Menu
NAS NOTÍCIAS

Procurem os ‘raios de luz’ ao longo da jornada da vida, diz presidente Lund

Presidente Lund discursa na BYU sobre identificarmos os raios de luz ao longo da vida, que fazem com que o céu pareça estar um pouco mais perto

Presidente Steven J. Lund na BYU: ‘Raios de luz’ repletos de fé

Presidente Lund na BYU: ‘Raios de luz’ repletos de fé

Brooklynn Jarvis Kelson/BYU photo


PROVO, Utah — Refletindo sobre suas experiências e como seu testemunho foi formado, Steven J. Lund, presidente geral dos Rapazes, compartilhou com estudantes e funcionários da Universidade Brigham Young, pensamentos que enfatizaram a fé, durante um devocional no dia 20 de setembro.

“A fé e a crença são coisas complicadas”, disse presidente Lund. “Não podemos julgar uns aos outros pelo que fazemos, não sabemos e cremos, porque o testemunho só é obtido através dos dons do Espírito e, os dons do Espírito são, afinal de contas, dons.”

Esta vida terrena foi projetada pelo Pai Celestial para que Seus filhos exerçam fé, retendo algumas das peças do “sofisticado quebra-cabeça da mortalidade”, a fim de  garantir que eles possam fazê-lo, disse presidente Lund.

Isso explica por que, acrescentou ele, as coisas nem sempre fazem sentido.

Presidente Lund disse que acredita que seu testemunho seja muito parecido com a “razão da esperança” (1 Pedro 3:15) que existe dentro dele, como “um panorama formado por várias fotos de incontáveis clarões de luz que atravessam um véu terreno que, de outra forma, é impenetrável.”

Um raio de luz na Ásia

Enquanto estava na Ásia em uma viagem de negócios, presidente Lund notou a escuridão da manhã ao deixar o aeroporto. Ao dirigir sobre uma ponte, as paredes de ambos os lados bloqueavam sua visão. No entanto, após atravessá-la, ele olhou para trás e viu barcos sobre vastas águas.

A percepção evocou dentro de si mesmo a questão de como ele sabia que deveria olhar para trás. Ele recordou que as paredes da ponte tinham fendas que permeavam luz conforme ele passava.

“Eu sabia o que estava lá antes de saber que eu sabia. E eu teria perdido a maravilha de tudo isso se não tivesse olhado para trás”, disse ele. Assim como nesta situação, haverá raios de luz ao longo da vida, explicou ele, mas eles devem ser reconhecidos.

“A vida muitas vezes se apresenta como uma parede cinzenta e contínua, que se estende até o nada. Porém, de vez em quando, se prestarmos atenção, lampejos da certeza do amor de Deus por nós se tornarão evidentes”, disse presidente Lund.

Steven J. Lund, presidente geral dos Rapazes, discursa em um devocional da Universidade Brigham Young na terça-feira, 20 de setembro de 2022, no Marriott Center em Provo, Utah.

Steven J. Lund, presidente geral dos Rapazes, discursa em um devocional da Universidade Brigham Young na terça-feira, 20 de setembro de 2022, no Marriott Center em Provo, Utah.

Brooklynn Jarvis Kelson/BYU photo

Um raio de luz em Frankfurt

Outro raio de luz para presidente Lund ocorreu quando ele estava servindo nas Forças Armadas dos Estados Unidos em Frankfurt, Alemanha. O próprio ato de se alistar às Forças Armadas foi um raio de luz para ele, pois havia recebido inspiração no templo ao buscar orientação a respeito do futuro após sua missão na Holanda.

Como um jovem soldado que estava servindo longe de casa, as reuniões da Igreja e as noites familiares com jovens adultos solteiros eram os “destaques luminosos” de cada semana. Certo dia, ele trabalhou até mais tarde e perdeu a carona para a noite familiar com seu grupo de jovens adultos solteiros. O desanimado soldado havia decidido ir para casa, mas, em vez disso, sentiu que estava sendo guiado pelo Espírito a caminhar pelo emaranhado de ruas até chegar, precisamente, à porta do apartamento no qual seu grupo estava se reunindo.

“Eu abri a porta, como o jovem de 23 anos mais surpreso da Igreja”, recordou presidente Lund. “O Pai Celestial enviou um raio de luz que substituiu minha perplexidade por admiração.”

Um raio de luz em sua família

Presidente Lund falou sobre um raio de luz que surgiu mais tarde em sua vida, quando seu filho, Tanner, retornou após um jogo de futebol americano com dor. Tanner, que foi diagnosticado então com câncer, lidou com muitas outras dores durante sua batalha contra a doença.

Certa noite, Tanner acordou com uma dor de cabeça extrema. Presidente Lund e sua esposa tentaram consolá-lo, mas não conseguiram. De repente, Tanner disse: “Eles dizem que devo ir à cozinha e me sentar no sofá.” E foi o que Tanner fez. Na manhã seguinte, um oncologista disse que o problema provavelmente havia sido causado por uma obstrução que impediu a drenagem do líquido cefalorraquidiano.

A única maneira de obter alívio era fazer exatamente o que Tanner havia feito. Presidente Lund perguntou: “Isso fazia sentido, mas quais eram as chances de Tanner saber disso aos 12 anos de idade? E quem eram ‘eles?’”

