Técnico da Academia Naval compartilha 3 princípios moralmente fundamentados com estudantes da Ensign College

Falando aos estudantes da Ensign College na terça-feira, dia 27 de abril, Ken Niumatalolo — técnico de futebol americano da Academia Naval dos Estados Unidos e presidente de estaca no estado de Maryland — citou três princípios de retidão que abençoaram sua vida. 

Antes de compartilhar sua mensagem no devocional, ele expressou o quanto se sentiu impressionado a falar com os alunos da faculdade, comparando-os com os 2 mil jovens soldados no Livro de Mórmon.  

“Vocês são os valorosos 3 mil estudantes escolhidos de nosso Pai Celestial no mundo todo”, disse ele. “Com esse tipo de qualificação e linhagem divina, vocês possuem um potencial ilimitado.” 

Niumatalolo disse que três princípios o mantiveram “ancorado em um mundo com valores morais incertos”, “inabalável nas tempestades da vida” e “protegido contra a astúcia do adversário.”

1. Sempre coloquem o Senhor em primeiro lugar

O primeiro princípio é colocar o Senhor sempre em primeiro lugar para que tudo possa dar certo. 

“Isso não significa que as coisas serão fáceis, ou que não haverá nenhuma dificuldade.” 

Recontando a história de sua cidade natal de Laie, Havaí, Niumatalolo disse que a compra inicial de propriedade da Igreja naquela cidade foi vista como ridícula por causa de sua remota localização na época. 

Ele disse que a Igreja decidiu construir um templo no terreno antes de fazer qualquer coisa com ele. Uma decisão lógica talvez teria sido começar com a construção do Centro Cultural Polinésio para proporcionar empregos às pessoas, adicionou ele, ou quem sabe, construir a BYU–Havaí para fornecer oportunidades educacionais. 

“Presto-lhes meu testemunho de que tudo deu certo para esta comunidade porque eles colocaram o Senhor em primeiro lugar e construíram o templo primeiro.” 

Ele explicou que as praias de Waikiki e os grandes hotéis foram vistos como um obstáculo ao sucesso do desenvolvimento de Laie. 

A Igreja seguiu um caminho inspirado, explicou ele, de construir o templo primeiro, depois a faculdade e, finalmente, o Centro Cultural Polinésio. 

Agora, o Centro Cultural é uma grande atração turística em “uma bela e próspera pequena cidade… localizada em uma excelente propriedade que um dia foi considerada indesejável. 

“Não deixem que as preocupações do mundo, ou as demandas da vida, mudem suas prioridades e perspectivas eternas”, continuou ele. “Sempre ponham as coisas de Deus em primeiro lugar. Sempre mantenham seus convênios e seus objetivos espirituais em primeiro lugar.

Ele apresentou os membros do Quórum dos Doze Apóstolos como exemplos de pessoas que colocaram o Senhor em primeiro lugar. 

“Todos eles foram bem-sucedidos nas profissões que escolheram”, disse ele. “Porém, seus testemunhos e a vida que levam como servos do Senhor são mais impressionantes e poderosos.

2. Paguem seu dízimo

O segundo princípio mencionado por Niumatalolo foi pagar o dízimo. 

“Quando investimos no Senhor, sempre há um retorno em nossos investimentos”, ensinou ele. “Ele sempre cumpre Suas promessas e Sua parte dos convênios.” 

Niumatalolo contou uma história sobre pagar o dízimo com sua esposa, quando eles ainda eram recém-casados. Emocionado, ele testificou que sempre foram abençoados quando pagaram o dízimo.

A família de Ken e Barbara Niumatalolo, na Praça do Templo em Salt Lake City, vários anos atrás.
A família de Ken e Barbara Niumatalolo, na Praça do Templo em Salt Lake City, vários anos atrás.

“Quando éramos um jovem casal, muitas vezes parecia que não seríamos capazes de cumprir com nossas obrigações financeiras essenciais”, disse ele. “Contudo, sempre pagamos o nosso dízimo, e as coisas sempre deram certo.” 

Ele então aconselhou os estudantes a não se esquecerem das bênçãos que receberam do Pai Celestial. 

“Quando começarem a ter sucesso na vida, lembrem-se de Quem abriu as janelas dos céus para vocês. Não se esqueçam Dele.” 

3. Honrem o dia Senhor

O último princípio compartilhado por Niumatalolo foi honrar o dia do Senhor. 

Ser técnico de futebol americano universitário “é uma profissão extremamente competitiva e impiedosa”, na qual muitos profissionais enxergam o domingo como o dia mais importante de preparação para o jogo, disse ele. 

Quando se tornou técnico 14 anos atrás, ele decidiu que não trabalharia aos domingos.

Ken Niumatalolo, técnico da Academia Naval, ao centro, ajoelha-se com os jogadores durante um jogo no sábado, dia 5 de outubro.
Ken Niumatalolo, técnico da Academia Naval, ao centro, ajoelha-se com os jogadores durante um jogo no sábado, dia 5 de outubro.

“Renovar meus convênios com o Senhor todos os domingos ao partilhar do sacramento com a minha família é a melhor forma que conheço para me preparar e ser melhor como esposo, pai, presidente de estaca, técnico e cidadão.

Niumatalolo concluiu prestando testemunho de que várias bênçãos que ele e sua família receberam vieram como “um resultado direto de honrarem o dia do Senhor.”