Élder Cook no Seminário para nova Liderança de Missão: O trabalho de ‘edificar’ a Igreja

Élder Quentin L. Cook tinha quase 7 anos em 1947, quando sua mãe lhe deu um livro sobre a história de seu bisavô, Heber C. Kimball.

Mesmo enquanto era menino, Élder Cook começou a entender a importância da obra missionária com o Élder Kimball, reconhecido pela Igreja como o primeiro presidente de missão de tempo integral.

Hoje, o chamado do antigo Apóstolo é uma “herança histórica notável” para outros que são chamados para presidir missões, Élder Cook disse.

Durante o Seminário para nova Liderança de Missão de 2020 em 26 de junho, o membro do Quórum dos Doze Apóstolos falou sobre o encargo do Senhor a todos os líderes de missão: “Vocês Devem Edificar Minha Igreja.”

Observando o legado de Heber C. Kimball, Élder Cook disse que 1837 foi uma época arriscada para todo o mundo. O pânico de 1837 tinha paralisado bancos e outros negócios, tanto nos Estados Unidos quanto na Grã-Bretanha. Ainda assim, durante este período difícil, o Espírito sussurrou ao profeta Joseph Smith para que chamasse o Élder Kimball para proclamar o evangelho na Inglaterra.

Emocionado, Heber ofereceu uma oração relutante com relação ao seu chamado para “pregar naquela terra, que é tão famosa em toda a cristandade pelo aprendizado, conhecimento e piedade.”

A “fé e obediência [de Kimball] prevaleceram”, Élder Cook disse.

Élder Quentin L. Cook, do Quórum dos Doze Apóstolos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, sentado em seu escritório no Edifício Administrativo da Igreja em Salt Lake City na quarta-feira, 24 de junho, falando sobre seu discurso em que citará um livro intitulado “Heber C. Kimball”.
Élder Quentin L. Cook, do Quórum dos Doze Apóstolos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, sentado em seu escritório no Edifício Administrativo da Igreja em Salt Lake City na quarta-feira, 24 de junho, falando sobre seu discurso em que citará um livro intitulado “Heber C. Kimball”. Credit: Scott G. Winterton, Deseret News

Heber registrou: “No momento em que entendi a vontade de meu Pai Celestial, me senti determinado a correr todos os perigos, acreditando que Ele me apoiaria com Seu poder onipotente … e embora minha família fosse importante para mim e teria que deixá-los quase destituídos, senti que a causa da verdade, o Evangelho de Cristo, superava qualquer outra consideração.”

Durante o seminário transmitido a 17 países, Élder Cook falou aos líderes de missão que os sentimentos de Heber C. Kimball podem ressoar como seus próprios sentimentos. “Mas podem imaginar como seria ser um presidente de missão sem nenhum membro, com nenhum edifício da Igreja — nem mesmo uma casa da missão e sem nenhum recurso?”

Em uma carta, Vilate, a esposa de Heber copiou a revelação que se tornaria a seção 112 de Doutrina e Convênios. A revelação foi recebida no dia em que o evangelho foi pregado inicialmente na Inglaterra, em 23 de julho de 1837, disse Élder Cook.

Notando que muito poderia ser dito sobre esta revelação, Élder Cook destacou Doutrina e Convênios 112:21 e 28 (itálicos adicionados) e falou aos líderes de missão que os versículos descrevem “cada um de vocês”:

“E digo-te também que todos os que enviares em meu nome pela voz de teus irmãos, os Doze, devidamente recomendados e autorizados por ti, terão poder para abrir a porta de meu reino a toda nação a que os enviares. … Purificai o coração diante de mim; e depois ide por todo o mundo e pregai meu evangelho a toda criatura que não o tiver recebido.”

Porque “a maioria dos missionários estão engajados em encontrar e ensinar com métodos que são extremamente diferentes daqueles usados no passado”, agora é um momento animador para começar o serviço missionário, disse Élder Cook.

Élder Quentin L. Cook, do Quórum dos Doze Apóstolos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, sentado em seu escritório no Edifício Administrativo da Igreja em Salt Lake City na quarta-feira, 24 de junho de 2020, e segura um livro intitulado “Heber C. Kimball”, que citou no seu discurso no Seminário para nova Liderança de Missão de 2020.
Élder Quentin L. Cook, do Quórum dos Doze Apóstolos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, sentado em seu escritório no Edifício Administrativo da Igreja em Salt Lake City na quarta-feira, 24 de junho de 2020, e segura um livro intitulado “Heber C. Kimball”, que citou no seu discurso no Seminário para nova Liderança de Missão de 2020. Credit: Scott G. Winterton, Deseret News

“Estamos em um novo mundo conectado à internet e de mídias sociais”, disse. “Vocês e seus missionários podem estar entre os ‘desbravadores espirituais’ para realmente proclamar o evangelho de Jesus Cristo neste mundo conectado à Internet. Temos a obrigação, nesta dispensação, de preparar o mundo para a Segunda Vinda de Jesus Cristo.”

Élder Cook chamou a responsabilidade dos líderes de missão — “Vocês Devem Edificar Minha Igreja” — de “direto e profundo”.

Doutrina e Convênios 10, recebida pelo profeta Joseph Smith em 1829, detalha os desafios do profeta e contém alguns princípios fundamentais da obra missionária. A seção aborda o manuscrito perdido e o plano do adversário de destruir a obra.

Então, o Senhor informa Joseph de que não trouxe o evangelho à tona para destruir aquilo que as pessoas já haviam recebido, mas para “edificar minha igreja” (Doutrina e Convênios 10:54), disse Élder Cook.

Dois anos depois, em janeiro de 1831, a doutrina essencial da responsabilidade de se fazer a obra missionária foi fornecida na seção 39 de Doutrina e Convênios: “Tu és chamado para trabalhar em minha vinha e para edificar minha igreja e para trazer Sião à luz, para que se regozije sobre os montes e floresça” (Doutrina e Convênios 39:13).

“Como iremos ‘edificar a Igreja?’” perguntou Élder Cook. “Com referência ao uso das escrituras, a palavra ‘edificar’ é definida no dicionário Noah Webster de 1828 da seguinte forma: ‘aumentar e fortalecer; cimentar e unir juntos; resolver ou estabelecer e preservar.’”

Missionários podem ajudar a “edificar” a Igreja de várias maneiras, disse, enfatizando três.

Primeiro, ensinem os missionários a entenderem que é o Senhor quem estabelecerá a Igreja. Os missionários precisam seguir os sussurros do Espírito. Esta é a obra do Senhor.

Wilford Woodruff, na Inglaterra, é um maravilhoso exemplo de ir aonde o Espírito lhe dirigiu, disse Élder Cook. “Ele estava tendo sucesso e o Espírito lhe falou para ir para o sul. Ele viajou 129 km ao sul, onde pessoas estavam orando por luz e verdade. Ao todo, cerca de 1800 pessoas foram batizadas naquele novo campo de trabalho.

“Creio que neste mundo, conectado à internet, os missionários precisarão se aproximar do Espírito e seguir inspirações para se aproximar às pessoas de formas que talvez não possam compreender completamente. O Espírito pode nos guiar sobre como advertir o mundo de maneiras que excedam em muito aquilo que Wilford Woodruff vivenciou.”

Segundo, ajudamos a fortalecer a Igreja ao trabalharmos com os membros e líderes de ala e estaca.

Quando os missionários amam e servem a ala ou ramo, “ajudam a edificar a Igreja”, disse Élder Cook. “Quando ganham o amor e apoio dos membros, não apenas reativam e edificam a fé, mas também batizam. Os relacionamentos que desenvolvem com membros da Igreja os abençoarão pelo resto de suas vidas.”

Missionários precisarão aprender a se relacionarem com os membros. Eles precisam entender o impacto que podem ter se “forem calorosos, amigáveis, amarem as pessoas e realmente quiserem servir”, disse.

A terceira maneira que vocês podem ajudar a fortalecer a Igreja é preparando missionários para servirem no futuro como pais e mães, professores e líderes da Igreja.

“Um missionário é o seu primeiro e mais importante converso”, enfatizou Élder Cook. “O papel que vocês, líderes de missão, têm em ajudar cada missionário individualmente a obter uma conversão permanente e duradoura vai além da habilidade de palavras para ser descrito.”

Élder Quentin L. Cook fala durante o Seminário para nova Liderança de Missão de 2020.
Élder Quentin L. Cook fala durante o Seminário para nova Liderança de Missão de 2020. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

O “poder essencial da missão” é que aqueles que são chamados para servir passam muito menos tempo pensando em si mesmos e em suas metas pessoais, disse Élder Cook. “Em seu melhor momento, se tornam completamente imersos na adoração e serviço do Senhor Jesus Cristo ao aprender Sua doutrina e se esforçando para trazer salvação e exaltação para Seus filhos.

“Quando os missionários se tornam parte de um time de missão, onde cada sucesso pertence ao Senhor porque Ele estabeleceu Sua Igreja, então a missão inteira é abençoada. Quando isto ocorre, os missionários estão sintonizados com o Espírito.”

Élder Cook falou sobre o impacto que seu presidente de missão teve em sua vida ao citar palavras de Winston Churchill, uma vez usadas para descrever um ótimo contemporâneo: “Ele acendeu fogueiras que ainda estão queimando; ele soou trombetas cujos ecos ainda chamam soldados teimosos para o campo.”

Para os líderes de missão, concluiu: “Minha oração é que vocês acendam fogueiras espirituais que brilharão nas vidas dos seus missionários, que vocês soem as trombetas doutrinárias que ecoarão nos corações e mentes dos seus missionários durante suas vidas, e que vocês sejam abençoados conforme avançarem ajudando o Senhor a edificar e estabelecer Sua Igreja.”