Um raio de luz na Geórgia

Enquanto serviam como líderes de missão na Missão Atlanta Geórgia, presidente Lund e sua esposa, a irmã Kalleen Lund, receberam um telefonema de um missionário que estava com dor no estômago. Sem esperar dizer as palavras que proferiu, especialmente devido a seu conhecimento médico limitado, a irmã Lund disse ao élder que ele estava com apendicite e que deveria ir ao hospital.

Por duas vezes, os funcionários do pronto-socorro não encontraram nada de errado. Entretanto, o élder insistiu que tinha apendicite, conforme o diagnóstico da irmã Lund. Após o problema ser finalmente identificado, o élder passou por uma cirurgia. O cirurgião disse que, se mais cinco minutos tivessem passado, o missionário poderia ter perdido a vida.

“No reino de Deus, tais histórias de fé são abundantes. Contudo, os milagres raramente anunciam a si mesmos. Para vê-los, talvez tenhamos que ‘olhar para trás’”, disse presidente Lund.

Steven J. Lund, presidente geral dos Rapazes, discursa em um devocional da Universidade Brigham Young na terça-feira, 20 de setembro de 2022, no Marriott Center em Provo, Utah.

Steven J. Lund, presidente geral dos Rapazes, discursa em um devocional da Universidade Brigham Young na terça-feira, 20 de setembro de 2022, no Marriott Center em Provo, Utah.

Brooklynn Jarvis Kelson/BYU photo

Um raio de luz na Califórnia

“Um raio de luz cravado na história de nossa família inclui a experiência que minha mãe teve em sua juventude, quando dirigiu sozinha da Califórnia para ir ao funeral de sua avó no Arizona em 1958”, disse presidente Lund.

Após ouvir uma voz a instruindo a sair da estrada e parar imediatamente, ela obedeceu pouco antes de alcançar uma ponte estreita sobre um desfiladeiro e a tempo de ver que dois caminhões estavam vindo em sua direção, ocupando as duas pistas durante uma ultrapassagem.

Presidente Lund observou que, às vezes, as pessoas podem se desviar da majestade do evangelho porque coisas difíceis acontecem. “A vida universitária foi projetada, especialmente aqui, para levá-los a situações desafiadoras nas quais vocês terão que lutar para crescer. As doutrinas e práticas da Igreja e, aliás, os desafios de nossa vida, nem sempre vêm com notas de rodapé. No entanto, se formos fiéis observadores das obras do Espírito em nossa vida, poderemos respeitar ainda mais os milagres que iluminam as fibras de nosso testemunho e encontrar coragem para seguirmos em frente com fé brilhante.”

A importância dos raios de luz

Ele citou 1 Néfi 17:23-46, quando Néfi lembrou a sua família dos raios de luz de Deus.

Presidente Lund disse que o sacramento está disponível semanalmente — um verdadeiro milagre — como uma oportunidade de renovarmos nossos convênios com o Senhor.

“Os raios suaves da luz de cura que aquecem nossa alma nas reuniões sacramentais constituem um milagre maior do que a separação do Mar Vermelho, um soldado que é guiado a um refúgio, um anjo no comando de um telefonema para salvar um missionário, um sussurro sagrado que alivia a dor de uma criança, o encontro de Saulo com Salvador na estrada para Damasco, um professor de Oxford que encontra o Salvador a caminho de Whipsnade, ou até mesmo o arremesso divino que posicionou as estrelas e os planetas em suas rotações ordenadas ”, disse presidente Lund.

Sejam grandes ou pequenos, há raios de luz a serem notados ao longo da vida. Há “evidência [de] uma característica do véu que permeia luz, à medida que o Salvador o perfura incessantemente para abençoar os Seus”, disse ele.

Força para os estudantes

Muitos estudantes que participaram do devocional disseram que tiveram seus próprios “raios de luz” enquanto presidente Lund discursava.

Rebecca Hilton, estudante de Educação Musical, disse entender que, mesmo que tudo ainda não seja conhecido, “Deus nos dará o suficiente nos momentos em que precisarmos, para que possamos prosseguir e ter fé Nele. (...) Não precisamos saber tudo.”

Daqui em diante, Hilton planeja registrar seus momentos pessoais de raios de luz para não esquecê-los.

Steven J. Lund, presidente geral dos Rapazes, cumprimenta estudantes após um devocional da Universidade Brigham Young na terça-feira, 20 de setembro de 2022, no Marriott Center em Provo, Utah.

Steven J. Lund, presidente geral dos Rapazes, cumprimenta estudantes após um devocional da Universidade Brigham Young na terça-feira, 20 de setembro de 2022, no Marriott Center em Provo, Utah.

Brooklynn Jarvis Kelson/BYU photo

Durante o devocional, Liam Gannon, estudante de Psicologia, escreveu sua meta de reconhecer a mão de Deus em sua vida mais plenamente. “Há tantas coisas que sabemos, mas não nos damos conta de que sabemos”, disse ele.

Mariah Richey, estudante de Horticultura, disse que teve uma epifania quando conectou as palavras proferidas por presidente Lund durante o devocional, com a letra de uma canção que compôs aos 16 anos de idade. A letra da canção dizia que as estrelas eram como buracos no firmamento, posicionadas por Deus para resplandecerem a luz do céu. Embora não tenha compreendido completamente a letra que havia escrito na época, ela agora sente que os pensamentos compartilhados por presidente Lund “adicionaram clareza”, ajudando que refletisse sobre sua própria vida e perguntar por que certos eventos ocorreram.

 

 

NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.