Como conferências e reorganizações de presidências de estaca continuaram durante a pandemia

Élder John C. Pingree Jr. não se esquecerá de quando A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, inicialmente, suspendeu as conferências de estaca no mês de março de 2020, devido à pandemia de COVID-19.

O Setenta Autoridade Geral e primeiro conselheiro na presidência da Área México estava em Hermosillo, México, concluindo a avaliação de um templo e havia sido designado para presidir uma conferência de estaca no final daquela semana. Um presidente de estaca local – chamado há alguns meses para servir como presidente de missão posteriormente – seria desobrigado como parte da reorganização da presidência de estaca durante a conferência.

Enquanto estava em Hermosillo, Élder Pingree recebeu a carta do dia 12 de março de 2020, da Primeira Presidência e do Quórum dos Doze Apóstolos para líderes e membros da Igreja, suspendendo todas as reuniões públicas da Igreja – inclusive conferências de estaca – devido à pandemia.

“Tudo parou de repente”, relembrou Élder Pingree que, prontamente, voltou ao escritório da área, na Cidade do México, sem realizar a conferência de estaca ou a reorganização. “Daquele momento até os meses de abril e maio, estávamos tentando ajudar os membros a focar em ter o sacramento em seus lares.”

À medida que as reuniões de adoração passaram a serem feitas em casa e as sessões da conferência geral se tornaram online, as conferências de estaca foram deixadas em um limbo – apesar de uma número de presidências de estaca precisarem ser reorganizadas em razão de mudança ou falecimento de um presidente.

Visão do púlpito durante uma sessão de conferência da estaca Puebla México Fuertes, no mês de setembro de 2020, mostra alguns participantes presenciais e uma tela usada para videoconferências.
Visão do púlpito durante uma sessão de conferência da estaca Puebla México Fuertes, no mês de setembro de 2020, mostra alguns participantes presenciais e uma tela usada para videoconferências. Credit: Área México, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

A evolução das conferências de estaca em todo o mundo, durante o ano de pandemia, foi de uma suspensão completa a um retorno gradual das conferências. Hoje, mais de um ano depois, muitas são conduzidas de forma híbrida, combinando videoconferência e outros métodos através da tecnologia, com participação presencial limitada, embora algumas estejam voltando apenas de forma virtual em razão das condições existentes da COVID.

Levando em consideração que a Igreja possui 22 áreas e cerca de 3.500 estacas em todo o mundo, milhares de histórias do ano passado poderiam ser contadas sobre conferências de estaca e organização de presidências de estaca. O Church News entrevistou Presidente M. Russel Ballard, Presidente em Exercício do Quórum dos Doze Apóstolos e, aproximadamente, uma dezena de setentas autoridades gerais que servem em presidências de área em todo o mundo, sobre suas experiências e impressões a respeito das conferências de estaca neste período de pandemia.

‘O Senhor forneceu um sistema’

“Estamos em um mundo diferente”, disse Presidente Ballard. “Mas mesmo que a pandemia tenha atingido o mundo, o Senhor nos forneceu um sistema pelo qual ainda poderíamos manter contato com nosso povo.”

Esse “sistema” inclui o uso generalizado do Zoom, Microsoft Teams e outros aplicativos de software similares que fornecem recursos de videoconferência para massas através de computadores desktop e laptops, tablets e smartphones.

Élder Terence M. Vinson, da presidência dos Setenta e sua esposa, irmã Kay Vinson, participam de uma conferência multiestaca no mês de novembro de 2020, de Salt Lake City, rodeados por telas exibindo líderes e membros da África do Sul e Botsuana.
Élder Terence M. Vinson, da presidência dos Setenta e sua esposa, irmã Kay Vinson, participam de uma conferência multiestaca no mês de novembro de 2020, de Salt Lake City, rodeados por telas exibindo líderes e membros da África do Sul e Botsuana. Credit: Área África Sul, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

“Não é como se estivéssemos na mesma sala onde podemos ver seus rostos e apertar suas mãos”, disse Presidente Ballard sobre as conferências de estaca e de liderança do sacerdócio. “Mas é maravilhoso conseguir fazer isso, quando se pode chegar às pessoas de alguma maneira.”

“Tínhamos o pensamento de que não queríamos que a COVID-19 diminuísse nosso entusiasmo pelo evangelho restaurado de Jesus Cristo. Então, permanecemos conectados com nossa liderança e nossos membros o máximo possível, através da tecnologia”, disse Élder S. Gifford Nielsen, que preside a Área América do Norte Central. “Descobrimos que, ao nos disponibilizarmos e mostrarmos o quanto nos importamos com cada um, ajudamos de forma profunda aqueles a quem servimos, de maneira relevante e espiritual.

“E”, acrescenta, “chamadas pelo Zoom, ligações telefônicas e transmissões se tornaram nossos amigos.”

Direção e designação

As conferências de estaca estão sob a direção do Presidente do Quórum dos Doze Apóstolos, que anuncia a conferência e designa as datas e o líder que a presidirá, assim como uma outra autoridade que formará o par de líderes necessário quando presidências de estaca são reorganizadas.

Durante o período da pandemia, quando líderes tinham perguntas ou preocupações a respeito de como, onde e por que, ao realizar conferências de estaca, eles trabalharam com o escritório do Presidente do Quórum dos Doze Apóstolos que, por sua vez, se consultava com a Primeira Presidência e os Doze.

Líderes das áreas também trabalharam com os Apóstolos e membros da presidência dos setenta que supervisionam suas respectivas áreas.

Além da carta do dia 12 de março de 2020 suspendendo conferências de estaca e todas as reuniões públicas, uma correspondência posterior dos líderes da Igreja, inicialmente permitiu o retorno cuidadoso de reuniões regulares da Igreja – através de transmissão usando a tecnologia – que começaram no final do mês de maio.

O início das conferências de estaca, com a reorganização de presidências na Igreja como um todo, continuou até setembro, com a retomada de conferências de estaca regulares – embora feitas de forma virtual, em sua maioria – no dia 1º de novembro.

Adiadas devido à pandemia

Antes disso, as conferências de estaca eram simplesmente adiadas. Élder Adilson de Paula Parrela, presidente da Área Brasil, fala sobre uma estaca em Santarém, Brasil, localizada em uma área remota ao longo do Rio Amazonas, entre Manaus e a costa nordeste do país. O presidente de estaca, que já servia há aproximadamente 10 anos, ofereceu para continuar mais um ano, se necessário, até que uma conferência de reorganização da estaca pudesse ser realizada presencialmente. Esses são homens de fé e de completa devoção.”

Mas à medida que a pandemia continuava, aumentava a necessidade das conferências de estaca – especialmente para a reorganização das presidências. Alguns ajustes na liderança foram necessários, em razão de doença, morte ou mudança do presidente, bem como outros motivos para a desobrigação. Em alguns casos, o primeiro conselheiro estava autorizado a liderar nesse interim, até que a presidência pudesse ser reorganizada.

Élder Jorge F. Zeballos, presidente da Área América do Sul Noroeste, mostrado na parte inferior, à esquerda, participa, via Zoom, da organização de uma presidência de estaca com líderes, durante pandemia de COVID-19 de 2020-2021.
Élder Jorge F. Zeballos, presidente da Área América do Sul Noroeste, mostrado na parte inferior, à esquerda, participa, via Zoom, da organização de uma presidência de estaca com líderes, durante pandemia de COVID-19 de 2020-2021. Credit: Área América do Sul Noroeste, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Élder Jorge F. Zeballos, presidente da Área América do Sul Noroeste, mencionou duas reorganizações de presidência de estaca que precisavam ocorrer no Peru, no final do mês de maio de 2020 – uma em Chiclayo e outra em Iquitos, ambas realizadas nos dias 30 e 31 de maio, após o falecimento, relacionado à COVID, dos dois presidentes de estaca.

Um retorno às conferências e reorganização de presidências de estaca tem sido realizado, principalmente, através da tecnologia, geralmente com transmissões via web e videoconferência para os membros, primeiramente, em seus lares, com as transmissões para as capelas aumentando, à medida que os protocolos locais permitem.

De início, apenas as sessões gerais de domingo eram realizadas, a menos que uma reorganização estivesse sendo feita. Então, a sequência normal de entrevistas e chamados era seguida. Depois, reuniões de instrução para liderança começaram a ser realizadas nas conferências virtuais de estaca, seguidas de um número crescente de oportunidades presenciais.

