Presidente Bingham e irmã Eubank falam sobre como ‘coligar Israel’ durante a COVID-19

O que significa “coligar Israel” e por que é tão importante agora?

A presidente Jean B. Bingham e a irmã Sharon Eubank, da presidência geral da Sociedade de Socorro, se concentraram nestas perguntas durante o discurso que compartilharam como parte do evento digital da Conferência da BYU para as Mulheres 2020 na sexta-feira, dia 1º de maio.

O objetivo de coligar Israel é “unir as famílias” e prepará-las para viverem com “nosso Pai Celestial e Seu Filho, nosso Redentor”, disse a presidente Bingham, presidente geral da Sociedade de Socorro. Aqueles que vivem na Terra hoje estão vivendo nos últimos dias, a última dispensação do tempo que iniciará a Segunda Vinda do Salvador, explicou. 

A presidente Jean B. Bingham fala a um estúdio A vazio no campus da BYU em Provo, Utah, enquanto as sessões para o evento digital da Conferência da BYU para as Mulheres 2020 são filmadas.
A presidente Jean B. Bingham fala a um estúdio A vazio no campus da BYU em Provo, Utah, enquanto as sessões para o evento digital da Conferência da BYU para as Mulheres 2020 são filmadas. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

“Este ‘agora’ está repleto de grandes desafios, bem como grandes oportunidades”, mas também é um “momento sem precedentes de grandes oportunidades de crescimento pessoal”, continuou a presidente Bingham. “Estamos sendo lembradas das coisas de valor duradouro nas quais devemos focar nossa energia. Estamos aprendendo a compartilhar a mensagem do evangelho por meio da tecnologia, bem como de conexões pessoais. Estamos aumentando nossa compreensão do valor dos templos. Todos estes esforços fazem parte da coligação.”

A presidente Bingham e a irmã Eubank se concentraram em quatro maneiras-chave — ministrar, os esforços missionários, o trabalho do templo e de história da família, e cuidar dos necessitados — pelas quais as mulheres de hoje podem participar e ajudar na coligação de Israel, e dois exemplos compartilhados sobre o que as mulheres do mundo todo estão fazendo durante este momento singular da história.

Embora uma pandemia global pareça dificultar o trabalho de ministração, o trabalho missionário, o trabalho do templo e de história da família e o de cuidar dos outros, na verdade trouxe à tona a criatividade das pessoas, disse a irmã Eubank. No mundo todo, as mulheres da Sociedade de Socorro têm usado a tecnologia e outros recursos com criatividade para continuarem o trabalho de servir e amar uns aos outros em ambos os lados do véu. 

“Algo extraordinário não será interrompido por um pequeno distanciamento social”, disse, compartilhando exemplos de algumas maneiras pelas quais as mulheres continuaram a ministrar. 

A presidente Bingham comentou que as mulheres continuam a cumprir suas responsabilidades do convênio como discípulas de Cristo de “formas simples, mas notáveis”.

Por mais simples que possa parecer, coligar Israel significa apenas “aproximar a si mesmo, sua família e outros entes queridos — vivos e mortos — do nosso Pai Celestial e de Jesus Cristo”, continuou a irmã Eubank. E o dom do Espírito Santo é fundamental para este trabalho. 

Ela compartilhou uma citação —que diz manter no diário de estudo como lembrete constante da importância do Espírito Santo — do Élder Lawrence E. Corbridge, que se tornou Setenta Autoridade Geral emérita em outubro do ano passado: “A pior de todas as condições humanas é a mais comum: morrer espiritualmente. É ser afastado da presença de Deus e, nesta vida, Sua presença é Seu Espírito. … Por outro lado… a melhor de todas as condições humanas é ser investido de poder celestial; … ter o dom e a companhia do Espírito Santo, que é a fonte da revelação, da clareza, do amor, da paz, da confiança, da fé e de quase todas as coisas boas.”

A irmã Sharon Eubank fala a um estúdio A vazio no campus da BYU em Provo, Utah, enquanto as sessões para o evento digital da Conferência da BYU para as Mulheres 2020 são filmadas.
A irmã Sharon Eubank fala a um estúdio A vazio no campus da BYU em Provo, Utah, enquanto as sessões para o evento digital da Conferência da BYU para as Mulheres 2020 são filmadas. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

Em cada exemplo que as duas líderes compartilharam sobre mulheres que continuam seu trabalho de coligar Israel, o trabalho começou com uma pessoa disposta a ouvir o Espírito, observou a presidente Bingham. “O poder de alguém é realmente enorme”, disse. “Um por um e um passo de cada vez, e podemos realizar grandes coisas.”

Contando a história de uma mulher chamada Gene Bauer, a presidente Bingham descreveu como que, por meio do trabalho diligente e diário ao longo de quase 40 anos, Bauer conseguiu plantar mais de 1 milhão de narcisos em uma encosta remota na Califórnia. 

“O resultado de seu trabalho paciente, um de cada vez, foi este jardim incrivelmente bonito que cobria cinco acres”, disse a presidente Bingham.

E para compartilhar a generosidade de seu trabalho, todos os anos Bauer convidava qualquer pessoa que quisesse, a “vir e ver, apreciar as lindas cores, desfrutar da calma atmosfera natural e aproveitar as belezas das criações de Deus — tudo de graça”.

Aprenda mais sobre aquele que foi compartilhado durante o evento de Irmã para Irmã da Conferência da BYU para as Mulheres 2020

Com a ajuda do Senhor, cada indivíduo pode realizar coisas magníficas, disse a presidente Bingham. “E se unirmos nossos pequenos esforços, imaginem quanta influência para o bem poderemos ter sobre o mundo ao nosso redor.”

Muitas vezes, é fácil sentirmos que nossas contribuições não se comparam às dos outros, disse a irmã Eubank. Mas o exemplo do Salvador ensina que “o serviço significativo não precisa ser chamativo ou amplamente conhecido para ter grande valor”.

Como o desabrochar de uma planta de gengibre à noite, que parece singela durante o dia e floresce apenas nas horas mais escuras, às vezes os indivíduos podem florescer e mostrar seu melhor lado em lugares ou circunstâncias improváveis, disse. “Tenham certeza de que seus esforços estão fazendo a diferença e que são bons o suficiente.”

O estúdio A vazio no campus da BYU em Provo, Utah, é montado para filmar as várias sessões do evento digital da Conferência da BYU para as Mulheres 2020.
O estúdio A vazio no campus da BYU em Provo, Utah, é montado para filmar as várias sessões do evento digital da Conferência da BYU para as Mulheres 2020. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

Embora o mundo esteja compreensivelmente estressado física, econômica e emocionalmente, os membros da Igreja têm uma vantagem por causa do “conhecimento e testemunho do evangelho”, disse a presidente Bingham. “Sua força espiritual pode ajudá-las, não só a lidar com os desafios atuais, mas também a serem resilientes diante deles.”

De certa forma, “estas circunstâncias atuais são uma bênção”, continuou, “porque estão nos forçando a priorizarmos, simplificarmos, sermos intencionais e criativas”.

Encerrando com uma citação que se encontra nos escritórios da presidência da Sociedade de Socorro em Salt Lake City, a presidente Bingham lembrou: “Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece” (Filipenses 4:13).