Suprimentos doados chegam a St. Vincent enquanto atividade vulcânica continua na ilha

Dois contêineres de suprimentos enviados de Porto Rico chegaram a St. Vincent, onde o vulcão La Soufrière continua em erupção. Os suprimentos doados pela Igreja incluem tendas, cobertores, lanternas, toalhas, água, arroz e outros alimentos, além de cadeiras de rodas e nebulizadores, de acordo com uma atualização na Sala de Imprensa da Igreja da Jamaica, em 26 de abril.

Além disso, membros da Igreja e amigos na ilha vizinha de Granada embalaram 1.000 kits de higiene que foram enviados para a ilha caribenha de St. Vincent, com outros suprimentos doados por várias organizações. Esses kits serão entregues à Organização Nacional de Gerenciamento de Emergências em St. Vincent esta semana.

A Igreja doou dinheiro ao Exército da Salvação local para ajudar a distribuir água e alimentos, junto com caixas de água. Membros da Igreja na ilha montaram 350 cestas de alimentos para os desabrigados.

O vulcão La Soufrière continua a entrar em erupção e explosões de cinzas ocorrem com pouco ou nenhum aviso, de acordo com a Organização Nacional de Gerenciamento de Emergências.

Esta combinação de duas fotos com imagens fornecidas pela Maxar Technologies mostra, no topo, a orla de Richmond Vale coberta por cinzas vulcânicas, em Chateaubelair, St. Vincent, terça-feira, 13 de abril de 2021, um dia depois de outra erupção do vulcão La Soufriere, e abaixo, a orla de Richmond Vale na sexta-feira, 2 de abril de 2021.
Esta combinação de duas fotos com imagens fornecidas pela Maxar Technologies mostra, no topo, a orla de Richmond Vale coberta por cinzas vulcânicas, em Chateaubelair, St. Vincent, terça-feira, 13 de abril de 2021, um dia depois de outra erupção do vulcão La Soufriere, e abaixo, a orla de Richmond Vale na sexta-feira, 2 de abril de 2021.

O primeiro-ministro de St. Vincent e Granadinas, Ralph Gonsalves, declarou estado de desastre em 8 de abril, e o vulcão entrou em erupção em 9 de abril, com a primeira de várias grandes explosões, informou a Associated Press. Essas explosões lançaram cinzas e gases quentes para o ar, e fluxos piroclásticos descem pelos flancos sul e sudoeste do vulcão, destruindo casas, plantações e outra vegetação, e contaminando o abastecimento de água da ilha, de acordo com relatórios da Associated Press.

O acúmulo de cinzas matou plantações e fez com que edifícios desabassem nas áreas mais próximas ao vulcão, de acordo com a imprensa. Não houve relatos de feridos ou mortes.

Mais de 9.400 das 16.000 a 20.000 pessoas que evacuaram das proximidades do vulcão estão nos mais de 80 abrigos privados e governamentais da ilha.

Entre os evacuados estão 46 ilhéus, incluindo membros da Igreja, que estão se refugiando em uma capela em Kingstown, de acordo com a Sala de Imprensa da Igreja da Jamaica.

A capela de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em Kingstown abriu suas portas no dia 12 de abril como um abrigo para os evacuados do vulcão La Soufrière, informou a Sala de Imprensa da Igreja da Jamaica. Em 16 de abril, banheiros e chuveiros portáteis foram instalados ao redor da capela de Kingstown para as quase quatro dúzias de pessoas abrigadas lá.

Crianças usam recursos educacionais na capela dos santos dos últimos dias em Kingstown, St. Vincent. A capela está sendo usada atualmente como abrigo para evacuados do vulcão La Soufrière.
Crianças usam recursos educacionais na capela dos santos dos últimos dias em Kingstown, St. Vincent. A capela está sendo usada atualmente como abrigo para evacuados do vulcão La Soufrière. Credit: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Os que estão no abrigo têm orações diárias em grupo, estudo do evangelho, exercícios e também se reúnem três vezes por semana. Em uma das reuniões recentes, o Presidente da Missão Barbados Bridgetown, Alan L. Fisher, tocou violão e cantou “Sou um Filho de Deus.” O grupo também cantou outras canções do evangelho populares.

“Tivemos uma experiência espiritual e edificante juntos”, disse Ronique Forbes, diretora de comunicação da Igreja na ilha, na atualização da Sala de Imprensa da Igreja da Jamaica.

Em outro devocional, missionários de tempo integral e missionários retornados de Barbados juntaram-se como convidados.

Existem 716 membros da Igreja em St. Vincent e três congregações. Atualmente não há missionários de tempo integral morando no local, que faz parte da Missão Barbados Bridgetown.