Por que presidente Nelson viajou 12.112 km para falar a centenas de Santos dos Últimos Dias vietnamitas

HANÓI, VIETNÃ – Por mais que os membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias aqui sejam poucos em números, eles estão tendo um impacto significativo nesta dinâmica nação asiática, disse presidente Russell M. Nelson.

Falando a membros da Igreja em Hanói, Vietnã, na primeira parada do seu ministério em quatro países por sete dias no Sudeste da Ásia, presidente Nelson viajou 12.112 km (7.526 milhas) do outro lado do globo para falar a 432 Santos dos Últimos Dias no domingo a noite, dia 17 de novembro.

A reunião foi um forte contraste dos estádios e centros de convenção lotados com dezenas de milhares de Santos dos Últimos Dias em grande escala reunidos que definiram anteriormente o ministério mundial do presidente Nelson.

“Foi um investimento”, disse presidente Nelson. “Você começa com uma pequena quantidade e a nutre.”

Olhando para a congregação de jovens adultos solteiros e algumas jovens famílias, élder D. Todd Christofferson, que acompanhou presidente Nelson para o Sudeste da Ásia, disse que sentiu um “senso do futuro.”

“A Igreja é jovem”, disse élder Christofferson do Quórum dos Doze Apóstolos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. “Mas é dinâmica….

“O Senhor realmente está ciente dos membros da Igreja aqui. Eles são essenciais para o futuro. Eles são pioneiros.”

Irmã Wendy Nelson abraça Nguyet Minh Nguyen quando presidente Russell M. Nelson, de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, e ela encontram com jovens em Hanói, Vietnã, no domingo, dia 17 de novembro, 2019.
Irmã Wendy Nelson abraça Nguyet Minh Nguyen quando presidente Russell M. Nelson, de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, e ela encontram com jovens em Hanói, Vietnã, no domingo, dia 17 de novembro, 2019. Credit: Jeffrey D. Allred, Deseret News

Presidente Nelson falará em um segundo devocional vietnamita na segunda, dia 18 de novembro, no Sul do Vietnã, na Cidade de Ho Chi Minh – que assim como Hanói, são duas áreas de força nesta nação.

Élder Christofferson disse que manda uma “mensagem significativa” o presidente da Igreja vir ver um grupo relativamente pequeno de Santos dos Últimos Dias no Vietnã, “e com sua presença disse, ‘Vocês são importantes. Vocês estão em nossos corações e em nossas mentes e em nossas orações. O Senhor está ciente de vocês. Nós estamos cientes de vocês.’”

Este é “um tempo tenro, um início para a Igreja aqui”, ele disse. “Mas isso acontecerá. Crescerá. Se tornará forte.”

Primeira viagem ao Vietnã

A visita marca a primeira visita do presidente Nelson ao Vietnã, uma “terra especial” onde presidente Gordon B. Hinckley ofereceu uma “oração significativa” em 1966. Pedindo ao Senhor naquele momento para “derramar (Seu) espírito” sobre a terra, presidente Hinckley retornou ao Vietnã em 1996 e ofereceu um adendo à oração original. O governo vietnamita e Serviços Humanitários da Igreja tem trabalhado juntos desde 2003 – distribuindo milhares de cadeiras de rodas e patrocinando visão e projetos de água mineral, treinamento de ressuscitação de recém-nascidos e como responder a emergências no país.

Um homem pesca com uma rede em Hanói, Vietnã, no sábado, dia 16 de novembro, 2019.
Um homem pesca com uma rede em Hanói, Vietnã, no sábado, dia 16 de novembro, 2019. Credit: Jeffrey D. Allred, Deseret News

Presidente Nelson encontrou em Salt Lake City neste último verão com a delegação comandada pelo Comitê de Assuntos Religiosos do Vietnã.

“Estendemos a eles uma recepção calorosa. Eles ofereceram um convite para virmos visitar. Então estamos aqui”, ele disse. “Eu expresso para os líderes do governo e para todos os líderes do Vietnã nossa sincera gratidão pela oportunidade que os nossos membros da Igreja tem aqui de adorarem em dignidade.”

No domingo a noite, presidente Nelson e élder Christofferson usaram pequenos pinos – símbolos da cidade de Hanói – dados a eles por um líder do governo local.

Presidente Nelson disse que durante a noite, ele sentiu a influência do presidente Hinckley – que “teve uma grande afinidade com este lugar.”

“Ele conseguia prever o que estamos vendo hoje a noite”, ele disse.

‘Sentimos sua alegria’

Um pequeno coral apresentou durante a noite vestidos combinando vermelhos audais para as mulheres e gravatas vermelhas para os homens.

Um coral canta durante um devocional em Hanói, Vietnã, no domingo, dia 17 de novembro, 2019.
Um coral canta durante um devocional em Hanói, Vietnã, no domingo, dia 17 de novembro, 2019. Credit: Jeffrey D. Allred, Deseret News

Acompanhado por sua esposa, irmã Wendy Nelson, presidente Nelson falou que era uma grande alegria olhar ao redor de toda a congregação.

Nesta nação, o antigo e o novo misturam-se, representando um passado histórico e uma economia moderna próspera.