Élder S. Mark Palmer, presidente da Área África Sul, relembrou da primeira conferência de sua área após o retorno – uma conferência multiestaca com Élder Neil L. Andersen, do Quórum dos Doze Apóstolos, e Élder Terence M. Vinson, da presidência dos Setenta, acompanhados de suas esposas por meio de videoconferência, a partir de Salt Lake City.

Enquanto isso, Élder Palmer e Élder Edward Dube, da presidência da área, e suas esposas, participaram de Johannesburg, África do Sul, com membros e líderes reunidos em Pretória e Mabopane, na África do Sul e Gaborone, na Botsuana.

Jovens adultos solteiros em Gaborone, Botsuana, usam telefones celulares, alto-falantes de carros e Wi-Fi de uma capela próxima, que havia atingido a capacidade máxima de lotação, para ouvirem à transmissão da sessão de uma conferência multiestaca com líderes e membros em Botsuana e na África do Sul, em novembro de 2020.
Jovens adultos solteiros em Gaborone, Botsuana, usam telefones celulares, alto-falantes de carros e Wi-Fi de uma capela próxima, que havia atingido a capacidade máxima de lotação, para ouvirem à transmissão da sessão de uma conferência multiestaca com líderes e membros em Botsuana e na África do Sul, em novembro de 2020. Credit: Área África do Sul, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Os membros participaram de seus lares e capelas, incluindo lugares onde a congregação, literalmente, ficou no escuro, em razão de uma queda de energia durante uma tempestade – mas eles continuaram a assistir através de telefones celulares. Em um outro lugar, alguns membros ficaram perto do carro, em um estacionamento, concentrados em um telefone celular conectado a um carro ligado.

“Estes membros estavam tão empolgados por estarem reunidos em pequenos grupos depois de tantos meses sem reuniões”, élder Palmer disse. “Serem ensinados por um apóstolo do Senhor foi realmente um ponto culminante neste ano desafiador.”

Comunicação bilateral

Seja em conferências gerais ou devocionais, as transmissões se provaram eficientes para que líderes da Igreja se dirijam aos santos dos últimos dias por meio de transmissões unilaterais. Para a maioria das conferências de estaca, a transmissão funciona bem para a sessão geral de domingo, com oradores se dirigindo à congregação.

Sessões de instrução de liderança das reuniões de conferência de estaca se beneficiam de interações bilaterais, enquanto a realização de entrevistas, chamados e desobrigações na reorganização de uma presidência de estaca requer recursos de videoconferência.

Leia mais: Transpondo limitações tecnológicas em áreas remotas com desafios socioeconômicos

Embora um único líder possa ser designado para presidir uma conferência de estaca regular, a reorganização de uma presidência de estaca é realizada com dois líderes designados – geralmente uma autoridade geral acompanhada de um setenta de área.

As restrições de viagem durante a pandemia – internacionais e, às vezes, domésticas – muitas vezes dificultaram a participação presencial dos líderes designados para as conferências de estaca. Às vezes, apenas um – como um setenta de área morando próximo e capaz de chegar à conferência de acordo com as normas – tem participado presencialmente, com o outro líder participando por videoconferência. Em outras ocasiões, os dois líderes estão distantes, participando apenas por meio da tecnologia.

Entrevistas, chamados e designações por imposição das mãos

“As entrevistas são conduzidas de maneira que permitam as pessoas verem e ouvirem uns aos outros”, disse Élder Ian S. Ardern, presidente da Área Pacífico, que presidiu sua primeira conferência virtual na Austrália, a partir do escritório da área, na cidade de Auckaland, Nova Zelândia.

“As impressões do Espírito que tenho tido ao chamar um novo presidente de estaca por meios eletrônicos não são diferentes de quando faço o chamado de forma presencial”, ele disse. “A distância, a diferença de fuso-horário e estar pessoalmente presente, não são inibidores dos sussurros do Espírito Santo.”

Élder Mathias Held, primeiro conselheiro na presidência da Área América do Sul Noroeste, exibido no centro da terceira fileira, participa com líderes, via zoom, da organização de uma presidência de estaca, durante pandemia de COVID-19 de 2020-2021.
Élder Mathias Held, primeiro conselheiro na presidência da Área América do Sul Noroeste, exibido no centro da terceira fileira, participa com líderes, via zoom, da organização de uma presidência de estaca, durante pandemia de COVID-19 de 2020-2021. Credit: Área América do Sul Noroeste, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Mas a distância criou dificuldades, quando as autoridades designadas não estavam participando presencialmente para designar a nova presidência da estaca por imposição das mãos. Nestes casos extremos e com a aprovação adequada, um portador do sacerdócio local designado era autorizado a fazer a designação pela imposição das mãos sobre o novo presidente de estaca, explicou Élder Zeballos.

“Toda vez que não conseguíamos chegar ao local da conferência de estaca, sugeríamos ao Presidente M. Russel Ballard que um sumo-sacerdote digno daquela estaca recebesse autorização para designar o novo presidente de estaca pela imposição das mãos. Tem sido uma grande bênção para patriarcas, antigos presidentes de estaca e outros irmãos delegados a esse privilégio fora do comum.”

Presidente Ballard disse: “Tomamos decisões, por meio de oração, baseados no que achamos ser mais razoável. (…) Continuamos seguindo adiante. É preciso manter essas unidades seguindo em frente. Se um presidente de estaca morre nas regiões montanhosas do Peru, não é permitido que a Igreja se desfaça. As presidências de área têm dado o seu melhor por meio do Zoom.”

Além dos desafios comuns de superar grandes distâncias, também havia grandes diferenças regionais na gravidade da pandemia e várias orientações e restrições governamentais. Por exemplo, a Área Pacífico tem presença significativa da Igreja em nove países, enquanto a Área Europa possui membros em 38 países diferentes.

Embora a Área México esteja estabelecida em apenas uma nação, os líderes da área precisam estar atentos, não apenas às regras federais, mas também às restrições e permissões em cada um dos 31 estados e no Distrito Federal, bem como as quase 2.500 cidades no país.

Protocolos diferentes da pandemia

Élder Gary B. Sabin, presidente da Área Europa, citou dois exemplos de como diferentes protocolos podem afetar as conferências e reorganizações das estacas.

Ele pôde viajar para uma conferência em Tirana, Albânia, para reorganizar uma presidência depois que o presidente da estaca anterior se mudou para o Japão por causa de seu trabalho. As entrevistas foram realizadas – algumas presencialmente e outras pelo Zoom. As reuniões da conferência da estaca ocorreram de acordo com as orientações locais, com um pequeno grupo de pessoas presente, e transmitidas para a maioria das pessoas da estaca. Por meio da tecnologia, no Japão, o presidente da estaca desobrigado pôde participar na reorganização e se dirigir aos membros durante a conferência.

Élder John C. Pingree Jr., primeiro conselheiro na presidência da Área México, tem sua temperatura verificada como protocolo e precaução da COVID-19, ao chegar a uma conferência com a estaca Oaxaca México Amapolas, em fevereiro de 2021.
Élder John C. Pingree Jr., primeiro conselheiro na presidência da Área México, tem sua temperatura verificada como protocolo e precaução da COVID-19, ao chegar a uma conferência com a estaca Oaxaca México Amapolas, em fevereiro de 2021. Credit: : Área México, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Mais recentemente, em Portugal, a reorganização de uma estaca foi uma conferência inteiramente virtual – desde entrevistas, chamados e reuniões da conferência, ao treinamento da nova presidência. Élder Sabin e o setenta de área designado não puderam viajar por causa das restrições. Então, o presidente de estaca que estava sendo desobrigado recebeu autorização do presidente Ballard para designar o novo presidente de estaca pela imposição das mãos

“Foi uma das minhas experiências espirituais de conferência”, disse Élder Sabin. “O trabalho acontece sob a direção inspirada da Primeira Presidência e dos Doze.”

A Área Utah da Igreja – com quase 630 estacas no estado, incluindo algumas pequenas partes de estados vizinhos – é um caso atípico quando falamos do retorno das conferências de estaca durante a pandemia. Parte disso é em razão de ser uma pequena área geográfica e, também, porque os protocolos são estabelecidos por um único governo estadual, não vários, diferenciando órgãos estaduais e nacionais.

As transmissões das conferências de estaca da área foram feitas das capelas locais, e não dos escritórios da Igreja em Salt Lake City, ou dos escritórios de área no mundo. As autoridades gerais presidentes têm conseguido viajar para vários lugares, relata Élder Craig C. Christensen, presidente da Área Utah.

Até o momento, a maioria das conferências de estaca na Área Utah tem até 150 pessoas participando presencialmente na sessão de liderança e na sessão geral de domingo, sendo também transmitidas para capelas e lares, disse ele.

“Tenho tido algumas experiências muito sagradas, me ensinando que o Senhor está no comando, mesmo em meio à pandemia, e que Sua vontade é seguir adiante com o trabalho de salvação.”

Mais que apenas conferências de estaca

Ao usar videoconferências e plataformas de mídias sociais, líderes de áreas preencheram o espaço vazio das conferências de estaca regulares com diferentes eventos e devocionais virtuais, tendo em vista diferentes audiências – líderes do sacerdócio e das organizações, jovens, jovens adultos solteiros e missionários.

Élder Zeballos, da Área América do Sul Noroeste, disse: “Quando o número de membros da Igreja que morreram devido à COVID-19 chegou a 100, realizamos uma homenagem online, em que familiares e amigos foram convidados a participar.”

Membros verificam o equipamento audiovisual antes de iniciar a transmissão da conferência da Estaca Milão Itália, no começo de 2021.
Membros verificam o equipamento audiovisual antes de iniciar a transmissão da conferência da Estaca Milão Itália, no começo de 2021. Credit: Área Europa, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

A reação às conferências e reuniões virtuais tem sido maravilhosa em algumas áreas. Por exemplo, no México, os membros criaram convites e lembretes em vídeos na plataforma de mídia social do WhatsApp, para lembrarem os amigos sobre a conferência de estaca, ao mesmo tempo em que missionários encaminhavam vídeos semelhantes para páginas do Facebook.

“Tivemos um número de conferências de estaca em que a frequência foi maior que o número de membros na estaca”, disse Élder Pingree, “em razão do número de não-membros participando e a coordenação com as missões e os missionários.”

A Área Europa teve experiências semelhantes de alta frequência, devido aos devocionais e treinamentos virtuais para líderes de alas e estacas, com Élder Sabin citando um número recente de reuniões que atraiu 95% de frequência de pessoas que foram convidadas.

Conferências de estaca hoje

As conferências de estaca estão praticamente seguindo uma programação normal agora – duas vezes ao ano – de forma virtual, presencial ou híbrida, tudo dependendo das normas governamentais.

Élder Christensen admite que sente falta do espírito e da sensação pessoal de uma conferência de estaca presencial. Ele disse que tem desfrutado das oportunidades de ensinar e treinar via videoconferência, se dirigindo às telas cheias de rostos. “É como se você estivesse olhando para a primeira fileira de bancos da capela.”

Élder Ardern disse: “Os membros gostam de se reunir e a conferência virtual é muito pouco, comparada a estarmos juntos presencialmente. Mas dadas as nossas circunstâncias, somos gratos por termos algo semelhante a uma reunião. A maior edificação vem à medida que os santos estudam, pessoalmente, as escrituras, as palavras dos profetas e de outros líderes da Igreja. Para essa experiência, não é preciso ter um link de internet.”

Élder Neil L. Andersen, do Quórum dos Doze Apóstolos, é exibido em uma tela durante a transmissão de uma sessão de conferência multiestaca com líderes e membros na África do Sul e Botsuana, no mês de novembro de 2020.
Élder Neil L. Andersen, do Quórum dos Doze Apóstolos, é exibido em uma tela durante a transmissão de uma sessão de conferência multiestaca com líderes e membros na África do Sul e Botsuana, no mês de novembro de 2020. Credit: Área África Sul, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

No Brasil, uma segunda onda de infecções pela COVID-19 – mais intensa e fatal que a primeira – resultou em conferências de estaca completamente virtuais, disse Élder Parrella. “Existe um sentimento de gratidão de termos tido pelo menos um breve período, quando as coisas quase voltaram ao normal. Contudo, mesmo que os membros em todo país anseiem pelo momento quando todas as reuniões serão presenciais, eles estão firmes para continuar adiante, independente do que a pandemia de COVID-19 proporcione.”

Élder Nielsen disse que líderes e membros têm aprendido que, “corações podem ser conectados, não apenas estando uns com os outros presencialmente, mas também por meio da tecnologia. (…) Não há dúvida de que o Espírito pode ser muito forte em ambos os cenários, e isso tem sido uma experiência verdadeiramente reveladora.

“Tendo dito isso, estamos todos ansiosos para estarmos juntos, de acordo com as normas locais.”