‘Os esforços de cada indivíduo importam’, disse o Élder Christofferson para missionários no CTM em casa

O esforço individual de cada missionário santo dos últimos dias faz a diferença na realização do trabalho do Senhor nesta última e grande dispensação, disse o Élder D. Todd Christofferson em uma recente transmissão para os missionários.

“Sempre foi verdade, especialmente com os missionários, que os esforços de cada indivíduo importam”, disse o membro do Quórum dos Doze Apóstolos. “Há relativamente poucos de nós, e uma parte muito significativa do mundo, que ainda não ouviu o evangelho de Jesus Cristo. Se apenas um de nós se desanimar de fazer bem seu trabalho, isto atrasa todo o resto. E cada um que é diligente afeta o trabalho de forma positiva, mesmo que ele ou ela não se dê conta ou veja o que fez.”

Falando de um escritório que foi ocupado por Brigham Young no final dos anos de 1800 no centro de Salt Lake City, o Élder Christofferson falou para os missionários que estão recebendo treinamento do CTM online sobre o tema, “Por meio de coisas pequenas e simples”.

Devido à pandemia de COVID-19, os missionários estão atualmente sendo treinados via tecnologia nos “Centros de Treinamento Missionário” em casa.

Élder D. Todd Christofferson fala aos missionários recebendo treinamento do CTM em casa por meio da tecnologia, com transmissão a partir do Escritório de Brigham Young na Beehive House (Casa da Colmeia) em Salt Lake City. O devocional foi divulgado no dia 14 de maio de 2020.
Élder D. Todd Christofferson fala aos missionários recebendo treinamento do CTM em casa por meio da tecnologia, com transmissão a partir do Escritório de Brigham Young na Beehive House (Casa da Colmeia) em Salt Lake City. O devocional foi divulgado no dia 14 de maio de 2020. Credit: Sarah Jane Weaver

Os presidentes subsequentes da Igreja, John Taylor, Wilford Woodruff, Lorenzo Snow e Joseph F. Smith, também ocuparam o escritório que foi de Brigham Young. Por mais de 60 anos, o escritório e outro escritório adjacente foram a sede administrativa da Igreja.

“Com a marca do 200º aniversário da Primeira Visão e do início da Restauração, vemos que a Igreja Restaurada se tornou forte, mesmo tendo um início muito humilde”, disse o Élder Christofferson. “Membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias nas gerações anteriores fizeram tudo o que podiam com muito pouco e escassos recursos para estabelecer e aumentar o reino de Deus dos últimos dias. O progresso era lento e a perseguição era às vezes intensa, mas eles foram diligentes. 

“Fizeram sua parte em sua época como esperamos fazer nossa parte na nossa.”

Em 1947, no 100º aniversário da chegada dos pioneiros ao Vale do Lago Salgado, o número de membros tinha acabado de atingir a marca de 1 milhão. Dos quase 20 milhões de pessoas que foram batizadas até hoje nesta dispensação, cerca de 85% vivem hoje. 

“Muito foi alcançado desde os dias em que o Presidente Brigham Young presidiu a Igreja a partir deste pequeno escritório, mas muito ainda terá que ser feito antes que a Restauração esteja completa e todas as coisas estejam prontas para o retorno do Senhor”, disse o Élder Christofferson.

“Isto significa que ‘este evangelho do Reino [deverá ser] pregado em todo o mundo como testemunho a todas as nações’ (Joseph Smith – Mateus 1:31), e então chegará o fim. Isso não será realizado em um grande evento, mas pelas pequenas e simples contribuições que todos nós fazemos.”

Citando o Presidente M. Russell Ballard, Élder Christofferson falou do trabalho realizado pelas abelhas em uma colmeia; para produzir apenas 450 gramas de mel, uma colmeia média, de 20.000 a 60.000 abelhas, deve visitar coletivamente milhões de flores e viajar o equivalente a duas voltas ao redor do mundo.

“Podemos facilmente ver como esta analogia se aplica a nós”, disse o Élder Christofferson. “É interessante que o tamanho de uma colmeia grande seja de aproximadamente 60.000 abelhas, o que é quase o mesmo número de missionários de tempo integral que estão servindo hoje.”

O produto da nossa “colmeia missionária”, como o mel, é doce –– a doce redenção e salvação.

Élder D. Todd Christofferson e sua esposa, a irmã Kathy Christofferson, se preparam para a transmissão para os missionários, a partir do Escritório de Brigham Young na Beehive House (Casa da Colmeia) em Salt Lake City. O devocional foi divulgado no dia 14 de maio de 2020.
Élder D. Todd Christofferson e sua esposa, a irmã Kathy Christofferson, se preparam para a transmissão para os missionários, a partir do Escritório de Brigham Young na Beehive House (Casa da Colmeia) em Salt Lake City. O devocional foi divulgado no dia 14 de maio de 2020. Credit: Sarah Jane Weaver

“No entanto, conforme olhamos para o mundo à nossa volta neste momento, talvez nos perguntemos como podemos fazer qualquer diferença significativa”, disse. “As regulamentações governamentais para combater a pandemia de COVID-19 restringem muito daquilo que tradicionalmente fazemos como missionários. … Mas os líderes das missões e missionários estão encontrando novas maneiras de ‘coletar néctar e fazer mel’ por assim dizer.”

Este é o trabalho do Senhor e Ele o está realizando, disse. “Por causa de Seu poder, mesmo nossos [pequenos esforços] serão suficientes para realizar Seus propósitos em levar o evangelho restaurado a todas as nações.” 

Quando Brigham Young usou seu escritório no centro de Salt Lake City, os santos estavam lutando para sobreviver e estabelecer o reino de Deus na Terra em um deserto isolado. No entanto, a Igreja estava enviando homens solteiros, casados e alguns casais com filhos como missionários para outras partes dos Estados Unidos, para as Ilhas do Pacífico, para o México e América do Sul, e para partes da Europa.

“Daquele dia até hoje, os pequenos e alegres esforços de milhões de membros da Igreja, ampliados pelo Senhor, realizaram grandes coisas”, disse. “Brigham Young fez sua parte, assim como milhares de outros homens e mulheres naquele dia e desde então. A sede da Igreja expandiu tremendamente, mas o mais importante, o trabalho de coligar e preparar um povo do convênio expandiu exponencialmente.” 

Em setembro passado, o Élder Christofferson passou parte de um dia no Centro de Visitantes da Igreja no local da Restauração do Sacerdócio, que costumava ser conhecido como Harmony, na Pensilvânia. O local inclui uma recriação (em seu alicerce original) da pequena casa de Joseph e Emma, onde o Profeta, assistido por Oliver Cowdery como escriba, traduziu mais de 70% do Livro de Mórmon.

“Enquanto estava nesta sala contemplando o que tinha acontecido lá … tive um profundo entendimento de como o Senhor realiza Seu trabalho por meios pequenos e simples, fazendo com que grandes coisas aconteçam…”, disse. “Deste empreendimento surgiu o mais poderoso testemunho escrito do Senhor Jesus Cristo que existe. O Livro de Mórmon é um convincente apoio para a Bíblia Sagrada, e o instrumento preparado por Deus para a coligação de Israel nestes últimos dias, há tanto profetizada.”

É só com o Livro de Mórmon que os missionários serão capazes de levar o evangelho a todas as nações da Terra.

“Desde 1830 até hoje, milhares e milhares de missionários, agora incluindo vocês, se uniram às fileiras daqueles que são chamados a servir.” 

Élder D. Todd Christofferson e sua esposa, a irmã Kathy Christofferson, saem da Beehive House (Casa da Colmeia) após uma transmissão para os missionários, a partir do Escritório de Brigham Young. O devocional foi divulgado no dia 14 de maio de 2020.
Élder D. Todd Christofferson e sua esposa, a irmã Kathy Christofferson, saem da Beehive House (Casa da Colmeia) após uma transmissão para os missionários, a partir do Escritório de Brigham Young. O devocional foi divulgado no dia 14 de maio de 2020. Credit: Sarah Jane Weaver

O Élder Christofferson sugeriu várias “coisas pequenas e simples” que resultarão em uma ótima missão:

  • Levantem-se na hora certa. “Sua missão tem uma programação diária prescrita que inclui levantar todas as manhãs em um determinado horário, geralmente às 6:30”, disse. “Esta é uma pequena, mas importante parte da disciplina missionária, porque torna possível que vocês organizem o dia e cumpram seu propósito todos os dias para que no final tenham uma missão cheia de dias em que serviram ao Senhor, e não simplesmente passaram o tempo.” 
  • Façam um estudo sério das escrituras. “O tempo de estudo individual e com o companheiro são programados em seu planejamento diário, mas o que ganham desse tempo depende se vocês são pessoas que fazem um estudo sério e intencional do Livro de Mórmon e das outras Obras Padrão”, disse. “Estudem para entenderem e responderem suas próprias perguntas.”
  • Estejam em harmonia com seu companheiro. “Um companheirismo unificado é uma verdadeira força para o bem”, disse. “A unidade não é alcançada sem esforço pois, entre duas pessoas, sempre haverá opiniões, expectativas e maneiras diferentes de fazer as coisas, mas o respeito de fraternidade e irmandade, bem como o amor, podem superar as diferenças.”
  • Abram a boca. “O Senhor ama os missionários que não têm vergonha de falar a Seu respeito”, disse o Élder Christofferson. “Falar com amigos e estranhos sobre o evangelho é um trabalho missionário em sua forma mais simples e pura. Ao abrirem a boca, mesmo que estejam com medo ou ansiosos com o que as pessoas vão pensar ou como reagirão, vocês sentirão a aprovação do Salvador.” 
  • Orem por aqueles a quem vocês ensinam. “Talvez não seja necessário dizer, mas é ao orar por aqueles a quem vocês estão ensinando que seu amor por eles crescerá e a inspiração divina sobre a melhor maneira de ensiná-los e acompanhá-los virá”, disse. “Orem para sentirem o que nosso Pai Celestial sente por eles e para saberem o que Ele sabe que irá ajudá-los a ministrar da maneira mais apropriada.”
  • Orem por vocês mesmos. “Seu Pai Celestial quer ouvi-los, e conforme orarem a Ele em nome de Jesus Cristo, Ele irá ouvi-los”, disse. “Vocês são os emissários do Salvador, fazendo Seu trabalho, e Ele quer abençoá-los.” 
  • Sejam consistentes. “Trabalhem consistentemente em um ritmo que seja exigente, mas sustentável, e não se preocupem com quem reconhece ou aprecia suas contribuições”, ensinou. “No fim, isso é algo a ser resolvido entre vocês e o Senhor”. 
  • Prestem testemunho com frequência. “Oportunidades surgem muitas vezes e naturalmente no serviço missionário para prestar testemunho do plano de felicidade de nosso Pai Celestial, do Salvador e de Sua Expiação, da Restauração e do Profeta Joseph Smith, bem como da veracidade do Livro de Mórmon”, disse. “Aproveitem ao máximo essas oportunidades.”
  • Busquem dons espirituais. “Por terem recebido o dom do Espírito Santo, vocês têm o direito de receberem, através Dele, dons espirituais específicos, de acordo com a vontade e sabedoria de Deus”, disse o Élder Christofferson. “Vocês sempre podem orar para que o Senhor lhes conceda os dons de que precisam para fazerem seu trabalho do dia a dia e de momento a momento.”

Haverá outras coisas que virão à sua mente para se concentrarem, “e que se aplicam especificamente a vocês e à sua missão”, disse. “E o Senhor irá guiá-los. Apenas tenham a intenção de fazer alegremente o que puderem em cada dia de sua missão.”

É verdade, disse, as pessoas são fracas. “Não somos especiais em nenhum aspecto, mas Jesus Cristo é”, explicou. “Vocês carregam Seu nome. Vocês foram chamados pela autoridade do santo apostolado. Vocês receberam designações para missões por Seus apóstolos e foram designados pela autoridade apostólica delegada. Vocês carregam o mesmo testemunho de Jesus Cristo e de Sua Expiação que os apóstolos. Em espírito de oração, estabeleçam metas que estejam em harmonia com o mandamento do Salvador para ‘ensina[rem] todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo’ (Mateus 28:19).”