Criada na Cidade do México a primeira ala de jovens adultos solteiros da América Latina

Os santos dos últimos dias mexicanos podem identificar e celebrar uma longa lista de momentos felizes e históricos da história da Igreja em seu país.

Afinal, a Igreja tem mantido uma estável presença no México há mais de um século, quando missionários lá chegaram pela primeira vez em meados do século XIX.

Em 1961, foi criada a primeira estaca do país – a estaca México. Vinte e dois anos mais tarde, o primeiro dos 13 templos hoje existentes – o Templo da Cidade do México, México – foi dedicado. E mais tarde, o México se tornou o primeiro país, além dos Estados Unidos, a ter mais de 100 estacas.

Mas até recentemente, este país, com quase 1,5 milhões de santos dos últimos dias, não tinha nenhuma ala de jovens adultos solteiros.

Isso mudou há alguns meses, com a criação da Ala Politécnico de Jovens Adultos Solteiros, da estaca Cidade do México Arbolillo. Mas não é apenas a única ala de jovens adultos solteiros no México: acredita-se que a Ala Politécnico seja a primeira deste tipo na América Latina.

Pertencer a uma ala de jovens adultos solteiros “tem sido incrível”, disse Karime Cardenas. “Há um espírito tão especial presente nas aulas e reuniões sacramentais.”

Membros da Ala Politécnico de Jovens Adultos Solteiros no México mantêm a prática de distanciamento social durante uma discussão em sala de aula em um domingo.
Membros da Ala Politécnico de Jovens Adultos Solteiros no México mantêm a prática de distanciamento social durante uma discussão em sala de aula em um domingo. Credit: bispo Angel Orozco

Sendo uma missionária retornada de 29 anos, Cardenas se perguntava se algum dia teria uma ala de jovens adultos solteiros em seu país. “Mas agora chegou a vez do meu país e me sinto realmente feliz e abençoada. Sei que o Senhor nos conhece e nos ama, e Ele espera grandes coisas vindo de nós para ajudá-Lo a coligar Israel.”

Embora Cardenas e muitos outros jovens solteiros santos dos últimos dias mexicanos possam ter esperado um bom tempo para terem uma ala própria, eles dizem que sua paciência está sendo recompensada.

Enquanto isso, líderes no México disseram que a Ala Politécnico está provando ser uma bênção para muitos.

“Estamos tão animados com esta nova ala”, disse Élder Rafael E. Pino, Setenta Autoridade Geral e presidente da Área México.

O conselheiro de Élder Pino e também Setenta Autoridade Geral, Élder Hugo Montoya, presidiu a criação da Ala Politécnico de Jovens Adultos Solteiros. Como pai de um jovem adulto solteiro, ele admite ter um carinho especial por este grupo demográfico.

Élder Hugo Montoya, Setenta Autoridade Geral e segundo conselheiro na presidência da Área México, se dirige aos membros da recém-organizada Ala Politécnico de Jovens Adultos Solteiros, na Cidade do México, México. A ala é a primeira unidade do tipo na América Latina.
Élder Hugo Montoya, Setenta Autoridade Geral e segundo conselheiro na presidência da Área México, se dirige aos membros da recém-organizada Ala Politécnico de Jovens Adultos Solteiros, na Cidade do México, México. A ala é a primeira unidade do tipo na América Latina. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

“Conheço suas necessidades e sei que [esta ala] pode fornecer soluções à sua vida”, disse ele ao Church News.

Élder Montoya ainda acrescentou que muitas discussões e orações precederam a criação desta primeira ala de jovens adultos solteiros no México. Classes são oferecidas em espanhol e inglês – e a capela designada é grande o suficiente para uma congregação considerável, em conformidade com as atuais orientações referentes à pandemia.

“Eles já estão realizando grandes coisas”, disse ele.

A Ala Politécnico de Jovens Adultos Solteiros também oferece novos níveis de confraternização para os membros de 18 a 29 anos que a frequentam. Muitos destes jovens moram na extensa capital do México, longe de suas respectivas cidades e familiares. Alguns estão estudando nas universidades da redondeza. Outros são funcionários do Centro de Treinamento Missionário da Cidade do México.

“Eles sentem que pertencem à ala de jovens adultos solteiros quando se reúnem com pessoas em situações semelhantes”, disse Élder Helamán Montejo, setenta de Área, em um comunicado da Sala de Imprensa. “E são abençoados por terem um bispo que está totalmente focado neles, permitindo que sejam bem cuidados.”

