Dia de Ação de Graças com élder Andersen no CTM de Provo: Um cartão de família e gratidão pelas bênçãos de vida, escolha e Cristo

PROVO, Utah – Com a ajuda de sua esposa e netos, élder Neil L. Andersen cumprimentou os 1.516 missionários no Centro de Treinamento Missionário de Provo com um cartão de Ação de Graças feito pela família e uma mensagem de gratidão por “três belas bênçãos” dadas a todos – vida, escolha e o Salvador Jesus Cristo.

Na quinta, dia 28 de novembro, no devocional de feriado, o membro do Quórum dos Doze Apóstolos citou as expressões e exemplos de gratidão do Salvador, de “Agradecerás ao Senhor teu Deus em todas as coisas” (Doutrina e Convênios 59:7) para “Pai, graças te dou” (João 11:41).

“Em suas missões, haverá momentos em que vocês precisarão pensar em todas as coisas pelas quais são gratos ao defrontarem-se com desafios inimagináveis”, ele disse. “Ao manter um espírito de agradecimento, você terá coragem de superar esses obstáculos.”

‘Nossas próprias vidas’

“Antes de tudo, devemos agradecer ao nosso Pai Celestial por nossas próprias vidas – por respirarmos, termos a maravilhosa experiência da mortalidade, o privilégio de aumentar nossa fé, aprender a amar na família e as alegrias das amizades que nos rodeiam”, élder Andersen disse.

Élder Neil L. Andersen visita com vários de seus netos durante um devocional do Dia de Ação de Graças no Centro de Treinamento Missionário de Provo no dia 28 de novembro, 2019, em Provo, Utah.
Élder Neil L. Andersen visita com vários de seus netos durante um devocional do Dia de Ação de Graças no Centro de Treinamento Missionário de Provo no dia 28 de novembro, 2019, em Provo, Utah. Credit: Scott Taylor

O maior de todos os dons de Deus é dado para quase todos e o fato de que o dom vem para todos não diminui a magnificência do dom.

“Independente de nossos desafios, dificuldades, estresses, tentações e dores”, ele disse, “só o fato de você e eu termos vida é um dom sem preço.” 

‘Nossa habilidade de escolher’

Próximo, entre as melhores bênçãos está a habilidade de escolher, decidir e moldar os desejos e “determinar as coisas que amaremos e aquelas que descartaremos”, disse élder Andersen, explicando como a escolha foi essencial para o plano do Pai apresentado na pré-existência e como foi oposto por Lúcifer e também cumprido por Cristo.

“Somos agentes para nós mesmos, com a liberdade de pensar, crescer e escolher – até mesmo perceber que em alguns momentos cometeremos erros”, ele disse.

Cada missionário escolheu servir ao Senhor e prestar testemunho de Jesus Cristo, ele acrescentou. “Ao permanecerem verdadeiros e fiéis, vocês perceberão que essa será uma das escolhas mais importantes da sua vida.”

Relembrando uma impressão que recebeu enquanto dava uma bênção em um amigo lidando com uma situação traumática, élder Andersen repetiu, “fé não é apenas um sentimento; é uma decisão.”

Seu amigo “precisaria escolher a fé” – e ele o fez, disse élder Andersen.

O coro do Centro de Treinamento Missionário de Provo durante um devocional do Dia de Ação de Graças no dia 28 de novembro, 2019, com élder Neil L. Andersen em Provo, Utah.
O coro do Centro de Treinamento Missionário de Provo durante um devocional do Dia de Ação de Graças no dia 28 de novembro, 2019, com élder Neil L. Andersen em Provo, Utah. Credit: Scott Taylor

“A habilidade de buscar por nós mesmos o dom da fé é uma enorme bênção espiritual”, élder Andersen disse.

“Quando determinamos escolher o certo, guardar os mandamentos, deixar que nossa vontade seja sobrepujada pela vontade do Pai Celestial sem medo, daremos a Ele uma das poucas coisas que são realmente nossas para dar. Esta é a escolha que vocês estão fazendo ao virem para suas missões. Ao ceder sua vontade à Dele durante os próximos meses, você sentirá Seu Espírito e Sua aprovação.”

