Scott Taylor: Como Élder Stevenson me ensinou a ver ‘Santidade ao Senhor’ como um convite

Élder Gary E. Stevenson abriu a entrevista coletiva de 13 de setembro, e o tour para a mídia do Templo de Pocatello Idaho, com boas-vindas e uma introdução pública ao mais novo templo de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

“É considerado um edifício santo e sagrado em nossa fé”, disse o membro do Quórum dos Doze Apóstolos. “E nós temos uma oportunidade única — um espaço de tempo entre a conclusão da construção e a dedicação, que acontecerá no início de novembro — de poder compartilhar a bela edificação e poder descrever algumas das coisas que acontecem aqui.”

Após citar diversos elementos de design e características próprias do Templo de Pocatello, ele destacou a adoração sagrada que acontece dentro das paredes de um templo, chamando a atenção para as frases na entrada de cada templo: “A CASA DO SENHOR” e “SANTIDADE AO SENHOR”.

“Acreditamos que seja a casa do Senhor, que nos dá a devoção que sentimos quando entramos”, disse Élder Stevenson.

As palavras “Santidade ao Senhor — A Casa do Senhor” estão inscritas no Templo de Barranquilla Colômbia.
As palavras “Santidade ao Senhor — A Casa do Senhor” estão inscritas no Templo de Barranquilla Colômbia.

E então, ele descreveu a segunda frase de uma forma que eu nunca tinha ouvido antes — e de uma forma que me fez parar e refletir.

“Você notará que há um convite”, ele continuou dando ênfase à frase “Santidade ao Senhor”.

Nunca tinha visto isso como um convite, mas mais como uma afirmação, uma declaração ou uma expectativa. “Santidade ao Senhor” me parecia ser mais sobre o templo em si, e não sobre quem o frequenta.

O convite, disse Élder Stevenson ao grupo de mídia, é “para que ajamos de uma forma que agrade ao Senhor.”

Intrigado, mais tarde pedi a ele que falasse mais sobre o convite de “santidade”, conforme conversamos em uma entrevista individual após a visita ao templo.

O Templo Pocatello Idaho da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias é fotografado na segunda-feira, 13 de setembro de 2021, em Pocatello, Idaho.
O Templo Pocatello Idaho da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias é fotografado na segunda-feira, 13 de setembro de 2021, em Pocatello, Idaho. Credit: Scott G Winterton, Deseret News

“Há muito poder no que vejo gravado nas portas do templo”, disse ele, relembrando seu tempo como Bispo Presidente e visitando templos em todo o mundo com responsabilidade por sua construção, manutenção e outros assuntos temporais. “Eu sempre caminhava ao redor do templo primeiro, ficava de pé e via aquelas palavras gravadas em pedra — e isso era muito significativo para mim.”

O apóstolo falou sobre como um templo é uma grande adição e bênção para qualquer comunidade religiosa. “Mas para os santos dos últimos dias, é ‘a casa do Senhor’ e é isso que estamos trazendo para cá (para Pocatello).”

E quando ele lê as palavras “Santidade ao Senhor”, disse Élder Stevenson, “parece um convite do Senhor para nos tornarmos mais santos.

“Quando entramos no templo, tudo que acontece cria ‘santidade ao Senhor’”, explicou ele.

A arte em vitral e a inscrição "Santidade ao Senhor — A Casa do Senhor" acima da entrada do Templo de Frankfurt Alemanha ao anoitecer de 18 de outubro de 2019.
A arte em vitral e a inscrição “Santidade ao Senhor — A Casa do Senhor” acima da entrada do Templo de Frankfurt Alemanha ao anoitecer de 18 de outubro de 2019. Credit: Scott Taylor

Ele listou as promessas de ser obediente, de se tornar altruísta e de seguir o evangelho de Jesus Cristo — “e todos os outros elementos que estão incorporados no evangelho maior para sermos pessoas virtuosas e castas e para dedicarmos nossa vida à luz e glória do Pai Celestial.”

Perguntei a Élder Stevenson quando ele sentiu pela primeira vez “santidade para o Senhor” como um convite.

Ele disse que foi uma progressão de momentos que o levou a reconhecê-la como um convite.

“Acho que é porque tive a chance de estar do lado de fora de tantos templos ao redor do mundo, e sempre fiquei impressionado e admirado com as palavras e a realidade de que esta é a casa do Senhor”, disse ele.

“Mas então, essas outras palavras — ‘Santidade ao Senhor’ — para mim quase se tornaram um padrão que eu precisava seguir, de fazer tudo o que nos é ensinado. E quando entramos no templo com isso em mente, isso cria santidade. E é disso que precisamos no mundo hoje — precisamos de mais santidade.”

Santidade pode ser expressa em termos mais comuns para o mundo entender melhor, disse Élder Stevenson.

“Inclui união justa, obediência e bondade. Inclui amor, compaixão e empatia.”

“E tudo isso se resume em algo chamado ‘santidade’.”

As palavras “Santidade ao Senhor — A Casa do Senhor” estão inscritas no Templo de Sapporo Japão.
As palavras “Santidade ao Senhor — A Casa do Senhor” estão inscritas no Templo de Sapporo Japão.