Como líderes da Igreja usaram as escrituras para ensinar durante a conferência geral de outubro de 2021

Ao centralizarem suas mensagens no Salvador durante a conferência geral de outubro de 2021, muitos líderes de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias usaram as escrituras para ensinarem a pura verdade, a pura doutrina de Cristo e a pura revelação

Presidente Russell M. Nelson citou a promessa do Senhor de que “se estivermos preparados não temeremos” (Doutrina e Convênios 38:30), ao enfatizar a necessidade de fortalecermos nosso próprio alicerce pessoal.

“Esta garantia tem implicações profundas hoje”, disse ele. “O Senhor declarou que, apesar dos desafios sem precedentes dos dias atuais, aqueles que edificam seus alicerces sobre Jesus Cristo, e que aprendem a acessar Seu poder, não precisam sucumbir às ansiedades únicas desta época.”

Autoridades Gerais apoiam outros líderes durante a 191ª Conferência Geral Semianual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.
Autoridades Gerais apoiam outros líderes durante a 191ª Conferência Geral Semianual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Credit: Jeffrey D. Allred, Deseret News

Assim como Presidente Nelson, membros da Primeira Presidência, do Quórum dos Doze Apóstolos e outros líderes da Igreja usaram uma variedade de passagens e histórias da Bíblia, do Livro de Mórmon e de Doutrina e Convênios para ajudar a ilustrar suas mensagens. Aqui estão alguns exemplos. 

Livro de Mórmon

Em seu discurso sobre virmos a Cristo, Bonnie H. Cordon, presidente geral das Moças, relatou a história de Jesus ao abençoar os nefitas um por um em 3 Néfi 17. “Toda vez que leio esta história, me pergunto: Quem levarei a Cristo? Quem vocês levarão?”, disse a presidente Cordon. “Podemos olhar ao redor novamente, assim como Jesus fez, para termos certeza de que ninguém foi esquecido, e que todos sejam convidados a conhecê-lo?”

A presidente Bonnie H. Cordon discursa na sessão da manhã de sábado, dia 2 de outubro de 2021, da 191ª Conferência Geral Semianual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.
A presidente Bonnie H. Cordon discursa na sessão da manhã de sábado, dia 2 de outubro de 2021, da 191ª Conferência Geral Semianual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Credit: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

O título do discurso de Élder David A. Bednar, “Com o poder de Deus em grande glória” vem de 1 Néfi 14:14. “A frase ‘armados com retidão e com o poder de Deus em grande glória’ não é simplesmente uma boa ideia ou um belo exemplo de linguagem bíblica”, disse o membro do Quórum dos Doze Apóstolos. “Ao contrário, estas bênçãos são vistas com facilidade na vida de inúmeros discípulos santos dos últimos dias do Senhor.”

Élder D. Todd Christofferson, do Quórum dos Doze Apóstolos, usou o exemplo de Alma, que pregou arrependimento ao povo de Amonia e mostrou como o grande amor dos profetas reflete o amor de Deus (ver Alma 13:27, 29). 

Em sua mensagem sobre o amor de Deus, a irmã Susan H. Porter, primeira conselheira na presidência geral da Primária, falou sobre o profeta Néfi, a quem foi mostrado Maria, segurando o menino Jesus em seus braços, em uma visão (1 Néfi 11:20-22). 

“Naquele momento sagrado, Néfi compreendeu que, com o nascimento do Salvador, Deus estava mostrando Seu amor puro e completo”, disse ela.  

A irmã Susan H. Porter discursa na sessão da tarde de sábado, dia 2 de outubro de 2021, da 191ª Conferência Geral Semianual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.
A irmã Susan H. Porter discursa na sessão da tarde de sábado, dia 2 de outubro de 2021, da 191ª Conferência Geral Semianual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Credit: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Élder Ronald A. Rasband, do Quórum dos Doze Apóstolos, usou a frase de Néfi: “E nestas escrevo as coisas de minha alma”(2 Néfi 4:15) como introdução ao seu discurso intitulado “As coisas de minha alma”. 

“As palavras de Néfi suscitam as seguintes perguntas: ‘A respeito de que coisas vocês ponderam?’ ‘Quais coisas realmente importam para vocês?’ ‘Quais são as coisas de sua alma?’”, disse Élder Rasband. “As coisas de nossa alma são muitas vezes esclarecidas e aprofundadas através de perguntas.”

