Líderes testificam sobre poder do convênio e força das mulheres da Igreja

Durante a conferência geral de abril de 2022, os líderes de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias testificaram sobre o poder dos convênios e a força das mulheres da Igreja para elevar e abençoar outras pessoas.

Também foi anunciado que as presidências gerais da Sociedade de Socorro e da Primária serão reorganizadas no dia 1º de agosto.

A presidente Jean B. Bingham, a irmã Sharon Eubank e a irmã Reyna I. Aburto concluirão seu serviço como a presidência geral da Sociedade de Socorro no dia 1º de agosto.

A Presidência geral da Sociedade de Socorro (a partir de 1º de agosto de 2022): primeira conselheira J. Anette Dennis (à esquerda), presidente Camille N. Johnson (no meio) e segunda conselheira Kristin M. Yee (à direita).
A Presidência geral da Sociedade de Socorro (a partir de 1º de agosto de 2022): primeira conselheira J. Anette Dennis (à esquerda), presidente Camille N. Johnson (no meio) e segunda conselheira Kristin M. Yee (à direita). Crédito: Jeffrey D. Allred, Deseret News

Camille N. Johnson, presidente geral da Primária, foi apoiada como presidente geral da Sociedade de Socorro, com a irmã J. Annette Dennis como primeira conselheira e a irmã Kristin M. Yee como segunda conselheira. Susan H. Porter foi apoiada como a nova presidente geral da Primária, com a irmã Amy A. Wright como primeira conselheira e a irmã Tracy Y. Browning como segunda conselheira.

Leia mais: Novas presidências gerais da Sociedade de Socorro e Primária são apoiadas no sábado à tarde

‘Vocês são as mulheres que ele previu!’

As palavras do discurso de Presidente Russell M. Nelson, “Um apelo às minhas irmãs”, da conferência geral de outubro de 2015, foram repetidas em um vídeo exibido durante a sessão das mulheres.

O vídeo explicou o papel das mulheres que guardam convênios. Ele começou com as palavras de Presidente Spencer W. Kimball, proferidas em 1979, em um discurso para as mulheres lido por sua esposa, a irmã Camilla Kimball, enquanto ele estava no hospital.  

Líderes de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias aguardam o início da sessão das mulheres da 192ª Conferência Geral Anual no Centro de Conferências em Salt Lake City, no sábado, dia 2 de abril de 2022.
Líderes de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias aguardam o início da sessão das mulheres da 192ª Conferência Geral Anual no Centro de Conferências em Salt Lake City, no sábado, dia 2 de abril de 2022. Crédito: Spenser Heaps, Deseret News

“Boa parte do enorme crescimento que ocorrerá na Igreja nestes últimos dias se dará porque muitas das boas mulheres do mundo (em quem geralmente há um grande senso de espiritualidade interior) serão atraídas à Igreja em grandes números”, leu a irmã Kimball. “Isso ocorrerá porque as mulheres da Igreja refletirão retidão e lucidez em sua vida e porque serão vistas como distintas e diferentes, de modo positivo, das mulheres do mundo.”

Em seguida, o vídeo apresentou as palavras de Presidente Nelson, com as quais ele explicou que o dia que Presidente Kimball havia previsto é hoje: “Vocês são as mulheres que ele previu! Sua virtude, sua luz, seu amor, seu conhecimento, sua coragem, seu caráter, sua fé e sua vida justa atrairão as boas mulheres do mundo, juntamente com suas famílias, para a Igreja em um número sem precedentes!”

A presidente Bingham também disse às mulheres da Igreja que elas foram predestinadas a nascerem nesta época: “Como Presidente Russell M. Nelson declarou, vocês são as mulheres que cumprirão as profecias que foram preditas!”, disse ela na sessão das mulheres.

O poder do convênio

A irmã Rebecca L. Craven, segunda conselheira na presidência geral das Moças, disse que as mulheres que guardam seus convênios devem fazer com que a luz do evangelho brilhe, ao darem um passo à frente e se destacarem. As filhas de Deus coligarão Israel, à medida que participam do trabalho de salvação e exaltação. 

“Para que a Igreja restaurada de Jesus Cristo saia da obscuridade, devemos sair da obscuridade”, disse ela. “Como mulheres que guardam convênios, precisamos deixar nossa luz do evangelho brilhar em todo o mundo, dando um passo à frente e nos destacando.

Sessão das mulheres no sábado, dia 2 de abril de 2022, da 192º Conferência Geral Anual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.
Sessão das mulheres no sábado, dia 2 de abril de 2022, da 192º Conferência Geral Anual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Crédito: CRISTY POWELLA Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

A irmã Craven também advertiu contra a ideia de que as pessoas podem desrespeitar os mandamentos, com um plano de se arrependerem mais tarde. Ela disse que sermos obedientes será muito melhor. “Não se trata de vivermos de maneira perfeita. Trata-se de encontrarmos alegria enquanto fazemos nosso melhor para vivermos os convênios que fizemos com o Senhor.”

A presidente Bingham enfatizou como esses convênios com Deus fortalecerão, protegerão e prepararão as pessoas para a glória eterna. 

Os convênios assegurarão um alegre reencontro com entes queridos do outro lado do véu. “Se desrespeitarmos ou tratarmos nossos convênios com Deus com leviandade, estaremos colocando esses laços eternos em risco. Agora é a hora de nos arrependermos, fazermos restituições e tentarmos novamente”, disse ela.

A presidente Bingham disse que conheceu mulheres de todas as idades, vivendo em diversas circunstâncias, que estão guardando seus convênios. Elas se voltam para o Senhor e Seu profeta para receberem orientação, em vez das mídias populares. Elas não são dissuadidas de guardarem seus convênios pelas filosofias do mundo. 

“Seja qual for a idade, cada uma mulheres que fizeram convênios com Deus

tem a capacidade de erguer a luz do Senhor e levar outras pessoas a Ele”, disse a presidente Bingham. “Por meio do cumprimento de seus convênios, Ele as abençoará com o poder de Seu sacerdócio e a capacidade de terem uma profunda influência sobre todas as pessoas com quem vocês interagem.” 

As Moças, o templo e o serviço missionário 

A presidente Bingham encorajou as moças a se prepararem para receberem os convênios do templo. Ela implorou às mulheres que já receberam as bênçãos do templo que não permitam que caluniadores ou distrações as afastem das verdades eternas.

A presidente geral da Sociedade, Jean B. Bingham, dirige a sessão das mulheres da 192ª Conferência Geral Anual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, no Centro de Conferências em Salt Lake City no sábado, 2 de abril de 2022.
A presidente geral da Sociedade, Jean B. Bingham, dirige a sessão das mulheres da 192ª Conferência Geral Anual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, no Centro de Conferências em Salt Lake City no sábado, 2 de abril de 2022. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Ela descreveu como as moças podem se preparar para irem ao templo e fazerem convênios sagrados assim que completam 18 anos de idade, quando estiverem prontas.

Quando Presidente Nelson deu início à conferência geral de abril de 2022 na manhã de sábado, ele falou às moças sobre o trabalho missionário.

“Para vocês, irmãs jovens e capazes, a missão também é uma oportunidade poderosa, mas opcional. Amamos as irmãs missionárias e as recebemos de todo o coração. Sua contribuição para este trabalho é magnífica! Orem para saber se o Senhor deseja que vocês sirvam uma missão, e o Espírito Santo responderá ao seu coração e à sua mente.

“Queridos jovens amigos, cada um de vocês é indispensável para o Senhor.”

‘Nós somos a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias’

A irmã Aburto disse durante a sessão da manhã de sábado que algumas irmãs lhe disseram que sentem que não são membros ativos da Sociedade de Socorro por terem um chamado na Primária ou nas Moças. Entretanto, a Sociedade de Socorro não é apenas uma sala, lição ou atividade, disse a irmã Aburto. Ela é composta pelas mulheres do convênio da Igreja, uma “comunidade global de compaixão e serviço.” 

“A Igreja é mais do que seus prédios e estrutura eclesiástica; a Igreja é seus membros, … com Cristo [como] cabeça e o Profeta como Seu porta-voz”, disse ela.

