A Primeira Presidência suspende as reuniões da Igreja a nível mundial em resposta ao coronavírus

Com contínua e rápida propagação do COVID-19 mundialmente, a Primeira Presidência e o Quórum dos Doze Apóstolos anunciaram nesta quinta-feira à tarde, que todas as reuniões da Igreja – incluindo serviços de adoração públicos e reuniões sacramentais, conferências de estaca, conferências de liderança e atividades das estacas, ramos ou alas – serão imediatamente suspensas. O anúncio não incluiu uma data final.

De acordo com o anúncio da Primeira Presidência, “Aconselhamo-nos com líderes locais da Igreja, funcionários do governo e profissionais da área da saúde, e também buscamos a orientação do Senhor nesses assuntos.”

“Sempre que possível, realizem quaisquer reuniões de liderança essenciais via tecnologia. Perguntas específicas podem ser encaminhadas aos líderes locais do sacerdócio. Demais orientações relacionadas a outros assuntos serão fornecidas.”

A epidemia do coronavírus, uma doença respiratória com sintomas parecidos aos da gripe, tem estado no centro da mídia e merecido toda a atenção de governantes através do mundo, desde o início de fevereiro.

Os bispos, depois de se aconselharem com seus presidentes de estaca, deverão decidir como disponibilizar o sacramento para os membros, pelo menos uma vez por mês.

“Encorajamos que membros, em seus esforços de ministração, cuidem uns dos outros,” continuou o anúncio. “Devemos seguir o exemplo do Salvador para abençoar e erguer uns aos outros.

Prestamos testemunho do amor do Senhor durante este período de incerteza. Ele vai abençoá-los para que encontrem alegria à medida que derem o melhor de si para viver o evangelho de Jesus Cristo em todas as circunstâncias.”

As mudanças dão sequência a significantes adaptações anunciadas no dia 11 de março, nas três cartas assinadas pela Primeira Presidência e Quórum dos Doze Apóstolos. Tais mudanças incluíram:

  • Não será admitida a entrada do público no Centro de Conferências, localizado no Centro de Salt Lake City, durante a Conferência Geral da Igreja de Abril de 2020.
  • Os missionários designados para entrar nos Centros de Treinamento de Provo, Utah, e Preston, Inglaterra, serão treinados à distância, via videoconferência. Outros Centros de Treinamento Missionário continuaram em funcionamento normalmente, mas não receberão nenhum missionário vindo das regiões onde atividades estão sendo restritas pelos oficiais do governo local.
  • Conferências de estaca e liderança, assim como outras grandes reuniões serão adiadas nas áreas da Igreja onde a doença causada pelo COVID-19 estiver sendo um desafio – incluindo a Ásia, Europa e América do Norte.

“Estamos profundamente preocupados com a propagação mundial da doença causada pelo COVID-19”, escreveram os líderes sêniores da Igreja.

O governador de Utah apelou hoje pela manhã, que as reuniões em Utah se limitem a menos de 100 pessoas e pediu às igrejas, empresas e organizações, que sigam as diretrizes apresentadas.