Relembrando Emma Hale Smith, a primeira presidente da Sociedade de Socorro

Emma Smith, esposa do Profeta Joseph Smith, serviu como a primeira presidente da Sociedade de Socorro, uma das escreventes do Livro de Mórmon e compilou o primeiro hinário da Igreja. Ela foi chamada de “mulher eleita” em Doutrina e Convênios 25.  

Sua sogra, Lucy Mack Smith, escreveu: “Nunca vi, em toda a minha vida, uma mulher que suportasse toda a espécie de fadiga e dificuldade, meses, anos a fio, com uma coragem inabalável, com o zelo e a paciência que ela sempre teve. (…) Ela foi lançada no oceano da incerteza; … Ela enfrentou as tormentas das perseguições e sentiu na pele a ira dos homens e demônios, (…) que teriam arrastado ao fundo qualquer outra mulher”. (“Lucy Mack Smith, História, 1845,” p. 190, josephsmithpapers.org, e “Emma Hale Smith,” Tópicos da História da Igreja)

O aniversário da Sociedade de Socorro é celebrado neste mês, e as recentes lições do “Vem, e Segue-me” incluem um foco em Doutrina e Convênios 25, que foi direcionada a Emma. Aqui estão vários eventos de sua vida e fotos dos lugares ligados à sua história.   

Jenny Reeder: União com as irmãs da Sociedade de Socorro do passado e do presente

Namoro e casamento 

Emma Hale tinha 21 anos de idade quando conheceu Joseph Smith no final de 1825. Joseph estava hospedado em uma casa de toras que pertencia ao pai de Emma e ficava próxima à fazenda da família Hale em Harmony, agora Oakland, Pensilvânia, quando Joseph e seu pai estavam trabalhando para Josiah Stowell. Após a conclusão do projeto e algumas semanas mais tarde, Joseph retornou à área e trabalhou por vários meses para Stowell e depois para Joseph Knight (“Emma’s Susquehanna: Growing Up in the Isaac and Elizabeth Hale Home,” por Mark L. Staker e Curtis Ashton, no site history.churchofjesuschrist.org).

Este marco histórico identifica o local onde Emma e Joseph Smith se casaram em South Bainbridge, agora chamada Afton, Nova York, no dia 18 de janeiro de 1827. Esta foto, tirada em 2017, é de uma placa mais recente. Por muitos anos, o nome “Emily Hale” esteve registrado na placa. A casa não existe mais.
Este marco histórico identifica o local onde Emma e Joseph Smith se casaram em South Bainbridge, agora chamada Afton, Nova York, no dia 18 de janeiro de 1827. Esta foto, tirada em 2017, é de uma placa mais recente. Por muitos anos, o nome “Emily Hale” esteve registrado na placa. A casa não existe mais. Crédito: Kenneth Mays

Durante o namoro do casal, os pais de Emma, Isaac e Elizabeth Hale, se opuseram ao relacionamento (“Emma Hale Smith,” Tópicos da História da Igreja).  

Emma e Joseph se casaram na casa de Squire Thomas Tarbell em South Bainbridge, Nova York, no dia 18 de janeiro de 1827. Após o casamento, o casal passou a viver com os pais de Joseph em Manchester, Nova York. (ver “Emma Hale Smith,” Tópicos da História da Igreja). 

Livro de Mórmon  

Quando Joseph Smith foi receber as placas do Anjo Morôni em setembro de 1827, ela o acompanhou e esperou no carroção. Emma também foi uma escrevente para Joseph durante a tradução do Livro de Mórmon. Embora nunca tenha visto as placas, ela se lembrou de tê-las sentido através de um pano que as cobriam [“És Uma Mulher Eleita”, Revelações em Contexto – não traduzido para o português]. 

Batismo e confirmação

Emma Hale Smith foi batizada em um riacho represado que corria ou ficava próximo à fazenda de Joseph Knight. Esta é uma vista do início da primavera de 2009.
Emma Hale Smith foi batizada em um riacho represado que corria ou ficava próximo à fazenda de Joseph Knight. Esta é uma vista do início da primavera de 2009. Crédito: Kenneth Mays

Poucos meses após a organização da Igreja de Cristo, Emma e 12 pessoas, incluindo membros da família Knight, foram batizados no dia 28 de junho de 1830 por Oliver Cowdery em Colesville, Nova York. No dia anterior, uma represa que havia sido construída para os batismos foi destruída. Antes de terminarem os batismos, uma turba havia se reunido. 

Eles tinham uma reunião planejada para aquela noite quando os membros recém-batizados seriam confirmados. Porém, Joseph foi preso. Ele foi absolvido; depois, acusado novamente em um condado vizinho e mais uma vez absolvido. Graças à ajuda de policiais, ele retornou para casa em segurança. Doutrina e Convênios 25 foi uma das revelações recebidas após esta experiência. Emma foi confirmada com Sally Knight no começo de agosto [“És Uma Mulher Eleita”, Revelações em Contexto – não traduzido para o português]. 

Filhos

O túmulo do primeiro filho de Joseph e Emma Smith, Alvin, no Cemitério McKune, Oakland Township (chamada antigamente de Harmony), Pensilvânia.
O túmulo do primeiro filho de Joseph e Emma Smith, Alvin, no Cemitério McKune, Oakland Township (chamada antigamente de Harmony), Pensilvânia. Crédito: Kenneth Mays

Emma e Joseph tiveram nove filhos e adotaram mais dois. Destes, quatro morreram ao nascer ou logo após o nascimento, e dois morreram ainda bebês. Cinco deles alcançaram a idade adulta.  

O primeiro filho do casal, Alvin, nasceu no dia 15 de junho de 1828 em Harmony, Pensilvânia, e está sepultado no cemitério próximo ao local da Restauração do Sacerdócio (ver “Emma Hale Smith,” Tópicos da História da Igreja). Os gêmeos Thadeus e Louisa nasceram no dia 30 de abril de 1831 em Kirtland, Ohio, e faleceram logo após o nascimento. 

Joseph e Emma adotaram os gêmeos Julia e Joseph Murdock, que nasceram no dia 1º de maio de 1831, cuja mãe havia falecido ao dar à luz. O pequeno Joseph faleceu em março de 1832 por ter sido exposto durante a violência da turba. Julia viveu até os 49 anos de idade e faleceu em 1880. 

Em novembro de 1832, Joseph Smith III, um menino saudável, nasceu em Kirtland. Ele morreu em 1914 com 82 anos de idade. Frederick nasceu no dia 20 de junho de 1836, em Kirtland e faleceu em 1862 com 25 anos de idade, em Nauvoo. Alexander nasceu no dia 2 de junho de 1838, em Far West, Missouri, e faleceu no dia 12 de agosto de 1909, em Nauvoo. Ele tinha 71 anos de idade.  

Don Carlos nasceu no dia 13 de junho de 1840, em Nauvoo, Illinois, e faleceu 14 meses mais tarde em agosto de 1841. Thomas nasceu e faleceu no dia 6 de fevereiro de 1842, em Nauvoo.  

David Hyrum nasceu no dia 17 de novembro de 1844, meses após a morte de seu pai no dia 27 de junho. Ele morreu no dia 29 de agosto de 1904 com 59 anos de idade. (“A Família de Joseph e Emma” Ensign, fevereiro de 2008.)  

Serviço 

Emma trabalhou com W.W. Phelps para imprimir uma coleção de hinos, e o primeiro hinário foi impresso em 1835 com seu nome na página de título.

A Loja de Tijolos Vermelhos, reconstruída em Nauvoo, Illinois, onde Emma cumpriu sua designação como “mulher eleita” ao se tornar a primeira presidente da Sociedade de Socorro, organizada no dia 17 de março de 1842. Foto tirada em 2006.
A Loja de Tijolos Vermelhos, reconstruída em Nauvoo, Illinois, onde Emma cumpriu sua designação como “mulher eleita” ao se tornar a primeira presidente da Sociedade de Socorro, organizada no dia 17 de março de 1842. Foto tirada em 2006. Crédito: Kenneth Mays

Ela serviu nas comunidades onde morou e na Igreja. Em Kirtland, ela e outras mulheres ajudaram a coordenar banquetes para os pobres. Em Nauvoo, ela abriu as portas da sua casa para muitas pessoas. Ela foi a primeira presidente da Sociedade de Socorro Feminina de Nauvoo. Além de fornecer auxílio temporal, ela também ajudou a ensinar a doutrina às mulheres. Ela foi a primeira mulher a receber as ordenanças do templo, e depois ajudou outras mulheres para que também pudessem recebê-las (ver “Emma Hale Smith,” Tópicos da História da Igreja).