1 dia, 1 família, 5 chamados missionários: Quíntuplos da família Faylor se preparam para serviço missionário

Nichole e Nathan Faylor tiveram que esperar por muitos anos para se tornarem pais, suportando desapontamentos e abortos espontâneos. Finalmente, suas orações foram respondidas no dia 1º de setembro de 2002, quando Nichole Faylor deu à luz quíntuplos.

Desde esse dia, eles vêm se preparando para o momento em que seus cinco filhos sairiam de casa — um momento que está se aproximando rapidamente para a família.

O casal Faylor, membros da Estaca San Antonio Texas, viram seus filhos Joshua, Jonathan, Joseph, Nataleigh e Cathryn experienciarem todos os marcos importantes da vida, lado a lado e simultaneamente. Agora, eles experienciarão seu próximo marco ao mesmo tempo, porém separadamente, à medida que cada um deles serve uma missão de tempo integral para A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, nas várias regiões em que foram designados para trabalhar.

“Desde que nasceram, sabíamos que esse dia chegaria. Esperávamos por isso há muito tempo. Sabíamos … que haveria um momento em que, com toda certeza, eles iriam embora, tão rapidamente quanto chegaram. Mas agora, isso é uma realidade, é algo que realmente está acontecendo”, disse Nathan Faylor. “Estamos tentando imaginar como a vida será daqui para frente, mas estamos apenas aguardando. Não poderíamos estar mais orgulhosos e estamos felizes por eles e pelas coisas que estão prestes a fazer.”

Da esquerda para a direita, Cathryn, Nataleigh, Joseph, Jonathan e Joshua Fylor foram os primeiros quíntuplos a nascerem em Austin, Texas.
Da esquerda para a direita, Cathryn, Nataleigh, Joseph, Jonathan e Joshua Fylor foram os primeiros quíntuplos a nascerem em Austin, Texas. Credit: Cortesia da Família Faylor

Joshua foi chamado para servir na Missão Califórnia Riverside e começará seu treinamento online no dia 13 de setembro. Jonathan servirá como missionário de serviço na comunidade local da família Faylor em San Antonio, a partir de agosto. Joseph foi designado para servir na Missão Arizona Tempe e começará sua missão no dia 13 de setembro.

As duas irmãs foram designadas para servirem em centros de visitantes — Nataleigh começará o treinamento online no dia 4 de outubro para seu serviço no Centro de Visitantes do Templo de Laie Havaí, e Cathryn servirá no Centro de Visitantes do Templo de St. George, iniciando seu treinamento no CTM online no dia 13 de setembro.

Nichole Faylor disse: “Juntamente com as cartas anunciando seus chamados, vieram cerca de 20 outras páginas com informações sobre seus líderes de missão, um mapa da área da missão e uma lista de todas as coisas que eles devem fazer e saber. Cada um deles tem um arquivo com todos os seus documentos, para que possamos manter tudo em ordem e aprontar todos para sua partida.”

Os quíntuplos se formaram no ensino médio neste ano e completarão 19 anos de idade no início de setembro. Como os três irmãos decidiram passar o verão trabalhando e se preparando para seu serviço missionário, os cinco jovens puderam indicar a mesma data de disponibilidade em seus formulários. Eles receberam seus chamados no mesmo dia.

Joshua, Cathryn, Nichole, Joseph, Nathan, Nataleigh e Jonathan Taylor são fotografados em sua casa em San Antonio, no domingo, dia 20 de junho de 2021.
Joshua, Cathryn, Nichole, Joseph, Nathan, Nataleigh e Jonathan Taylor são fotografados em sua casa em San Antonio, no domingo, dia 20 de junho de 2021. Credit: Laura Seitz, Deseret News

Quando os chamados chegaram, os cinco irmãos escolheram abri-los sozinhos, disse Nathan Faylor. “Cada um deles teve a oportunidade de abrir seu chamado, pensar sobre sua designação, ponderar e processar seus sentimentos por conta própria. Não pudemos nos reunir em família até cerca de meia-noite, quando finalmente nos sentamos à mesa juntos e compartilharmos quais eram esses chamados.

“Eles decidiram não compartilhar com ninguém até que pudessem estar todos juntos, e por isso tiveram um bom número de horas para refletir sobre seu chamado, sem a necessidade de comparar e pensar sobre o chamado de outra pessoa.” 

Nataleigh acrescentou: “Isso foi muito especial porque somos cinco irmãos e sempre fizemos tudo juntos. … A paz e a compreensão de que estamos indo para onde devemos ir foram realmente importantes porque tínhamos conversado sobre isso: Haverá cinco chamados, e o que acontecerá se você for designado para um lugar menos atrativo?

“Mas, o fato de simplesmente termos tido esse pequeno momento para nós mesmos e sentido a paz que confirmou que esse é o lugar para onde devemos ir, antes de dizermos nossas designações para nossa família e vermos suas reações, seu apoio e seu amor de uns para com os outros a respeito do local onde serviremos, além de toda a emoção que sentimos, foi um momento realmente precioso e edificante.”

