Cronograma: Os principais eventos de 11 de setembro envolvendo a Igreja, seus líderes e membros

Em 11 de setembro de 2001, e imediatamente após, a Igreja começou a oferecer conforto, apoio e ajuda onde pôde. Dê uma olhada na linha do tempo dos principais eventos envolvendo a Igreja, seus líderes e membros nos 10 dias após os ataques.

11 de setembro — Cinco santos dos últimos dias morrem nos ataques terroristas do dia.

• Mary Alice Wahlstrom, de Kaysville, Utah, e sua filha, Carolyn Beung, de Los Angeles, Califórnia, estavam a bordo de um dos aviões que colidiram com as torres do World Trade Center.

• Ivan Carpio, um peruano que trabalhava no restaurante do último andar da Torre Norte, morreu nos ataques que resultaram no colapso das duas torres.

• Rhonda Sue Ridge Rasmussen, de Crystal City, Virginia, uma funcionária do serviço público do Pentágono, e Brady Howell, de Mount Vernon, Virginia, também no Pentágono trabalhando no Chief of Naval Intelligence Office, morreram no local.

Phil Larsen, um bombeiro aposentado do Corpo de Bombeiros Voluntário de Round Hill em Washington, DC, enfrenta a chuva no 18º evento anual Healing Field, em Sandy, na quarta-feira, 11 de setembro de 2019, enquanto presta seus respeitos aos homens e mulheres que perderam sua vida durante os ataques de 11 de setembro. Larsen, um nativo de Sandy, trabalhou no Pentágono em 2001, mas estava de folga no dia do ataque.
Phil Larsen, um bombeiro aposentado do Corpo de Bombeiros Voluntário de Round Hill em Washington, DC, enfrenta a chuva no 18º evento anual Healing Field, em Sandy, na quarta-feira, 11 de setembro de 2019, enquanto presta seus respeitos aos homens e mulheres que perderam sua vida durante os ataques de 11 de setembro. Larsen, um nativo de Sandy, trabalhou no Pentágono em 2001, mas estava de folga no dia do ataque. Credit: Colter Peterson, Deseret News

11 de setembro — Estima-se que 1.000 santos dos últimos dias trabalhavam na Ilha de Manhattan, incluindo 50 no World Trade Center e 200 do outro lado da rua, no World Financial Complex; 3.500 membros moravam na área do World Trade Center, na Estaca Nova York Nova York. Cerca de 20 dos 50 que trabalhavam no World Trade Center não foram trabalhar naquele dia por causa de doença, trabalho até tarde na noite anterior ou uma mudança repentina na programação, de acordo com líderes locais da Igreja. Os ataques em Nova York resultaram no deslocamento temporário de apenas 10 membros, incluindo quatro missionários que residiam na área de confinamento, perto do marco zero.

11 de setembro — A Primeira Presidência publicou uma declaração após os ataques do dia, expressando condolências, oferecendo orações e disponibilizando ajuda humanitária. A Igreja doou imediatamente US$ 160.000 para ajudar a Cruz Vermelha norte-americana — US$ 150.000 para o escritório nacional para ajudar com o trabalho de busca e resgate, alimentos e abrigo de emergência e outras necessidades nos locais de ataque, sendo US$10.000 para o escritório de Salt Lake para ajudar viajantes retidos com alimentos e abrigo.

11 de setembro — No Tabernáculo, Presidente Gordon B. Hinckley transforma uma apresentação particular do então Coro e Orquestra do Tabernáculo Mórmon na Praça do Templo em um serviço memorial noturno, oferecendo comentários, incluindo “está brilhando através da pesada nuvem de medo e raiva a imagem solene e maravilhosa do Filho de Deus, o Salvador do Mundo, o Príncipe da Paz, o Exemplo do amor universal.”

O coro do Tabernáculo, bem como Presidente Thomas S. Monson e Presidente James E. Faust, participam de um serviço fúnebre em memória de 11 de setembro de 2001.
O coro do Tabernáculo, bem como Presidente Thomas S. Monson e Presidente James E. Faust, participam de um serviço fúnebre em memória de 11 de setembro de 2001. Credit: Foto de Michael Brandy

14 de setembro — O Tabernáculo realiza dois serviços memoriais — às 10h00 e ao meio-dia — realizados em resposta ao apelo do presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, para um dia nacional de oração e memória. Presidente Hinckley fez um discurso sobre “um bálsamo para corações feridos”, com todos os três membros da Primeira Presidência orando durante o serviço. Vários apóstolos leram a Bíblia, o Coro do Tabernáculo canta hinos de patriotismo, esperança e conforto, e o sino de Nauvoo toca por três minutos. Os serviços são transmitidos pelo sistema de satélite da Igreja.

14 de setembro — Presidente Hinckley aconselha os americanos de luto a encontrarem refúgio no Senhor, enquanto ele é entrevistado via satélite no programa “Larry King Live” da CNN. Também, respondendo a perguntas daqueles que ligaram durante o programa, o Profeta disse que as consequências do 11 de setembro proporcionaram “um dia de renovação espiritual para os americanos.”

16 de setembro — Seguindo a sugestão da Primeira Presidência, as reuniões sacramentais se tornaram serviços memoriais e um momento para expressões de fé no sacrifício expiatório do Filho de Deus. Orações, música e discursos refletem tristeza por aqueles que perderam entes queridos e a promessa da imortalidade da alma.

20 de setembro — Presidente Hinckley está entre os 26 líderes religiosos de todo o país reunidos na Casa Branca, fazendo uma declaração pública coletiva em 11 de setembro. Mais tarde, eles se encontraram com presidente Bush, que faz referência à declaração mais tarde naquela noite, ao falar diante de uma sessão conjunta do Congresso.

Uma escolta militar está atenta enquanto o presidente Bush e a primeira-dama Laura Bush fazem um momento de silêncio depois de colocar uma coroa de flores em um espelho d'água no marco zero no domingo, 10 de setembro de 2006. Bush estava em Nova York para homenagear o quinto aniversário dos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001. (AP Photo/Jason DeCrow).
Uma escolta militar está atenta enquanto o presidente Bush e a primeira-dama Laura Bush fazem um momento de silêncio depois de colocar uma coroa de flores em um espelho d’água no marco zero no domingo, 10 de setembro de 2006. Bush estava em Nova York para homenagear o quinto aniversário dos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001. (AP Photo/Jason DeCrow). Credit: Associated Press