Igreja revisa manual missionário pela primeira vez em 10 anos. Confira o que mudou

Pela primeira vez em quase uma década, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias está lançando um novo manual de instruções para ajudar a orientar e direcionar as dezenas de milhares de missionários em tempo integral que estão servindo no mundo todo.

O manual “Padrões Missionários para os Discípulos de Jesus Cristo” está agora disponível em formatos impressos e digitais, não só acessíveis aos missionários, mas ao público, que pode acessá-lo pelo aplicativo Biblioteca do Evangelho da Igreja. A nova publicação, que apresenta ilustrações coloridas do Salvador na capa e no interior, substitui o conhecido Manual Missionário em preto e branco, de bolso, que tem sido carregado por centenas de milhares de missionários por décadas.

O título em si ressalta a mudança do manual, que tinha como base regras e passa a ter como base princípios, e o tom é definido a partir da mensagem introdutória da Primeira Presidência e do Quórum dos Doze Apóstolos, encontrada na frente do livreto.

“Para ser um missionário eficiente, você deve ser um discípulo fiel de Jesus Cristo”, diz a mensagem, acrescentando: “O Pai Celestial o ama e vai ajudá-lo a amar e abençoar Seus filhos onde quer que você sirva”.

Missionários observam o presidente Russell M. Nelson, de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, antes de uma reunião missionária em Montevidéu, Uruguai, na quinta-feira, 25 de outubro de 2018.
Missionários observam o presidente Russell M. Nelson, de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, antes de uma reunião missionária em Montevidéu, Uruguai, na quinta-feira, 25 de outubro de 2018. Credit: Jeffrey D. Allred, Deseret News

“Isso ajudará os missionários a realmente se concentrarem nos dois grandes mandamentos — amar a Deus e amar seus semelhantes — e, em seguida, aceitar a enorme responsabilidade, que é pregar o evangelho”, disse o élder Dieter F. Uchtdorf, membro do Quórum dos Doze Apóstolos e presidente do Conselho Executivo Missionário da Igreja.

“Se os missionários enxergarem o contexto geral — amar a Deus e ao próximo e aceitarem a grande responsabilidade de proclamar o evangelho — então eles saberão como proceder e serão guiados pelo Espírito para dirigir-se às pessoas de modo que o coração delas será tocado”, ele disse. “E pontes são construídas de coração para coração — essa é a chave.”

Os líderes da Igreja amam os missionários e estão preocupados com seu bem-estar e segurança física, espiritual e emocional, disse o élder Uchtdorf, acrescentando que “esses padrões ajudarão a protegê-los e guiá-los enquanto eles buscam servir nosso Salvador Jesus Cristo”.

O élder Brent H. Nelson, setenta autoridade geral que é o diretor executivo do Departamento Missionário da Igreja, reconhece que “Padrões Missionários para os Discípulos de Jesus Cristo” está longe de ser um manual de regras, por si só, e se concentra em ajudar a fortalecer o caráter e o desenvolvimento de bons hábitos e comportamentos.

“Esta será uma grande mudança para o trabalho missionário, porque o foco está no discipulado”, disse ele.

Convidados pelo élder Neil L. Andersen para se aproximarem da cerimônia de abertura de terra, os missionários se reúnem no futuro local do Templo de Abidjan Costa do Marfim em 8 de novembro de 2018.
Convidados pelo élder Neil L. Andersen para se aproximarem da cerimônia de abertura de terra, os missionários se reúnem no futuro local do Templo de Abidjan Costa do Marfim em 8 de novembro de 2018. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

“O objetivo é criar um discípulo de Cristo, e assim o propósito deste novo manual é que eles desenvolvam hábitos ao longo da vida de serem membros consagrados da Igreja, não apenas durante a missão, mas por um longo tempo.”

“Sua missão não começa no dia em que você é designado por imposição de mãos e não termina no dia em que é desobrigado”, começa o livreto “Padrões Missionários” na página 5, após a mensagem da Primeira Presidência e do Quórum dos Doze. “Uma missão não é como colocar um uniforme escolar ou de trabalho pela manhã somente para tirá-lo novamente no final do dia. … Sua experiência como missionário de tempo integral pode ser um evento transformador, mas deve ser também parte essencial de uma vida inteira como discípulo de Jesus Cristo.”

Os novos manuais estão em processo de atualização há vários anos, e esta é a primeira atualização desde 2010.

“Padrões Missionários para os Discípulos de Jesus Cristo” começa com a mensagem acima mencionada da Primeira Presidência e do Quórum dos Doze Apóstolos e uma seção sobre “Sua experiência como missionário de tempo integral”, que enfatiza a obediência aos mandamentos e os padrões para a vida.

Em seguida há seções sobre a organização (incluindo companheiros) e atividades missionárias, conduta do missionário, bem-estar físico e duas breves seções sobre autoridade e ordenanças do sacerdócio e o término de sua missão.

Na verdade, o novo manual é composto por dois livretos. O companheiro intitulado “Padrões Missionários para os Discípulos de Jesus Cristo: Informações Adicionais” inclui seções sobre responsabilidades de liderança dos jovens missionários, diretrizes sobre o serviço, respeito pelas pessoas, frequência ao templo, tecnologia, situações difíceis ou negativas, preocupações quanto à saúde física e à saúde emocional, situações de perigo, segurança quanto à moradia, segurança quanto ao transporte e ordenanças e bênçãos do sacerdócio.

Na versão impressa, o livreto principal de “Padrões Missionários” fornece referências de página no livreto suplementar para informações e detalhes adicionais sobre um item ou assunto específico. Nas versões eletrônicas, são fornecidos links de Internet que redirecionam o leitor não só para os dois manuais, mas para a série de vídeos de segurança online lançados recentemente pelos Departamentos Missionários.

Os novos manuais foram distribuídos primeiro para as lideranças das missões no mundo todo, ou seja, para os presidentes de missão e suas companheiras, no mês de junho, e desde então o tempo tem sido usado para traduzir as publicações para outros idiomas.

Os élderes Jason Andersen e Chet Norman fazem o trabalho missionário em Tonga, em 22 de maio de 2019.
Os élderes Jason Andersen e Chet Norman fazem o trabalho missionário em Tonga, em 22 de maio de 2019. Credit: Jeffrey D. Allred, Deseret News

Alguns presidentes de missão enviaram comentários afirmando que o novo manual e o suplemento não contêm algumas regras específicas contidas no manual anterior.

“Nossa resposta a esses comentários foi: ‘São coisas que um discípulo tem que descobrir’”, disse o élder Nelson. “Então, essa é uma grande mudança para nós. Mas creio que todo mundo adora o conceito geral com base em princípios e concorda com ele.”

Ele compara a mudança no manual como um padrão semelhante às mudanças na ministração e na ênfase do ensino do evangelho centralizado no lar e apoiado pela Igreja.

“Esta é uma iniciativa da Primeira Presidência e do Quórum dos Doze para agirmos de maneira mais elevada e santificada, e nossos missionários estão agora sendo convidados a fazer a mesma coisa. Em vez de viverem uma lista de coisas que devem e não devem fazer, a mudança é realmente um convite para que eles se tornem discípulos.”

Como outros presidentes de missão no mundo todo, o presidente Kyle B. Hettinger da Missão Hungria-Romênia passou os últimos quatro meses se familiarizando com os novos manuais. “Os ‘Padrões Missionários’ tem menos base em regras e são mais voltados para ajudar os missionários a internalizar as doutrinas, os princípios e as expectativas que os ajudarão espiritualmente a navegar pela missão e pela vida. Como Alma, eles podem saber essas coisas por si mesmos”, disse ele, mencionando Alma 5:46, 48.

O novo manual “é como um todo uma maneira mais elevada, mais santificada e mais feliz de ajudar os missionários a se tornarem discípulos dedicados de seu Salvador Jesus Cristo”, ele acrescentou

Como exemplo, o presidente Hettinger mencionou a permissão que os missionários agora têm para ligarem para casa ou conversar por vídeo com membros da família, dizendo que alguns missionários têm procurado descobrir qual é a melhor maneira de usar essa comunicação para melhor abençoar a si mesmos e suas famílias.

Os missionários esperam o presidente Russell M. Nelson, de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, durante uma reunião da Missão Brasil Brasília em Brasília, Brasil, na sexta-feira, 30 de agosto de 2019.
Os missionários esperam o presidente Russell M. Nelson, de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, durante uma reunião da Missão Brasil Brasília em Brasília, Brasil, na sexta-feira, 30 de agosto de 2019. Credit: Jeffrey D. Allred, Deseret News

Ele então citou várias das sugestões com base em princípios do novo manual para permitir que os missionários governem a si mesmos: “Você não precisa ligar ou conversar por vídeo com seus pais toda semana. … Ao se comunicar com sua família por telefone ou conversas por vídeo, seja sábio para definir a duração da conversa. … Ao tomar essa decisão, leve em consideração seu companheiro e mantenha em mente o propósito de seu serviço missionário.”

“Os ‘Padrões Missionários’ agora fornecem orientação e aconselhamento que otimizarão essas interações e abençoarão mais plenamente todos os envolvidos”, disse o presidente Hettinger.