Élder Cook dedica Distrito do Templo de Nauvoo — refletindo no passado e olhando para o futuro em sua primeira viagem pública desde a COVID-19

NAUVOO, Illinois — Refletindo sobre “a devoção de seus serviços e sacrifícios excepcionais” dos primeiros santos dos últimos dias, durante um período “terno mas turbulento” na história da Igreja, Élder Quentin L. Cook dedicou o Distrito do Templo de Nauvoo no sábado, 29 de maio de 2021.

As casas históricas, paisagens e pavilhões — localizados a oeste do Templo de Nauvoo Illinois — “ajudam-nos a lembrar” e “fornecem coragem moral e força espiritual” para os visitantes, disse Élder Cook, do Quórum dos Doze Apóstolos.

Cerca de 50 pessoas se reuniram para a dedicação em uma quieta manhã de primavera, em um local cênico entre o Templo de Nauvoo e o Rio Mississipi. Algumas outras centenas de pessoas participaram do evento de outras localidades do histórico distrito, o qual foi reaberto recentemente para turistas depois de estar fechado por 14 meses devido à pandemia de COVID-19. A dedicação também marcou o primeiro compromisso público fora de Utah de um dos membros do Quórum dos Doze Apóstolos desde março de 2020.

“Eu amo a história do início da restauração de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias”, disse Élder Cook. “Dou muito valor aos sacrifícios e dedicação de nossos fiéis primeiros membros, que trabalharam de perto com o Profeta Joseph Smith. Apesar da pobreza e outros desafios, é inspirador contemplar o que realizaram.”

Élder Cook estava acompanhado por sua esposa, a irmã Mary Cook, e pelo Élder LeGrand R. Curtis Jr., historiador da Igreja e Setenta Autoridade Geral, também acompanhado por sua esposa, a irmã Jane Curtis.

Antes do evento, Élder Cook e Élder Curtis cumprimentaram Lachlan Mackay, um apóstolo da igreja Comunidade de Cristo, e sua esposa, Christin Mackay, diretora da Comunidade de Cristo do Local Histórico de Joseph Smith em Nauvoo. Durante a reunião, Élder Cook mencionou seu “apreço e gratidão pelo grande relacionamento” compartilhado pelos santos dos últimos dias e a Comunidade de Cristo. “Você nos honram com sua presença”, disse ele aos Mackays.

“Compartilhamos esta herança neste amado local”, disse Élder Curtis.

Élder Quentin L. Cook, do Quórum dos Doze Apóstolos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, e sua esposa, a irmã Mary G. Cook, fazem uma tour pelo Centro de Visitantes da Igreja em Nauvoo, Illinois, acompanhados por Steve Olsen, ao centro, e Élder LegrandR. Curtis Jr. E sua esposa, a irmã Jane Curtis, à esquerda.
Élder Quentin L. Cook, do Quórum dos Doze Apóstolos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, e sua esposa, a irmã Mary G. Cook, fazem uma tour pelo Centro de Visitantes da Igreja em Nauvoo, Illinois, acompanhados por Steve Olsen, ao centro, e Élder LegrandR. Curtis Jr. E sua esposa, a irmã Jane Curtis, à esquerda. Crédito: Jeffrey D. Allred, Deseret News

Élder Cook disse que a história da Igreja em Nauvoo cobre um período relativamente curto, de 1839 a 1846. Joseph Smith, morto no dia 27 de junho de 1844, conduziu os primeiros santos dos últimos dias por cinco anos em Nauvoo. “Mesmo que o tempo tenha sido relativamente breve, a orientação e instrução foram fundamentais, especialmente no que diz respeito à restauração de todas as ordenanças do templo”, disse Élder Cook.

Comentando sobre o templo original de Nauvoo em seu 175º aniversário de sua dedicação e êxodo dos santos da cidade onde o Senhor revelou a plenitude das ordenanças do templo, Élder Cook disse que “sacrifícios físicos, temporais e espirituais excepcionais” foram realizados a fim de completar o Templo de Nauvoo. “Os sacrifícios que foram feitos para construir este templo estão entre as nossas maiores heranças históricas”, disse ele. “Tais sacrifícios abençoaram, não apenas os participantes, mas também as gerações vindouras.”

O templo, disse ele, foi financiado por três tipos de dízimo. No primeiro deles, os membros contribuíram com um décimo de todos seus bens. No segundo, eles contribuíram com um décimo de seus ganhos, assim como os santos dos últimos dias fazem hoje. No terceiro, os homens davam como dízimo o seu décimo dia de trabalho. Em 1842, os homens das dez alas em Nauvoo trabalhavam no templo um de cada dez dias.

“Ao pensarmos sobre este arranjo para a construção do templo, compreendemos por que quase todas as famílias que possuem antepassados neste período do início da Igreja também possuem um verdadeiro relato de como seus ancestrais, com grande sacrifício pessoal e dedicação, ajudaram a construir o Templo de Nauvoo”, disse ele. Isto representou um teste para os santos como um todo, e abençoou a Igreja por gerações.

Élder Cook comentou que é importante que compreendamos o quão significativas foram as ordenanças do templo para os membros da Igreja em Nauvoo. “Os registros indicam que, nos dois meses antes do templo ser fechado e os santos serem forçados a deixar Nauvoo, cerca de 6.000 membros receberam suas ordenanças de salvação. Tais ordenanças os sustentou através de todas as provações e sofrimentos que posteriormente passaram em seu êxodo para um futuro incerto.”

O Templo de Nauvoo Illinois, em Nauvoo, Illinois, no sábado, 29 de maio de 2021.
O Templo de Nauvoo Illinois, em Nauvoo, Illinois, no sábado, 29 de maio de 2021. Crédito: Jeffrey D. Allred, Deseret News

Élder Cook relembrou da dedicação da reconstrução do Templo de Nauvoo, feita pelo Presidente Gordon B. Hinckley no dia 27 de junho de 2002, aniversário do martírio do Profeta Joseph Smith. “Naquela oração dedicatória ele disse: ‘Neste mesmo local, no ano de 1841, Seu povo, sob a direção do Profeta Joseph Smith, e em obediência à Sua revelação, começou a construção de um templo ao Altíssimo. … Que esta casa sagrada possa permanecer como um memorial a ele que morou aqui e foi enterrado aqui, Joseph Smith, o grande profeta desta dispensação, e seu irmão Hyrum, a quem ele amava.’”

Duas grandes prioridades proféticas ocorreram ao mesmo tempo na história de Nauvoo, disse Élder Cook. “Missionários estavam sendo enviados por todo o mundo e o Templo de Nauvoo estava sendo construído para proporcionar as ordenanças sagradas para os vivos e mortos.”

As casas que agora fazem parte do Distrito do Templo de Nauvoo representam estas prioridades proféticas, e Élder Cook dedicou os seguintes locais:

  • A casa reconstruída de William e Esther Gheen. A família Gheen aceitou o evangelho e se reuniu em Nauvoo para ajudar na construção do templo.
  • A casa de Williams e Caroline Weeks, onde William Weeks, o arquiteto da Igreja, desenhou o templo de Nauvoo sob a direção do Profeta Joseph Smith.
  • A casa de Edward e Anne Hunter, onde o Profeta escreveu inspiradas epístolas aos santos dos últimos dias.
  •  O pavilhão de pedras construído na propriedade de Williams e Elizabeth Jones.
  • O bosque Oeste, onde o Profeta Joseph Smith proferiu vários sermões.
Élder Quentin L. Cook, do Quórum dos Doze Apóstolos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, fala durante a histórica dedicação do Distrito do Templo de Nauvoo, Illinois, no sábado, dia 29 de maio de 2021.
Élder Quentin L. Cook, do Quórum dos Doze Apóstolos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, fala durante a histórica dedicação do Distrito do Templo de Nauvoo, Illinois, no sábado, dia 29 de maio de 2021. Crédito: Jeffrey D. Allred, Deseret News

Além do Distrito do Templo, Élder Cook dedicou a casa de Orson e Marinda Hyde, a qual foi renovada e destaca as missões apostólicas dos líderes da Igreja durante o período passado em Nauvoo.

“Agradecemos-Lhe pelo rico legado de milhares de santos que se reuniram aqui e estabeleceram Nauvoo”, orou Élder Cook. “Somos gratos pela revelação que dada ao Profeta Joseph de que deveriam construir uma Casa ao Senhor neste lugar. Maravilhamo-nos com seus sacrifícios e dedicação por vários anos para dar prioridade a construção do templo. Somos gratos pela fé e laboriosidade destes primeiros santos, em estabelecer ‘uma cidade templo’, um lugar de refúgio onde as ordenanças do templo foram integralmente reveladas a Seus filhos.”

Durante suas observações, a irmã Cook falou sobre seus antepassados que se juntaram à Igreja e contribuíram para o estabelecimento de Nauvoo. “Eles sofreram perseguição e muitas adversidades, ao permanecerem leais e dedicados ao testemunho do Espírito que tinham quando foram batizados”, disse ela.

Seu trisavô, Edward Hunter, morou com seus tios — Edward e Anne Hunter — em uma das casas no Distrito do Templo de Nauvoo.

“Expresso minha gratidão pela herança pioneira que possuo”, disse a irmã Cook. “Nós todos estamos sobre os ombros daqueles que já se foram antes de nós. Sinto um débito e grande sentimento de gratidão pelos maravilhosos santos que estabeleceram este legado em A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Sou grata pelo Profeta Joseph Smith e todas as ordenanças e convênios que foram restaurados através do poder do sacerdócio.”

Élder Quentin L. Cook, do Quórum dos Doze Apóstolos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, fala durante a histórica dedicação do Distrito do Templo de Nauvoo, Illinois, no sábado, dia 29 de maio de 2021.
Élder Quentin L. Cook, do Quórum dos Doze Apóstolos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, fala durante a histórica dedicação do Distrito do Templo de Nauvoo, Illinois, no sábado, dia 29 de maio de 2021. Crédito: Jeffrey D. Allred, Deseret News

A irmã Curtis também falou sobre alguns de seus antepassados, que “andaram, adoraram e morreram” em Nauvoo — incluindo aquele que receberam as bênçãos no templo original de Nauvoo.

“Nauvoo está ligada às palavras ‘a Bela’, que é uma descrição perfeita deste lugar”, disse ela. “Seus edifícios, seu lugar na história religiosa e seu povo, que veio e se foi, e a tornou bela aos olhos e corações de muitos.”

Élder Curtis disse que o nome da área, o “Distrito do Templo de Nauvoo”, é apropriado por duas razões. “Primeiro, como podem ver, a área que estamos dedicando é muito perto do templo e pode ser apropriadamente referida como uma parte do mesmo distrito”, disse. “Segundo, as estruturas que estamos dedicando no distrito estão todas conectadas à construção do Templo de Nauvoo.”

A Igreja dá as boas-vindas à novas e restauradas casas, paisagens e locais, disse ele.  “Honramos aqueles que construíram Nauvoo e entesouramos o legado que deixaram.”

Na conclusão da cerimônia de dedicação, um coro formado por missionários cantou o hino “Ó Meu Pai”, que teve sua origem em um poema escrito por Eliza R. Snow em 1845, enquanto ela vivia no Distrito do Templo de Nauvoo.