Élder Rasband conclui Conferência de Mulheres com reflexão sobre o destino divino e o papel das filhas de Deus

A doutrina da divindade dentro de cada pessoa é clara, ensinou Élder Ronald A. Rasband do Quórum dos Doze Apóstolos no encerramento da Conferência de Mulheres da BYU de 2021.

Como declarado em A Família: Proclamação ao Mundo: “Cada [indivíduo] é um filho ou filha gerado em espírito por pais celestiais que o amam e, como tal, possui natureza e destino divinos”.

“Mas, vocês acreditam nisso?”, perguntou Élder Rasband. “Vocês, filhas de Deus, acreditam que têm um trabalho a realizar na Terra como parte do plano eterno?”

Destacando o destino divino e o papel das filhas de Deus em seus comentários, Élder Rasband disse: “Vocês vieram justamente neste momento para construírem valorosamente o reino de Deus na Terra.”

Élder Rasband e sua esposa, a irmã Melanie Rasband, foram os últimos discursantes de destaque no dia 30 de abril na conferência de dois dias, que foi transmitida do Marriott Center na Universidade Brigham Young e exibida ao vivo online.

Leia mais sobre o evento De irmã para irmã: Como lidar com expectativas não realizadas, decepções e sentir o amor de Deus

A irmã Rasband apresentou seu esposo dizendo que, inicialmente, ela não havia se casado com um Apóstolo. “Casei-me com um jovem que serviu uma missão para o Senhor. … Eu sabia que ele honraria seus convênios, que seria leal ao Senhor e a mim, e que sustentaria e ajudaria a criar nossa família no evangelho”, disse ela.

Ela compartilhou seu entusiasmo por ouvi-lo discursar sobre o tema da conferência de mulheres: “Sou uma filha de Deus. Suas promessas são verdadeiras.” “É um princípio simples, mas fundamental do evangelho que, se for completamente reconhecido e apreciado, pode nos proporcionar grande poder e força para sermos tudo o que pudermos e para fazermos nossa parte nestes últimos dias com a orientação do Espírito Santo”, disse a irmã Rasband.

“Sou abençoado todos os dias pelo testemunho do evangelho que ela possui e presta aos nossos filhos, netos e agora bisnetos, de que Jesus é o Cristo”, disse Élder Rasband a respeito dos comentários de sua esposa.

Ele disse que sua presença no evento naquele dia foi possível devido aos testemunhos das mulheres importantes em sua vida, como sua esposa e sua mãe, Verda Rasband.  “Sua ética de trabalho era notável”, disse ele sobre sua mãe, “mas seus convênios feitos com seu Pai Celestial eram a sua fonte de força. Ela esperava o mesmo de mim…”

Élder Ronald A. Rasband, do Quórum dos Doze Apóstolos, e sua esposa, a irmã Melanie Rasband, discursam durante a Conferência de Mulheres da BYU, transmitida do Marriott Center em Provo, Utah, na sexta-feira, dia 30 de abril de 2021.
Élder Ronald A. Rasband, do Quórum dos Doze Apóstolos, e sua esposa, a irmã Melanie Rasband, discursam durante a Conferência de Mulheres da BYU, transmitida do Marriott Center em Provo, Utah, na sexta-feira, dia 30 de abril de 2021. Credit: BYU Photo

Sua mãe ensinou o “pequeno Ronnie Rasband” como trabalhar, a continuar com uma tarefa até que seja concluída, a amar as escrituras e a voltar-se para Senhor para receber respostas. Quando ele tinha “idade suficiente para arrumar problemas”, ela pediu que ele lhe prometesse que guardaria a Palavra de Sabedoria — uma promessa da qual ele nunca tentou se afastar. “Várias vezes, ela prestou seu testemunho a mim”, disse Élder Rasband.

Com sua mãe, ele aprendeu o caminho de volta ao Pai Celestial. “Acredito que por desígnio divino, isso era parte de seu propósito na mortalidade”, disse ele.

Ele e sua família foram abençoados pelos convênios que fizeram no templo. Qualquer pessoa que faz e cumpre convênios sagrados no templo, seja casada ou solteira, receberá as eternas bênçãos de pertencer ao Senhor, disse Élder Rasband. “Na minha humilde opinião, não há nada melhor do que isso.

“Todos somos iguais perante o Senhor”, disse Élder Rasband. “Ele enxerga seus desejos justos para continuarem prosseguindo no caminho do convênio, à medida que vocês, sem dúvida nenhuma, enfrentam ventos contrários, talvez até com frequência.  … Ele as vê como realmente são — filhas de Deus; e as chama, uma por uma, ‘Vinde a mim’” (Mateus 11:28).

Durante tempos desafiadores ou solitários, as promessas eternas são verdadeiras. O Salvador tomou sobre Si todas as dores, todos os pecados e todas as adversidades debilitantes que têm atormentado os filhos de Deus, desde o primórdio dos tempos, e pode compreender o que cada pessoa sente. Nas poderosas palavras dadas a Joseph Smith enquanto estava na cadeia de Liberty, “O Filho do Homem desceu abaixo de todas elas. És tu maior do que ele? Portanto, persevera em teu caminho… não temas o que o homem possa fazer, pois Deus estará contigo para todo o sempre.” (Doutrina e Convênios 122:8-9).

“Agarrem-se às promessas que receberam e aos convênios que fizeram”, disse Élder Rasband.

Élder Ronald A. Rasband, do Quórum dos Doze Apóstolos discursa durante a Conferência de Mulheres da BYU, transmitida do Marriott Center em Provo, Utah, na sexta-feira, dia 30 de abril de 2021.
Élder Ronald A. Rasband, do Quórum dos Doze Apóstolos discursa durante a Conferência de Mulheres da BYU, transmitida do Marriott Center em Provo, Utah, na sexta-feira, dia 30 de abril de 2021. Credit: BYU Photo

Ele falou sobre a necessidade de sermos constantemente leais aos nossos convênios e às nossas promessas ao longo da vida mortal, ao ensinar sobre a parábola das dez virgens encontrada em Mateus 25.

As dez virgens representam os membros da Igreja, e o noivo representa Jesus Cristo. As cinco virgens prudentes levaram azeite para suas lâmpadas e foram ao encontro do noivo. As cinco virgens insensatas não levaram azeite para suas lâmpadas e foram rejeitadas pelo noivo.

“O Senhor explicou nas escrituras dos últimos dias que as virgens prudentes são aqueles que ‘receberam a verdade e tomaram o Santo Espírito por seu guia e não foram enganados’” (Doutrina e Convênios 45:57), disse Élder Rasband.

Quando veio o clamor de que o noivo havia chegado, as virgens prudentes encheram e acenderam suas lâmpadas. As virgens insensatas pediram azeite às prudentes, mas elas não puderam compartilhá-lo porque ele “representava mais do que estava contido em um vaso”, disse ele. Este azeite havia sido coletado pelo “esforço contínuo de viver fielmente os convênios feitos com o Senhor.”

Agarrem-se às promessas que receberam e aos convênios que fizeram.

O azeite é o amor por Deus e por Jesus Cristo. É desejarmos viver com integridade, adorarmos no templo, criarmos laços com a família e sermos gratos por ela, partilharmos dos convênios e os honrarmos, entendermos a doutrina por meio do estudo das palavras do Salvador nas escrituras e dos profetas vivos, pagarmos o dízimo, cumprirmos chamados, termos misericórdia, nos arrependermos e recorrermos à Expiação de Cristo.

“No relato, as insensatas foram comprá-lo”, disse Élder Rasband. Contudo, “Não podemos comprar o azeite do testemunho.”

Quando as virgens insensatas tentaram entrar para as bodas, o noivo disse: “Em verdade vos digo que não vos conheço.” (Mateus 25:10-12).

Élder Ronald A. Rasband, do Quórum dos Doze Apóstolos discursa durante a Conferência de Mulheres da BYU, transmitida do Marriott Center em Provo, Utah, na sexta-feira, dia 30 de abril de 2021.
Élder Ronald A. Rasband, do Quórum dos Doze Apóstolos discursa durante a Conferência de Mulheres da BYU, transmitida do Marriott Center em Provo, Utah, na sexta-feira, dia 30 de abril de 2021. Credit: BYU Photo

“Agora, a tradução de Joseph Smith é ainda mais esclarecedora”, disse Élder Rasband.  “Em vez de dizer, ‘Não vos conheço’ a revelação diz: ‘Em verdade vos digo: Vós não me conheceis’” (TJS Mateus 25:11).

Isso é uma repreensão impressionante para essas cinco virgens que não encheram suas almas com um conhecimento do Salvador seguindo o Seu exemplo.

Jesus Cristo expiou por todos os pecados dos filhos de Deus, tomando sobre Si os momentos mais difíceis de todos os mortais. Ele comprometeu-se humilde e totalmente à vontade de Seu Pai. “A dimensão dos dias finais de nosso Redentor não pode ser subestimada”, disse Élder Rasband. 

No batismo, os membros da Igreja fizeram um convênio de servirem ao Senhor e guardarem Seus mandamentos, comprometidos a serem chamados de Seu povo, carregando os fardos uns dos outros, chorando com os que choram, consolando os que necessitam de consolo e servindo de testemunhas de Deus, disse Élder Rasband. Os convênios batismais são renovados toda semana ao partilharmos do sacramento.

Ao concluir seu discurso, Élder Rasband disse: “Deixo com vocês minha bênção apostólica para que, como filhas de Deus, vocês reconheçam a divindade dentro de si mesmas, orem para obter orientação de Seu Pai Celestial e cultivem um coração repleto de amor. …Que vocês possam conhecer sua profunda influência e servir fervorosamente ao Seu Pai Celestial.