Leia sobre bastidores de Doutrina e Convênios em ‘Revelações em Contexto’, diz presidência geral da Escola Dominical

No verão de1831, a dupla de missionários, Ezra Booth e Isaac Morley, seguiram de Ohio em direção ao Missouri com grandes esperanças. Eles, e outras 13 duplas de missionários, acreditavam que o retorno do Salvador estava muito próximo e estavam viajando para localizar e construir um templo na cidade em que se reuniriam para Sua vinda.

Após percorrerem toda a distância no calor do verão, Booth e Morley chegaram ao destino desanimados. A cidade fronteiriça de Independence parecia estar “um século atrasada”. Cercada por uma vasta pradaria, com poucas árvores espalhadas e com apenas alguns membros da Igreja à vista, o Missouri estava longe de ser o que eles esperavam. 

Por fim, as experiências das viagens de Booth ao Missouri o levaram a abandonar sua fé. As experiências de Morley, contudo, fortaleceram sua fé. Após o Senhor ter repreendido Booth e Morley — “condenaram como mau aquilo em que não havia mal”, disse Ele — Morley mudou sua perspectiva e o Senhor o perdoou (Doutrina e Convênios 64:16). Mais tarde, Morley serviu como bispo e patriarca na Igreja.

A história de Morley e Booth é uma das muitas encontradas em “Revelações em Contexto: As Histórias por trás das Revelações de Doutrina e Convênios.

A presidência geral da Escola Dominical (da esquerda para a direita): Milton Camargo, primeiro conselheiro; Mark L. Pace, presidente; Jan E. Newman, segundo conselheiro.
A presidência geral da Escola Dominical (da esquerda para a direita): Milton Camargo, primeiro conselheiro; Mark L. Pace, presidente; Jan E. Newman, segundo conselheiro. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

As histórias em “Revelações em Contexto” recontam, não apenas a mensagem dada pelo Senhor, “mas também o contexto no qual ela estava sendo recebida”, disse o presidente geral da Escola Dominical, Mark L. Pace. Estas histórias também podem ajudar os santos dos últimos dias a aplicarem a doutrina e os convênios em suas vidas hoje.

O irmão Milton Camargo, primeiro conselheiro na presidência geral da Escola Dominical, disse que a história de Booth e Morley é um lembrete da necessidade contínua de fortalecermos nosso testemunho para combatermos o adversário. Quando passarmos por desapontamentos e situações inesperadas, “Qual será a nossa decisão?” perguntou o irmão Camargo. “Desistiremos e abandonaremos o reino de Deus ou nos arrependeremos e seguiremos em frente no caminho do convênio?”

Repetindo o conselho do Presidente Russell M. Nelson para estudarmos as escrituras diariamente, a presidência geral da Escola Dominical incentivou os santos dos últimos dias a estarem cientes, usarem e desfrutarem de “Revelações em Contexto”, à medida que estudam Doutrina e Convênios com o “Vem, e Segue-me” durante este ano.

“Sabemos que, ao fazermos isso, seremos abençoados com maior entendimento e com revelação contínua do Espírito Santo que abençoará nossa vida”, disse presidente Pace.

O que é ‘Revelações em Contexto’?

“Revelações em Contexto” é um livro que contém uma coleção de narrativas escrita por historiadores do Departamento de História da Igreja, que examina o que motivou as revelações, o que elas significam e a quem elas foram direcionadas. Ele foi publicado pela Igreja em 2016 e contém referências aos Joseph Smith Papers [Domumentos de Joseph Smith].

O livro “Revelações em Contexto: As Histórias por trás das Revelações de Doutrina e Convênios”, foi publicado pela Igreja em 2016.
O livro “Revelações em Contexto: As Histórias por trás das Revelações de Doutrina e Convênios”, foi publicado pela Igreja em 2016. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

O livro “Revelações em Contexto” pode ser encontrado no aplicativo da Biblioteca do Evangelho em Restauração e História da Igreja, na seção de estudos de Doutrina e Convênios. Uma cópia impressa pode ser comprada em um Centro de Distribuição local e no site store.churchofjesuschrist.org/revelações-em-contexto.  

Embora “Santos, Volume 1: O Estandarte da Verdade, 1815-1846” conte a narrativa cronológica do início da história da Igreja, “Revelações em Contexto” tenta “focalizar” no que estava acontecendo durante o período de um grupo específico de revelações, disse presidente Pace.    

Na linguagem atual, “todo mundo adora uma história dos bastidores” disse o irmão Jan E. Newman, segundo conselheiro na presidência geral da Escola Dominical. “’Revelações em Contexto’ são os bastidores do que estava acontecendo entre o Profeta e o Senhor, e todas as outras pessoas que participavam daqueles acontecimentos.”

Em um mundo conduzido por dados, onde as coisas geralmente estão fora do contexto, “Revelações em Contexto” coloca as revelações nos cenários onde foram recebidas para que possam ser compreendidas de uma melhor forma.

Por exemplo, o irmã Newman disse que foi iluminado pela narrativa “O Lugar Central” e seu contexto sobre a revelação que a Nova Jerusalém seria construída ao longo da “linha que passa diretamente entre judeus e gentios” (Doutrina e Convênios 57:4). 

Referente à linha que separa o estado do Missouri do território indígena, o Senhor não usou termos de divisões raciais e culturais como “índio” e “branco”, mas sim “judeu” e “gentio” — grupos essenciais à coligação de Israel. 

Em uma época quando a remoção indígena havia se tornado política nacional do governo dos EUA, o Senhor reconheceu os indígenas — os judeus neste caso — como parte de Seu povo do convênio. “Todas as nações serão convidadas” a Sião, o Senhor disse mais tarde em (Doutrina e Convênios 58:9). 

Em outras palavras, disse o irmão Newman, “todos os que são marginalizados pela sociedade estão convidados a virem à Nova Jerusalém. Acho que essa é uma mensagem muito oportuna no mundo de hoje.”

Os ‘bastidores’ de outras revelações

Para o presidente Pace, estudar “Revelações em Contexto” deu “mais significado às seções de Doutrina e Convênios do que ele jamais havia experienciado antes.”

Uma narrativa que lhe chamou sua atenção foi “A Jornada do Ramo de Colesville”, que detalha a história da família Knight e de um dos primeiros ramos organizados na Igreja.  Os membros deste ramo fizeram sacrifícios financeiros significativos para deixarem seus lares em Nova York e se mudarem para a região do Vale de Ohio. 

Os membros do ramo de Colesville estavam entre os primeiros a praticarem os princípios de consagração e mordomia. Quando o próspero fazendeiro Leman Copley quebrou seu acordo que permitia que eles se estabelecessem em suas terras, o Senhor direcionou o ramo de Colesville, por meio de uma revelação dada ao Profeta Joseph Smith, a se mudar para o Missouri (Doutrina e Convênios 54:8).

O local da fazenda de Leman Copley em Thompson, Ohio.
O local da fazenda de Leman Copley em Thompson, Ohio. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

A história de fé do ramo de Colesville mostra “a decisão que tomamos individualmente e em família de nos levantarmos e seguirmos o Profeta”, disse presidente Pace. Ela também testifica do poder da irmandade e da amizade na Restauração do evangelho.

Presidente Pace também salientou a narrativa “Bispo da Igreja”, que fornece o contexto sobre Edward Partridge, que foi chamado como o primeiro bispo da Igreja. Sem um manual e precedentes vivos, Partridge foi chamado para supervisionar a consagração das propriedades dos santos e manter quaisquer bens que sobrassem em um armazém. 

Após viajar para o Missouri e descobrir que não retornaria a Ohio, o Bispo Partridge escreveu uma carta para sua esposa, Lydia, pedindo que ela e suas cinco filhas se juntassem a ele. Lydia Partridge empacotou seus pertences prontamente e viajou com sua família para o Missouri. 

Edward e Lydia Partridge são exemplos de fé, disse presidente Pace. O Senhor descreveu o Bispo Partridge como alguém cujo “coração é puro perante mim, pois ele é semelhante a Natanael dos tempos antigos, em quem não havia dolo.” (Doutrina e Convênios 41:11).

“Bishop Partridge Receives Consecration” [Bispo Partridge recebe as consagrações], por Jolene Davis.
“Bishop Partridge Receives Consecration” [Bispo Partridge recebe as consagrações], por Jolene Davis. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Ao lermos as histórias em “Revelações em Contexto”, disse o irmão Camargo, “talvez possamos ser um pouco mais gentis com algumas das pessoas que passaram por certas dificuldades, incluindo indivíduos como Ezra Booth que deixaram a Igreja.

Manual 'Vem e Segue-me'.
Manual ‘Vem e Segue-me’. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Lições do ‘Vem, e Segue-Me’

As seguintes histórias em “Revelações em Contexto” estão relacionadas às lições do ‘Vem, e Segue-Me’ do dia 17 ao dia 30 de maio: