Élder Cook aos alunos da BYU-Idaho: Foquem no Salvador para se encontrarem no ‘Lado ensolarado da rua’ e terem alegria

Élder Quentin L. Cook, do Quórum dos Doze Apóstolos, viu pela primeira vez sua futura esposa, Mary, quando eles estavam na sétima série no Logan Junior High School. Apresentando-se no show de talentos da escola, ela entrou no palco com “um grande sorriso, loira, o cabelo quase branco, e brilhantes olhos azuis.”

Ela parecia “ter uma voz de soprano”, Élder Cook disse em um devocional virtual para os alunos no campus da BYU-Idaho na quarta-feira, dia 27 de janeiro. Em vez disso, com “sua voz de contralto, rica e madura”, ela fez uma incrível apresentação de uma canção popular chamada “No lado ensolarado da rua” [no inglês, “On the Sunny Side of the Street”].

Recitando a letra da música — “Pegue seu casaco, e pegue seu chapéu. Deixe suas preocupações para trás, Apenas dirija seu pé, Para o lado ensolarado da rua” — Élder Cook intitulou seus comentários com o título da canção.

Élder Cook, com 80 anos, celebrou em novembro passado, seu 58º aniversário de casamento com a irmã Cook — a qual descreveu como sendo calorosa, amável, amigável e justa. Ela passou sua vida no lado ensolarado da rua, disse ele.

“Ela modelou sua vida, no passado e agora, nos princípios justos ensinados no evangelho de Jesus Cristo …”, disse ele. “Em honra a Mary, e porque penso que é uma mensagem importante para vocês, gostaria de compartilhar alguns pensamentos sobre viver no lado ensolarado da rua. Quero que vocês sejam otimistas, felizes, com bom ânimo e também, unidos no e através do evangelho de Jesus Cristo para serem um no Salvador.”

Élder Quentin L. Cook, do Quórum dos Doze Apóstolos, disse em sua mensagem no devocional para alunos da BYU-Idaho que, se focarem sua vida no Salvador, eles se encontrarão no “Lado ensolarado da rua” e terão alegria – como sua esposa, a irmã Mary Cook, acima.
Élder Quentin L. Cook, do Quórum dos Doze Apóstolos, disse em sua mensagem no devocional para alunos da BYU-Idaho que, se focarem sua vida no Salvador, eles se encontrarão no “Lado ensolarado da rua” e terão alegria – como sua esposa, a irmã Mary Cook, acima. Credit: Sarah Jane Weaver

Élder Cook disse que, durante a Conferência Geral de Outubro de 2020, Presidente Dallin H. Oaks, primeiro conselheiro na Primeira Presidência, intitulou um de seus discursos como “Tende bom ânimo”. Sua mensagem declarou que, “Nossa fé inabalável na doutrina do evangelho restaurado de Jesus Cristo orienta nossos passos e nos concede alegria.”

Presidente Henry B. Eyring, segundo conselheiro na Primeira Presidência, também tem aconselhado os membros a serem “sabiamente otimistas em épocas tumultuosas.”

“Meu desejo hoje é para que entendam o quão importante é que vocês procurem ambos, tanto o lado ensolarado da rua, como serem unidos no nosso Salvador”, continuou Élder Cook.

Ser otimista e ter bom ânimo são decisões que todos podem fazer. “Tal atitude normalmente começa ao sermos gratos”, disse ele, expressando sua gratidão pelo Presidente Russell M. Nelson ter ensinado em novembro, este profundo princípio ao mundo todo. “Gratidão é o primeiro passo em direção ao otimismo e bom ânimo.”

Élder Cook disse aos alunos que eles têm muito para agradecer. “Vivemos na última dispensação e temos o evangelho restaurado de Jesus Cristo para, não apenas nos guiar, mas também prover-nos com um futuro brilhante e glorioso posteriormente”, comentou ele.

Esta grande universidade existe em um grande país, com um passado maravilhoso, ele adicionou. “Muitos que estão desanimados e desencorajados querem fazer uso de uma lente restrita e estreita para julgar nossos primeiros fundadores [dos Estados Unidos]. Embora estejam longe da perfeição, eles foram guiados a criarem documentos constitucionais, os quais têm abençoado e apoiado o país que abrigou a Restauração do evangelho de Jesus Cristo. Esses documentos inspirados foram monumentais e essenciais para se estabelecer a liberdade religiosa. A história fundadora que celebramos não é apenas um grande mito nacional.”

A doutrina e cultura do evangelho de Jesus Cristo é otimista, ensinou Élder Cook. “O plano de felicidade é o plano de um amoroso Pai Celestial para abençoar todos os Seus filhos. Não há limitações raciais ou culturais neste plano global.”

Élder Cook disse que ora para que “possamos compartilhar o evangelho mais plenamente com todos os filhos de nosso Pai. Também oro para que possamos ser unificados com diversidade, e nos tornarmos um com o Salvador.”

Élder Quentin L. Cook, do Quórum dos Doze Apóstolos, disse em sua mensagem no devocional para alunos da BYU-Idaho que, se focarem sua vida no Salvador, eles se encontrarão no “Lado ensolarado da rua” e terão alegria – como sua esposa, çΩ, acima.
Élder Quentin L. Cook, do Quórum dos Doze Apóstolos, disse em sua mensagem no devocional para alunos da BYU-Idaho que, se focarem sua vida no Salvador, eles se encontrarão no “Lado ensolarado da rua” e terão alegria – como sua esposa, çΩ, acima. Credit: Sarah Jane Weaver

No verão de 2019, Élder Cook falou para um grupo de judeus e santos dos últimos dias no Centro da BYU em Jerusalém – onde ele visitou locais sagrados, incluindo o “moldado para a eternidade” Jardim de Getsêmani.

“Amo a súplica da oração intercessora em nosso nome”, disse Élder Cook. “O Salvador reconheceu que o Pai O havia mandado e que Ele, o Salvador, fizera aquilo que fora enviado a fazer. Sua mensagem, ministério e exemplo já haviam ficado para trás Dele. Sua missão expiatória ainda estava claramente à frente. Ele orou pelos Seus Apóstolos, inclusive para que eles pudessem ser santificados através de Sua verdade. Ele também orou por aqueles que acreditariam em Jesus Cristo através das palavras de Seus Apóstolos. Aquela oração dirigida aos seguidores de Cristo, incluindo nós, foi a petição do Salvador a Seu Pai: “Para que todos sejam um como tu, ó Pai, és em mim, e eu, em ti; que também eles sejam um em nós” (João 17:21).

Unidade, disse Élder Cook, foi pelo que Cristo orou antes de ser traído e crucificado.

“O caminho da justiça é estabelecido pelo Senhor sobre simples, mas eternos princípios”, continuou, fazendo referência à revelação em Doutrina e Convênios 38, dada no início da Restauração em 1831. “Devemos estimar nossos irmãos e irmãs assim como nós mesmos. Devemos praticar virtude e santidade. Devemos ser um. Se não somos um, não somos Dele.”

Para sermos um, membros da Igreja podem aprender do passado e se preparar para o futuro, declarou Élder Cook.

O avô de Élder Cook, Crozier Kimball (Heber C. Kimball era o trisavô de Élder Cook), certa vez disse aos primos de Élder Cook, que cada um dos pioneiros deixou um legado do trabalho em conjunto.

“Precisamos uns dos outros”, disse Crozier Kimball para seus netos. “Além de compartilharmos nosso testemunho do evangelho uns com os outros, nossa responsabilidade é de amar, servir, fortalecer, nutrir, apoiar e sustentar cada um, especialmente em nossa família. Por favor, lembrem-se de que, nos últimos dias, sua sobrevivência poderá depender de seu desejo de trabalharem juntos, amarem e servirem.

Élder Cook perguntou aos alunos da BYU-Idaho: “Quais são alguns dos meios pelos quais podemos encontrar paz neste mundo dividido e polêmico?

“Podemos estar no mundo, mas não ser do mundo. Podemos decidir não deixar que a maldade, contenções e divisões do mundo invadam a santidade de nosso esforço conjunto para seguirmos e adorarmos o Salvador em nossas casas e famílias. Podemos viver no lado ensolarado da rua, ao ficarmos firmes no caminho do convênio. Embora não possamos controlar os outros, podemos alcançar a paz que vem da retidão pessoal”, comentou, referindo-se a Doutrina e Convênios 59:23.

Os alunos podem ter assistência neste esforço, à medida que compreendem, apreciam e aprendem das escrituras e da história da Igreja, incluindo a narrativa histórica da Igreja encontrada no livro “Santos”, disse Élder Cook.

“O exemplo de nossos ancestrais em todas as partes do mundo, sobrepujando dificuldades, fazendo sacrifícios e edificando sua fé para que fossem um em si próprios e no Salvador, é uma inspiração para cada um de nós, conforme enfrentamos provações e desafios” disse Élder Cook.

Neste ano, os santos dos últimos dias são abençoados por terem como currículo do “Vem, e segue-me”, tanto na Igreja quanto em casa, a História da Igreja e de Doutrina e Convênios.

“Podemos ser um em nossas congregações onde quer que estejamos”, continuou Élder Cook. “O apóstolo Paulo estava ciente de que os chamados, serviços e contribuições dos membros eram dramaticamente diferentes, mas igualmente importantes. Ele enfatizou aos coríntios a diversidade dos dons espirituais, assim como a fé, sabedoria e cura, explicando que a manifestação e dons do Espírito abençoou a todos (1 Coríntios 12: 1, 7-11). Ele também comparou as partes do corpo humano individualmente com o corpo da Igreja. Cada parte é importante para o corpo inteiro.”

Paulo observou: “… o olho não pode dizer à mão: Não tenho necessidade de ti; nem ainda a cabeça aos pés: Não tenho necessidade de vós … [mas] os membros do corpo que parecem ser os mais fracos são necessários.” Ele concluiu: “Ora, vós sois o corpo de Cristo, e membros em particular.” (1 Coríntios 12:15-27).

Élder Quentin L. Cook, do Quórum dos Doze Apóstolos, e sua esposa, a irmã Mary Cook, no dia de casamento em 1962.
Élder Quentin L. Cook, do Quórum dos Doze Apóstolos, e sua esposa, a irmã Mary Cook, no dia de casamento em 1962. Credit: Quentin L. Cook Facebook

Alguns membros têm dificuldade em sentir que são importantes e necessários para o corpo dos santos, disse Élder Cook. “O ponto levantado pelo Apóstolo Paulo era que cada membro é tanto necessário como importante.”

Outros membros sentem que seu chamado não é significante o suficiente, ou que a missão para onde foram chamados a servir não é bastante emocionante. “Nossa doutrina é clara: ‘No serviço do Senhor, não importa onde [você] serve, mas como servimos”, disse ele, citando um discurso de conferência proferido pelo Presidente Boyd K. Packer. “Além disso, algumas vezes sentimos que não somos capazes de desempenhar os chamados que recebemos.”

Sentir-se incapaz de realizar um trabalho não é algo raro, continuou Élder Cook. “Todo Apóstolo que conheço, incluindo eu mesmo, passa por este sentimento de inadequação quando chamados para o apostolado. Qualquer que seja nosso chamado, sabemos que não temos todas as qualidades e dons que pensamos serem necessários. Com o passar do tempo, nos damos conta que nenhuma pessoa, como o olho ou a mão do corpo, tem todas as qualidades necessárias para cumprir os propósitos do Senhor. Mas como uma ala, ramo ou quórum, de forma cumulativa, temos todos os dons e qualidades necessários para abençoarmos nossa própria vida e alcançarmos os propósitos que o Senhor tem reservado para nós.”

Ao final, Élder Cook prometeu à congregação virtual que “se focarem sua vida no Salvador, vocês estarão no ‘Lado ensolarado da rua’ e terão alegria.”

Ainda citando Presidente Nelson, ele disse: “… a alegria que sentimos tem pouco a ver com as circunstâncias de nossa vida e tem tudo a ver com o enfoque de nossa vida.”

Este enfoque, disse ele, “é o Salvador!”

“Testifico que, se estivermos determinados a viver no lado ensolarado da rua, com a luz do Salvador como nosso foco e guia, estaremos no caminho do convênio. Ao amarmos, seguirmos e adorarmos o Salvador, teremos paz neste mundo e vida eterna no mundo vindouro.”