Presidente Jones diz aos pais como assentarem ‘pedras de esquina’ no desenvolvimento do testemunho dos filhos

Danil sempre sonhou em se alistar no exército. Desde que era menino, aprendeu tudo o que pôde sobre isso. Ser soldado era seu maior desejo.

Um dia, ele e sua família participaram da dedicação do Templo de Kiev Ucrânia. Quando o Presidente Thomas S. Monson selou simbolicamente a pedra de esquina do templo, convidou Danil para ajudá-lo. Ele disse a Danil que se tornaria um bom missionário, e Danil disse: “Tive na alma um sentimento de que o Espírito estava me envolvendo. Senti o amor de Deus muito fortemente.”

Ele compartilhou sua experiência na revista Meu Amigo, dizendo que era uma criança, “Uma em um milhão”.

Em um vídeo no Facebook em setembro de 2020, o élder Danil Khilobok, que está servindo na Missão Ucrânia Dnipro, compartilha algumas palavras sobre ter sido convidado pelo Presidente Monson para colocar argamassa na pedra de esquina do Templo de Kiev Ucrânia quando criança.
Em um vídeo no Facebook em setembro de 2020, o élder Danil Khilobok, que está servindo na Missão Ucrânia Dnipro, compartilha algumas palavras sobre ter sido convidado pelo Presidente Monson para colocar argamassa na pedra de esquina do Templo de Kiev Ucrânia quando criança. Credit: Captura de tela

Dez anos depois, aos 18 anos, Danil chegou a um momento decisivo na vida. Ele tinha uma decisão importante a tomar entre escolher se alistar para o serviço militar ou servir uma missão de tempo integral.

Após orar e estudar as escrituras diligentemente, Danil leu Mosias 28:3: “Ora, eles desejavam que a salvação fosse declarada a toda criatura, porque não podiam suportar que qualquer alma humana se perdesse.”

Essa foi a resposta dele. Queria salvar almas. Danil escolheu se alistar no Exército do Senhor, e o Livro de Mórmon se tornou sua “arma”.

A “pedra de esquina”, assentada em sua vida anos antes, o ajudou a estabelecer um forte alicerce sobre o qual ele continuou a construir. Ele permaneceu no caminho do convênio e hoje o élder Danil Khilobok está servindo como missionário de tempo integral na Missão Ucrânia Dnipro.

Духовная Aрмия Иисуса Христа

Многие задаются вопросом зачем мы едим на Миссию? Зачем мы это делаем? Какая цель? Я вам скажу почему я здесь, и что я делаю на Миссии, и чего мне это стоило.Я один из миллионов: https://www.churchofjesuschrist.org/children/videos/million?lang=eng&videoId=1270877864001

Posted by Церковь Иисуса Христа Святых последних дней – Украинская Днепровская Миссия on Tuesday, July 14, 2020

Quais são algumas das “pedras de esquina” que podemos ajudar nossos filhos a assentarem e sobre as quais poderão fortalecer seu testemunho, se sentirem encorajados a permanecerem no caminho do convênio e se prepararem para o serviço nos templos e do sacerdócio? Em nosso papel divinamente designado como pais, de que modo podemos ajudá-los ativamente a se engajarem no trabalho de salvação e exaltação? 

Podemos começar com a “pedra de esquina” de ajudarmos nossos filhos a entenderem sua identidade divina. Toda criança precisa saber a frase “Sou filho de Deus” — filho ou filha de um Pai Celestial amoroso. Esta verdade fundamental é a peça central do glorioso plano de salvação de nosso Pai. Nosso ensino centralizado em casa pode introduzir e reforçar esta forte base que servirá como uma âncora ao longo da vida deles. 

Outra “pedra de esquina” é seguir o profeta. Mesmo em momentos em que não podemos frequentar o templo, o Presidente Russell M. Nelson nos convidou dizendo: “Conversem a respeito do templo com sua família e com seus amigos. Por Jesus Cristo ser o centro de tudo que fazemos no templo, quando pensarem mais a respeito do templo vocês estarão pensando mais Nele” (“Prosseguir com fé”, Conferência Geral de Abril de 2020).

A irmã Joy D. Jones, presidente geral da Primâria.
A irmã Joy D. Jones, presidente geral da Primâria. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

Considere se sentar com seu filho em espírito de oração, olhando nos olhos dele ou dela, e compartilhar suas próprias experiências, sentimentos e testemunhos sobre a casa do Senhor. Convide o Espírito para ensinar a vocês dois, e ficarão surpresos com o que aprenderão.

Um acompanhamento natural dessas conversas pode ser a pedra de esquina de aprender sobre os familiares das crianças em ambos os lados do véu. Conte-lhes histórias daqueles que já partiram. Ajude-os a terem um alegre sentimento de pertencimento! “Eu gosto de ver o templo, Ali eu hei de entrar”, (Músicas para Crianças, p. 99) vai se tornar mais do que uma canção, será um desejo no coração deles.

Élder David A. Bednar, do Quórum dos Doze Apóstolos, declarou: “Voltar o coração dos filhos a seus próprios pais e realizar a pesquisa de história da família e as ordenanças vicárias no templo são trabalhos que abençoam as pessoas em ambos os lados do véu. Ao nos envolvermos profundamente nesse trabalho sagrado, estaremos obedecendo aos mandamentos de amarmos e servirmos a Deus e ao próximo. E esse serviço abnegado nos ajuda a verdadeiramente ‘ouvir o Senhor!’ e nos achegar ao Salvador” (“Que essa casa seja construída ao Meu nome”, Conferência Geral de Abril de 2020).

O Senhor nos deu todas as ferramentas centralizadas em casa de que precisamos para ajudarmos Seus filhos a se prepararem para o serviço no templo e do sacerdócio. Élder Gary E. Stevenson, do Quórum dos Doze Apóstolos, compartilhou o seguinte pensamento: “O que são as pedras de esquina espirituais em nossa vida pessoal e familiar? Podem ser princípios simples, claros e preciosos de viver o evangelho, como a oração em família; o estudo das escrituras, o que inclui o Livro de Mórmon; a frequência ao templo e o aprendizado do evangelho por meio do ‘Vem e Segue-Me’ e de reuniões familiares” (“Um bom fundamento para o futuro”, Conferência Geral de Abril de 2020).

Começando com seu primeiro convênio do batismo e recebendo o dom do Espírito Santo, podemos ajudar as crianças a colocarem “pedras de esquina” adicionais para ajudá-las a continuarem no caminho do convênio. Cada criança pode ser “uma em um milhão” no Exército do Senhor, ao fazerem parte da “família de Deus; edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, de que Jesus Cristo é a principal pedra da esquina; no qual todo o edifício, bem ajustado, cresce para templo santo no Senhor” (Efésios 2:19-21).