Momento de ternura que Presidente Nelson proporcionou aos membros do coro multicultural de sábado

Tanto Cameron Blake quanto sua esposa, Dana Blake, descreveram a sessão da tarde de sábado da 191ª Conferência Geral Semestral como uma experiência única na vida.

O casal não só foi capaz de se apresentar como membros do coro multicultural, mas também pôde sentir o reconhecimento pessoal de um Profeta de Deus.

Após o “amém” da irmã Rebecca L. Craven na sessão da tarde de sábado, Presidente Russell M. Nelson e a irmã Wendy W. Nelson — em vez de se retirarem do auditório do Centro de Conferências — subiram as escadas atrás do púlpito em direção aos assentos do coro.

“Ele nos disse: “Muito obrigado e soou lindo’”, recordou Cameron Blake para o Church News.

Ele e irmã Nelson então acenaram e jogaram beijos. O coral de 180 membros da Igreja de estacas de Utah representou 39 países e 35 idiomas de seis continentes.

Um coro multicultural se apresenta no Centro de Conferências em Salt Lake City durante a sessão da tarde de sábado da 191ª Conferência Geral Semestral de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, no sábado, 2 de outubro de 2021.
Um coro multicultural se apresenta no Centro de Conferências em Salt Lake City durante a sessão da tarde de sábado da 191ª Conferência Geral Semestral de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, no sábado, 2 de outubro de 2021. Credit: Jeffrey D. Allred, Deseret News

“Sentimos o amor [de Presidente Nelson] por nós e o amor do Pai Celestial e de Jesus Cristo através dele”, disse Cameron Blake.

“Foi muito especial”, acrescentou Dana Blake.

Ao final da sessão, enquanto o coro se reunia nos degraus da praça fora do Centro de Conferências para tirar fotos, Jamie Kalama Wood, diretora musical, disse aos membros do coro que o Profeta lhe perguntou: “Como você fez isso? Eles soam exatamente como o Coro do Tabernáculo.”

Em um número final improvisado, os animados membros do coro cantaram “Graças Damos, Ó Deus, Por Um Profeta”.

Leticia Bishop, membro do coro, disse que “chorou como um bebê” quando Presidente Nelson se aproximou do coro. O Espírito lhe testificou que Presidente Nelson é um Profeta de Deus.

Cantar no coro definitivamente pareceu ser uma terna misericórdia, disse ela. “O Pai Celestial reserva momentos especiais só para nós. … Estou tão feliz por ter agido quando vi o e-mail sobre a oportunidade de participar do coral.”

Em uma postagem na mídia social na véspera da apresentação do coral, Thom Reed, vice-diretor genealógico do FamilySearch, compartilhou um pouco sobre o coro multicultural e sua experiência ao se preparar para cantar na conferência geral.

Thom Reed, à esquerda, vice-diretor genealógico do FamilySearch, e Brian Brown, ex-membro do Coro do Tabernáculo na Praça do Templo, posam para uma foto no Centro de Conferências em Salt Lake City, após um ensaio do coro multicultural.
Thom Reed, à esquerda, vice-diretor genealógico do FamilySearch, e Brian Brown, ex-membro do Coro do Tabernáculo na Praça do Templo, posam para uma foto no Centro de Conferências em Salt Lake City, após um ensaio do coro multicultural. Credit: Thom Reed, FamilySearch

“Isto é um tanto histórico e foi aguardado por muito tempo”, escreveu ele. “Os membros do coro falam várias línguas nativas e secundárias, vêm de [quase] todos os continentes povoados da Terra e representam uma variedade de origens raciais e étnicas.”

Reed disse que sua jornada com este coro começou em fevereiro de 2020. Após passar por um processo de inscrição, ele foi selecionado com outras 359 pessoas para participar de um coro multicultural que estava programado para cantar na conferência geral de abril de 2020 [artigo em inglês] . 

Devido ao surto da pandemia de COVID-19 no mês anterior, o formato dessa conferência geral foi alterado. “A certa altura, pensamos que poderíamos gravar nossas canções que seriam transmitidas como parte da conferência”, continuou ele. “Contudo, esse plano foi alterado para evitar riscos, e ficamos sem saber se se algum dia teríamos a chance de cantar neste cenário histórico.”

O coro ficou no aguardo por 16 meses, até junho deste ano, quando foi informado da decisão da Primeira Presidência de permitir que o coral cantasse.

“Dedicar tempo necessário para me preparar de forma adequada, tanto espiritual quanto vocalmente, para esta oportunidade tem sido um sacrifício para mim e para minha família”, disse Reed, que serve como bispo da Ala Eastlake 3, Estaca South Jordan Utah Eastlake.

Um coro multicultural se apresenta no Centro de Conferências em Salt Lake City durante a sessão da tarde de sábado da 191ª Conferência Geral Semestral de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, no sábado, 2 de outubro de 2021.
Um coro multicultural se apresenta no Centro de Conferências em Salt Lake City durante a sessão da tarde de sábado da 191ª Conferência Geral Semestral de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, no sábado, 2 de outubro de 2021. Credit: Jeffrey D. Allred, Deseret News

Após a apresentação do coro, Reed disse ao Church News que ele ainda estava “desfrutando do espírito” da experiência. “É algo que guardarei com carinho.”

Cameron Blake disseram que ele e sua esposa estavam “muito animados” para contar a seus três filhos — de 7, 5 e menos de um ano de idade — que viram o Profeta.

Dana Blake disse que toda a experiência — cantar na conferência geral e o reconhecimento de Presidente Nelson por seus esforços — foram como respostas às suas orações. O evangelho está sendo difundido em todas as nações e povos. Foi um privilégio, disse ela, poder ser uma representação visual disso.

Leia mais sobre a cobertura da conferência geral de outubro de 2021