglês], que foi ao ar em abril de 2022 na rede ITV do Reino Unido.

O encontro

Enquanto Dean comentou ter aprendido sobre a “conversão mórmon” e migração mórmon britânica através do genealogista do programa, Acheson enfatizou o nome de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, mas o esclarecimento foi deixado de fora. O que apareceu no episódio foi Acheson relatando que a família comprou sua primeira TV a cores em 1984 para que sua mãe pudesse assistir Torvill e Dean se apresentar nas Olimpíadas.

A equipe de produção fez uma ligação de vídeo ao vivo no FaceTime com Passey e alguns membros de sua família em Utah, quando Dean viu apenas alguns dos parentes recém-descobertos. “Ele ficou realmente emocionado e provavelmente impressionado, ao descobrir que tem centenas de primos”, disse Acheson. “Wendy convidou Chris para uma reunião de família no Colorado, e nós brincamos que ele estava encarregado de levar a salada de batata.”

Dean comparou a migração de Stokes para o Vale do Lago Salgado à sua própria mudança para os Estados Unidos duas décadas antes, morando por algum tempo no Colorado. Mencionando que seu filho está frequentando a Universidade de Utah, Dean acrescentou que esteve em Salt Lake City alguns meses atrás. “Podemos ter cruzado um com o outro na rua,” ele refletiu.

Terminada a gravação, as conversas continuaram, com Barbara Acheson se juntando ao marido, Dean e Torvill. Após outra rodada de abraços, Dean solicitou uma troca de informações e números de telefone para manter contato.

162A9135_B67A_4BF0_B02D_3399FFFB882F_768x1024_1.jpeg

Christopher Dean, Karen Barber, Pam Cornwall, Wendy Passey e Liz Girouard posam para uma foto do lado de fora da casa de Dean em Holmfirth, West Yorkshire, Inglaterra, em 6 de julho de 2022.

David Acheson

A viagem de julho

Com Balbert em casa se recuperando de uma cirurgia no joelho, os irmãos fizeram uma viagem previamente planejada para a Inglaterra no início deste mês de julho. Quando Acheson perguntou a Dean em janeiro se ele gostaria de receber uma visita, Dean concordou com entusiasmo.

Em 6 de julho, Acheson, Passey, Girouard e Cornwall viajaram para Holmfirth, West Yorkshire, para a casa de Dean e sua parceira, Karen Barber, uma patinadora premiada e participante da série de televisão da ITV “Dancing on Ice” [Dançando no Gelo], com Torvill e Dean.

image1_768x1024_1.jpeg

Liz Girouard com uma tocha olímpica e medalha de ouro, algumas das recordações de Christopher Dean, durante uma visita a Holmfirth, West Yorkshire, Inglaterra, em 6 de julho de 2022.

David Acheson

“Foi um momento maravilhoso e feliz conhecê-los pessoalmente, socializar e compartilhar histórias de família”, disse Dean, que mostrou fotos de seus pais, de sua infância e recordações de sua vida. “Houve um momento em que Liz [Girouard] estava com a medalha de ouro olímpica no pescoço e uma tocha olímpica na mão, com dois Emmys de cada lado. Acho que ela compartilhará isso com seus alunos na escola.”

“A conversa fluiu facilmente, como se nos conhecêssemos há anos. Estou ansioso para o próximo encontro.”

As histórias pessoais tocaram Girouard, da Ala Poulsbo 1, Estaca Silverdale Washington. “Todos choraram. Foi uma conexão instantânea com ele. Parecia muito diferente do que passar uma tarde com alguém que acabamos de conhecer. Chris e Karen são realmente parte de nossa família.”

Cornwall, da Ala Terre View da Estaca Moscou Idaho, observou como Dean estava aberto e emocionado. “Você poderia dizer que ele tinha sentimentos ternos e estava muito, muito feliz. Sentimos que ele estava feliz por nos ter em sua casa e poder conversar tão confortavelmente juntos.”

Balbert, da Ala Rancho da Estaca Las Vegas Nevada, participou via transmissão ao vivo. “Estou absolutamente em êxtase por termos um primo inglês. … Eu adorei ver todos conhecendo o Chris.”

Passey acrescentou: “Parecia que Chris era um de nós e que éramos uma parte dele. No dia seguinte, depois que saímos, ele ligou apenas para se certificar de que estávamos viajando bem e em segurança.”

O futuro

Os cinco irmãos e Dean permanecem conectados através de redes sociais, e-mail e telefone, e os Achesons estão planejando uma viagem de volta à Inglaterra em 2023, desta vez com Balbert indo pessoalmente.

“Você acha que seu coração já está repleto, cercado pela família que sempre conheceu e amou”, resumiu David Acheson. “Mas então o Senhor apresenta uma experiência como esta: a oportunidade e a bênção de descobrir um novo membro da família. Nossos corações estão cheios de mais amor, como se isso fosse possível.

“Como eu amo a conexão, a força e o espírito que a família traz”, acrescentou. “Por meio desta experiência, o Espírito Santo nos confirmou ainda mais que o trabalho de voltar os corações aos pais é certamente essencial. E também confirma que o trabalho não é realmente trabalho, é a definição de alegria.”

image3_1024x782_1.jpeg

Christopher Dean, Karen Barber, Pam Cornwall, Wendy Passey e Liz Girouard posam para uma foto do lado de fora da casa de Dean em Holmfirth, West Yorkshire, Inglaterra, em 6 de julho de 2022.

David Acheson

NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.