Élder Andersen lembra os santos tailandeses que eles são uma ‘luz sobre o monte’

O Élder Neil L. Andersen caminhou pelo salão de baile do hotel em Bangcoc, na Tailândia, várias vezes, reverentemente cumprimentando os membros da congregação.

A cada saudação, o Élder Andersen, do Quórum dos Doze Apóstolos, sentiu a bondade dos santos dos últimos dias tailandeses e não pôde deixar de sentir que na terra de 63 milhões de pessoas, eles são uma “luz sobre o monte”.

A reunião no dia 12 de janeiro foi parte de uma recente designação do Élder Andersen na Tailândia, conhecida como a “terra do sorriso”.

Além da reunião com os membros, também se reuniu com jovens adultos solteiros e missionários, prestou seu testemunho de Jesus Cristo e falou sobre o templo em construção no país. Ele estava acompanhado pelo Élder David F. Evans, presidente da Área Ásia.

Os missionários chegaram à Tailândia em 1968. Hoje o país tem mais de 22.000 membros da Igreja em quatro estacas e dois distritos.

O Templo de Bangcoc Tailândia, o primeiro do país, foi anunciado em abril de 2015 e servirá membros da Tailândia e de todo o Sudeste Asiático. Antes de ser anunciado, o templo da Igreja mais próximo ficava em Hong Kong, a mais de 1.600 quilômetros de distância.

O Élder Andersen chamou os fiéis membros, cujos sacrifícios e devoção ajudaram a preparar a Tailândia para o templo, de notáveis. “Eles estão todos animados com o templo”, declarou.

O Élder Wisit Khanakham, que é setenta de área, concordou com as observações do Élder Andersen, dizendo que os membros se sentem “absolutamente animados, encantados e muito felizes” com o novo templo.

O Élder Neil L. Andersen segura uma criança durante uma reunião com os membros em Bangcoc, Tailândia, no dia 12 de janeiro de 2020.
O Élder Neil L. Andersen segura uma criança durante uma reunião com os membros em Bangcoc, Tailândia, no dia 12 de janeiro de 2020. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

Nascido em Ban Pong, o Élder Khanakham é de uma pequena vila desconhecida do público, sem eletricidade ou abastecimento de água disponíveis.

Quando missionários protestantes chegaram à área, os nativos foram indelicados com os forasteiros e deixaram o Élder Khanakham com dúvidas. Sua busca fez com que ele se convertesse à Igreja.

A maioria da população de santos dos últimos dias na Tailândia é de conversos como ele, disse o Élder Khanakham, “exceto alguns que fazem parte da segunda e terceira gerações dos pioneiros locais da Igreja”.

Disse também que o Élder Andersen mostrou que compreende profundamente os santos dos últimos dias tailandeses. Em uma nação, onde os cristãos fazem parte da grande minoria, o Élder Andersen pediu aos membros da Igreja “que aprofundem sua fé no Senhor Jesus Cristo”.

“Seus ensinamentos inspiraram todos a fazerem ainda mais para seguir nosso Salvador”, disse o Élder Khanakham.

O presidente Suchat Chaichana, que serviu como presidente da estaca Bangcoc Tailândia nos últimos cinco anos, chamou a visita do Élder Andersen de significativa. Como líder da Igreja local, disse que estava preocupado em conseguir o número suficiente de pessoas para o templo quando estiver concluído. Mas a mensagem do Élder Andersen se tornou seu consolo, afirmou.

O Élder Andersen prometeu aos líderes que eles teriam a quantidade necessária se “nos prepararmos para sermos dignos das bênçãos do templo”.

O presidente Chaichana disse que ficou tocado pelo fato do Élder Andersen ter feito o esforço de cumprimentar pessoalmente sua família e depois falou sobre como foi ver o apóstolo mostrar respeito a todos os que estavam reunidos.

O Élder Neil L. Andersen cumprimenta Sathit e Juthamas Kaivaivatana durante uma reunião com membros em Bangcoc, Tailândia, no dia 12 de janeiro de 2020. Ele os mencionou em seu discurso na conferência geral de abril de 2015.
O Élder Neil L. Andersen cumprimenta Sathit e Juthamas Kaivaivatana durante uma reunião com membros em Bangcoc, Tailândia, no dia 12 de janeiro de 2020. Ele os mencionou em seu discurso na conferência geral de abril de 2015. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

Uma irmã disse ao presidente Chaichana que, depois de retornar à atividade da Igreja há sete anos, ela sempre quis cumprimentar um apóstolo. Sentada no fundo do salão, ficou desapontada quando foi anunciado no final da reunião que os membros deveriam permanecer sentados enquanto Élder Andersen saísse.

Mas em vez de sair, o Élder Andersen andou fileira por fileira, “enchendo o coração dela de alegria”.

O presidente Chaichana disse que todos no local aprenderam com o exemplo do Élder Andersen de como ser um discípulo de Jesus Cristo.

O presidente da estaca Bangcoc Tailândia Norte, Sathit Kaivalvatana, disse que o Élder Andersen lembrou aos membros que sua fé é importante.

“Somos uma luz no mundo”, disse ele. “Temos que brilhar.”