Sarah Jane Weaver: 10 lições de liderança do President Russell M. Nelson

Durante os recentes meses de conflito político e instabilidade civil nos Estados Unidos, pude contemplar sua liderança. No processo, percebi que muito do que sei e sinto com respeito à liderança, aprendi ao observar o ministério do Presidente Russel M. Nelson. A seguir estão 10 lições:

  1. A liderança do Presidente Nelson promove união. Em outubro de 2018, enquanto o Presidente Nelson deixava o Palácio do Governo do Peru, ele intencionalmente deu o braço a Élder Gary E. Stevenson, do Quórum dos Doze Apóstolos, e ao Élder Enrique Falabella, Setenta Autoridade Geral. Em julho de 2019, Presidente Nelson discursou na convenção nacional da NAACP [Associação Nacional para o Progresso de Pessoas de Cor], em Detroit. Seguindo seu exemplo, os líderes da NAACP falaram primeiro sobre “darem os braços” e depois “atarem seus braços” com a Igreja e o Presidente Nelson.
  2. Sua liderança é inclusiva. Durante seu ministério na América do Sul em 2019, Presidente Nelson foi questionado em uma entrevista com Sergio Rubin, o biógrafo oficial do Papa Francisco, sobre o papel das mulheres na Igreja. “Bem”, respondeu Presidente Nelson, “você deveria conversar com uma mulher sobre isso.” Ele se voltou para Sheri Dew, executiva do DMC [Deseret Management Corporation] e membro da antiga presidência geral da Sociedade de Socorro, que estava na sala. Ele a chamou até o alcance das câmeras e lhe deu uma cadeira. Quando foi dada a oportunidade de falar sobre as mulheres na Igreja, nosso Profeta – que poderia ter dito tanto – não disse nada e, em vez disso, convidou uma mulher para falar por si mesma.
  3. Sua liderança é fortalecedora. Em março de 2019, Presidente Nelson se reuniu com o Papa Francisco. Novamente, ele deixou o prédio de braços dados com seus irmãos – Presidente M. Russel Ballard, Presidente Interino do Quórum dos Doze Apóstolos; Élder Massimo de Feo, o único Setenta Autoridade Geral italiano; e élder Alessandro Dini Ciacci, setenta de área na Itália. Enquanto toda a Primeira Presidência e o Quórum dos Doze Apóstolos estiveram em Roma, Presidente Nelson selecionou líderes com raízes italianas para se juntar a ele na reunião, reconhecendo suas contribuições para a Igreja na Itália e fortacelendo-os para que mantenham esses importantes relacionamentos.
  4. Sua liderança é empática. Em janeiro de 2019, Presidente Nelson visitou Paradise, Califórnia – apenas poucas semanas depois de um incêncio devastador ter destruído mais de 18 mil lares e empresas – e dois dias depois que uma de suas filhas falecera de câncer. Quando perguntado porque estava ali, ele disse: “Não há nada que preferiríamos mais fazer do que ajudarmos alguém.” Posteriormente, ele escreveu sobre como foi estar com as vítimas do incêncio: “Ao olharmos, emocionados, para o coração uns dos outros, as chaminés escurecidas e o mar de cinzas pareciam desaparecer ao fundo. Nossa fé compartilhada de que Deus curaria nossos corações e nos ajudaria a reconstruir nossas vidas, uniu nossos corações em amor.”
  5. Sua liderança inspira gratidão. No último mês de novembro, mediante o cenário atual de tensão política, violência, racismo e da pandemia de COVID-19, bem como a falta de civilidade, Presidente Nelson ofereceu ao mundo, “um remédio espiritual duradouro e de atuação rápida.” Ele disse: “Durante minhas nove décadas e meia de vida, percebi que contar nossas bênçãos é muito melhor que recontar nossos problemas. Não importa a nossa situação, mostrar gratidão por nossos privilégios é uma receita espiritual de rápida ação e duradoura.”
  6. Sua liderança é humilde. Quando o Profeta entra em um estádio cheio de membros da Igreja, congregações inteiras se levantam em um único movimento para o Presidente Nelson, em meio a um poderoso silêncio. Ele visita seus países e frequentemente lhes fala em seu próprio idioma. Ainda assim, fotógrafos registram dezenas de vezes que este Profeta – para quem milhões se levantam – também se ajoelha pelas crianças.
  7. Sua liderança nos impele a olharmos para frente. Após um número de incêndios recorde que aconteceram no outono passado no Oeste dos Estados Unidos, Presidente Nelson enviou uma mensagem de vídeo para suas vítimas, lhes prometendo que “dias mais brilhantes ainda [estariam] por vir”. “O Senhor realizará alguns de Seus maiores milagres”, ele disse no vídeo de 15 de novembro de 2020. “E alguns desses milagres acontecerão em suas vidas. Se vocês questionam se dias felizes voltarão algum dia, lhes asseguro que sim. Seus filhos ainda terão muitas oportunidades de crescer e progredir, e suas famílias poderão desfrutar de um futuro promissor.”
  8. Sua liderança é solidária. Presidente Nelson demonstrou compaixão na Nova Zelândia, em maio de 2019, quando anunciou uma doação de US$ 100 mil da Igreja para reconstruir e renovar mesquitas danificadas durante um ataque letal. Ele cumprimentou, pessoalmente, uma vítima da mesquita de Linwood, Ahmed Jahagir – perguntou seu nome e prometeu que oraria por ele e seus médicos.
  9. Sua liderança dissipa o medo e a dúvida. Durante um devocional da BYU em setembro de 2019, Presidente Nelson disse que os santos dos últimos dias não precisam temer ou duvidar, porque sabemos de cinco verdades: 1) Deus nos ama, Seus filhos. 2) Leis eternas conduzem nossas vidas e são simplesmente verdadeiras. 3) Bênçãos grandiosas e felicidade virão ao aprendermos e vivermos as leis de Deus. 4) Profetas e apóstolos falam pelo Senhor e sempre ensinarão essas leis. 5) Podemos saber destas coisas por nós mesmos. Ele incluiu um convite: “Pergunte ao seu Pai Celestial se somos verdadeiramente os apóstolos e profetas do Senhor”, ele disse. “Pergunte se temos recebido revelação sobre isto e outros assuntos. Pergunte se estas cinco verdades, de fato são verdadeiras.”
  10. A liderança do Presidente Nelson não chama a atenção para ele, mas para Aquele que caminha com todos nós – Jesus Cristo. Na Conferência Geral de Outubro de 2020, Presidente Nelson perguntou: “Vocês estão dispostos a deixar Deus prevalecer em sua vida? Vocês estão dispostos a deixar Deus ser a influência mais importante em sua vida? Você permitirá que Suas palavras, Seus mandamentos e Seus convênios influenciem o que vocês fazem todos os dias?”