De missionário para missionário: Conversa sobre novo programa de treinamento on-line e presencial

O que os próprios missionários de tempo integral têm a dizer sobre o novo programa de treinamento de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, no qual a maioria dos novos missionários completarão parte de seu treinamento on-line, e depois viajarão para um CTM para concluir sua aprendizagem?

O Church News pediu recentemente a vários missionários em treinamento — em seus lares, nos centros de treinamento missionário, por e-mail e conversas presenciais — que compartilhassem com futuro missionários o que estão aprendendo com suas experiências.

“A melhor coisa até agora é que pude desenvolver e fortalecer o relacionamento com minha companheira, mesmo estando atrás de uma tela”, disse síster Caira Inano Iau Aniterea, de Auckland, Nova Zelândia, durante seu treinamento on-line antes de servir na Missão Austrália Adelaide.

“Conseguimos nos sentir unidas, mesmo que não fosse presencialmente. Aprendi muito com minha companheira, e tenho sentido meu testemunho crescer a cada dia.”

Síster Aniterea acrescentou que seu relacionamento com o Pai Celestial também foi fortalecido. “Pude ler o Livro de Mórmon com mais frequência e me comunicar com Ele através da oração. Sei que Ele me ama e está me orientando nesta jornada.”

Sister Tina Dil, companheira do presidente Lindsay Dil do CTM da Nova Zelândia, ajuda um élder a colocar seu crachá de missionário pela primeira vez ao chegar ao Centro de Treinamento Missionário de Nova Zaland em Auckland, Nova Zelândia, em 30 de junho de 2021.
Sister Tina Dil, companheira do presidente Lindsay Dil do CTM da Nova Zelândia, ajuda um élder a colocar seu crachá de missionário pela primeira vez ao chegar ao Centro de Treinamento Missionário de Nova Zaland em Auckland, Nova Zelândia, em 30 de junho de 2021. Credit: Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Quando a pandemia de COVID-19 causou o fechamento dos centros de treinamento missionário em todo o mundo em março de 2020, a Igreja fez a transição de seu treinamento de novos missionários para a instrução on-line, muitas vezes referida como “CTM em casa”

O treinamento on-line teve origem nos 10 CTMs da Igreja em todo o mundo, com missionários se encontrando — via videoconferência — com seus companheiros, instrutores e outros novos missionários em grupos de sala de aula ou “distritos”. 

Com os CTMs retomando o treinamento presencial em junho de 2021, a maioria dos novos missionários inicia parte de sua instrução online em casa, e depois viaja para um CTM para concluí-la. A abordagem em fases permite que os missionários continuem a experienciar os vários elementos positivos da instrução online que têm sido utilizados no treinamento de novos missionários durante o período de pandemia. 

Com a família se despedindo, um élder chega ao Centro de Treinamento Missionário da Nova Zelândia em Auckland, Nova Zelândia, em 30 de junho de 2021.
Com a família se despedindo, um élder chega ao Centro de Treinamento Missionário da Nova Zelândia em Auckland, Nova Zelândia, em 30 de junho de 2021. Credit: Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Élder Jake Robert Orr, um novo missionário que estava recebendo treinamento em sua casa em Draper, Utah, enquanto aprendia espanhol e se preparava para servir na Missão Raleigh Carolina do Norte, disse que toda vez que tinha uma excelente aula on-line, ele queria correr e contar tudo à sua família imediatamente.

“Adorei poder contar histórias e compartilhar momentos especiais que tive no CTM on-line com minha família — acho que meus pais também gostaram”, disse ele. “É ótimo podermos compartilhar o que estamos aprendendo com membros de nossa família, e eles podem presenciar o processo de nos tornarmos missionários com seus próprios olhos.”

O treinamento on-line do CTM em casa auxilia na adaptação à vida missionária, acrescentou ele. “Também é ótimo nos ajustarmos ao horário, podermos comer a comida de costume e dormirmos em nossa própria cama enquanto nos acostumamos com as expectativas e rotinas dos missionários.”

Abaixo estão as respostas de missionários dos Estados Unidos, África e Nova Zelândia, que participaram do treinamento on-line e presencial. As respostas foram editadas por questões de espaço e clareza.

Novos missionários do Centro de Treinamento Missionário de Gana se preparando para o processo de entrada e primeiro devocional em Acra, Gana, no final de junho de 2021.
Novos missionários do Centro de Treinamento Missionário de Gana se preparando para o processo de entrada e primeiro devocional em Acra, Gana, no final de junho de 2021. Credit: Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Como vocês foram pessoalmente influenciados por suas experiências de treinamento do CTM?

“Meus instrutores do CTM foram excelentes. Eles nos ensinaram muito bem e compartilharam experiências pessoais que nos ajudaram a aprender muito mais sobre a vida missionária. Eu não gostava muito de escrever em meu diário, mas agora, escrevo sobre tudo o que sinto e aprendo — sei que isso me ajudará um dia. Aprendi como examinar as escrituras com diligência e como utilizá-las para responder a perguntas.” — Élder Daniel Ankonu Abeo Jr., de Acra, Gana; Missão Nigéria Cidade de Benin.

“Meu amor pelo evangelho cresceu. Adquiri habilidades para encontrar e ensinar pessoas com facilidade. Aprendi a amar e a perdoar as pessoas de livre e espontânea vontade. Aprendi a ser paciente e disciplinado. Também aprendi como ajudar as pessoas sem que elas me peçam para fazê-lo” — Síster Elizabeth Ann Adwoa Adjabeng, de Koforidua, Gana; Missão Gana Costa do Cabo.

Missionários estudam na sala de aula no Centro de Treinamento Missionário de Provo, em Provo, Utah, na quarta-feira, dia 25 de agosto de 2021.
Missionários estudam na sala de aula no Centro de Treinamento Missionário de Provo, em Provo, Utah, na quarta-feira, dia 25 de agosto de 2021. Credit: Jeffrey D. Allred, Deseret News

Como vocês resumiriam sua parte on-line do novo treinamento missionário?

“O CTM em casa facilitou uma transição difícil. Estudar as escrituras e ‘Pregar Meu Evangelho’ durante horas por dia, juntamente com as aulas e o aprendizado da língua espanhola, é bastante cansativo mental e espiritualmente. No entanto, foi uma experiência de crescimento incrível, e estar em casa com minha família me ajudou a me adaptar à vida missionária de uma forma menos drástica” — Élder Jarom Michael Moody, de Frederick, Maryland; Missão Boston Massachusetts (espanhol).

“Após mais de um ano de experiência de aprendizagem on-line, posso dizer com sinceridade que vi um aumento exponencial no que pude aprender e reter com as chamadas via Zoom. Atribuo esta diferença à alta qualidade dos instrutores e do currículo do CTM, bem como ao Espírito que tenho sentido todos os dias.” — Sister Sophia Zana Roser, de Foster City, Califórnia; Missão Washington D.C. Norte (espanhol).

“Minha experiência com o CTM em casa foi muito difícil às vezes — física, mental e espiritualmente. Contudo, me senti consolada por minha família e pelo Pai Celestial durante todo o tempo que passei no CTM em casa” — Síster Tayah Alisi-Lynn Langi, de Sandy, Utah; Missão Arcadia Califórnia.

Síster Elizabeth Wheatley se emociona ao ver um de seus instrutores, a irmã McKenna Pouwer, pessoalmente pela primeira vez, após interagirem anteriormente em aulas online, no Centro de Treinamento Missionário de Provo, em Provo, na quarta-feira, dia 18 de agosto de 2021.
Síster Elizabeth Wheatley se emociona ao ver um de seus instrutores, a irmã McKenna Pouwer, pessoalmente pela primeira vez, após interagirem anteriormente em aulas online, no Centro de Treinamento Missionário de Provo, em Provo, na quarta-feira, dia 18 de agosto de 2021. Credit: Kristin Murphy, Deseret News

Como é se “conectar” com um companheiro, distrito e instrutores primeiramente on-line, e isso ajuda com a transição para o treinamento presencial no CTM?

“Poder me ‘conectar’ e me aconselhar com meu distrito, companheiro e instrutores tem sido verdadeiramente surpreendente. Posso aprender em um nível tão profundo que o Espírito é capaz de me ensinar que os ensinamentos do evangelho são verdadeiros. Sinto que conheço meu distrito há muito tempo, e aprender o evangelho realmente fortalece meu testemunho” — Élder Kaliopasi Sam Niupalau, de Nampa, Idaho; Missão San José Califórnia.

“Todos sabem que normalmente é mais difícil estabelecer relacionamentos on-line, então eu e minha companheira trabalhamos muito mais para nos conectarmos e passarmos tempo juntas. O mesmo vale para meu distrito e instrutores. Todos nós conseguimos nos aproximar, porque sabíamos que tínhamos que nos esforçar para estabelecermos um relacionamento on-line” — Síster Roser; Missão Washington D.C. Norte.