Joshua, Jonathan, Joseph, Nataleigh e Cathryn Faylor seguram bandeiras de suas designações missionárias em sua casa em San Antonio, no domingo, dia 20 de junho de 2021.
Joshua, Jonathan, Joseph, Nataleigh e Cathryn Faylor seguram bandeiras de suas designações missionárias em sua casa em San Antonio, no domingo, dia 20 de junho de 2021. Credit: Laura Seitz, Deseret News

Embora às vezes seja difícil encontrar individualidade sendo um quíntuplo, seus pais sempre estiveram cientes de suas características e necessidades individuais.

“Sempre dissemos aos nossos filhos que cada um deles era único, desde o dia em que nasceram”, disse Nichole Faylor. “Eles não gostavam de ser segurados da mesma maneira, não usavam a mamadeira do mesmo jeito e eram muito diferentes em seus próprios modos individuais. Mas por qualquer motivo, o Pai Celestial decidiu que todos deveriam chegar ao mesmo tempo. Não sabemos o porquê, apenas nos sentimos abençoados.”

Cathryn descreveu ser quíntupla como ter um “grupo integrado de melhores amigos”.

“Fomos realmente abençoados por termos um ótimo relacionamento uns com os outros. Sinto que a vida seria muito difícil se eu tivesse que aguentá-los o dia todo, se não fôssemos tão unidos como somos”, explicou ela. “Às vezes, é um pouco complicado… desfrutarmos dessas experiências pessoais, porque esse grupo de pessoas está sempre conosco, então pode ser difícil termos um senso de individualidade. Há momentos em que sinto que sou apenas uma quíntupla, em vez de ser eu mesma. Mas tem sido uma grande bênção.”

Esta será a primeira vez na vida dos quíntuplos que eles serão separados por um longo período.

“Acho que teremos alguns dias difíceis”, disse Joseph. “Mas agora, iremos nos corresponder por e-mail, então ainda seremos capazes de nos comunicar, de certa forma, e fortalecermos uns aos outros.”

Jonathan, Nataleigh, Joseph, Cathryn e Joshua Faylor são fotografados em sua casa em San Antonio, no domingo, dia 20 de junho de 2021.
Jonathan, Nataleigh, Joseph, Cathryn e Joshua Faylor são fotografados em sua casa em San Antonio, no domingo, dia 20 de junho de 2021. Credit: Laura Seitz, Deseret News

“Estaremos em áreas diferentes, mas ainda estaremos lutando contra aquela sensação de saudade de casa ou de insegurança enquanto estivermos apenas no início”, disse Joshua. “Então, embora eles possam não estar ao meu lado fisicamente … todos nós poderemos fortalecer uns aos outros, de onde quer que estejamos no mundo.”

Jonathan, cuja designação é servir como missionário de serviço enquanto mora em sua casa, espera sentir uma solidão que nunca havia experienciado antes.

“Talvez haja momentos em que estarei aqui sozinho, e provavelmente me sentirei completamente só, porque isso, normalmente, nunca acontece”, disse ele. “Eles estarão longe de casa (enquanto) ainda estarei aqui. Mesmo assim, tenho fé de que estaremos onde o Senhor precisa que estejamos, e esta é a melhor maneira de usarmos nossos talentos, habilidades e aptidões.”

Sua mãe diz que eles têm sido capazes de reconhecer a mão do Senhor em sua vida por anos, e sabem que Ele fortalecerá cada um deles enquanto passam por essa transição. 

Cathryn, à esquerda, Joshua, Jonathan e Nataleigh riem enquanto sua mãe, Nichole, abraça Joseph durante um bate-papo entre a família Faylor em sua casa em San Antonio no domingo, dia 20 de junho de 2021.
Cathryn, à esquerda, Joshua, Jonathan e Nataleigh riem enquanto sua mãe, Nichole, abraça Joseph durante um bate-papo entre a família Faylor em sua casa em San Antonio no domingo, dia 20 de junho de 2021. Credit: Laura Seitz, Deseret News

“Esta também é uma oportunidade de nos aproximarmos do Senhor conforme experienciamos esta transição, e sermos capazes de confiar mais Nele”, disse Nichole Faylor. 

Os membros da família Faylor têm observado individual e coletivamente uma infinidade de bênçãos, à medida os quíntuplos se preparam para o serviço missionário.

“Uma das ternas misericórdias que o Senhor me concedeu é saber que estou indo para o lugar certo. Tenho certeza de que isso geralmente acontece, mas o recebimento de cinco (chamados) de uma vez só me fez compreender que havia pelo menos uma vaga (para um missionário servir) na Califórnia ou na missão de serviço e, apesar disso, estou indo para o Arizona”, disse Joseph. “E isso tem sido um testemunho para mim de que o Senhor me conhece e sabe exatamente onde preciso estar.”

Joshua, Jonathan, Joseph, Nataleigh e Cathryn Faylor seguram bandeiras de suas designações missionárias em sua casa em San Antonio, no domingo, dia 20 de junho de 2021.
Joshua, Jonathan, Joseph, Nataleigh e Cathryn Faylor seguram bandeiras de suas designações missionárias em sua casa em San Antonio, no domingo, dia 20 de junho de 2021. Credit: Laura Seitz, Deseret News