Élder Andersen compartilha três lições do nascimento e vida de Cristo no devocional de Natal para missionários

Cinco décadas atrás, como um jovem missionário de tempo integral na França, Élder Neil L. Andersen não poderia ter imaginado que um dia serviria como membro do Quórum dos Doze Apóstolos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. 

“Como um Apóstolo ordenado do Senhor Jesus Cristo, testifico-lhes que, por meio de experiências sagradas, momentos especiais e sentimentos preciosos e poderosos, tenho um conhecimento exato e absoluto de que Jesus é o Cristo, que Ele vive e que Ele ressuscitou. Ele é exatamente quem O proclamamos ser.”

No Natal de 1970, Élder Andersen concluiu suas seis semanas de estudo da língua francesa no Centro de Treinamento Missionário em Provo, Utah. Na véspera do ano novo, ele já servia em um pequeno ramo em Perigueux, França.

E para o Natal de 2020, Élder Andersen compartilhou com os missionários de todo o mundo, três lições do nascimento e vida de Jesus Cristo.

“Primeiro, existe uma grande felicidade ao se confiar em Deus e ter Sua confiança” disse. “Segundo: Só porque algo vem de Deus, como seu chamado missionário, não significa que não haverá dificuldades. E por último, Jesus nasceu como o Filho divino de Deus, mas ainda teve que crescer ‘de graça em graça.’”

O Apóstolo e sua esposa, a irmã Kathy Andersen, discursaram durante o devocional de Natal divulgado na quarta-feira, dia 23 de dezembro, transmitido pelo portal online para missionários.  

Élder Marcus B. Nash, Setenta Autoridade Geral e Diretor Executivo do Departamento Missionário, conduziu o devocional, com disponibilidade antecipada para acomodar fusos horários globais, datas internacionais e feriados.

Élder Neil L. Andersen, do Quórum dos Doze Apóstolos, e sua esposa, a irmã Kathy Andersen, descansam após gravarem o devocional de Natal para missionários que começou a ser transmitido aos missionários do mundo todo a partir do dia 23 de dezembro.
Élder Neil L. Andersen, do Quórum dos Doze Apóstolos, e sua esposa, a irmã Kathy Andersen, descansam após gravarem o devocional de Natal para missionários que começou a ser transmitido aos missionários do mundo todo a partir do dia 23 de dezembro. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

Em nome do Presidente Russell M. Nelson, da Primeira Presidência e do Quórum dos Doze Apóstolos, Élder Andersen — membro do Conselho Executivo Missionário da Igreja — expressou amor e apreciação aos missionários pelo seu serviço e sacrifício.

“Daqui a algumas décadas, as pessoas lhes perguntarão: ‘Quando foi que você serviu sua missão?’”, disse ele. “E você responderá que foi durante a pandemia de COVID-19. Será uma época jamais esquecida. Foi preciso ter coragem para servir uma missão durante esta época notável.”

Após um vídeo de seus netos compartilhando a história de Natal, Élder Andersen convidou a irmã Andersen a discursar, expressando sua gratidão e amor por ela e chamando-a de “uma verdadeira discípula de Jesus Cristo.”

A irmã Andersen contou sobre o primeiro presente de Natal que recebeu de seu esposo — um anel de noivado que ele mesmo havia lindamente embrulhado. “Eu aprecio cada Natal abençoado que tenho passado com ele,” disse ela. “Agora, 46 anos depois, compartilhamos nosso Natal com nossos filhos, netos e bisnetos.”

Mensagem para um neto missionário

Em seus comentários, a irmã Andersen leu a carta de Natal que enviou a seu neto missionário, élder Michael Ebert, que está servindo em Botsuana, na África. “Mesmo que cada detalhe não se aplique a vocês,” disse aos missionários, “penso que encontrarão muitas semelhanças entre sua experiência e a de nosso neto.”

Devido à recente mudança de uma designação temporária no Texas para Botsuana, os presentes da família dele talvez não cheguem, disse a irmã Andersen, observando que os pacotes chegaram com um mês de atraso em seu primeiro Natal como missionário.

O jovem Élder Neil L. Andersen, servindo como missionário de tempo integral na França, de 1970-1972.
O jovem Élder Neil L. Andersen, servindo como missionário de tempo integral na França, de 1970-1972. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

“Então, na manhã de Natal, com nenhum presente para abrir, ele e seu companheiro fizeram donuts, colocaram-nos em pequenas embalagens e entregaram às pessoas que estavam ensinando,” disse ela. “Papi nunca se esqueceu desse Natal por causa do sentimento que teve ao prestar testemunho do Salvador e presentear os outros.”

O élder Ebert passará o Natal em Serowe, Botsuana, oferecendo um presente maior do que qualquer pacote embrulhado debaixo de uma árvore, disse a irmã Andersen a seu neto.

“Neste Natal, você prestará testemunho daquele pequeno bebê, o Cristo menino, o Salvador nascido naquele primeiro Natal, que retornará em sua majestade e glória como o Rei dos reis, Senhor dos senhores, e crianças, homens e mulheres em Serowe O verão em nuvens de glória, com todos os Seus santos anjos, no mesmo exato momento em que as pessoas das grandes cidades de Londres, Paris, Nova York e Hong Kong O verão. As pessoas em Serowe são tão importantes quanto todas as outras pessoas na Terra. E você, Michael, foi enviado por Ele, a este lugar e pessoas, neste importante momento.

