Élder Holland visita o Peru e o Equador durante esta singular estação na história da Igreja na América do Sul

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias no Peru e Equador — uma bela e histórica área da América do Sul que já abrigou as antigas culturas da civilização de Caral e do Império Inca — é definida hoje pela “vitalidade, entusiasmo e força da juventude”, declarou o Élder Jeffrey R. Holland.

Ele sentiu isso “conforme as horas e os apertos de mão passavam”, durante uma recente visita àquelas nações latino-americanas.

Durante a viagem, o Élder Holland, do Quórum dos Doze Apóstolos, ponderou sobre uma bela parábola encontrada em Doutrina e Convênios 88:51-61, na qual o Senhor visita cada um de Seus reinos e Seus habitantes. “E assim todos eles receberam a luz do semblante de seu Senhor, cada homem em sua hora e em seu tempo e em sua estação.”

Esta é uma dessas estações para o Peru e Equador, afirmou o Élder Holland, mencionando que a Igreja está criando estacas, expandindo o trabalho missionário e construindo templos nestes países.

Visitar estes países foi uma “visão maravilhosa do crescimento naquela parte da América Latina”, disse ele. “À medida que as horas e os dias passam, há bênçãos especiais que vão de encontro com esta ideia de estação.”

O Élder Jeffrey R. Holland cumprimenta uma sister missionária durante uma reunião em Lima, Peru.
O Élder Jeffrey R. Holland cumprimenta uma sister missionária durante uma reunião em Lima, Peru. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

O Peru tem mais de 600.000 membros da Igreja, 13 missões e três templos, com planos anunciados para a construção de mais um. Além do Peru, existem apenas mais quatro países que atingiram o marco de 100 estacas ou mais: os Estados Unidos, o Brasil, o México e as Filipinas.

Recentemente, o país passou “de um período de alta inflação e emigração para uma época de segurança econômica”, disse o Élder Enrique Falabella, setenta autoridade geral e presidente da Área América do Sul Noroeste, com sede em Lima.

Havia membros da Igreja no Peru já em 1940. No entanto, o primeiro ramo só foi organizado em 1956 — o ano em que missionários de tempo integral chegaram ao país.

O Equador tem 250.000 membros, 42 estacas, cinco missões, com um templo em funcionamento e um segundo em construção.

Quito é a segunda capital mais elevada do mundo, localizada a cerca de 2850 metros acima do nível do mar. Os missionários chegaram ao país em 1965 e a Missão Equador foi criada cinco anos depois. 

A irmã Patrícia Holland fala aos missionários em Lima, Peru.
A irmã Patrícia Holland fala aos missionários em Lima, Peru. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

O Élder Holland e sua esposa, a irmã Patricia Holland, se reuniram com membros e missionários em Arequipa e Lima, no Peru, e Quito, no Equador, durante sua visita à Área América do Sul Noroeste da Igreja. Eles também ministraram aos santos dos últimos dias na Venezuela utilizando tecnologia, pois os vistos para lá não estão disponíveis no momento.

“Garanto que a visita foi uma experiência edificante”, compartilhou o Élder Falabella. “O Élder e a irmã Holland realizaram devocionais com ex-missionários, recém-conversos e casais. Uma das grandes experiências foi realizar uma reunião com todos os missionários que servem atualmente na Venezuela. Ele fez isto pela internet.”

Os rostos da força missionária da Igreja, bem como dos jovens e jovens adultos nos três países, transmitiram a “mensagem mais brilhante” ao casal Holland.

“Não tenho dúvidas de que todos aqueles que participaram dos devocionais sentiram o Espírito do Senhor em sua vida”, disse o Élder Falabella. “Vi muitos deles com lágrimas nos olhos e com o rosto refletindo a alegria de ter um membro dos Doze entre eles. O Élder Holland concentrou seus ensinamentos na doutrina com tanto poder que todos temos agora um desejo maior de sermos verdadeiros discípulos de Jesus Cristo.”

O Élder Falabella também sente que a Área América do Sul Nordeste da Igreja está passando por uma estação maravilhosa. Ele viu uma “fé renovada” entre os membros da Igreja na área, depois que o Presidente Russell M. Nelson os visitou em outubro de 2018 e novamente em agosto de 2019

O Élder Enrique Falabella, setenta autoridade geral e presidente da Área América do Sul Noroeste, fala aos missionários em Lima, Peru.
O Élder Enrique Falabella, setenta autoridade geral e presidente da Área América do Sul Noroeste, fala aos missionários em Lima, Peru. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

“As palavras do profeta trazem poder ao povo”, disse ele. “Eles sentem o seu amor. Eles são renovados.”

O Élder Falabella afirmou que a frequência na reunião sacramental na área aumentou nos últimos dois anos após ter “submergido” por muitos anos.

Além disso, os membros começaram a pensar em obter instrução. O Élder Falabella disse que espera ver um aumento no número de membros buscando oportunidades educacionais.   

A vídeo conferência para membros e missionários na Venezuela também foi um dos destaques da ministração do Élder e da irmã Holland.

Antes de participar de um debate por vídeo, o Élder Holland estava pronto para lamentar as condições do país e mostrar empatia. Em vez disso, ele encontrou entusiasmo pelo trabalho e pelo futuro da nação, onde membros e missionários se mobilizaram, apesar das dificuldades.

“Ninguém parecia estar frustrado. Não havia ninguém desencorajado”, disse o Élder Holland. “Os missionários e seus líderes estavam felizes e alegres. … Rimos e choramos. Que maneira incrível de transformar uma situação difícil em uma experiência maravilhosamente positiva.”

Mulheres santos dos últimos dias se reúnem para um devocional especial em Lima, Peru, com o Élder Jeffrey R. Holland e a irmã Patricia Holland.
Mulheres santos dos últimos dias se reúnem para um devocional especial em Lima, Peru, com o Élder Jeffrey R. Holland e a irmã Patricia Holland. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

Muitos na Venezuela têm que esperar na fila por dois ou três dias para comprar combustível. Os missionários de lá, todos venezuelanos nativos, tiveram grande sucesso ao caminharem pelas ruas e conversarem com aqueles que aguardavam pela gasolina.

Grande parte da força na Área da América do Sul Nordeste vem de uma presidência de área capaz — de toda a América Latina, declarou o Élder Holland. O Élder Falabella e seus conselheiros — Élder Jorge F. Zeballos e Élder Mathias Held — estão fazendo um excelente trabalho. Eles têm visão e compreensão da cultura local, bem como entusiasmo por ela.”

Isto é tudo que é necessário para liderar a área durante uma estação em que os países estão recebendo “a luz do semblante de seu Senhor”, disse ele.