Membros da Ala Politécnico de Jovens Adultos Solteiros no México mantêm a prática de distanciamento social durante uma reunião na capela. Acredita-se que esta seja a primeira ala deste tipo da América Latina.
Membros da Ala Politécnico de Jovens Adultos Solteiros no México mantêm a prática de distanciamento social durante uma reunião na capela. Acredita-se que esta seja a primeira ala deste tipo da América Latina. Credit: bispo Angel Orozco

Bispo Angel Orozco, da Ala Politécnico de Jovens Adultos Solteiros, disse que uma unidade deste tipo no México “está provendo oportunidades a muitos jovens desta faixa etária, não só em termos de interação social, mas também tendo grandes experiências espirituais.”

O México tem provado ser uma potência na Igreja mundialmente. Élderes e sísteres servindo em 32 missões pelo país, continuam a compartilhar o evangelho nestas regiões, muitas vezes com o apoio de membros, cujas famílias fazem parte da Igreja por gerações.

E agora, disse bispo Orozco, muitos filhos e filhas do México estão tendo preciosas oportunidades de liderança na Ala Politécnico.

“Quase todos em nossa ala têm um chamado significante, porque precisamos preencher as presidências dos quóruns, da Sociedade de Socorro, da Escola Dominical, assim como professores das aulas em espanhol e inglês”, disse ele.

O bispo também chamou a tecnologia atual de uma bênção dos últimos dias, permitindo que ele ministre seu crescente rebanho, mesmo durante a pandemia existente.

“É um mundo difícil para se viver”, disse ele. “[Os membros jovens] podem ficar deprimidos e ansiosos, sentindo que não têm valor, caso não estejam servindo. Assim, este tipo de ambiente permite que progridam. Eles não estão perdendo de vista aquelas que são suas metas mais importantes.”

Como todos mais no mundo, a COVID-19 continua a desafiar o bispo Orozco e membros de sua ala. Quando a Ala Politécnico de Jovens Adultos Solteiros foi formada oficialmente, logo após a Conferência Geral de Outubro, restrições locais impediram que a nova unidade se reunisse pessoalmente por mais do que 30 minutos. Vários visitantes, desde Autoridades Gerais a líderes de estaca, “cada um teve cerca de 2 minutos para falar” durante uma breve, embora histórica, reunião.

“Ainda assim, aprendemos a nos tornarmos mais eficazes em como utilizar nosso tempo”, disse o bispo. “Temos tentado ao mesmo tempo ser claros, suscintos e poderosos em nossas mensagens.”

Membros da Ala Politécnico de Jovens Adultos Solteiros na Cidade do México cumprem os protocolos de saúde, enquanto se congregam em uma reunião sacramental recentemente.
Membros da Ala Politécnico de Jovens Adultos Solteiros na Cidade do México cumprem os protocolos de saúde, enquanto se congregam em uma reunião sacramental recentemente. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

Enquanto isso, continuou, nas semanas que não somos capazes de nos reunir pessoal, “transmitimos via Zoom nossas reuniões sacramentais e outras reuniões, tais como as aulas da Escola Dominical e Sociedade de Socorro.”

Mesmo quando as restrições pandêmicas forem eventualmente suspensas na Cidade do México, bispo Orozco planeja continuar utilizando reuniões online para muitas de suas entrevistas, assim como outras funções. A cada semana que passa, esta prática tem se provado ser um método confiável para se manterem conectados.

Organizar e operar com sucesso a primeira ala de jovens adultos solteiros na América Latina, em meio aos desafios de uma crise global sanitária, “diz muito sobre a resiliência dos jovens adultos solteiros, e também sobre a orientação e revelação que o Senhor tem nos dado para nos ajudar a entendermos uma nova forma para fazermos as coisas.”

Bispo Orozco também está entusiasmado pelo dia quando ele poderá apreciar bailes, jantares, esportes e eventos sociais com os jovens de sua ala.

“Poderemos então realizar muito mais”, comentou.

Eric Velázquez, um missionário retornado de 22 anos e secretário da Ala Politécnico, disse ao Church News que a nova ala de jovens adultos solteiros do México “excedeu minhas expectativas porque temos um grande bispado. É fácil sentir o amor do Senhor através deles.”

Velázquez entusiasticamente prevê muitas outras alas de jovens adultos solteiros operando pelas Américas – uma região do mundo onde a Igreja continua a crescer e amadurecer.

“Esta tem sido uma experiência tão positiva para mim”, disse ele. “Espero que esta ala de jovens adultos solteiros seja apenas a primeira de muitas outras.”