Celebração musical homenageia o presidente Nelson como profeta do mundo e ‘aquele que cura corações’

SALT LAKE CITY – O presidente Russell M. Nelson surpreendeu o público durante a comemoração de seu 95º aniversário com uma pré-gravação dele tocando “Prelúdio em Dó Menor” de Chopin. Foi “a cereja do bolo” depois de um programa inspirador de apresentações musicais e homenagens ao presidente Nelson.

Um momento marcante durante o evento foi quando a plateia cantou “Feliz Aniversário”, liderada por um dos netos da família Bonner. Em outro momento, o apresentador, élder S. Gifford Nielsen, contou uma breve história sobre a vez em que o presidente Nelson quase pagou acidentalmente a conta de energia dos Nielsens, enviada para a sede da Igreja. (Tanto a esposa do élder Nielsen quanto a do presidente Nelson se chamam Wendy).

O presidente Nelson, 17º presidente de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, sorriu o tempo todo durante a comemoração de seu 95º aniversário no Centro de Conferências na sexta-feira, 6 de setembro. O Coro do Tabernáculo e a Orquestra na Praça do Templo fizeram apresentações com Donny Osmond, A Família Bonner, Nathan Pacheco, Jenny Oaks Baker & Family Four e GENTRI que realizaram um evento inesquecível em um palco com luzes brilhantes e coloridas e uma atmosfera jovial. Mais de 20.000 pessoas compareceram e o evento foi transmitido ao vivo em sete idiomas.

O élder Nielsen, setenta autoridade geral, ex-atleta e zagueiro profissional de futebol americano, e Ruth Todd, que já foi âncora de televisão, referiram-se à comemoração do 95º aniversário como “um marco na vida do presidente Nelson”.

“Se aprendi alguma coisa com certeza em meus 95 anos de vida, é que Jesus, o Cristo é o filho de Deus. Sua Igreja foi restaurada nestes últimos dias para preparar o mundo para a segunda vinda”, disse o presidente Nelson ao concluir o evento com seu testemunho. “Ele é a luz e a vida do mundo. Somente por meio Dele podemos alcançar nosso destino divino e, por fim, a exaltação.”

‘Meu testemunho foi fortalecido’

No final do evento, o presidente Nelson expressou um sincero agradecimento aos artistas. Ele também reconheceu seus pais, sua falecida esposa, Dantzel, sua atual esposa, Wendy, e as autoridades gerais e líderes gerais da Igreja. Depois ele agradeceu aos membros da Igreja e aos amigos que não fazem parte da Igreja.

A irmã Wendy Nelson se inclina para beijar seu marido, o presidente Russell M. Nelson de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, enquanto ouvem os artistas, durante a comemoração do 95º aniversário do presidente Nelson no Centro de Conferências em Salt Lake City, sexta-feira, 6 de setembro de 2019.
A irmã Wendy Nelson se inclina para beijar seu marido, o presidente Russell M. Nelson de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, enquanto ouvem os artistas, durante a comemoração do 95º aniversário do presidente Nelson no Centro de Conferências em Salt Lake City, sexta-feira, 6 de setembro de 2019. Credit: Spenser Heaps, Deseret News

“É um grande privilégio servir ao lado de vocês no mundo todo. Estas bandeiras coloridas representam as muitas nações onde nossos membros residem”, o presidente Nelson explicou sobre as mais de 140 bandeiras que estavam alinhadas dos dois lados do palco. “Todos os dias agradeço a meu Pai Celestial em nome de Jesus Cristo pelo dom da vida e pelo privilégio de servir Seus filhos.”

“Jesus, o Cristo, é literalmente meu Salvador, meu Redentor, meu exemplo e amigo. A fim de realizarmos a comemoração desta noite, foram feitos esforços para descrever a influência do Senhor em minha vida”, continuou ele. “Reconheço a ajuda oportuna e generosa do céu.”

Ele então fez um convite poderoso: “Convido todos os filhos de Deus em ambos os lados do véu a vir ao seu Salvador.”

“Definitivamente sinto que meu testemunho foi fortalecido. Eu chorei algumas vezes”, disse Sarah Phelps, que participou do evento e é de Austin, Texas. “Sinto que a música é uma das melhores maneiras de sentir o Espírito, e em um cenário onde estamos comemorando algo tão incrível, ela com certeza foi comovente.”

Robert Nunn, de Harrisville, Utah, disse que sentiu o Espírito no Centro de Conferências na noite de sexta-feira e a mensagem do presidente Nelson foi inspiradora. “É sempre algo muito espiritual estar lá, é sempre muito bom. Especialmente quando ouço o presidente Nelson falar. Eu fiquei mesmo esperando que ele falasse a nós”, disse ele.

‘Aquele que cura corações’

Desde que se tornou profeta, o presidente Nelson viajou mais de 144.000 quilômetros, visitou 28 países e reuniu-se com mais de 100 líderes mundiais e religiosos, disseram o élder Nielsen e Ruth Todd.

Ele trouxe felicidade e esperança para mais de 1 milhão de membros e amigos que formaram os públicos para os quais ele falou pelo mundo todo, eles acrescentaram.

O público assiste à comemoração do 95º aniversário do presidente Russell M. Nelson, de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, no Centro de Conferências em Salt Lake City, na sexta-feira, 6 de setembro de 2019.
O público assiste à comemoração do 95º aniversário do presidente Russell M. Nelson, de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, no Centro de Conferências em Salt Lake City, na sexta-feira, 6 de setembro de 2019. Credit: Spenser Heaps, Deseret News

Em um vídeo pré-gravado mostrado durante o evento, o presidente Dallin H. Oaks e o presidente Henry B. Eyring, da Primeira Presidência, falaram do amor do presidente Nelson e da capacidade que ele tem de tomar decisões.

“Ele é simplesmente incrível. Ele não só nos ama, ele vê o melhor em nós”, disse o presidente Eyring.

“Ele consegue entender bem o impacto que as decisões têm sobre várias pessoas diferentes”, disse o presidente Oaks. “Nós amamos isso, a maneira como ele une as pessoas de diferentes pontos de vista e diferentes níveis de experiência e maturidade.”

Ele deixou de salvar corações, disse o presidente Oaks, para ajudar o mundo inteiro por meio do serviço ao Senhor que resulta na mudança de coração. “Ele cura corações.”

Durante uma apresentação em vídeo que destacou a ministração realizada por toda a vida do presidente Nelson para o Salvador, o élder Gerrit W. Gong disse que o presidente Nelson tem a capacidade excepcional de “falar a uma ou a 99 pessoas ao mesmo tempo.”

O presidente M. Russell Ballard  falou sobre a “fraternidade imediata” que se sentiu ao testemunhar o encontro entre o presidente Nelson e o papa Francisco quando as autoridades gerais estiveram em Roma no último mês de março. “Ele ama o povo”, disse o presidente Ballard.

O presidente Russell M. Nelson, de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, sua esposa, a irmã Wendy Nelson, e seus conselheiros, o presidente Dallin H. Oaks e o presidente Henry B. Eyring, da Primeira Presidência, acenam para as pessoas ao final da comemoração do 95º aniversário do presidente Nelson no Centro de Conferências, em Salt Lake City, na sexta-feira, 6 de setembro de 2019.
O presidente Russell M. Nelson, de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, sua esposa, a irmã Wendy Nelson, e seus conselheiros, o presidente Dallin H. Oaks e o presidente Henry B. Eyring, da Primeira Presidência, acenam para as pessoas ao final da comemoração do 95º aniversário do presidente Nelson no Centro de Conferências, em Salt Lake City, na sexta-feira, 6 de setembro de 2019. Credit: Spenser Heaps, Deseret News

O élder Jeffrey R. Holland comentou sobre o amor pessoal que ele sente emanando do presidente Nelson: “Sei que ele me ama e quero ser como ele. Eu quero ser assim para outras pessoas”. É esse amor, disse o élder Holland, que marca o presidente Nelson como um verdadeiro profeta e discípulo de Jesus Cristo.

Outras apresentações em vídeo durante o evento destacaram a vida familiar e as realizações profissionais do presidente Nelson. Rosalie Ringwood, uma das nove filhas de Nelson, disse que fazia os filhos se sentirem importantes. Ele sempre tinha tempo para nós. Nunca estava “ocupado demais para ser nosso pai”.

Em 1956, o presidente Nelson realizou a primeira cirurgia cardíaca de peito aberto no estado de Utah. Na época, Utah era o terceiro estado a fazer esse tipo de cirurgia. O presidente Nelson era um “cirurgião mestre” que estava na vanguarda da tecnologia com a máquina coração-pulmão.

Um profeta para o mundo

O presidente Nelson e o público aplaudiram de pé A Família Bonner pelo arranjo original que a família fez com a canção “Aleluia, o Medley do Profeta”. O medley foi composto por partes de hinos que os santos dos últimos dias conhecem muito bem, como “Graças Damos, Ó Deus, por um Profeta” e “Segue o Profeta”.

Durante uma entrevista antes do evento, Debra Bonner, mãe da família Bonner, compartilhou os sentimentos sobre a oportunidade que sua família estava tendo de fazer uma apresentação para o profeta.

“Somos uma família afro-americana em A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias e dizemos ‘Graças damos a Deus por um profeta’ (…) Espero que as pessoas vejam isso e digam: ‘Ele deve ser mesmo o profeta do mundo’. Espero que a mensagem chegue a toda parte do mundo, que temos um profeta hoje e eles têm um profeta. Cada um de nós no mundo tem um profeta hoje.”

Ken Hux, do Mississippi, conheceu Debra e Harry Bonner no Genesis Group em Salt Lake City. A apresentação da Família Bonner o emocionou na sexta-feira à noite.

“Vê-los cantar, ver a família unida, faz com que sintamos que a Igreja é verdadeira”, disse ele. “E que o evangelho é eterno, por meio do testemunho e da música.”

Donny Osmond, que atualmente está trabalhando em seu 62º álbum, cantou “You Raise Me Up” e depois apresentou a canção “The Prayer”, do filme “A Espada Mágica – A Lenda de Camelot” em um dueto com Nathan Pacheco –– uma apresentação que foi aplaudida de pé e que os apresentadores do evento chamaram de “elétrica”. Pacheco também apresentou uma peça de ópera solo de Giacomo Puccini intitulada “Nessun Dorma”.

Nathan Pacheco, Donny Osmond, o Coro do Tabernáculo e a Orquestra da Praça do Templo apresentaram-se durante a comemoração do 95º aniversário do presidente Russell M. Nelson, de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, no Centro de Conferências, em Salt Lake City, sexta-feira, 6 de setembro de 2019.
Nathan Pacheco, Donny Osmond, o Coro do Tabernáculo e a Orquestra da Praça do Templo apresentaram-se durante a comemoração do 95º aniversário do presidente Russell M. Nelson, de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, no Centro de Conferências, em Salt Lake City, sexta-feira, 6 de setembro de 2019. Credit: Spenser Heaps, Deseret News

Jenny Oaks Baker and Family Four apresentaram um medley do musical “A Noviça Rebelde”. Baker tocou violino, enquanto suas três filhas se juntaram ao violino, piano e violoncelo, e seu filho no violão. O trio GENTRI, Gentlemen Trio, cantou “Vem, Ó Fonte de Toda Bênção”.

Entre as canções apresentadas pelo coro do Tabernáculo e a orquestra estavam “Firmes Segui”, “His Voice as the Sound”, “It Is Well with My Soul”, “Aleluia”, “Softly and Tenderly” e “Jeová, Sê Nosso Guia”. O coro e a orquestra foram conduzidos por Mack Wilberg e Ryan Murphy, com Richard Elliott e Andrew Unsworth ao órgão.

No final do evento, todos os artistas uniram-se ao Coro do Tabernáculo para encerrar a noite e cantar “Trabalhemos Hoje”.