O que este membro da junta da Sociedade de Socorro está aprendendo sobre as verdades do sacerdócio escondidas em plena vista

Nota do editor: Esta história é parte da série do Church News intitulada “Mulheres do Convênio”, em que mulheres da Igreja discutem suas experiências pessoais com o poder do sacerdócio e compartilham o que aprenderam por seguirem o conselho do Presidente Russell M. Nelson de “trabalhar com o Espírito para compreender o poder de Deus — o poder do sacerdócio” (“Tesouros Espirituais”, Conferência Geral, outubro de 2019).

Há muitos anos, enquanto andava pela Broadway na Cidade de Nova York com meu filho de 4 anos, notamos um caminhão de entrega com o logotipo da empresa estacionado na rua. Enquanto esperávamos o sinal mudar para que pudéssemos seguir em frente, meu filho apontou para o letreiro do caminhão e disse: “Mamãe, olhe para a flecha!”

Lori Draper, membro da junta geral da Sociedade de Socorro.
Lori Draper, membro da junta geral da Sociedade de Socorro. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

Olhei para onde ele estava apontando e não vi uma flecha, mas vi as letras no logotipo da empresa. Com toda a minha sabedoria materna, comecei a lhe explicar que este era um caminhão que entregava pacotes, muito parecido com um caminhão dos Correios. Para isto, respondeu, “Eu sei, mamãe, mas olhe para a flecha!” 

Sentindo uma necessidade de corrigi-lo, expliquei com mais detalhes que ele estava olhando para as letras soletrando o nome da empresa, “F-E-D-E-X”. 

Ficando um pouco exasperado comigo, apontou novamente para “a flecha”, então novamente soletrei as letras no caminhão. Não conseguia entender porque ele estava tão focado em algo que simplesmente não estava lá. Então, com tremenda paciência para alguém tão jovem, disse: “Mamãe, olhe entre o ‘E’ e o ‘x’. Há uma flecha branca lá.” 

Com aquelas claras instruções, olhei, e para o meu completo e total espanto, eu a vi! Lá no negativo, no espaço em branco entre as cores brilhantes das letras “E” e “x”, havia uma flecha distinta e branca, exatamente como ele havia descrito. Já tinha visto centenas de caminhões exatamente como aquele e, até aquele momento, nunca tinha visto uma flecha branca, escondida claramente em plena vista. Mas agora que havia visto e sabia que estava lá, não conseguia parar de ver. 

Mesmo hoje, anos depois, quando vejo um caminhão com este logotipo, vejo uma flecha aninhada entre as letras.

Pensei muito sobre esta experiência ao longo dos anos, e me perguntei sobre as muitas coisas que perdi porque não estava prestando atenção, ou porque estava focada no óbvio ao invés de parar para buscar coisas que podem requerer mais paciência e observação.

Lori Draper com seu filho Isaac.
Lori Draper com seu filho Isaac. Credit: Cortesia de Lori Draper

Pela maior parte da minha vida, tenho visto o sacerdócio simplesmente como os ofícios dos sacerdócios Aarônico e Melquisedeque, como as letras naquele caminhão de entrega. Mas o Presidente Russell M. Nelson encorajou as mulheres a “estud[arem] em espírito de oração, todas as verdades que encontrarem a respeito do poder do sacerdócio”, prometendo que, “à medida que sua compreensão aumentar e ao exercerem fé no Senhor e em Seu poder do sacerdócio, sua capacidade de fazer uso do tesouro espiritual que o Senhor disponibilizou aumentará.” 

Ao ler e buscar, estudar e ponderar, tenho sentido o Espírito me ensinando com grande clareza para ver e entender as verdades que sempre estiveram lá, mas que não vi porque, assim como a flecha no caminhão, estavam escondidas em plena vista. 

Cheguei a entender que o sacerdócio — o poder e autoridade de Deus — abrange muito mais do que apenas seus ofícios, embora certamente os inclua. Não o reconheci enquanto servia como missionária de tempo integral, mas agora percebo que, naquele chamado, agi com a autoridade do sacerdócio. O mesmo vale para qualquer chamado da Igreja que aceitei. Com cada chamado, recebi a autoridade do sacerdócio, quando fui designada para servir, por alguém que possuía suas chaves. Também vejo com crescente compreensão, como o meu serviço no templo me abençoou com “acesso direto ao poder de Deus”, e vejo como tenho sido abençoada com este poder quando supliquei pelo conforto e direção do Senhor em minha vida.

Isaac Draper em frente ao Anjo Morôni na Cidade de Nova York, enquanto visitando a cidade com sua mãe.
Isaac Draper em frente ao Anjo Morôni na Cidade de Nova York, enquanto visitando a cidade com sua mãe. Credit: Cortesia de Lori Draper

Em seu discurso, “Tesouros Espirituais”, o Presidente Nelson ensinou que “o Espírito Santo será seu tutor pessoal enquanto procuram entender o que o Senhor quer que saibam e façam.” Assim como meu filho me ajudou a ver a flecha que estava escondida em plena vista há muitos anos, com a orientação do Espírito Santo, estou agora aprendendo a reconhecer os tesouros espirituais enquanto aumento meu entendimento do poder do sacerdócio, como o dom de capacitação que Deus sempre pretendeu que estivesse em minha vida.