Ela comparou seu serviço missionário com as vezes em que ele segurou a estrela, enquanto membros da família interpretavam a cena da Natividade. “Você irá segurar a estrela porque foi designado como um missionário para o Bebê de Belém e Rei dos reis. As pessoas serão guiadas a Ele e poderão encontrá-Lo por sua causa.

A irmã Andersen acrescentou: “Oramos para que interprete sua parte com nobreza. Segure a estrela de Belém bem alto e deixe-a brilhar intensamente neste Natal — porque o Filho de Deus vive.”

Três lições do nascimento de Cristo

Reconhecendo muitas lições baseadas no nascimento e infância do Salvador, Élder Andersen salientou três lições que os missionários podem aplicar ao seu serviço.

1. Existe uma grande felicidade ao se confiar em Deus e ter Sua confiança.

Cada missionário tem a confiança do Pai Celestial e de Seu Filho para compartilhar a verdade, proferir Seus nomes com convicção, confirmar na mente dos que acreditam que Jesus Cristo é realmente o Filho de Deus, e ajudar aqueles que procuram sinceramente, a ponderarem e orarem a respeito da veracidade do Salvador e da restauração do Seu evangelho, disse Élder Andersen.

Ele pediu aos missionários que pensassem na confiança que Deus tinha em Maria para trazer Seu Filho Unigênito ao mundo e para ser Sua mãe durante Sua missão terrena, e em José para casar-se com Maria, que estava grávida.

“Maria daria à luz ao Filho de Deus. José seria Seu tutor terreno, para cuidar Dele e sustentá-Lo. Maria e José confiaram em Deus, e Deus confiou em Maria e José.”

Uma cena do vídeo “O Menino Jesus” produzido por A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias mostra Maria e José com o recém-nascido bebê Jesus.
Uma cena do vídeo “O Menino Jesus” produzido por A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias mostra Maria e José com o recém-nascido bebê Jesus. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

O Apóstolo pediu então aos missionários que pensassem no menino Jesus — “ninguém havia recebido tanta confiança, e ninguém havia confiado tanto em Deus.” Ele listou o papel pré-mortal de Cristo no plano do Pai Celestial, dando Sua glória a Deus, sendo o Unigênito do Pai e criando a Terra sob a direção do Pai.

“Ele viria à Terra nas mais humildes circunstâncias e salvaria o mundo da morte e do pecado. Pensem em como Ele sempre confiou em Seu Pai. Durante a última semana de Sua vida terrena, ao se preparar para Sua sagrada expiação e crucificação,” disse Élder Andersen, “Ele confiou em Seu Pai e teve a confiança Dele.”  

2. Só porque algo vem de Deus, não significa que não haverá dificuldades.

Élder Andersen falou sobre as dificuldades enfrentadas por Maria e José que levaram ao nascimento de Cristo, e mesmo além dele, incluindo a longa viagem e a falta de acomodações confortáveis.

Ele lembrou seus ouvintes de que suas missões são divinas, que são acompanhados pelo Espírito Santo, e que muitas vezes o trabalho claramente traz alegria. “E ainda assim, como sabem, só porque sua missão vem de Deus, não significa que não haverá dificuldades. Mesmo com milagres celestiais, o Senhor permite que essas experiências ocorram dentro da incerteza da mortalidade.

3. Jesus nasceu como o Filho divino de Deus, mas ainda teve que crescer ‘de graça em graça.’

Mostrando imagens que representam o menino Jesus sendo visitado pelos três reis e anos mais tarde ensinando aos 12 anos de idade no templo em Jerusalém, Élder Andersen disse: “Em sua juventude, Ele ouvia. Ele crescia. Ele tinha muitos anos pela frente antes de começar Sua sagrada missão.”

Uma cena do vídeo “O Menino Jesus” produzido por A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias mostra os reis magos entrando na presença do menino Jesus.
Uma cena do vídeo “O Menino Jesus” produzido por A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias mostra os reis magos entrando na presença do menino Jesus. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

Os próprios missionários ainda estão crescendo. “Embora tenham recebido um testemunho da veracidade das coisas que estão ensinando, vocês não sabem tudo. E por mais que tenham sentido o poder do entendimento espiritual, ainda estão crescendo espiritualmente.”

Nascido como o Filho divino de Deus, Jesus ainda teve que crescer de ‘graça em graça’ para tornar-se o Salvador do mundo, disse Élder Andersen. “Cada um de nós, embora tenhamos qualidades divinas para acreditarmos e fazermos o que é certo, desejarmos bondade e sermos quem quisermos, ainda precisamos crescer e nos tornarmos naqueles discípulos de Jesus Cristo que aspiramos nos tornar.”

Em conclusão, Élder Andersen deixou uma bênção apostólica sobre os missionários, “para que possam ver além do aqui e de agora, para que possam visualizar suas vidas, as décadas após sua missão e até mesmo a vida eterna, para que possam crescer em seu amor por Jesus Cristo e para que o testemunho que têm Dele possa estar cada vez mais firme e seguro em seus corações. Eu os abençoo para que, mesmo durante estes momentos difíceis da COVID-19, possam sentir Sua aprovação e saber que, ao confiarem Nele, terão Sua confiança.

“Testifico que Ele vive e que Ele é o Salvador do mundo.”