Presidente Eyring, élder Stevenson entregam história da família para governador de Maryland em histórica Casa do Estado

ANNAPOLIS – Poucos edifícios nos Estados Unidos podem se igualar à Casa do Estado de Maryland de centenas de anos por seu significado histórico.

Para começar, é o capitólio de estado mais antigo do país em uso contínuo pela legislação e alojou o Congresso Continental quando George Washington foi perante o Congresso para renunciar sua incumbência como comandante supremo no Exército Continental.

E foi aqui, neste edifício de tijolos vermelhos e cúpula de madeira onde o Tratado de Paris foi ratificado, marcando o fim oficial da Guerra Revolucionária.

Então talvez foi oportuno que o presidente Henry B. Eyring, élder Gary E. Stevenson e élder Hugo Montoya entregaram um pouco da história daqui na sexta, dia 15 de novembro.

Os três líderes da Igreja apresentaram ao Governador de Maryland, Larry Hogan com sua história da família pessoal que incluía fotos e outros documentos de genealogia.

Governador de Maryland, Larry Hogan, discute a futura casa aberta ao público em Washington D.C. com presidente Henry B. Eyring e élder Gary E. Stevenson.
Governador de Maryland, Larry Hogan, discute a futura casa aberta ao público em Washington D.C. com presidente Henry B. Eyring e élder Gary E. Stevenson. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

O governador ficou emocionado com o presente, que incluía detalhes sobre seus ancestrais que ele não estava ciente. A história da família do Governador Hogan foi preparada pela Igreja, estendeu-se por várias gerações atrás e incluiu o relato de vários parentes – incluindo seu bisavô, William Hogan, que imigrou para os Estados Unidos de Newfoundland, Canadá.

“Isso foi muito especial”, disse o governador, estudando sua história da família. “Eu não consigo agradecer o suficiente. Isso é simplesmente maravilhoso e eu sou muito grato que vocês tomaram tempo para fazer essa pesquisa.”

Estar com o Governador Hogan na histórica Casa do Estado “foi maravilhoso”, disse presidente Eyring. “O governador estava ansioso para falar conosco sobre como também tentamos ajudar outras pessoas.”

A visita também incluiu uma discussão sobre como Maryland e outros estados e cidades podem utilizar JustServe, o site patrocinado pela Igreja onde as necessidades voluntárias de organizações são publicadas – e voluntários buscam lugares para servirem em suas comunidades.

 Élder Stevenson sentou joelho-a-joelho com o governador e pesquisou as muitas oportunidades do JustServe disponíveis na área de Annapolis e Baltimore. Centenas estavam listadas. As possibilidades de utilizar JustServe no Estado de Linha Antiga energizaram o governador.

“A Igreja tem sido um de nossos grandes parceiros”, disse governador Hogan. “Não apenas em unidades de alimentos, mas com muitas outras coisas na comunidade.”

Presidente Henry B. Eyring, ao centro, e élder Gary E. Stevenson entregam uma história da família pessoal ao Governador de Maryland, Larry Hogan, no dia 15 de novembro, 2019.
Presidente Henry B. Eyring, ao centro, e élder Gary E. Stevenson entregam uma história da família pessoal ao Governador de Maryland, Larry Hogan, no dia 15 de novembro, 2019. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

Governador Hogan também aceitou o convite do presidente Eyring de participar da futura casa aberta do Templo de Washington D.C., que está sendo renovado atualmente.

“Eu adoraria ter essa oportunidade”, ele disse.

O governador reconheceu que ainda está aprendendo sobre a Igreja, mas ele rapidamente reconheceu os muitos Santos dos Últimos Dias que considera amigos – incluindo o Governador de Utah, Gary Hebert, Senador de Utah, Mitt Romney e élder Jack M. Gerard, um Setenta Autoridade Geral.

“Entendemos que a maneira que as pessoas chegam a conhecer a Igreja é conhecendo membros da Igreja”, élder Stevenson falou ao Church News.

Governador Hogan também chamou a Igreja de “um grande parceiro” nos projetos de serviço locais.

Líderes da Igreja viajantes frequentemente reservam tempo para encontrarem-se com líderes locais cívicos e religiosos. Eles apreciam oportunidades de encontrar um terreno em comum, ceifar oportunidades de serviço e fazer novos amigos.

“Queremos cooperar com qualquer pessoa que esteja tentando fazer algo pelas pessoas”, disse presidente Eyring. “O propósito completo do evangelho de Jesus Cristo e a Igreja é tentar elevar pessoas. Adoraríamos encontrar com o máximo de levantadores que pudermos e nos oferecemos para trabalhar com eles quando é apropriado.”