Menu
In the News

Como a BYU–Pathway pode ajudar a construir Sião nos últimos dias

Presidente Ashton, da BYU–Pathway Worldwide, e irmã Ashton ensinam quatro coisas que os alunos devem aprender na BYU–Pathway para ajudarem a ‘construir Sião’

Presidente Brian K. Ashton, da BYU–Pathway Worldwide, e irmã Melinda Ashton, discursam durante a transmissão do devocional de abertura para o semestre de outono de 2022, em 20 de setembro de 2022.

Presidente Brian K. Ashton, da BYU–Pathway Worldwide, e irmã Melinda Ashton, discursam durante a transmissão do devocional de abertura para o semestre de outono de 2022, em 20 de setembro de 2022.

Captura de tela, byupathway.org


Durante o devocional de abertura da BYU-Pathway Worldwide [em inglês] para o semestre do outono [no hemisfério norte], o presidente Brian K. Ashton e sua esposa, a irmã Melinda Ashton, falaram sobre o papel integral do programa, em ajudar a construir Sião nos últimos dias.

“Vocês nasceram na Terra nesta época para ajudarem a construir Sião”, disse o presidente Ashton aos alunos. “Sua educação na BYU-Pathway os ajudará a fazerem isso que, por sua vez, ajudará a preparar o mundo para a Segunda Vinda de Jesus Cristo.”

Sentada ao lado de seu marido, a irmã Ashton testificou: “Sei que criar Sião não é apenas a vontade de Deus para nós, mas trará alegria e paz à nossa vida.”

O que é Sião?

A irmã Ashton começou seu discurso em conjunto com o presidente Ashton descrevendo Sião.

Sião pode ser tanto um lugar quanto um povo puro de coração, ela explicou. “Em sua plenitude, Sião é tanto um povo quanto um lugar onde Jesus Cristo se sentiria confortável em habitar” (ver Moisés 7:16, 64).

No período depois que o Salvador visitou os nefitas, o povo construiu uma sociedade de Sião, disse a irmã Ashton. As escrituras a descrevem como um lugar onde todo homem agiu com justiça, onde não havia ricos nem pobres e todos eram livres, onde grandes e maravilhosas obras foram realizadas pelos discípulos de Jesus Cristo, e onde não havia contenda “em virtude do amor de Deus que existia no coração do povo” (4 Néfi 1:15).

“E não havia invejas nem disputas nem tumultos nem libertinagens nem mentiras nem assassinatos nem qualquer espécie de lascívia; e certamente não poderia haver povo mais feliz... mas eram um, os filhos de Cristo e herdeiros do reino de Deus.” (4 Néfi 1:16-18).

Seria “absolutamente maravilhoso” viver em tal lugar, observou o presidente Ashton, e antes da Segunda Vinda do Senhor, Seu povo terá que reconstruir Sião novamente.

Presidente Brian K. Ashton, da BYU–Pathway Worldwide, e irmã Melinda Ashton, discursam durante a transmissão do devocional de abertura para o semestre de outono de 2022, em 20 de setembro de 2022.

Presidente Brian K. Ashton, da BYU–Pathway Worldwide, e irmã Melinda Ashton, discursam durante a transmissão do devocional de abertura para o semestre de outono de 2022, em 20 de setembro de 2022.

Captura de tela, byupathway.org

O papel da BYU–Pathway na construção de Sião

A irmã Ashton explicou que Doutrina e Convênios 97 inclui uma lista de requisitos para Sião, inclusive ter uma escola ou escolas em Sião.

Élder Kim B. Clark, ex-comissário do Sistema Educacional da Igreja, ensinou: “A BYU–Pathway é uma escola em Sião, onde quer que Sião esteja.”

Portanto, os requisitos de Doutrina e Convênios 97 e a responsabilidade de ajudar a construir Sião se aplicam à BYU-Pathway, seus alunos, instrutores, funcionários, missionários e parceiros acadêmicos”, disse a irmã Ashton.

Qual é o papel da BYU–Pathway na construção de Sião? perguntou o presidente Ashton. Citando Doutrina e Convênios 97, ele disse que aqueles associados à BYU–Pathway devem ter um coração puro e quebrantado e um espírito contrito, e devem observar os convênios por meio do sacrifício. A BYU–Pathway deve produzir graduados que cumpram a declaração de missão do programa, para serem “discípulos de Jesus Cristo que guardam os convênios e são líderes em seu lar, na Igreja e em suas comunidades”, disse ele.

A irmã Ashton compartilhou como Moisés 7:18 ensina que “o Senhor chamou seu povo Sião, porque eram unos de coração e vontade e viviam em retidão; e não havia pobres entre eles.”

A BYU-Pathway também deve ajudar os alunos a aprenderem a ser unos de coração e vontade e viverem em retidão, disse a irmã Ashton. A BYU–Pathway também tem um papel único em garantir que “não haja pobres entre nós.”

“Nenhuma outra instituição da Igreja tem alcance mundial e acesso a certificados e diplomas com base espiritual e prontos para o trabalho, como a BYU-Pathway”, disse ela. “A BYU-Pathway pode oferecer educação superior que ajudará nossos alunos a saírem da pobreza espiritual e temporal, em quase todos os lugares onde a Igreja está organizada. Esses alunos, por sua vez, podem ajudar outros a se tornarem autossuficientes, até que não haja pobres entre nós.”

A irmã Melinda Ashton discursa durante a transmissão do devocional de abertura da BYU–Pathway Worldwide para o semestre de outono de 2022, em 20 de setembro de 2022.

A irmã Melinda Ashton discursa durante a transmissão do devocional de abertura da BYU–Pathway Worldwide para o semestre de outono de 2022, em 20 de setembro de 2022.

Captura de tela, byupathway.org

Onde começar

Os instrutores, missionários, funcionários e parceiros acadêmicos da BYU-Pathway devem ajudar os alunos a aprenderem a construir Sião em sua vida, lares, congregações e comunidades, disse o presidente Ashton, sendo puros de coração e incorporando os princípios de Sião no currículo e nos modelos de ensino.

“Convidamos cada um de vocês a examinarem sua vida, ensino, currículo e programas para verem se estão em harmonia com a edificação de Sião, e depois buscarem a ajuda do Senhor para fazerem as mudanças necessárias.”

O presidente e a irmã Ashton ensinaram quatro coisas que os alunos devem aprender a fazer, durante seu tempo na BYU–Pathway. “Estas coisas os ajudarão a se tornarem unos de coração e vontade, viverem em retidão e tirarem da pobreza espiritual e temporal os pobres entre nós. Ao fazer isso, vocês ajudarão a criar Sião”, disse o presidente Ashton.

Primeiro, faça e guarde convênios com Jesus Cristo e o Pai Celestial.

“Se você não foi batizado por alguém com a devida autoridade, convidamos a fazê-lo. … Se você foi batizado, mas não fez convênios na Casa do Senhor, nós o convidamos a se preparar para fazê-lo agora. Depois de fazermos estes convênios, recebemos poder adicional para guardarmos nossos convênios, ao tomarmos o sacramento todas as semanas na Igreja e retornarmos à Casa do Senhor para trabalharmos por nossos antepassados”, disse a irmã Ashton.

O presidente Brian K. Ashton discursa durante a transmissão do devocional de abertura da BYU–Pathway Worldwide para o semestre de outono de 2022, em 20 de setembro de 2022.

O presidente Brian K. Ashton discursa durante a transmissão do devocional de abertura da BYU–Pathway Worldwide para o semestre de outono de 2022, em 20 de setembro de 2022.

Captura de tela, byupathway.org

Segundo, convide o Espírito Santo ao orar e ler as escrituras diariamente, se arrependendo, evitando contendas e servindo ao próximo. “Fazer estas coisas, não como uma lista de verificação, mas com a intenção de se aproximar de Jesus Cristo, fará com que Jesus Cristo se aproxime de você”, disse o presidente Ashton.

Terceiro, siga o conselho do profeta vivo de Deus na Terra: Presidente Russell M. Nelson. O Senhor prometeu que inspirará Seu profeta “a promover a causa de Sião com grande poder voltado para o bem...” (Doutrina e Convênios 21:1–7).

“Presidente [Russell M.] Nelson está fazendo isso”, disse a irmã Ashton.

Quarto, persista em obter a educação necessária para sustentar uma família e ter uma carreira de sucesso, mesmo quando for difícil.

“Não ter pobres entre nós começa com cada indivíduo desenvolvendo as habilidades para ser autossuficiente, espiritual e materialmente. À medida que nos tornamos autossuficientes, podemos abençoar outras pessoas, inclusive as gerações futuras”, disse o presidente Ashton.

A irmã Ashton disse que pode haver momentos em que um aluno será tentado a abandonar seu programa. “Mas se você buscar a ajuda do Senhor, mesmo quando sua situação parecer impossível, Ele lhe dará esperança e os meios para continuar no cronograma certo para você”, prometeu ela. “Ao permanecer fiel a Jesus Cristo, Ele se aproximará de você e o ajudará a construir Sião.”

Concluindo, o presidente Ashton testificou: “Como nosso Salvador e Redentor, Jesus Cristo quer abençoá-los espiritual e materialmente. Ele virá novamente. Minha oração é que busquemos construir Sião sendo unos de coração e vontade, vivendo em retidão e eliminando a pobreza espiritual e temporal.”

 

NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.