Scott Taylor: Transformando anotações sobre #SerGrato em uma página de meu diário pessoal de gratidão

Enquanto minha esposa e eu ouvíamos à mensagem global do Presidente Russell M. Nelson no dia 20 de novembro, sobre “o poder de cura da gratidão”, anotei algumas observações e impressões, conforme o Profeta falava — e orava — durante sua apresentação em um vídeo de 11 minutos.

Ele convidou seus ouvintes a usarem as mídias sociais para #SerGrato, utilizando expressões digitais como um diário de gratidão.

Quando se trata de mídias sociais públicas, como o Facebook, Instagram e Twitter, entre outras, sou mais um observador e espreitador. Não postei muito nos últimos anos, optando, em vez disso, por seguir e verificar como estão a família e amigos.

Mas retornarei — e farei esta recapitulação de minhas anotações dos convites e perspectivas do Presidente Nelson como a página mais recente de meu diário de gratidão.

Homem de ciência, fé e mais

Apropriadamente autodescrito como um homem de ciência e um homem de fé, Presidente Nelson deu exemplos para sublinhar os dois rótulos.

Em minhas anotações, acrescentei mais duas descrições — “homem de gratidão” e “homem de exemplo”.

Em limitadas ocasiões ao longo dos anos, estive com ele em conferências, devocionais, seminários, viagens de ministério, ambientes sociais e entrevistas — às vezes como jornalista, outras vezes como participante de um evento. Em todos esses momentos, tenho testemunhado Russell M. Nelson tanto como devoto quanto como praticante, alguém que aconselha e ministra. Resumindo: um exemplo.

Sua mensagem do dia 20 de novembro não foi diferente, com expressões inspiradoras e exemplares de gratidão.

Poder de cura da gratidão

Presidente Nelson enfatizou como a gratidão “ameniza nossos sentimentos” e dá “uma perspectiva maior do propósito e da alegria da vida.”

Conforme o Profeta falou sobre como lidou com a morte de sua primeira esposa, a irmã Dantzel Nelson, e de duas filhas, com um profundo senso de gratidão, escrevi “Pai” — meu próprio pai, que faleceu aos 64 anos, após uma batalha de quatro anos com o câncer, há mais de duas décadas.

Gratidão e compreensão amenizaram meu luto e a saudade que senti dele ao longo dos anos. Sou grato pela influência de meu pai em minha vida, pela esperança eterna e perspectivas do plano de salvação de Deus, e por um pai mortal que me conduziu ao meu Pai Celestial.

Convite para inundar

Como mencionado anteriormente, os primeiros dois convites do Presidente Nelson foram para transformar as mídias sociais em seu próprio diário sobre #SerGrato, ao longo de um período de sete dias. “Façam uma publicação diária mencionando pelo que vocês são gratos, a quem vocês são gratos e por que são gratos”, disse.

Esta mensagem veio dois anos após um convite na Conferência Geral de Outubro de 2018 na Sessão das Mulheres, para fazerem um “jejum” de 10 dias das mídias sociais. O Profeta convidou seus ouvintes a mudarem de curso e canalizarem o lado positivo das mídias sociais com uma enchente de gratidão.

Assim como escrevi uma anotação sobre o pedido do Presidente Ezra Taft Benson em 1988, para que santos dos últimos dias “[enchessem] a Terra com o Livro de Mórmon”, Presidente Nelson ofereceu uma expressão equivalente: “Trabalhando juntos, podemos encher as mídias sociais com uma onda de gratidão que atingirá os quatro cantos da Terra.”

Desde então, temos visto uma onda crescente de posts e imagens utilizando a hashtag #SerGrato em mídias sociais públicas. E descobri que estou me juntando a outros, expressando mais intensamente a gratidão e reconhecimento pelo apreço que tenho, por meio de outras maneiras mais pessoais — em conversas contínuas, mensagens diretas, mensagens de texto e e-mails.

Convite para se unir

O segundo convite do Presidente Nelson foi para “que nos unamos em agradecimento a Deus orando diariamente.”

Frequentemente quando ouvimos mensagens para darmos graças e termos gratidão, tendemos a pensar em relação ao comportamento, atitude de uma pessoa — mantendo um senso de apreciação e gratidão por outros.

Por meio de sua mensagem, Presidente Nelson instruiu seus ouvintes a dirigirem suas sinceras expressões de gratidão ao Pai Celestial, Ele que é a fonte de nossas vidas, nossas bênçãos, de toda luz e verdadeira alegria.

Oração de gratidão

O Profeta então nos deu o modelo de como orar com gratidão. Ele fez a mediação com Deus, em nosso favor, em uma oração de ação de graças e súplica que ressoou a todos — e a cada um.

A oração de um Profeta ouvida pelas multidões é um momento relativamente raro. Normalmente nossos líderes seniores dirigem-se a nós em conferências, devocionais e reuniões semelhantes; quando falam sobre oração, ensinam princípios e práticas.

Eles falam sobre ouvir Profetas e Apóstolos orarem pelos membros, missionários, líderes locais, jovens, famílias, a Igreja e o mundo como um todo.

Mas raramente chegamos a ouvi-los orar. Estas orações mais públicas geralmente acontecem em dedicações e eventos especiais.

Mas no dia 20 de novembro, Presidente Nelson orou a Deus — por nós, por outros e por todos. Sua oração foi para todos ouvirem — e para que todos seguissem aquele exemplo. Felizmente, temos nas escrituras orações de outros profetas registradas ao longo dos tempos, assim como orações e súplicas do Salvador.

Fiz outras anotações enquanto ouvia Presidente Nelson para preencher as páginas subsequentes do meu diário pessoal de gratidão, assim como há muitas páginas sendo preenchidas sobre por quem e pelo que sou grato, e porque sou grato.

Mas nesta página do diário, sou grato — pela mensagem e pelo mensageiro. #SerGrato