Para definir o tom para sua mensagem sobre a união, Élder Dale G. Renlund, do Quórum dos Doze Apóstolos, citou a advertência do Salvador aos nefitas: “[N]ão haverá disputas entre vós. … [A]quele que tem o espírito de discórdia não é meu, mas é do diabo, que é o pai da discórdia e leva a cólera ao coração dos homens, para contenderem uns com os outros” (3 Néfi 11:28-29). 

Élder Dale G. Renlund discursa na sessão da manhã de domingo, dia 3 de outubro de 2021, da 191ª Conferência Geral Semianual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.
Élder Dale G. Renlund discursa na sessão da manhã de domingo, dia 3 de outubro de 2021, da 191ª Conferência Geral Semianual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Credit: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Velho Testamento, Novo Testamento

A Bíblia é clara sobre a origem de uma igreja e a necessidade dela agora, disse Presidente Dallin H. Oaks, primeiro conselheiro na Primeira Presidência. Ele citou versículos em Efésios 4 sobre Cristo ser o “cabeça da igreja”, e oficiais que foram dados “para o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério e para a edificação do corpo de Cristo.”.

“Ao frequentarmos e participarmos na Igreja, nossos corações são, como lemos na Bíblia, ‘unidos em amor’”, disse Presidente Oaks, citando Colossenses 2:2

Presidente M. Russell Ballard, Presidente em Exercício do Quórum dos Doze Apóstolos, apresentou a pergunta que Jesus fez a Pedro — “Amas-me mais do que estes?”(João 21:15) — às pessoas de hoje. 

“Ele pode estar perguntando a cada um de nós se O amamos mais do que as coisas deste mundo”, disse ele. “Esta pode ser uma pergunta sobre o que realmente valorizamos na vida, quem seguimos e como enxergamos nossos relacionamentos com os membros de nossa família e com o próximo. … Como responderíamos à pergunta: ‘Amas-me mais do que estes?’”

Este versículo também foi citado pela irmã Sharon Eubank, primeira conselheira na presidência geral da Sociedade de Socorro, no encerramento de seu discurso sobre cuidarmos dos necessitados: “Permitam-me concluir repetindo a pergunta que Jesus fez a Seu Apóstolo, Simão Pedro: Amas-me? A essência do evangelho está contida na forma como respondemos a essa pergunta por nós mesmos e ‘apascentamos Suas ovelhas.’”

A presidente Sharon Eubank discursa na sessão da noite de sábado, dia 2 de outubro de 2021, da 191ª Conferência Geral Semianual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.
A presidente Sharon Eubank discursa na sessão da noite de sábado, dia 2 de outubro de 2021, da 191ª Conferência Geral Semianual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Credit: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Élder Jeffrey R. Holland abriu seu discurso da manhã de sábado com a história do jovem rico que perguntou: “que farei para herdar a vida eterna?” A diretiva do Salvador de vender tudo, tomar sua cruz e segui-lo fez com que o jovem rico se retirasse triste, “porque possuía muitas propriedades” (Marcos 10:17-22).

“Oro para que tenhamos sucesso naquilo em que o jovem rico falhou, para que tomemos a cruz de Cristo, por mais árdua que seja e a despeito da dificuldade e do preço”, disse Élder Holland.  

Camille N. Johnson, presidente geral da Primária, baseou seu discurso na descrição de Cristo encontrada em Hebreus 12:2. “Testifico que o Salvador é ‘o autor e consumador de nossa fé.’ Vocês O convidarão para ser o autor e consumador de sua história?” perguntou ela. 

Ela citou Davi ao vencer Golias (1 Samuel 17) e Ester ao salvar seu povo (Ester 4) como exemplos de indivíduos que estavam dispostos a permitirem que Deus prevalecesse e escrevesse sua história. 

A presidente Camille N. Johnson discursa na sessão da manhã de domingo, dia 3 de outubro de 2021, da 191ª Conferência Geral Semianual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.
A presidente Camille N. Johnson discursa na sessão da manhã de domingo, dia 3 de outubro de 2021, da 191ª Conferência Geral Semianual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Credit: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Élder Dieter F. Uchtdorf, do Quórum dos Doze Apóstolos, destacou a história dos filhos de Israel no livro dos Juízes. Apenas uma geração após a morte de Josué, o povo abandonou o caminho e começou a caminhar de acordo com seus próprios desejos (Juízes 2). 

