Cancelados os espetáculos ao vivo da Igreja para 2021, com a transmissão da última apresentação no Monte Cumora de 2019

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias anunciou que três espetáculos ao ar livre planejados para 2021 — do Monte Cumora, de Nauvoo e Britânico — não serão apresentados neste ano, devido às restrições e precauções referentes à pandemia de COVID-19.

Com os cancelamentos de 2021, chega ao final o Espetáculo no Monte Cumora, que supostamente teria sua última apresentação neste ano, depois do final planejado para 2020 ter sido adiado por um ano devido à pandemia.

Enquanto isso, as produções de Nauvoo e Britânica foram duas, dos três espetáculos da Igreja, agendadas para continuar depois de 2021. A terceira delas é o Espetáculo de Mesa, que está suspenso durante as reformas sendo feitas no Templo de Mesa Arizona e em seu terreno.

Em vez de uma produção ao vivo no Monte Cumora, em julho a Igreja irá retransmitir o espetáculo de 2019 — o último apresentado — com o evento para comemorar a riqueza dos 84 anos de história da apresentação, que remonta aos anos 30 e a dezenas de milhares de voluntários que estiveram envolvidos.

A transmissão do evento estará disponível a partir do dia 9 de julho no site broadcasts.ChurchofJesusChrist.org, com legendas em espanhol e português.

A Igreja anunciou os adiamentos, retransmissões e apresentação comemorativa na terça-feira, dia 9 de março, no site da Sala de Imprensa em inglês.

Adiamentos prolongaram a produção final

Em outubro de 2018, a Igreja anunciou mudanças para celebrações locais, incluindo os espetáculos ao ar livre. Ainda que celebrações culturais e históricas possam ser apropriadas, “grandes produções, tais como os espetáculos ao ar livre, são desencorajadas”, disse o comunicado, adicionando que “em relação a espetáculos ao ar livre já existentes, discussões com líderes da Igreja e da comunidade estão em andamento a fim de encerrar, modificar ou continuar tais produções.”

Logo depois, foi anunciado que o Espetáculo do Monte Cumora seria totalmente encerrado ao final da produção do verão de 2020, com o Espetáculo em Manti, Utah, do Milagre Mórmon não sendo mais diretamente financiado pela Igreja depois de sua apresentação de 2019. Além do Espetáculo de Manti, duas outras produções de longa data em Utah — o Espetáculo de Castle Valley e o Espetáculo de Clarkston — também foram encerradas.

Em abril de 2020, a Igreja anunciou que o Espetáculo do Monte Cumora de 2020 havia sido adiado, devido às restrições impostas a grande aglomerações durante a pandemia de COVID-19, com a produção final sendo tentativamente agendada para julho de 2021 – e que agora foi cancelada.

Membros do elenco apresentam uma cena no início do Espetáculo do Monte Cumora.
Membros do elenco apresentam uma cena no início do Espetáculo do Monte Cumora. Crédito: Kenneth Mays

Os planos para o Monte Cumora incluem a reabilitação e restauração ao estado natural de sua floresta, em preparação a um papel mais reverente e quieto, semelhante àquele em volta do Bosque Sagrado.

Realizado na colina com o mesmo nome, o Espetáculo anual do Monte Cumora em Manchester, no estado de Nova York, havia se tornado uma produção com sete palcos, com um elenco de mais de 700 voluntários e capacidade para 8.000 pessoas — uma das maiores produções gratuitas e ao ar livre do país.

Depois de sua estreia em 1937, o espetáculo continuou por mais de 80 anos, encerrando como um show de 10 cenas — nove episódios retratando histórias do Livro de Mórmon e um último apresentando a Restauração moderna do evangelho. 

Espetáculos em curso

A próxima produção do Espetáculo de Nauvoo está tentativamente agendada para ser entre 5-30 de julho de 2022.

O Espetáculo Britânico — que continuará a ser realizado em Chorley, Inglaterra, a cada quatro anos sob a liderança da Área — está tentativamente agendado para 2022. Desde seu início, ele já ocorreu duas vezes – em 2013 e 2017.

Devido às renovações do Templo de Mesa Arizona, assim como do terreno a seu redor onde o evento anual da Páscoa era apresentado, o Espetáculo de Mesa não tem ocorrido desde 2018. Depois do término das reformas, o espetáculo anual recomeçará e continuará sob a liderança da Área.