3 dos 10 CTMs da Igreja retomarão treinamento presencial limitado em junho

Quatorze meses depois de fechar seus 10 centros de treinamento missionário em todo o mundo devido à pandemia de COVID-19, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias está se preparando para reabrir três instalações de ensino para novos missionários, anunciaram os líderes em um comunicado à imprensa nesta segunda-feira.

Em uma cautelosa abordagem por fases que adiciona treinamento presencial ao atual ensino online, os CTMs de Provo, Gana e Nova Zelândia procuram convidar um pequeno número de missionários para treinarem nos respectivos locais a partir do final de junho.

As datas de abertura serão avaliadas semanalmente e podem ser ajustadas às circunstâncias locais e às diretrizes das autoridades de saúde locais.

Desde o fechamento causado pela pandemia no final de março de 2020, a Igreja mudou para o treinamento online — frequentemente referido como “CTM doméstico” — para treinar mais de 30.000 novos missionários. O treinamento online foi feito a partir dos 10 CTMs da Igreja em todo o mundo, com missionários reunidos em grupos de sala de aula — ou “distritos” — com instrutores online, muitos dos quais estiveram nos CTMs para o treinamento transmitido por meio de tecnologia de videoconferência.

O Centro de Treinamento Missionário de Gana.
O Centro de Treinamento Missionário de Gana. Credit: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

À medida que os CTMs retornam ao treinamento presencial, a maioria dos novos missionários começará com aulas online em casa, depois viajará para um CTM para o restante do treinamento. A abordagem em fases permite que os missionários continuem a experienciar muitos dos elementos positivos da experiência online que foram realizadas durante o período da pandemia para a instrução de novos missionários.

Além disso, espera-se que o treinamento online de novos missionários comece nas segundas-feiras, em vez das chegadas tradicionais no meio da semana aos CTMs, que continuaram sendo feitas mesmo para novos missionários que iniciavam seu treinamento online.

“Esses planos para treinamento presencial no CTM foram cuidadosamente considerados e protocolos estarão em vigor para garantir um ambiente e experiência seguras, e para os novos missionários antes de partirem para sua área de serviço designada”, disse o comunicado à imprensa.

Algumas das diretrizes a serem aplicadas aos convidados para treinar no local são:

• Testes COVID-19 negativos serão exigidos antes de um missionário chegar a um CTM, e tais testes serão administrados a qualquer missionário que apresentar sintomas durante sua estadia no CTM.

• Por um tempo, apenas missionários dos Estados Unidos que não estão aprendendo um novo idioma receberão treinamento no local no CTM de Provo. À medida que as condições continuam a melhorar, outros missionários serão convidados a receber treinamento presencial, conforme o programa local se expande.

• Como precaução temporária inicial, apenas os missionários que foram totalmente vacinados serão elegíveis para treinar no CTM de Provo, que começará com o convite para150 a 250, aproximadamente, novos missionários a cada semana.

• Para centros de treinamento missionário fora dos Estados Unidos, apenas missionários locais serão convidados a treinar no local, começando com uma capacidade de aproximadamente 50 em cada local. Por enquanto, os missionários dos EUA não estarão treinando nesses CTMs.

• Junto com seus líderes locais, novos missionários serão contatados diretamente se forem convidados a treinar presencialmente em um CTM aberto. A menos que sejam contatados, os novos missionários continuarão com o treinamento online.

Todos os centros de treinamento missionário permaneceram operacionais durante a pandemia e os CTMs em outras áreas retomarão o treinamento presencial conforme as condições permitirem.

Espera-se que o número de missionários presenciais aumente gradualmente à medida que as condições da COVID-19 continuam a melhorar.

O Centro de treinamento missionário da Nova Zelândia.
O Centro de treinamento missionário da Nova Zelândia. Credit: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias