Élder Christofferson apresenta 5 maneiras pelas quais o Livro de Mórmon nos ajuda a nos tornarmos verdadeiros discípulos de Cristo

O Livro de Mórmon pode nos ajudar a nos fortalecermos e a nos refinarmos como discípulos de Jesus Cristo em cinco maneiras específicas, ensinou Élder D. Todd Christofferson do Quórum dos Doze Apóstolos durante a transmissão de um devocional mundial para missionários na quinta-feira, dia 10 de junho.

“Ele os ajudará a conhecerem e compreenderem melhor Seus ensinamentos, Sua Expiação e o que significa a redenção, sua responsabilidade perante o Senhor, sua capacidade de amarem mais o Salvador e sentirem e serem elevados por Seu amor por vocês, e a confirmarem em si mesmos o testemunho da Ressurreição do Senhor Jesus Cristo”, disse Élder Christofferson.

Ele e sua esposa, a irmã Kathy Christofferson, discursaram no devocional que foi transmitido pelo portal online dos missionários para élderes e sísteres servindo no mundo todo. Élder Marcus B. Nash, Setenta Autoridade Geral e diretor executivo do Departamento Missionário, dirigiu o devocional e apresentou o casal Christofferson.

Élder D. Todd Christofferson, do Quórum dos Doze Apóstolos, e sua esposa, a irmã Kathy Christofferson, conversam após a gravação de um devocional mundial para missionários em Salt Lake City na terça-feira, dia 1º de junho de 2021.
Élder D. Todd Christofferson, do Quórum dos Doze Apóstolos, e sua esposa, a irmã Kathy Christofferson, conversam após a gravação de um devocional mundial para missionários em Salt Lake City na terça-feira, dia 1º de junho de 2021. Credit: Jeffrey D. Allred, Deseret News

‘Desfaçam suas malas’

Em seus comentários, a irmã Christofferson falou sobre “desfazermos nossas malas” em épocas de estabelecimento e serviço temporário ou transição incerta.

Ela citou exemplos positivos como o dos santos em 1831, que após terem preparado a propriedade de Leman Copley perto de Kirtland, foram expulsos da terra e tiveram que recomeçar no reassentamento de Independence, Missouri; a experiência de Presidente Boyd K. Packer como piloto do Exército, detido em um impasse em Okinawa enquanto esperava para começar sua missão no Japão e suas várias paradas lá; e Amon, no Livro de Mórmon, e seu serviço e convivência com o Rei Lamôni e seu povo na terra de Ismael.

Ela também falou sobre um filho que serviu como missionário em um país do leste europeu nos anos 90, desanimado com o idioma, cultura, culinária e rejeição constante. Seu ponto de vista a respeito das pessoas mudou — literalmente — quando as luzes de um trem elétrico no qual estava, se apagaram por vários minutos, alterando sua vista da janela de um reflexo de si mesmo para o cenário externo, o que fez com que ele realmente enxergasse as pessoas desgastadas e oprimidas por décadas que caminhavam do lado de fora.

“Essas pessoas haviam perdido a esperança. Elas estavam desanimadas. Seu coração se enterneceu. Isso mudou tudo em seu serviço missionário. Ele não poderia ter mais amor por essas pessoas”, disse ela. “Podemos dizer que ele desfez seu coração. De fato, quando seus dois anos se passaram e era hora de retornar para casa, ele achou muito difícil ir embora.”

A irmã Kathy Christofferson discursa durante a gravação de um devocional mundial para missionários em Salt Lake City na terça-feira, dia 1º de junho de 2021.
A irmã Kathy Christofferson discursa durante a gravação de um devocional mundial para missionários em Salt Lake City na terça-feira, dia 1º de junho de 2021. Credit: Jeffrey D. Allred, Deseret News

A irmã Christofferson observou que muitos élderes e sísteres assistindo à transmissão do devocional estão prestes a arrumar suas malas e partir para vários campos de trabalho, reunindo-se àqueles que vivem e servem no âmbito de transferências e novos companheiros.

“Onde quer que estejam na linha do tempo de seu serviço, espero que cnsiderem útil a ideia de desfazer suas malas, tanto física quanto emocionalmente. Oro para que busquem a orientação do Senhor em seu serviço, e que encontrem Seu auxílio e direção em tudo que fizerem.”

Tornarmo-nos discípulos de Cristo

Os missionários devem se esforçar para se tornar discípulos do Pai e do Filho — em vez de discípulos de seus pais ou de líderes da missão ou da Igreja — e procurar ajudar outras pessoas a virem a Cristo e a criarem conexões com Seu Pai Celestial e com o Salvador, disse Élder Christofferson.

Élder D. Todd Christofferson, do Quórum dos Doze Apóstolos, e Élder Marcus B. Nash, Setenta Autoridade Geral e diretor executivo do Departamento Missionário, conversam antes da gravação de um devocional mundial para missionários em Salt Lake City na terça-feira, dia 1º de junho de 2021.
Élder D. Todd Christofferson, do Quórum dos Doze Apóstolos, e Élder Marcus B. Nash, Setenta Autoridade Geral e diretor executivo do Departamento Missionário, conversam antes da gravação de um devocional mundial para missionários em Salt Lake City na terça-feira, dia 1º de junho de 2021. Credit: Jeffrey D. Allred, Deseret News

Jesus é o Pão da Vida e a Água Viva, e esse simbolismo explica “quão perfeitamente unidos com Ele precisamos estar para nos tornarmos como Seus discípulos”, disse ele, acrescentando que “comermos figurativamente de Sua carne e bebermos de Seu sangue também significa internalizarmos as qualidades e as características do Salvador.

“Ao partilharmos do pão e da água sacramental a cada semana, devemos considerar quão plena e integralmente precisamos incorporar o modelo de Sua vida sem pecado em nossa vida. A ordenança do sacramento é uma chamada semanal ao discipulado.”

Ele acrescentou: “Quero ajudá-los a usarem o Livro de Mórmon para se tornarem discípulos cada vez mais fiéis e completos de Jesus Cristo.”

1. Usem o Livro de Mórmon para melhor compreenderem Sua vida e Seus ensinamentos

Embora o Novo Testamento forneça o relato mais compreensivo da vida e dos ensinamentos de Jesus Cristo, o registro do Livro de Mórmon sobre o ministério do Salvador no Hemisfério Ocidental acrescenta informações importantes, entendimento e poder, disse Élder Christofferson.

Ele disse a seus ouvintes para se familiarizarem completamente com os ensinamentos do Livro de Mórmon sobre o Salvador, Sua vida, Seus preceitos e Seu caráter.  “Não há outro livro de escrituras focalizado tão intencionalmente em Jesus Cristo. Sua fé Nele e no que Ele está disposto e é capaz de fazer em sua vida crescerá milagrosamente com o passar do tempo.”

2. Por meio do Livro de Mórmon, entendam a Expiação de Cristo e o que significa a redenção

Élder Christofferson destacou a maneira tão completa pela qual a Expiação de Jesus Cristo é ensinada no Livro de Mórmon, o que também ajuda a proporcionar uma apreciação e um entendimento profundo do que a Bíblia ensina sobre o plano de redenção do Pai e a doutrina do arrependimento.

“Arrependermo-nos significa confessarmos e abandonarmos o pecado, e mudarmos nosso curso para seguirmos e obedecermos a Deus mais perfeitamente — para fazermos da obediência a Suas leis nossa prioridade, em vez de tentarmos fazer nossas próprias leis e seguirmos nossas próprias regras. Com o arrependimento e a graça expiatória de Cristo, somos curados dos pecados e libertados de sua miséria.”