“Tem sido ótimo poder me conectar com meu distrito primeiramente on-line porque agora estou ansioso para vê-los pessoalmente, em vez de ser colocado em uma sala de aula com pessoas que não conheço” — Élder Clinton Calvert Allen Jr., de Chandler, Arizona; Missão Baltimore Maryland (espanhol).

Síster Nina Smith orienta síster Tayah Langi enquanto ela passa pelo processo de admissão no Centro de Treinamento Missionário de Provo, em Provo, na quarta-feira, dia 18 de agosto de 2021.
Síster Nina Smith orienta síster Tayah Langi enquanto ela passa pelo processo de admissão no Centro de Treinamento Missionário de Provo, em Provo, na quarta-feira, dia 18 de agosto de 2021. Credit: Kristin Murphy, Deseret News

Qual foi a melhor parte do treinamento on-line?

“Uma das melhores bênçãos de participar do CTM em casa é o distrito em que somos colocados. Somos todos representantes de Cristo, e crescemos juntos através da oração, estudos e testemunho compartilhado. Fusos horários diferentes são um sacrifício, mas é algo que estamos dispostos a fazer por nossas missões como representantes de Jesus Cristo. Estar em casa para o treinamento online também é uma bênção. Podemos passar tempo com os membros de nossa família eterna, à medida que eles nos veem crescer e nos tornarmos quem o Pai Celestial e Jesus Cristo querem que sejamos. Eles veem nosso exemplo e o compromisso que assumimos de sermos missionários para a Igreja verdadeira” — Síster Savannah Michele Araya, de Chesterfield, Missouri; Missão Praça do Templo Salt Lake City Utah (espanhol). 

“Aprendi com alguns instrutores incríveis. Eu nunca havia entendido que um ensino eficaz é conversar com alguém e escutar — em vez de apenas falar” — Síster Audrey Ruth Morgenegg, de Knoxville, Tennessee; Missão Tucson Arizona.

“Compreendi que posso estudar por mim mesma, e sou desafiada a aprender mais quando converso com outros missionários. Sinto que há mais a aprender a cada dia e estou fazendo o meu melhor” — Síster Adjabeng, Missão Gana Costa do Cabo.

“Uma das melhores experiências que tive no CTM em casa foi poder me encontrar com meus amigos e permitir que eles me vissem no CTM. Adorei conversar com as pessoas sobre minhas experiências. Adorei usar minha plaqueta missionária quando via meus amigos e membros da minha família. E acho bacana que eles puderam me ver como missionária pessoalmente!” — Síster Langi, Missão Arcadia Califórnia.

“As oficinas missionárias no início de cada dia têm sido incríveis. As mensagens têm sido edificantes e exatamente o que nós, novos missionários, precisamos. Além disso, a conversa tem sido inspiradora e interessante, com os missionários compartilhando comentários e citações inspiradores” — Élder Moody, Missão Boston Massachusetts.

Élder Elijah Faleolo e abraçado por seu pai, Fale Faleolo, ao ser deixado no Centro de Treinamento Missionário de Provo, em Provo, Utah, na quarta-feira, dia 25 de agosto de 2021.
Élder Elijah Faleolo e abraçado por seu pai, Fale Faleolo, ao ser deixado no Centro de Treinamento Missionário de Provo, em Provo, Utah, na quarta-feira, dia 25 de agosto de 2021. Credit: Jeffrey D. Allred, Deseret News

E o que tem sido uma surpresa no treinamento online?

“Definitivamente, a carga horária. Se fizermos tudo o que nos for pedido e formos obediente às tarefas, pode levar de 11 a 12 horas por dia. Dito isto, também me surpreendi com o fato de que quero fazer o trabalho para me tornar um melhor discípulo de nosso Pai Celestial” — Élder Orr, Missão Raleigh Carolina do Norte.

“Minha agradável surpresa é que nunca esperei que meus instrutores seriam tão simpáticos e atenciosos. Eles me ajudam a aprender muito e com rapidez”  — Síster Constance Mwansa Lukopesha, de Lusaka, Zâmbia; Missão Nairobi Quênia.

“Orei para que pudesse enxergar minha companheira da maneira como o Salvador a vê, e isso realmente funcionou. Estamos utilizando o aplicativo Zoom e, apesar disso, mal posso esperar para me encontrar com minha companheira e com os membros do meu distrito, e ver o que mais nos aguarda” — Síster Elizabeth Wheatley, de Jefferson, Dakota do Sul; Missão Baton Rouge Louisiana.

Élder Clint Allen Jr. sai de um escritório em sua casa após terminar uma sessão matinal de treinamento missionário online, em Chandler, Arizona, na quinta-feira, dia 12 de agosto de 2021. Ele irá para o Centro de Treinamento Missionário de Provo para concluir seu treinamento presencialmente durante um mês.
Élder Clint Allen Jr. sai de um escritório em sua casa após terminar uma sessão matinal de treinamento missionário online, em Chandler, Arizona, na quinta-feira, dia 12 de agosto de 2021. Ele irá para o Centro de Treinamento Missionário de Provo para concluir seu treinamento presencialmente durante um mês. Credit: Kristin Murphy, Deseret News

Como vocês incluíram seus pais e os membros de sua família em seu treinamento on-line, e quais foram os benefícios de iniciar seu treinamento em casa?

“Minha família tem participado durante minha experiência com o CTM em casa, e eles puderam fazer de nossa casa um lugar onde o Espírito pode habitar, enquanto eu aprendo e me preparo para me tornar um instrumento nas mãos do Senhor” — Síster Aniterea, Missão Adelaide Austrália.

“Tenho tido a oportunidade de compartilhar com minha família o que aprendo nos devocionais, aulas e oficinas, e sinto que isso ajuda a fazer com que o Espírito esteja mais presente em nosso lar” — Élder Allen, Missão Baltimore Maryland.

“Podemos ver os membros de nossa família quando não estamos nas aulas e compartilhar o material que aprendemos nas aulas e nos estudos com eles. Eles veem nosso exemplo brilhante e a mudança em nós mesmos, algo que fortalece o Espírito no lar. Começar em um CTM em casa é um benefício que facilita a transição para a obra e vida missionária, enquanto ainda temos o apoio de nossa família” — Síster Araya, Missão Praça do Templo Salt Lake City Utah.

“Há muitos convites para incluirmos os membros de nossa família em nosso treinamento. Desde compartilharmos o que temos aprendido, a nos apresentarmos em espanhol a eles, temos tido inúmeras oportunidades de incluí-los em nossa experiência. Um dos maiores benefícios do CTM em casa é ver minha família. Isso separa ser um missionário, de ter que deixar sua família. Tenho sido capaz de treinar sem sentir nenhuma saudade de casa, e isso me permite ser um missionário mais eficaz” — Élder Moody, Missão Boston Massachusetts.

“Tenho a oportunidade de conversar com minha família sobre as lições que aprendi, e posso me aconselhar com meus pais sobre o CTM e conversar sobre suas experiências” — Élder Niupalau, Missão San Jose Califórnia.

A síster Denise Alexander e o presidente Allen B. Alexander, primeiro conselheiro na presidência do CTM de Provo, cumprimentam o élder Jared Ferguson ao chegar ao Centro de Treinamento Missionário de Provo na quarta-feira, 23 de junho de 2021.
A síster Denise Alexander e o presidente Allen B. Alexander, primeiro conselheiro na presidência do CTM de Provo, cumprimentam o élder Jared Ferguson ao chegar ao Centro de Treinamento Missionário de Provo na quarta-feira, 23 de junho de 2021. Credit: Kristin Murphy, Deseret News

Como o treinamento presencial ajuda a proporcionar um bom início para o serviço missionário, e como os novos missionários podem se preparar para esse treinamento?

“Os instrutores do CTM são os melhores — eles ensinam os missionários em treinamento a compreenderem e a estarem prontos. Novos missionários terão que estar dispostos a aprender; então será um bom início para eles” — Síster Adjabeng, Missão Gana Costa do Cabo.

“Eu tinha ouvido dizer que o CTM é um lugar lindo — que eles comem todos os dias e que é confortável. É importante sermos pontuais e nos prepararmos com conhecimento do evangelho, antes de virmos para o CTM” — Élder Joseph Yemeh Bangura, de Freetown, Serra Leoa; Missão Gana Kumasi.

“Meu conselho é que se preparem o máximo que puderem. O trabalho missionário não começa no campo missionário ou no CTM — ele começa em casa. Estudem suas escrituras e trabalhem com os missionários em sua ala. Dessa forma, vocês poderão se ajustar, aprender rapidamente e estar prontos e preparados” — Síster Lukopesha, Missão Nairobi Quênia.

Missionárias olham fotos de líderes de missões no Centro de Treinamento Missionário de Provo, em Provo, Utah, na quarta-feira, dia 25 de agosto de 2021.
Missionárias olham fotos de líderes de missões no Centro de Treinamento Missionário de Provo, em Provo, Utah, na quarta-feira, dia 25 de agosto de 2021. Credit: Jeffrey D. Allred, Deseret News