“Não importa quão fortes tenham sido nossas experiências espirituais no passado, como seres humanos, tendemos a vagar. Esse tem sido o padrão desde os dias de Adão até hoje”, disse Élder Uchtdorf, antes de destacar os pontos de referência espirituais que podem nos ajudar a avaliarmos nosso rumo de vida. 

Ao concluir seu discurso sobre a confiança, Élder Gerrit W. Gong, do Quórum dos Doze Apóstolos, citou a parábola do filho pródigo (Lucas 15:11-32) e perguntou: “Irmãos e irmãs, vocês poderiam considerar que Jesus está nos pedindo para abrirmos nosso coração, nossa compreensão, compaixão e humildade, e enxergarmos a nós mesmos em ambos os papéis?  

“Assim como o primeiro filho, talvez vaguemos e, mais tarde, procuremos voltar para casa. Deus aguarda para nos dar as boas-vindas. E, como o outro filho, Deus gentilmente roga que nos regozijemos juntos, conforme cada um de nós volta para casa para viver com Ele.” 

Para ilustrar a importância de tratarmos os outros com compaixão,  Élder Ulisses Soares, do Quórum dos Doze Apóstolos, contou sobre a visita de Jesus à casa de Simão, o fariseu. Uma certa mulher, considerada pecadora, entrou na casa de Simão enquanto Jesus estava lá. Simão julgou injustamente tanto a mulher quanto Jesus por seu perdão (Lucas 7:36-50)

“Este relato demonstra … que o Salvador agia com compaixão para com todos os que se dirigiam a Ele — sem distinção —  especialmente para com aqueles que mais precisavam de Sua ajuda”, disse Élder Soares. 

Élder Ulisses Soares discursa na sessão da manhã de sábado, dia 2 de outubro de 2021, da 191ª Conferência Geral Semianual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.
Élder Ulisses Soares discursa na sessão da manhã de sábado, dia 2 de outubro de 2021, da 191ª Conferência Geral Semianual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Credit: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Doutrina e Convênios, Joseph Smith–História

O método para recebermos revelação não mudou desde os dias de Adão e Eva — ela é sempre recebida através do exercício da fé, disse Presidente Henry B. Eyring, segundo conselheiro na Primeira Presidência. Ele usou o exemplo de Joseph Smith quando adolescente, que teve fé suficiente para fazer uma pergunta de Deus (Joseph Smith—História 1:13-26). 

“Sei por experiência própria que as respostas atenderão às suas necessidades e à sua preparação espiritual”, disse Presidente Eyring. “Se vocês precisarem de uma resposta que seja importante para seu bem-estar eterno, ou para o de outras pessoas, é mais provável que a resposta venha. No entanto, vocês podem receber — como Joseph Smith recebeu — a resposta de que precisam ser pacientes.”

Élder Quentin L. Cook, do Quórum dos Doze Apóstolos, descreveu uma recente visita à Cadeia de Liberty, e recordou as palavras que o Profeta Joseph Smith declarou enquanto estava confinado lá (Doutrina e Convênios 121:1-8). 

“Enquanto eu estava na Cadeia de Liberty, fiquei profundamente tocado ao ler a resposta do Senhor: ‘Meu filho, paz seja com tua alma; tua adversidade e tuas aflições não durarão mais que um momento; e então, se as suportares bem, Deus te exaltará no alto,’” disse Élder Cook. “É evidente que a oposição pode nos refinar para um destino eterno e celestial.”

Élder Neil L. Andersen discursa na sessão da tarde de domingo, dia 3 de outubro de 2021, da 191ª Conferência Geral Semianual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.
Élder Neil L. Andersen discursa na sessão da tarde de domingo, dia 3 de outubro de 2021, da 191ª Conferência Geral Semianual de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Credit: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Ao enfatizar o nome da Igreja, Élder Neil L. Andersen, do Quórum dos Doze Apóstolos, declarou que a influência da Igreja restaurada de Jesus Cristo será uma luz sobre o monte, em um mundo em trevas. “Embora muitos possam permitir que o mundo turve sua fé no Redentor, ‘não seremos removidos de [nosso] lugar’”, disse ele, citando Doutrina e Convênios 101:17

Élder Gary E. Stevenson, do Quórum dos Doze Apóstolos, explicou que as responsabilidades divinamente designadas — viver o evangelho de Jesus Cristo, cuidar dos necessitados, convidar todos a receberem o evangelho e unir famílias para a eternidade — se alinham com as chaves do sacerdócio restauradas por Moisés, Elias e Elias, o Profeta (Doutrina e Convênios 110).