3. Reconheçam suas responsabilidades perante Cristo

Élder D. Todd Christofferson, do Quórum dos Doze Apóstolos, discursa durante a gravação de um devocional mundial para missionários em Salt Lake City na terça-feira, dia 1º de junho de 2021.
Élder D. Todd Christofferson, do Quórum dos Doze Apóstolos, discursa durante a gravação de um devocional mundial para missionários em Salt Lake City na terça-feira, dia 1º de junho de 2021. Credit: Jeffrey D. Allred, Deseret News

O Livro de Mórmon ensina claramente que somos responsáveis perante Deus, e sobretudo perante o Salvador, por nossa vida, acrescentou Élder Christofferson.  “Aqueles que sentem gratidão e responsabilidade para com o provedor da vida viverão de maneira muito diferente daqueles que não sentem nenhuma obrigação a quem pagou por seus pecados com Seu sangue e os redimiu da morte.”

Os profetas do Livro de Mórmon ensinam que, embora os iníquos considerem a verdade dura, os justos se sentem apoiados por ela. Aqueles que não se arrependem aguardam pelo dia de julgamento com medo e temor.

4. Amem o Senhor e recebam Seu amor

“Sermos responsáveis perante o Salvador, nos motiva a escolhermos o que é certo, porém, ainda mais importante que a motivação, é o nosso amor por Ele…”, disse Élder Christofferson. “O Livro de Mórmon nos inspira a amar Jesus Cristo, ao sentimos o amor que seus autores sentiam por Ele e ao vermos Seu amor e bênção derramados sobre aqueles que se esforçam para serem Seus discípulos.

O Livro de Mórmon incutirá o amor do Salvador em nosso coração, e seguir seus preceitos nos aproximará mais Dele, continuou. “No mínimo, o Livro de Mórmon nos ensina que Seu amor realmente está ao nosso alcance. Cada um de nós, embora ainda sejamos discípulos imperfeitos, pode experienciar o amor de Cristo consistentemente ao longo de nossa vida.”

5. Por meio do Livro de Mórmon, recebam um testemunho de Sua ressurreição

O Livro de Mórmon é um testamento de Jesus Cristo — ele presta testemunho de que Ele é o Filho Unigênito do Deus Vivo, o Messias prometido, o Salvador e Redentor, e o Senhor ressurreto, ensinou Élder Christofferson.

“A Ressurreição literal de Jesus Cristo é o selo de autenticidade sobre tudo o que ensinamos a respeito do grande plano de felicidade e da doutrina de Cristo. Com a Ressurreição, temos tudo; sem a Ressurreição, nada temos.”

Por causa de Sua Ressurreição, podemos saber que todas as promessas de Deus são verdadeiras, incluindo todas aquelas que ainda serão cumpridas, seja nesta vida ou na eternidade, disse ele. “Seu estudo do Livro de Mórmon ao longo da vida lhes trará esse testemunho.”

Élder Christofferson abençoou os missionários para que, sua maior prioridade seja se tornarem verdadeiros discípulos, e que usem o Livro de Mórmon para guiá-los no caminho do discipulado cristão.

“Presto meu testemunho de que vocês foram chamados, sob autoridade apostólica, a ensinarem e testificarem em nome de Jesus Cristo como Seus discípulos e emissários. Jesus é o divino Filho de Deus, e Ele vive hoje, o Senhor ressurreto e o cabeça de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Élder D. Todd Christofferson, do Quórum dos Doze Apóstolos, e sua esposa, a irmã Kathy Christofferson, esperam o início da gravação de um devocional mundial para missionários em Salt Lake City na terça-feira, dia 1º de junho de 2021.
Élder D. Todd Christofferson, do Quórum dos Doze Apóstolos, e sua esposa, a irmã Kathy Christofferson, esperam o início da gravação de um devocional mundial para missionários em Salt Lake City na terça-feira, dia 1º de junho de 2021. Credit: Jeffrey D. Allred, Deseret News