‘Eternamente gratos por Jesus Cristo’

Com o encargo de “sejamos eternamente gratos por Jesus Cristo”, élder Andersen acrescentou: “Para mim, não existem palavras em nenhuma linguagem que verdadeiramente descrevam a magnificência, o poder, a glória ou o amor do Filho de Deus.”

O Apóstolo dos Santos dos Últimos Dias reexaminou, com o apoio das escrituras, o nascimento do Salvador em Belém e Seus três anos de ministério, incluindo levantar Lázaro em Betânia, seguido por mais detalhes específicos dos últimos dias da mortalidade de Cristo em Jerusalém.

Ele guiou a audiência de missionários através da instituição do sacramento feita por Jesus e o lavamento dos pés dos apóstolos na sala superior; Seu sofrimento pelas transgressões da humanidade no Getsêmani; Sua traição aos pés do Monte das Oliveiras; a zombaria, flagelação e o carregamento da cruz dentro dos limites da cidade; Sua pregação naquela cruz no Calvário e a ascendência do Salvador ressurreto da tumba e Seu aparecimento para muitos tanto no Mundo Antigo quanto no Novo.

Um missionário faz anotações durante um devocional de Ação de Graças com élder Neil L. Andersen, do Quórum dos Doze Apóstolos, no Centro de Treinamento Missionário de Provo, no dia 28 de novembro, 2019, em Provo, Utah.
Um missionário faz anotações durante um devocional de Ação de Graças com élder Neil L. Andersen, do Quórum dos Doze Apóstolos, no Centro de Treinamento Missionário de Provo, no dia 28 de novembro, 2019, em Provo, Utah. Credit: Scott Taylor

“Por que Ele vive e levantou da tumba, toda a humanidade ressuscitará”, élder Andersen disse. “Sejamos eternamente cheios de admiração, gratidão e maravilha pela sagrada Expiação do Salvador.”

Ele encerrou com seu “testemunho certo e seguro” como um Apóstolo de Jesus Cristo e relembrou aos missionários que eles também “são chamados por Deus.”

Participação de família

Antes de seu marido, irmã Andersen falou aos missionários que enquanto orava cedo pela manhã, ela percebeu quão frequentemente a comunicação de apreço por seu Pai Celestial parece limitada comparada com a lista de preocupações e petições que seguem na oração.

“Um ‘muito obrigado por minhas muitas bênçãos’ não é suficiente”, disse irmã Andersen, acrescentando que uma extensa expressão de gratidão pelas bênçãos é apropriada para todos os dias – não apenas no dia de Ação de Graças – e que esse tipo de esforço feito pelos missionários os ajudariam a alcançarem orações mais reais e fervorosas.

Élder e irmã Andersen começaram o devocional de uma hora convidando 10 netos que estavam presentes (eles tem 17 no total) para a tribuna para apresentações, deixando que expressassem pelo que são gratos e que falassem sobre um cartão de Ação de Graças que haviam feito.

Um neto do élder Neil L. Andersen distribui cópias do cartão de Ação de Graças feito pela família em devocional no dia 28 de novembro, 2019, no Centro de Treinamento Missionário de Provo, em Provo, Utah.
Um neto do élder Neil L. Andersen distribui cópias do cartão de Ação de Graças feito pela família em devocional no dia 28 de novembro, 2019, no Centro de Treinamento Missionário de Provo, em Provo, Utah. Credit: Scott Taylor

Os netos então circularam pelo auditório, distribuindo o cartão impresso do tamanho de uma carta para os missionários, com cópias adicionais enviadas para centros de treinamento missionário internacionais pelo mundo para os missionários, que puderam assistir à transmissão, tanto ao vivo quanto por gravação.

Quando acabou, em Provo, élder Andersen ficou nos corredores ao nível do chão por quase 30 minutos apertando as mãos de quantos missionários conseguiu alcançar. E ele enviou seus netos mais uma vez para os bancos no alto do auditório para cumprimentar missionários por ele e pela irmã Andersen.

O resto do dia para os missionários no CTM de Provo teve uma refeição especial de Ação de Graças, devocionais adicionais, filmes e o projeto de serviço anual do CTM com Feeding Children Everywhere (Alimentando Crianças em Todos os Lugares) – que incluiu juntar cerca de 350.000 kits de refeições para serem distribuídos sem custo pela nova opção da organização de entrega Full Cart.