Presidente Eyring fala sobre o verdadeiro propósito de ministrar e mais mudanças na Igreja

CHARLOTTE, Carolina do Norte — Nos momentos finais da Conferência de Liderança de Charlotte de sábado, um presidente do quórum de élderes que se juntou à Igreja há apenas três anos se levantou e fez uma pergunta ao presidente Henry B. Eyring.

Que conselho, perguntou o homem, um membro da Primeira Presidência teria para um Santo dos Últimos Dias bastante novo que se esforça para ministrar aos colegas de seu quórum?

“Ame as pessoas e ore por elas”, respondeu o presidente Eyring. “O Senhor lhe dirá o que fazer.”

A mensagem do presidente Eyring de utilizar as iniciativas e programas da Igreja para cuidar “dos indivíduos” serviram de âncora para a reunião de sábado do sacerdócio, da Sociedade de Socorro e de outros líderes locais que servem nas congregações ocidentais da Carolina do Norte.

Os élderes da Missão Carolina do Norte Charlotte desfrutam de uma conferência de missão de 16 de novembro de 2019 que incluiu conselhos do presidente Henry B. Eyring, do élder Gary E. Stevenson e do élder Hugo Montoya.
Os élderes da Missão Carolina do Norte Charlotte desfrutam de uma conferência de missão de 16 de novembro de 2019 que incluiu conselhos do presidente Henry B. Eyring, do élder Gary E. Stevenson e do élder Hugo Montoya. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

Centenas chegaram no início da manhã de sábado para conseguir um bom lugar e aprender com o presidente Eyring, segundo conselheiro na Primeira Presidência, e o élder Gary E. Stevenson do Quórum dos Doze Apóstolos.

As autoridades gerais visitantes estavam acompanhadas no sábado pelo élder Hugo Montoya, setenta autoridade geral, e pelo élder Matthew S. Harding, setenta de área.

Antes da reunião de treinamento de quase três horas na sede da estaca Charlotte Central, que foi seguida por uma Conferência de Liderança do Sacerdócio, as autoridades gerais apertaram a mão dos participantes.

A cada aperto de mão, o presidente Eyring olhou cada um de seus novos amigos nos olhos, “e eu senti o amor do Senhor por vocês”, disse ele.

O élder Stevenson disse que uma manhã de sábado passada ouvindo o conselho e o testemunho do presidente Eyring foi “uma oportunidade de escolha”.

“Eu sei que vocês puderam sentir o Espírito em abundância esta manhã.”

O presidente Eyring, o élder Stevenson e as outras autoridades gerais também participaram de uma reunião missionária à tarde com os élderes e sísteres que servem na Missão Carolina do Norte Charlotte. Mais uma vez, eles apertaram a mão de todos.

O trabalho dos apóstolos dos últimos dias não se limita neste fim de semana à Carolina do Norte, observou o élder Stevenson. Testemunhos apostólicos semelhantes estavam sendo compartilhados no mundo todo.

O presidente Russell M. Nelson e o élder D. Todd Christofferson embarcaram recentemente em uma viagem por vários países asiáticos. Enquanto isso, os companheiros apóstolos do élder Stevenson, o élder David A. Bednar e o élder Ronald A. Rasband, estavam cumprindo tarefas semelhantes na América Central e no Pacífico, respectivamente. O élder Jeffrey R. Holland está servindo na África.

E o élder Quentin L. Cook está designado para rededicar o Templo de Baton Rouge Louisiana no domingo, 17 de novembro.

Leia mais: Élder Cook faz promessa poderosa para missionários que se sentem rejeitados, desencorajados

Ministrar aos outros é um dom e uma oportunidade preciosa, disse o presidente Eyring durante seu discurso. Ele não se lembra de muitas das reuniões e procedimentos durante seu serviço como bispo décadas atrás.

O presidente Henry B. Eyring, segundo da direita para a esquerda, responde a uma pergunta durante a Conferência de Liderança da Carolina do Norte Charlotte em 16 de novembro de 2019. Ele estava acompanhado na sessão de perguntas e respostas, da esquerda para a direita, pelo élder Matthew Harding, pelo élder Gary E. Stevenson e pelo élder Hugo Montoya.
O presidente Henry B. Eyring, segundo da direita para a esquerda, responde a uma pergunta durante a Conferência de Liderança da Carolina do Norte Charlotte em 16 de novembro de 2019. Ele estava acompanhado na sessão de perguntas e respostas, da esquerda para a direita, pelo élder Matthew Harding, pelo élder Gary E. Stevenson e pelo élder Hugo Montoya. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

“Mas eu me lembro o quanto eu amava as pessoas”, disse ele. “O que o Senhor quer que façamos é ajudar as pessoas.

Satanás, ele alertou, está tentando derrubar as pessoas. As mudanças organizacionais que estão acontecendo na Igreja são todas projetadas para proteger os filhos do Senhor. E cada líder tem a incumbência de responder a uma pergunta semelhante: “O que posso fazer para ajudar o Salvador a fazer com que as pessoas venham até Ele?”

