Menu
NAS NOTÍCIAS

Igreja doa US$ 5 milhões ao UNICEF para beneficiar programa global de desnutrição

A doação será destinada ao novo programa ‘Não há tempo a perder’, para ajudar crianças desnutridas em até 24 países

Konata, de 24 anos e mãe de dois filhos, ajuda com sua filha Mariam, de 12 meses de idade, no Centro de Saúde de Bobo-Dioulasso, na região sudoeste de Burkina Faso. Mariam está desnutrida e pôde receber tratamento e suplementos alimentares.

Konata, de 24 anos e mãe de dois filhos, ajuda com sua filha Mariam, de 12 meses de idade, no Centro de Saúde de Bobo-Dioulasso, na região sudoeste de Burkina Faso. Mariam está desnutrida e pôde receber tratamento e suplementos alimentares.

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias


Em uma nova iniciativa para ajudar crianças a receberem nutrição adequada e intervenção precoce, assim como em uma tentativa de erradicar o ciclo da desnutrição infantil, a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias anunciou uma doação de US$ 5 milhões para a nova campanha global de desnutrição “Não há tempo a perder” [em inglês] do UNICEF. 

A campanha é especialmente projetada para ajudar crianças que sofrem de emaciação, que é definida como baixo peso em relação à altura, a forma de desnutrição mais imediata, visível e ameaçadora. Crianças com emaciação têm o sistema imunológico enfraquecido, que as coloca em alto risco de atrasos no desenvolvimento, doenças e morte. 

A doação feita pela Igreja incluirá materiais para auxiliar na prevenção, detecção e tratamento da emaciação e outras formas de desnutrição, de acordo com um comunicado publicado em ChurchofJesusChrist.org [em inglês].

Eshe e seus filhos tiveram que caminhar por três horas para chegar ao campo de Deslocados Internos Hargle na Etiópia, onde receberam pacotes, um suplemento essencial que salva vidas e trata a redução severa do peso em crianças. “Viemos aqui em busca de comida e água. Não chove há um ano e nossos animais começaram a morrer. Não podemos vendê-los ou consumi-los”, disse ela.

Eshe e seus filhos tiveram que caminhar por três horas para chegar ao campo de Deslocados Internos Hargle na Etiópia, onde receberam pacotes, um suplemento essencial que salva vidas e trata a redução severa do peso em crianças. “Viemos aqui em busca de comida e água. Não chove há um ano e nossos animais começaram a morrer. Não podemos vendê-los ou consumi-los”, disse ela.

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Sharon Eubank, diretora dos Serviços Humanitários da Igreja, fez o anúncio por meio de comentários gravados que foram compartilhados durante um evento paralelo da Assembleia Geral das Nações Unidas em Nova York na quarta-feira, 21 de setembro, com outros líderes dos setores privados e sem fins lucrativos.

“A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias tem o prazer de expandir nossa colaboração de longo prazo com o UNICEF e se comprometer com uma doação US$ 5 milhões em apoio à campanha de desnutrição ‘Não há tempo a perder’”, disse a irmã Eubank. 

“Este financiamento vem em pequenos incrementos de famílias trabalhadoras, viúvas com renda limitada e crianças pequenas”, acrescentou ela. “Ele foi doado por santos dos últimos dias para que as mães tenham gestações e partos mais saudáveis e possam oferecer alimentos terapêuticos e micronutrientes a seus filhos que possam estar em risco.”

A desnutrição e a emaciação podem ser causadas pela má nutrição materna, baixo peso ao nascer, más práticas de alimentação, pobreza e infecção. Esta nova campanha ajudará crianças desnutridas com menos de 5 anos de idade em até 24 países da África, Ásia, Caribe, Oriente Médio e Filipinas.

Bispo L. Todd Budge, segundo conselheiro no Bispado Presidente da Igreja, disse: “Temos o prazer de apoiar os esforços do UNICEF para ajudar crianças que sofrem de desnutrição porque este programa está diretamente alinhado com o foco global da Igreja na nutrição da primeira infância.”

O UNICEF estima que até 41 milhões de crianças que sofrem de desnutrição poderão ser impactadas no primeiro ano de implementação do programa. Michael J. Nyenhuis, presidente e CEO do UNICEF nos Estados Unidos, falou sobre a doação feita pela Igreja.

“Este apoio representa uma nova etapa significativa da nossa parceria, com base nos nove anos de impacto para crianças e investimentos em programas que salvam vidas. Agora é a hora de combatermos a emaciação infantil, e continuaremos a trabalhar juntos até que todas as crianças estejam saudáveis”, disse Nyenhuis.

A campanha trabalhará com ministérios da saúde, organizações locais e sistemas comunitários de saúde para implementar o programa e fornecer instrução, treinamento e recursos diretamente a famílias. 

Uma mãe alimenta seu bebê com um suplemento alimentar terapêutico no centro de Nutrição e Reabilitação de Bolgatanga, Gana.

Uma mãe alimenta seu bebê com um suplemento alimentar terapêutico no centro de Nutrição e Reabilitação de Bolgatanga, Gana.

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

De acordo com o comunicado à imprensa, a contribuição da Igreja pode beneficiar:

  • Milhares de crianças, com alimentos terapêuticos prontos para uso, suplementos vitamínicos, fortificação de micronutrientes, exames de detecção precoce e tratamento relacionado.
  • Milhares de mulheres, com aconselhamento nutricional, monitoramento de ganho de peso, vários suplementos de micronutrientes e tratamento relacionado.
  • Dezenas de profissionais de saúde, com treinamentos para tratar a emaciação simples, além de reduzir significativamente a carga financeira dos pais.

NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.