Os Serviços de Caridade Santos dos Últimos Dias reagem ao coronavírus ajudando com produtos e financiamento no mundo todo.

Ao ajudar a lidar com as preocupações globais de saúde, os Serviços de Caridade Santos dos Últimos Dias estão fornecendo assistência com materiais e financiamento no mundo todo — da Ásia à América do Norte, passando pela Europa e pelo Oriente Médio — enquanto trabalha com fábricas de enlatados e de processamento de alimentos da Igreja para ajudar a atender às necessidades crescentes.

Em uma publicação intitulada “Esforços de Socorro de Emergência e Esperança Durante o COVID-19”, no site da organização, os Serviços de Caridade Santos dos Últimos Dias confirmaram o fornecimento de assistência, suprimentos e financiamento, enviados até o momento para o Camboja, China, Cingapura, Coreia do Sul, Estados Unidos, Filipinas, Guatemala, Hong Kong, Itália, Irã, Japão, Mongólia, República Dominicana, Taiwan, Tailândia e Vietnã.

Isso inclui fornecimento de suprimentos médicos, de emergência e mercadorias para profissionais de saúde e pacientes; treinamento para profissionais de saúde ao oferecer assistência física, mental e emocional àqueles que estão enfrentando dificuldades; e financiamento e suprimentos para ajudar na prevenção e no tratamento do COVID-19.

A organização também observou que as fábricas de enlatados e processamento de alimentos da Igreja ajustaram os cronogramas de produção para ajudar a atender às necessidades crescentes, disponibilizando produtos e bens, conforme necessários, aos líderes da Igreja, a agências comunitárias, programas de alimentação escolar, bancos de alimentos e outros parceiros.

O trabalho dos Serviços de Caridade Santos dos Últimos Dias, com parceiros do mundo todo, ajuda a aumentar os esforços e o alcance das doações, e a organização continua avaliando novos projetos e considerando enviar assistência a outros locais.

Interior de uma fábrica de enlatados da Igreja em Harrisville, Utah.
Interior de uma fábrica de enlatados da Igreja em Harrisville, Utah. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

“Antecipamos atender às necessidades por meses ainda, à medida que famílias, comunidades e nações se unem para analisar os efeitos do vírus a longo prazo”, afirmou a publicação. “Fortalecer e apoiar uns aos outros por muito tempo depois do fim do ciclo de notícias, faz parte da missão dos Serviços de Caridade Santos dos Últimos Dias.”

Os Serviços de Caridade Santos dos Últimos Dias manifestaram seu apreço pelas parcerias com governos, organizações não governamentais internacionais e outras mais que vêm contribuindo para encontrar soluções. A organização também agradeceu aos doadores que colaboraram bem antes do início da pandemia, permitindo que fundos e materiais fossem disponibilizados para resposta imediata, sem qualquer demora.

A publicação listou maneiras pelas quais os indivíduos podem ajudar durante a pandemia:

  • Ser um bom cidadão global.
  • Seguir as diretrizes da Organização Mundial de Saúde (OMS) para ajudar a reduzir a propagação do vírus.
  • Checar os vizinhos e amigos da comunidade, observando práticas seguras durante suas interações.
  • Usar a tecnologia para ajudar a se manter conectado e permanecer positivo.

“Este é um momento em que todas as pessoas podem fazer algo, e a bondade é a evidência de quem realmente somos”, concluiu a publicação.

Em seu Relatório Anual de 2019 divulgado no último mês, os Serviços de Caridade Santos dos Últimos Dias registraram os esforços feitos no ano passado em 142 países e territórios. Ao todo, foram concluídos 3.221 projetos trabalhando lado a lado com 2.000 parceiros.

Os esforços de resposta a emergências incluíram 194 projetos em 64 países e territórios, enquanto projetos da comunidade internacional totalizaram 994 em 107 países e territórios. Os projetos comunitários nos Estados Unidos e no Canadá foram realizados em 42 estados e províncias.