Irmã Reyna Isabel Aburto discursa na sessão da manhã de sábado, dia 2 de abril de 2022, da 192º Conferência Geral Anual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.
Irmã Reyna Isabel Aburto discursa na sessão da manhã de sábado, dia 2 de abril de 2022, da 192º Conferência Geral Anual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

E todos os membros, independentemente de idade ou circunstância, precisam uns dos outros, continuou ela, e podem levar uns aos outros à cura redentora do Salvador. Os membros da Igreja são os meios pelos quais o Salvador realizará Suas obras mais poderosas. 

“Que compreendamos como somos privilegiados por pertencermos à Igreja de Jesus Cristo, onde podemos unir nossa fé, corações, forças, mentes e mãos para que Ele realize Seus poderosos milagres”, disse ela.

O poder do Salvador

A presidente Porter discursou na sessão das mulheres sobre como sua vida mudou da noite para o dia, quando ficou viúva há cinco anos, e não sabia o que o Senhor queria que ela fizesse.

Sessão das mulheres no sábado, dia 2 de abril de 2022, da 192º Conferência Geral Anual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Sister Susan H. Porter, first counselor in the Primary general presidency of The Church of Jesus Christ of Latter-day Saints, who has been named as the next Primary general president, speaks during the women’s session of the 192nd Annual General Conference at the Conference Center in Salt Lake City on Saturday, April 2, 2022.
Sessão das mulheres no sábado, dia 2 de abril de 2022, da 192º Conferência Geral Anual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Sister Susan H. Porter, first counselor in the Primary general presidency of The Church of Jesus Christ of Latter-day Saints, who has been named as the next Primary general president, speaks during the women’s session of the 192nd Annual General Conference at the Conference Center in Salt Lake City on Saturday, April 2, 2022. Crédito: Spenser Heaps, Deseret News

Algumas semanas mais tarde, ela viu a pintura da mulher samaritana com Jesus à fonte. Naquele momento, o Espírito falou-me claramente: “É isso o que você deve fazer.” “Um amoroso Pai Celestial estava me convidando a vir ao Salvador e aprender.”

A irmã Porter descreveu o poder do sal, do fermento e da luz: “Mesmo em quantidades muito pequenas, cada um deles afeta tudo ao seu redor. O Salvador nos convida a usarmos Seu poder para sermos como o sal, o fermento e a luz.”

O sal traz sabor, o fermento eleva e a luz perfura a escuridão. “Irmãs, corações podem ser transformados e vidas abençoadas ao oferecermos uma pitada de sal, uma colher de fermento e um raio de luz.”

‘Façam o que mais importa’ 

A irmã Craven compartilhou uma experiência na qual uma jovem perguntou como poderia saber se algo sobre a Igreja era verdadeiro, pois ela não sentia nada. A irmã Craven lhe perguntou se ela lia as escrituras, estudava o “Vem, e Segue-me”, ou orava. Quando a jovem respondeu que não fazia nenhuma dessas coisas, a irmã Craven lhe deu esta resposta: “Se você quiser saber alguma coisa, terá que fazer algo.”

Ela convidou sua nova amiga a começar a praticar o evangelho de Jesus Cristo: orar, estudar, servir aos outros e confiar no Senhor.

Missionárias de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias posam para uma foto antes da sessão das mulheres da 192ª Conferência Geral Anual no Centro de Conferências em Salt Lake City no sábado, 2 de abril de 2022.
Missionárias de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias posam para uma foto antes da sessão das mulheres da 192ª Conferência Geral Anual no Centro de Conferências em Salt Lake City no sábado, 2 de abril de 2022. Crédito: Spenser Heaps, Deseret News

Ao tentarmos determinar o que é realmente essencial ou importante, a irmã Craven ofereceu algumas perguntas para considerarmos “o que mais importa”, tais como: o número de “curtidas” que recebemos em uma postagem nas redes sociais ou sermos amadas e valorizadas pelo Pai Celestial? Usarmos roupas que estão na moda ou nos vestirmos com recato? Pesquisarmos na internet ou recebermos respostas por meio do Espírito Santo? Desejarmos mais ou estarmos contentes?

“Satanás adoraria que perdêssemos nossos valores eternos, levando-nos a desperdiçar tempo precioso, talentos ou força espiritual em coisas que não têm importância”, disse a irmã Craven. “Convido todas nós a refletirmos, em espírito de oração, sobre as coisas que nos distraem de fazermos o que é mais importa.”

Perdão e cura

Na sessão da manhã de domingo, a irmã Amy A. Wright, segunda conselheira na presidência geral da Primária, discursou sobre como Cristo pode curar aquele que está quebrado.

A irmã Wright sobreviveu a um câncer. Ela falou sobre passar incontáveis horas em um centro de tratamento de câncer com muitas pessoas que também esperavam ser curadas. Algumas sobreviveram, outras não.

“Aprendi de uma maneira profunda que, a libertação de nossas provações é diferente para cada um de nós e, portanto, nosso foco deve ser menos sobre como somos libertados e mais sobre o Próprio Libertador”, disse ela. “Nossa ênfase deve estar sempre em Jesus Cristo!”

Irmã Amy A. Wright discursa na sessão da manhã de domingo, dia 3 de abril de 2022, da 192º Conferência Geral Anual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.
Irmã Amy A. Wright discursa na sessão da manhã de domingo, dia 3 de abril de 2022, da 192º Conferência Geral Anual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

A irmã Wright disse que as escrituras geralmente contêm apenas ou pequeno trecho da vida de alguém, mas a vida de ninguém pode ser compreendida por um momento.

“O propósito destes relatos das escrituras é nos ajudar a ver que Jesus Cristo era a resposta então, e Ele é a resposta agora”, disse ela. “Ele conhece nossa história completa e exatamente o que sofremos, assim como nossa capacidade e vulnerabilidades.”

Por causa disso, o Senhor ordenou a Seus filhos que perdoem os outros. Isto pode exigir tremenda coragem e humildade, disse a irmã Wright, e pode também levar tempo. Mas através do poder capacitador de Jesus Cristo, isto é possível.

Assim como o perdão, a espera também pode ser difícil: esperar por respostas, milagres ou cura.

“Esperar no Senhor pode ser um lugar sagrado. Um lugar de polimento e refinamento onde podemos vir a conhecer o Salvador de uma maneira profundamente pessoal”, disse ela.

Verdades encontradas no tema das Moças

Élder Dale G. Renlund, do Quórum dos Doze Apóstolos, falou sobre o tema das Moças durante seu discurso na sessão das mulheres.

O tema das Moças começa com as seguintes palavras: “Sou uma filha amada de pais celestiais, com uma natureza divina e um destino eterno.” Essa declaração contém quatro verdades importantes, disse Élder Renlund.

Élder Dale G. Renlund, do Quórum dos Doze Apóstolos, fala durante a sessão de mulheres da 192ª Conferência Geral Anual realizada no Centro de Conferências em Salt Lake City, no dia 2 de abril de 2022.
Élder Dale G. Renlund, do Quórum dos Doze Apóstolos, fala durante a sessão de mulheres da 192ª Conferência Geral Anual realizada no Centro de Conferências em Salt Lake City, no dia 2 de abril de 2022. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

“Primeiro, vocês são filhas amadas”, disse ele. “A segunda verdade é que temos pais celestiais, um pai e uma mãe.”

Ele explicou que o que sabemos sobre nossa Mãe Celestial é encontrado nos Tópicos do Evangelho. “A especulação não resultará em um conhecimento espiritual maior, mas pode nos levar ao engano ou desviar nosso foco do que foi revelado”, advertiu ele.

“A terceira verdade no primeiro parágrafo do tema das Moças é que temos ‘uma natureza divina’. Isso é intrínseco a quem somos”, continuou Élder Renlund. “Essa é a nossa identidade mais importante.”

E a quarta verdade é “que temos ‘um destino eterno.’ 

O tema das Moças também descreve a revelação pessoal, a obtenção de um testemunho, o serviço como testemunhas de Deus, o arrependimento e a melhora diária, o fortalecimento do lar e da família, o ato de fazermos e guardarmos convênios sagrados e recebermos as ordenanças e bênçãos do templo sagrado.

“Fortalecer o lar e a família talvez signifique forjar o primeiro elo de uma corrente de fidelidade, dando continuidade a um legado de fé ou o restaurando, disse Élder Renlund. “Não obstante, a força vem por meio da fé em Jesus Cristo e ao fazermos convênios sagrados.”

Veja a cobertura completa do Church News da Conferência Geral

Nota do editor: Esta é uma tradução preliminar dos artigos citados na conferência, feita pelo Church News. Sua versão oficial será publicada no site de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias