Igreja apresenta posição formal sobre liberdade religiosa em reunião com presidente do Peru

O Conselho Inter-religioso do Peru se reuniu recentemente com Pedro Castillo, presidente da República do Peru, para apresentar iniciativas e pedidos específicos para trabalhar com o governo peruano, de acordo com um comunicado da Sala de Imprensa da Igreja [em inglês].

Durante a reunião no dia 13 de janeiro, Guillermo Estrugo Nery — diretor de comunicações da área para A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e vice-presidente do Conselho Inter-religioso — discursou sobre a importância de defender a liberdade de consciência e de religião no país.

Estrugo Nery citou a 11ª Regra de Fé da Igreja: “Pretendemos o privilégio de adorar a Deus Todo-Poderoso de acordo com os ditames de nossa própria consciência; e concedemos a todos os homens o mesmo privilégio, deixando-os adorar como, onde, ou o que desejarem.”

Ele então destacou três das prioridades do conselho e solicitou que elas fossem consideradas pelo presidente Castillo e pelo Ministério da Justiça e Direitos Humanos.

Membros do Conselho Inter-Religioso do Peru se reuniram com o presidente Pedro Castillo no Palácio do Governo, no dia 13 de janeiro de 2022.
Membros do Conselho Inter-Religioso do Peru se reuniram com o presidente Pedro Castillo no Palácio do Governo, no dia 13 de janeiro de 2022. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Os pedidos do conselho incluem a criação de políticas públicas referentes à liberdade religiosa, sob um acordo formal entre o conselho e o Ministério da Justiça e Direitos Humanos, de acordo com o comunicado à imprensa. O conselho também solicitou a designação de um Dia da Liberdade Religiosa no Peru e que uma oração inter-religiosa seja oferecida nos feriados nacionais e nas celebrações oficiais do governo.

Presidente Castillo disse que acompanharia cada uma das solicitações do conselho e se ofereceu para continuar se reunindo com o grupo para estabelecer as iniciativas.