Menu
NAS NOTÍCIAS

Ministério profético de Presidente Russell M. Nelson: 5 anos de liderança, revelação e convites históricos

Presidente Nelson foi designado como o 17º Presidente de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em 14 de janeiro de 2018

Retrato de oficial da Primeira Presidência de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias: Presidente Russell M. Nelson, Presidente Dallin H. Oaks e Presidente Henry B. Eyring.

Retrato de oficial da Primeira Presidência de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias: Presidente Russell M. Nelson, Presidente Dallin H. Oaks e Presidente Henry B. Eyring.

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias


Ministério profético de Presidente Russell M. Nelson: 5 anos de liderança, revelação e convites históricos

Presidente Nelson foi designado como o 17º Presidente de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em 14 de janeiro de 2018

Retrato de oficial da Primeira Presidência de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias: Presidente Russell M. Nelson, Presidente Dallin H. Oaks e Presidente Henry B. Eyring.

Retrato de oficial da Primeira Presidência de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias: Presidente Russell M. Nelson, Presidente Dallin H. Oaks e Presidente Henry B. Eyring.

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Em seu primeiro discurso público como o 17º Presidente de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, proferido há quase cinco anos, Presidente Russell M. Nelson humildemente desviou a atenção de si mesmo para Jesus Cristo, e então olhou para frente de forma característica.

“O Senhor sempre instruiu e sempre vai instruir e inspirar seus profetas”, declarou ele. “O Senhor está ao leme. Nós, que fomos ordenados a prestar testemunho de Seu santo nome em todo o mundo, continuaremos a procurar conhecer Sua vontade e segui-la.”

Em uma transmissão ao vivo do anexo do Templo de Salt Lake na manhã de terça-feira, 16 de janeiro de 2018, Presidente Nelson falou sobre começar seu período como Presidente da Igreja com “o resultado final em mente”.

“O resultado final que cada um de nós almeja é ser investido com poder em uma casa do Senhor, selados como família, fiéis aos convênios feitos no templo que nos qualificam para o maior dom de Deus, que é a vida eterna.”

Enquanto milhões em todo o mundo, dentro e fora da Igreja, se concentravam em Presidente Nelson, ele expressava gratidão pelo Senhor, por seus irmãos no Quórum dos Doze e pelas orações dos santos dos últimos dias. Ele falou com uma humildade que definiria sua liderança em todos os sentidos.

Em vez de compartilhar seu currículo impressionante e amplo, ele convidou os membros da Igreja a refletirem sobre “o modo majestoso pelo qual o Senhor governa Sua Igreja”. Em vez de citar pessoas instruídas ou famosas, Presidente Nelson citou um menino de 4 anos que orou para ele ser “valente e não ter medo”. E em vez de direcionar o foco dos membros da Igreja para uma agenda ou plataforma pessoal, ele simplesmente pediu que permanecessem ou voltassem ao caminho do convênio.

“Seu compromisso de seguir o Salvador, ao fazer convênios com Ele e depois guardar tais convênios, vai abrir a porta para todos os privilégios e bênçãos espirituais disponíveis a mulheres, homens e crianças de todo o mundo.”

Presidente Russell M. Nelson recebe um abraço de crianças após um devocional em Assunção, Paraguai, na segunda-feira, dia 22 de outubro, 2018.

Presidente Russell M. Nelson recebe um abraço de crianças após um devocional em Assunção, Paraguai, na segunda-feira, dia 22 de outubro, 2018.

Jeffrey D. Allred, Deseret News

Preparação

Presidente Nelson, na época com 93 anos, foi designado o 17º presidente de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em 14 de janeiro de 2018, após servir 34 anos no Quórum dos Doze Apóstolos. Ele trouxe uma vida inteira de preparação para sua nova posição. Um cirurgião de renome mundial e homem de ouvido absoluto que tocava órgão durante as reuniões do quórum, Presidente Nelson visitou 133 países [em inglês] participando da dedicação de 31 desses países e abrindo suas portas para a Igreja na Europa Oriental e na China. Na sede, ele havia servido como presidente de cada um dos três comitês administrativos da Igreja: o Conselho Executivo Missionário, o Conselho Executivo de Templo e História da Família e o Conselho Executivo do Sacerdócio e da Família.

“Tenho visto o Senhor magnificá-lo, abençoá-lo e moldá-lo para este momento”, disse Élder Jeffrey R. Holland, do Quórum dos Doze Apóstolos, em uma entrevista ao Church News. “Ele deu ao Senhor um pacote maravilhoso de matéria-prima para trabalhar, mas tenho visto o Senhor abençoá-lo e moldá-lo para se tornar o profeta do Senhor que apoiamos.”

‘Recebendo revelação’

Presidente Nelson, enquanto líder de quase 17 milhões de santos dos últimos dias em todo o mundo, viajou para 35 nações, mudou a organização da Igreja, utilizou tecnologia, conduziu a Igreja durante uma pandemia, fez convites históricos e construiu pontes de entendimento.

Certamente seu ministério acelerado pegou pelo menos alguns fora da Igreja de surpresa. Uma manchete do Wall Street Journal [em inglês] de 3 de janeiro de 2018, anunciando a morte de Presidente Thomas S. Monson, acrescentou: “Provável sucessor. Improvável de alterar o curso da Igreja”.

O artigo não poderia estar mais errado.

Durante seu chamado como líder da Igreja, Presidente Nelson se dirigiu a centenas de milhares de santos dos últimos dias, muitas vezes em seu próprio idioma, e apelou a reis, presidentes e primeiros-ministros. Ele confortou vítimas de crimes e outros que sofrem, ensinou crianças, liderou a Igreja durante uma pandemia global e se uniu aos principais líderes da NAACP.

Por meio do sistema de conselhos da Igreja e com o total apoio da Primeira Presidência e do Quórum dos Doze Apóstolos, ele também promulgou várias mudanças nas normas da Igreja.

Sob sua liderança, os líderes santos dos últimos dias substituíram os mestres familiares e professoras visitantes pela ministração [em inglês], ajustaram a programação das reuniões dominicais para acomodar o estudo do evangelho centralizado no lar e apoiado pela Igreja, e pediram aos membros que usassem o nome completo e correto da Igreja. Ele mudou uma política da Igreja, permitindo que filhos de pais que se identificam como lésbicas, gays, bissexuais ou transgêneros fossem abençoados quando bebês e batizados; descontinuou uma norma que exigia que os casais que se casassem no civil esperassem um ano antes de serem selados no templo; substituiu o “acerto do dízimo” com a “declaração do dízimo”; e estabeleceu uma norma que permite que mulheres sirvam como testemunhas de selamentos no templo e mulheres, jovens e crianças sirvam como testemunhas de ordenanças batismais.

“Uma das coisas que o Espírito tem repetidamente gravado em minha mente desde que fui chamado como presidente da Igreja é como o Senhor está desejoso de revelar Sua mente e Sua vontade”, disse Presidente Nelson durante a conferência geral da Igreja em abril de 2018.

COVID-19

Primeiramente como cirurgião cardíaco pioneiro e depois como líder religioso mundial, Presidente Nelson estabeleceu seu ministério como um exemplo de compreensão e cumprimento das leis físicas e espirituais. Em 2020, Presidente Nelson abordou a pandemia de COVID-19, tanto como um homem de ciência quanto como um homem de fé.

Presidente Russell M. Nelson acena para os participantes no Teatro do Centro de Conferências, antes da sessão da tarde de sábado da 191ª Conferência Geral Anual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em Salt Lake City, no dia 3 de abril de 2021.

Presidente Russell M. Nelson acena para os participantes no Teatro do Centro de Conferências, antes da sessão da tarde de sábado da 191ª Conferência Geral Anual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em Salt Lake City, no dia 3 de abril de 2021.

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

À medida que o coronavírus se espalhava pelo mundo, os líderes da Igreja, desejando ser cidadãos globais responsáveis, agiram imediatamente, cancelando as reuniões da Igreja, fechando os 168 templos dedicados e em operação, e retornando os missionários a seus países de origem.

Ainda assim, sob circunstâncias únicas e difíceis, os líderes da Igreja seguiram em frente, disse Presidente M. Russell Ballard em uma entrevista ao Church News. “O trabalho continua”, disse o Presidente em Exercício do Quórum dos Doze Apóstolos. “O Senhor nos forneceu a tecnologia para este momento.”

Em meio à pandemia, os líderes da Igreja olharam para frente com a fé que definiu a liderança de Presidente Nelson.

Milhares de jovens santos dos últimos dias aceitaram chamados missionários, todos recebendo treinamento missionário em casa, em um centro de treinamento missionário virtual e muitos recebendo redesignações temporárias. A Igreja promulgou com cautela e cuidado uma reabertura gradual dos templos com base nas circunstâncias locais e restrições governamentais; os líderes também iniciaram a construção de 21 novos templos em 2020.

Os líderes da Igreja também comemoraram o bicentenário da Primeira Visão de Joseph Smith, não com uma grande celebração, mas convidando os santos dos últimos dias em todo o mundo a aprenderem a ouvir melhor, e com mais frequência, a voz do Senhor. E a resposta dos Serviços de Caridade dos Santos dos Últimos Dias à pandemia de COVID-19 se tornou a maior até hoje na história da Igreja, com ajuda sendo fornecida em mais de 150 países.

Em uma entrevista de maio de 2020 para o Church News, Presidente Nelson disse: “Mesmo em meio a nuvens de tristeza, o lado bom pode ser encontrado.”

“O propósito da Igreja é trazer as bênçãos de Deus aos Seus filhos dos dois lados do véu”, disse ele.

Em agosto de 2022, Presidente Nelson viajou para fora de Utah pela primeira vez desde que a pandemia havia se intensificou em março de 2020.

Depois de rededicar o renovado Templo de Washington D.C., ele concedeu uma entrevista. “É maravilhoso estar novamente com o povo”, disse ele com grande ênfase, “mas na verdade, eu nunca os deixei.”

O lado positivo da pandemia, disse ele, foi aprender a se envolver com os santos dos últimos dias sem entrar em um avião. Nos meses anteriores à rededicação do templo, por exemplo, Presidente Nelson se dirigiu, por meio de tecnologia, aos santos dos últimos dias na Venezuela e na Europa, bem como na Califórnia, Canadá e Oklahoma. Ele também discursou para jovens adultos em todo o mundo.

‘Tudo é possível’

Em uma entrevista histórica em Roma, Itália, em março de 2019, Presidente Nelson chamou a dedicação do Templo de Roma Itália de “um momento decisivo na história da Igreja”.

Ele acrescentou: “As coisas estarão avançando num passo acelerado. A Igreja terá um futuro sem precedentes, inigualável. Só estamos desenvolvendo para o que está a frente agora.”

A irmã Wendy Nelson disse em uma entrevista à imprensa em Brasília, Brasil, em 30 de agosto de 2019, que quanto mais Presidente Nelson envelhece, mais fica “encantado com o futuro”. Ele tem uma urgência contínua sobre tudo o que está fazendo, acrescentou ela. “Sim, há uma urgência.”

Presidente Nelson disse na entrevista que não perde muito tempo olhando para trás. “Há coisas emocionantes pela frente”, explicou ele. “Este trabalho está avançando em um ritmo acelerado.”

E quando o mundo estava envolvido pela pandemia em novembro de 2020, Presidente Nelson ofereceu um remédio surpreendente, um que “vai contra nossas intuições naturais”, para tudo o que aflige o mundo: gratidão.

Presidente Russell M. Nelson, presidente de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, visita as instalações do Centro de Estudos da BYU em Jerusalém no sábado, 14 de abril de 2018.

Presidente Russell M. Nelson, presidente de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, visita as instalações do Centro de Estudos da BYU em Jerusalém no sábado, 14 de abril de 2018.

Jeffrey D. Allred, Deseret News

“Ao longo das minhas nove décadas e meia de vida, concluí que contar nossas bênçãos é muito melhor do que recontar nossos problemas. Não importa nossa situação, mostrar gratidão por nossos privilégios é uma receita espiritual de ação rápida e duradoura.”

Bênçãos do templo para os filhos do Senhor

Na conferência geral de outubro de 2021, Presidente Nelson compartilhou um vídeo gravado em frente ao alicerce do histórico Templo de Salt Lake, que está sendo reformado.

“Agora é o momento de cada um de nós implantar medidas extraordinárias — talvez medidas jamais tomadas — para fortalecer nosso alicerce espiritual, disse ele. “Tempos sem precedentes exigem medidas sem precedentes.”

Quando seu alicerce espiritual é construído solidamente em Jesus Cristo, vocês não precisam temer. “Ao serem fiéis aos convênios que fizeram no templo, vocês serão fortalecidos pelo poder de Jesus Cristo.”

Como líder de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, Presidente Nelson anunciou 118 novos templos, elevando o número total de templos anunciados, dedicados ou em construção para 300.

Na conferência geral de outubro de 2022, ele também anunciou planos para construir “vários templos em determinadas áreas metropolitanas em que o tempo de locomoção para um templo já existente seja um grande desafio”, incluindo quatro novos templos na área da Cidade do México, México.

“Que nunca percamos de vista o que o Senhor está fazendo por nós agora”, disse Presidente Nelson. “Ele está tornando Seus templos mais acessíveis. Ele está acelerando o ritmo em que estamos construindo templos. Ele está aumentando nossa capacidade de ajudar a coligar Israel. Ele também está tornando mais fácil para cada um de nós nos tornarmos espiritualmente refinados.”

Ele acrescentou: “Prometo que, ao passarem mais tempo no templo, sua vida será mais abençoada do que de qualquer outra maneira.”

Esta tem sido a mensagem desde os primeiros dias de sua histórica presidência de cinco anos.

“Nossa mensagem ao mundo é simples e sincera: Convidamos todos os filhos de Deus, de ambos os lados do véu, a virem a seu Salvador, receberem as bênçãos do templo sagrado, terem alegria duradoura e se qualificarem para a vida eterna”, disse ele.

NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.