Reconhecendo que alguns podem ter passado por coisas difíceis no passado, incluindo abuso, irmã Nelson disse, “Sentimos sua alegria – mesmo em meio a situações realmente duras em sua vida. … Nos sentimos humildes em sua presença. Vocês fazem queremos ser melhores e fazermos mais.”

Élder Christofferson e sua esposa, irmã Kathy Christofferson; élder David F. Evans, Setenta Autoridade Geral e presidente da Área Ásia, e sua esposa, irmã Mary S. Evans; e élder David P. Homer, Setenta Autoridade Geral e conselheiro na presidência da Área Ásia; e sua esposa, irmã Nancy D. Homer; também participaram no devocional.

Durante seu discurso, élder Christofferson agradeceu à congregação por seu serviço, amor e sacrifício. “Somos gratos pela alegria que trazem a outros”, ele disse. “Vocês nos representam tão bem.”

Presidente Russell M. Nelson, de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, e élder D. Todd Christofferson do Quórum dos Doze Apóstolos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, riem durante uma entrevista com a mídia em Hanói, Vietnã, no domingo, dia 17 de novembro, 2019.
Presidente Russell M. Nelson, de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, e élder D. Todd Christofferson do Quórum dos Doze Apóstolos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, riem durante uma entrevista com a mídia em Hanói, Vietnã, no domingo, dia 17 de novembro, 2019. Credit: Jeffrey D. Allred, Deseret News

Irmã Christofferson relembrou a congregação que ano passado, presidente Nelson convidou todos os jovens da Igreja a “unirem-se no maior desafio, na maior causa e na maior obra” na terra hoje, que é a coligação de Israel.

“Vocês, jovens, podem ser uma grande fonte do bem nas vidas daqueles ao seu redor”, ela disse. “Vocês conhecem as grandes verdades do evangelho que trazem a paz, alegria e felicidade em nossas vidas.”

Élder Evans também elogiou os jovens Santos dos Últimos Dias vietnamitas. “Eu nunca estive ao redor de um grupo de jovens que confie em Deus como vocês”, ele disse.

Irmã Evans relembrou vislumbrando o presidente David O. McKay quando era uma criança quando uma nova capela foi dedicada próximo à sua casa de infância. 

“Hoje, estamos aqui com o presidente Nelson e com élder Christofferson”, ela disse. “Estamos na presença de profetas.”

Élder Homer contou a lenda do Imperador Hung-Vuong, que teve muitos filhos. O imperador contou aos seus filhos que quem lhe trouxesse a comida mais especial e diferente se tornaria o novo imperador. Um filho foi premiado quando trouxe “o mais básico e puro” bolo de arroz.

“As vezes coisas simples, básicas são melhores”, ele disse.

Irmã Homer disse que enquanto lia o Livro de Mórmon recentemente, uma palavra lhe chamou a atenção – disposto. “Estar disposto é uma atitude”, ela disse. “Está descrevendo alguém que está ansioso e pronto para fazer algo. … Estar disposto vem com um sacrifício, mas sempre vale a pena.”

A Igreja ‘mudou minha vida’

Giang Truong Le, 22 anos, do Ramo Haiba Trung em Hanoi, uniu-se à Igreja dois anos atrás após participar de classes de inglês ensinadas por um casal missionário sênior. Le não conseguia tirar da cabeça o sentimento de que conheceram um ao outro muito tempo atrás. Ele entrou nas águas do batismo no dia 17 de junho, 2017, levantando-se da água envolvido num sentimento de paz. “Isso mudou minha vida”, ele disse.

A Igreja também está impactando as vidas de outros neste país de 97 milhões de pessoas. “A frequência na reunião sacramental só continua aumentando”, ele disse. “Temos muitas jovens adultas solteiras que são fiéis e ativas na Igreja.”

Quing Cio uniu-se à Igreja sete anos atrás. Ele se casou com Nhung Phin; eles estão criando sua filha de 3 meses, Han, na Igreja.

Quang Cao, sua esposa, Nhung Pham e seu bebê, Han, falam sobre sua conversão em Hanói, Vietnã, no domingo, dia 17 de novembro, 2019.
Quang Cao, sua esposa, Nhung Pham e seu bebê, Han, falam sobre sua conversão em Hanói, Vietnã, no domingo, dia 17 de novembro, 2019. Credit: Jeffrey D. Allred, Deseret News

“A reunião com o presidente Nelson foi muito importante para que nós pudemos ouvir o profeta”, ele disse. “Começamos aqui. Ele falando para nós é uma motivação.”

Nesta nação onde a Igreja está em sua infância, é difícil, ele acrescentou.

Presidente Nelson trouxe com ele uma “revelação importante para nós construirmos a Igreja aqui, para nós continuarmos tentando.”

Élder Christofferson comparou Giang Le e sua família com Quing Cio e Nhung Phin no Vietnã com o fermento de pão. Só precisa de uma quantidade pequena para fazer uma grande diferença.

“Nós somos o fermento no pão, ao invés do pão”, ele disse.

“Você pode sentir, não pode – o que está vindo por causa do fermento nesta sociedade, nesta nação.”

Falando para a Igreja no Vietnã, presidente Nelson acrescentou, “O trabalho é eterno. Será fascinante assistir o progresso da Igreja da infância para uma idade avançada nesta nação.”