Em sua mensagem de sábado de manhã, o élder Stevenson referiu-se à observação do presidente Nelson de que a Igreja está cheia de pessoas comuns realizando coisas extraordinárias. “Uma vez chamados, devemos fazer tudo o que pudermos para preencher a lacuna entre o comum e o extraordinário.”

Os Santos dos Últimos Dias de hoje vivem tanto em “tempos trabalhosos” quanto na “plenitude dos tempos”. Um profeta vivo como o presidente Nelson oferece direção que se pode usar para navegar através do perigo.

O élder Stevenson listou as muitas mudanças que ocorreram na Igreja nos últimos anos. Ele fez referência ao programa da Igreja, que em breve será implementado para crianças e jovens, que promoverá o crescimento por meio da aprendizagem, do serviço, das atividades do evangelho e do desenvolvimento pessoal.

As mudanças organizacionais recentes fortalecerão os rapazes e as moças. O foco de todas essas mudanças é o trabalho de salvação.

“Os bispos e os bispados estão assumindo um papel e foco maiores com os jovens”, disse ele.

Em seu discurso de sábado de manhã, o élder Montoya utilizou o vídeo “Vinde, e vede” produzido pela Igreja para demonstrar a simplicidade de compartilhar o evangelho e ministrar aos outros.

“Temos tantos amigos com quem podemos compartilhar o evangelho, só precisamos amá-los.” 

Ele lembrou-se de ser um jovem missionário e escrever para uma amiga não-membro convidando-a a “vir e ver” o evangelho restaurado. A jovem aceitou seu convite para ir à Igreja. Logo ela estava compartilhando suas habilidades de ensino nas classes da Primárias e em outras classes. Por fim, ela ouviu a mensagem dos missionários e foi batizada.

Hoje, aquela amiga que o élder Montoya convidou para “vir ver” é sua esposa, irmã Maria del Carmen Montoya.

O élder Harding ensinou a importância de delegar adequadamente para ser mais eficaz no chamado

 As entrevistas de ministração realizadas em espírito de oração, acrescentou ele, podem ajudar os membros a ter uma experiência “mais elevada e mais santificada” ao cuidar de outras pessoas na ala.

Cada uma das conferências de liderança de sábado abriu tempo para perguntas e respostas da congregação para as autoridades gerais visitantes. Os líderes da área de Charlotte fizeram várias perguntas sobre assuntos como trabalhar com jovens, apoiar jovens adultos solteiros e a natureza da revelação.

Quando um homem perguntou sobre a possibilidade de um templo ser construído um dia em Charlotte, o presidente Eyring respondeu: “O Senhor é quem decide, e Ele tem razões que nós realmente desconhecemos”.

Após os treinamentos de liderança de sábado, o presidente Eyring, o élder Stevenson e as outras autoridades gerais falaram com o Church News sobre estar com os Santos dos Últimos Dias no oeste da Carolina do Norte.

Os participantes da Conferência de Liderança da Carolina do Norte Charlotte, em 16 de novembro de 2019, desfrutam de conselhos oferecidos pelo presidente Henry B. Eyring e por outras autoridades gerais visitantes.
Os participantes da Conferência de Liderança da Carolina do Norte Charlotte, em 16 de novembro de 2019, desfrutam de conselhos oferecidos pelo presidente Henry B. Eyring e por outras autoridades gerais visitantes. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

Há muita discussão na Igreja sobre a ministração e as mudanças, disse o presidente Eyring. 

“Mas na verdade estamos falando sobre tocar a vida das pessoas. Todas as mudanças na Igreja que parecem ser principalmente estruturais têm a possibilidade de tocar mais vidas com o evangelho de Jesus Cristo. … O objetivo é abençoar a vida das pessoas.”

O élder Stevenson falou da “religião pura”, como descrita por Tiago: “A religião pura e imaculada para com Deus, o Pai, é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e guardar-se da corrupção do mundo” (Tiago 1:27).

“Essa é a mensagem que ainda estamos transmitindo”, disse ele. “A religião pura está estendendo-se aos necessitados. Os órfãos e as viúvas simbolizam aqueles que estão em profunda necessidade.”

O trabalho de salvação, acrescentou o presidente Eyring, estende-se àqueles que estão além do véu.

E o trabalho, ele prometeu, continua.  “Vai ficar melhor. Isso é o que queremos dizer com revelações contínuas. Sabemos que as coisas vão melhorar.”

O presidente Eyring disse que seu encargo apostólico de levar o evangelho ao mundo é um trabalho alegre.

“Esta é uma oportunidade jamais imaginei que teria”, disse ele. “Eu não sinto que é um dever. É um privilégio. Acho que todas as autoridades gerais sentem o mesmo. É uma bênção, não uma obrigação.”

Seu sábado na Carolina do Norte foi enriquecido com a hospitalidade dos habitantes daquele estado.

“Estas são ótimas pessoas”, disse ele. “Somos abençoados por vir e servi-los. Eles estão nos abençoando.”