Luz das Nações — uma celebração do entrosamento

Com passos na batida rítmica e animada do Carimbó, ao som de uma canção tradicional brasileira, Vanubia Sillar irradiava uma alegria mais brilhante do que as flores tropicais em sua cabeça ou a saia rodada colorida cujas pontas ela segurava nas mãos enquanto a girava ao redor do palco no Centro de Conferências na Praça do Templo no centro de Salt Lake City, Utah.

Para Sillar, dançar é o que lhe traz alegria. Mas ao conseguir apresentar uma dança de seu país natal, o Brasil, Sillar disse que parece que todas as suas orações foram respondidas. 

Sillar é apenas uma dos quase 1.000 voluntários que se reuniram no Centro de Conferências no sábado, 26 de outubro, para o primeiro grande ensaio geral para o evento “Luz das Nações”, uma celebração anual organizada por A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias para celebrar as culturas latino-americanas e hispânicas que fazem parte do estado de Utah e da Igreja em todo o mundo.

Embora Sillar tenha participado do evento por 13 anos como dançarina e voluntária, o evento deste ano e seu tema têm um significado especial para ela.

Dançarinos se apresentam durante o ensaio geral da dança brasileira Sinhá Pureza para a apresentação da Luz das Nações no Centro de Conferências em Salt Lake City no sábado, 26 de outubro de 2019.
Dançarinos se apresentam durante o ensaio geral da dança brasileira Sinhá Pureza para a apresentação da Luz das Nações no Centro de Conferências em Salt Lake City no sábado, 26 de outubro de 2019. Credit: Colter Peterson, Deseret News

O tema deste ano — “Um Lar para Todos” — destina-se a enfatizar um sentimento de acolhimento e entrosamento entre todos, tanto no evangelho de Jesus Cristo quanto nas comunidades de Utah. As culturas e os países destacados mudam a cada ano, mas para Sillar, o fato de que tanto seu país natal, o Brasil, quanto sua língua nativa, o português, estão sendo apresentados novamente este ano depois de muitos anos, faz com que esse tema soe mais verdadeiro do que nunca.

Os brasileiros às vezes são excluídos da comunidade latina porque não falam espanhol, explicou Sillar. Assim, embora tenha participado do evento ao longo dos anos, com seu marido, que é mexicano, e seus filhos, Sillar disse que este ano é diferente porque o Senhor respondeu às suas orações. 

“O tema é perfeito porque agora os brasileiros são bem-vindos entre os latinos”, disse Sillar. “Não poderia ser mais perfeito.”

O evento Luz das Nações deste ano, que é o maior evento cultural latino de seu tipo em todo o estado de Utah, será realizado no sábado, 2 de novembro, às 20h, no Centro de Conferências e mais uma vez proporcionará uma bela e espetacular variedade cultural de música, dança e arte. 

O solista Alex Melecio se apresenta durante os ensaios gerais para a apresentação do Luz das Nações no Centro de Conferências em Salt Lake City no sábado, 26 de outubro de 2019.
O solista Alex Melecio se apresenta durante os ensaios gerais para a apresentação do Luz das Nações no Centro de Conferências em Salt Lake City no sábado, 26 de outubro de 2019. Credit: Colter Peterson, Deseret News

Ao escolher o tema deste ano para o evento, o élder Jorge T. Becerra, que é setenta de área e ajudou a supervisionar o evento nos últimos seis anos, disse que o objetivo era enfatizar a todos os que podem se sentir perdidos ou solitários em um novo país que: “sempre há lugar para eles em A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.”

Este evento é um símbolo do nosso desejo de fazê-los sentir-se em casa, celebrando suas culturas por meio da música, da dança e do canto”, disse o élder Becerra. “É nosso desejo nos tornarmos bons vizinhos e amigos daqueles que nos cercam. Independentemente de onde eles vêm e que língua eles falam.”

Para as centenas de voluntários das comunidades latina e hispânica em Utah que participam a cada ano, o evento é um compromisso que demanda bastante tempo. 

“São muitas horas, mas eu amo isso”, disse Carolina Rubio, que é membro do coro. “Eu amo poder compartilhar meu testemunho por meio da música e de danças. Acho que não há melhor maneira de compartilhar o evangelho do que com a música. … Ela é uma inspiração e realmente toca o coração.”

Tem sido incrível ver como as pessoas se uniram e criaram um senso de comunidade e entrosamento, pois ajudaram umas às outras por meio dos ensaios semanais, observou Malcom Mignel Botto, coordenador de dança deste ano para o Luz das Nações. 

Dançarinos se apresentam durante o ensaio geral da dança mexicana Guadalajara La Negra para o Luz das Nações no Centro de Conferências em Salt Lake City no sábado, 26 de outubro de 2019.
Dançarinos se apresentam durante o ensaio geral da dança mexicana Guadalajara La Negra para o Luz das Nações no Centro de Conferências em Salt Lake City no sábado, 26 de outubro de 2019. Credit: Colter Peterson, Deseret News

“Foi muito bonito ir aos diferentes ensaios de dança e sentir a emoção de alguém de El Salvador aprendendo uma dança do Brasil e como eles fizeram essa conexão”, disse ele. “Somos irmãos e irmãs e estamos ajudando uns aos outros.”

Ao fazer tais conexões, os participantes passam a valorizar uns aos outros, ajudar uns aos outros a enfrentar os desafios e entender melhor que todos são filhos de um Pai Celestial amoroso e fazem parte de uma família eterna, explicou Botto.

Para Alex Melecio, um dos artistas solo que se apresentou no Luz das Nações por vários anos e está voltando novamente este ano, participar do evento também oferece oportunidades importantes para ministrar.

“Acho que podemos ministrar compartilhando nossos talentos e nossos sentimentos por meio da arte”, disse ele. “Isso fortalece nossas comunidades e as famílias. … E quero que todos os presentes saiam do evento mais ligados à cultura e ao seu próximo.”

Embora o objetivo do evento, por um lado, seja celebrar as culturas dos muitos latinos que vieram para Utah ao longo dos anos, também se destina a ajudar essas comunidades e culturas a “fortalecer sua fé em Deus e no Senhor Jesus Cristo”, disse o élder Becerra. “Esperamos que, pelo menos por um tempo durante o evento Luz das Nações, se sintam um com a comunidade e com nosso Salvador Jesus Cristo, que implora pela unidade entre Seus filhos.” 

Dançarinos fazem apresentação durante o ensaio geral da dança mexicana La Iguana para o Luz das Nações no Centro de Conferências em Salt Lake City no sábado, 26 de outubro de 2019.
Dançarinos fazem apresentação durante o ensaio geral da dança mexicana La Iguana para o Luz das Nações no Centro de Conferências em Salt Lake City no sábado, 26 de outubro de 2019. Credit: Colter Peterson, Deseret News

Compartilhando suas experiências em trabalhar com o evento nos últimos seis anos, o élder Becerra disse: “Eu testemunhei como ano após ano, muitos doam seu tempo e energia para produzir um evento cultural que abençoa a vida de muitos. Seu serviço incansável aos seus companheiros latinos é uma maravilha de se ver.”

E para os voluntários que participam, bem como todos os que verão o evento, seja ao vivo no Centro de Conferências ou por meio da transmissão do evento nos próximos meses, o élder Becerra disse: “eles terão um sentimento de entrosamento em uma Igreja mundial que celebra a sua cultura ao abençoa sua vida com a influência profunda e duradoura do evangelho de Jesus Cristo.”