Durante visita de Élder Rasband à África, foi dito a membros locais que podem viver, prosperar na fé e na alegria

JOANESBURGO, África do Sul — Na noite de terça-feira, 16 de novembro, um jovem adulto da África fez uma pergunta interessante a Élder Ronald A. Rasband, do Quórum dos Doze Apóstolos.  

“Durante a pandemia, muitos jovens adultos solteiros se viram em um declínio mental, emocional e espiritual por causa do distanciamento social. Que conselho o senhor daria para aqueles que estão tendo problemas relacionados à saúde mental e enfrentando sentimentos de depressão, ansiedade ou desespero?”

Esta foi uma das várias perguntas anônimas feitas por jovens e jovens adultos de 32 países nas áreas da África Central e África do Sul [em inglês], que participaram para assistir suas respostas em uma transmissão ao vivo no Facebook [em inglês].  

Élder Rasband presidiu o evento, que também incluiu outros líderes gerais e locais da Igreja: Élder Patrick Kearon da Presidência dos Setenta e sua esposa, irmã Jennifer Kearon; Bispo L. Todd Budge, do Bispado Presidente, e sua esposa, irmã Lori Budge;  Élder Christoffel Golden, Setenta Autoridade Geral e presidente da Área África do Sul, e sua esposa, a irmã Diane Golden; e a irmã Gladys Sitati, esposa do Élder Joseph W. Sitati, Setenta Autoridade Geral e presidente da Área África Central.    

Juntos, eles ofereceram conselhos sinceros e testemunhos sobre tópicos que vão, desde a vacina contra a COVID-19 até o abuso sexual, e uma discussão sobre quais atributos devem buscar em um futuro cônjuge.

Thalia Holmes, à esquerda, Élder Ronald A. Rasband, Élder Patrick Kearon, a irmã Jennifer Kearon, Bispo L. Todd Budge, a irmã Lori Capener Budge, Élder Christoffel Golden e a irmã Diane Golden se reúnem para uma transmissão ao vivo no Facebook para jovens e jovens adultos em um estúdio em Joanesburgo, África do Sul, em 16 de novembro de 2021.
Thalia Holmes, à esquerda, Élder Ronald A. Rasband, Élder Patrick Kearon, a irmã Jennifer Kearon, Bispo L. Todd Budge, a irmã Lori Capener Budge, Élder Christoffel Golden e a irmã Diane Golden se reúnem para uma transmissão ao vivo no Facebook para jovens e jovens adultos em um estúdio em Joanesburgo, África do Sul, em 16 de novembro de 2021. Crédito: Captura de tela do Facebook

Ao longo do evento, houve quase 800 comentários de espectadores.

“Obrigado por este momento incrível e pelo Espírito que sentimos durante este [evento],” comentou Yvresse Rousseau de Brazzaville, da República do Congo.

“Esta transmissão realmente ajudou”, comentou Natalie Kapema, da Zâmbia.

O evento foi parte de uma movimentada visita de 11 dias à África por Élder Rasband, Kearons e Budges.

Com a ajuda da tecnologia, os líderes visitantes realizaram conferências de liderança do sacerdócio e outras reuniões na Área África Central e participaram de conferências de estaca em Kinshasa, República Democrática do Congo, e Nairóbi, Quênia. Os líderes também se reuniram virtualmente com missionários designados para servir no Gabão e em Camarões, bem como aqueles que foram recentemente evacuados da Etiópia devido a conflitos civis. Eles visitaram o Templo de Joanesburgo na África do Sul, se encontraram com líderes e membros da Igreja na Área África do Sul e fizeram uma viagem improvisada ao centro de treinamento missionário recém-reaberto em Roodepoort, a oeste de Joanesburgo, África do Sul. Na maioria das reuniões, Élder Rasband se ofereceu para responder às perguntas dos santos.

‘Foi como ter o Senhor falando diretamente sobre nossos desafios’

Élder Sitati disse que a visita de Élder Rasband foi como se o Senhor estivesse estendendo a mão para os santos do continente africano. Élder Rasband foi recentemente designado apóstolo supervisor para as áreas da África Central e África do Sul.

“Ter um apóstolo do Senhor focado especificamente na Igreja na Área da África Central foi realmente como ter o próprio Senhor falando diretamente sobre os desafios que nós, como líderes e membros, enfrentamos”, disse ele.

Élder Golden refletiu sobre algumas das mensagens que resumem a essência da visita de Élder Rasband.

“O primeiro princípio envolveu amor”, disse ele. “Élder Rasband enfatizou a importância de cultivar o amor a Deus e o amor ao próximo.”

Ele também “nos instruiu, como líderes, a fortalecer a Igreja e a viver o evangelho aqui na África”, continuou Élder Golden. “Ele expressou que o Senhor, Presidente Russell M. Nelson, a Primeira Presidência e os Doze Apóstolos nos amam, são gratos por nosso serviço e precisam de nós nesta obra sagrada.” 

Junto com isso, veio um toque de clarim para seguir o profeta vivo. Isso, disse Élder Sitati, “foi especialmente relevante em um momento em que, não só muitos não são vacinados contra a COVID-19, mas também temos vários lugares onde há uma ansiedade crescente devido à insegurança, como Etiópia, Uganda e algumas áreas no Congo.”

Élder Ronald A. Rasband fala aos jovens das alas de Randburg e Sandton na Estaca Joanesburgo África do Sul, que participaram remotamente, durante uma transmissão ao vivo no Facebook para jovens e jovens adultos em um estúdio em Joanesburgo, África do Sul, em 16 de novembro de 2021.
Élder Ronald A. Rasband fala aos jovens das alas de Randburg e Sandton na Estaca Joanesburgo África do Sul, que participaram remotamente, durante uma transmissão ao vivo no Facebook para jovens e jovens adultos em um estúdio em Joanesburgo, África do Sul, em 16 de novembro de 2021. Crédito: Captura de tela do Facebook

‘Fé e alegria, independentemente das circunstâncias’

Mas, apesar dessas dificuldades, disse Élder Golden, “recebemos a garantia apostólica de que podemos viver e prosperar na fé e na alegria, independentemente de onde vivemos, em todas as circunstâncias e em todos os momentos — mesmo dentro da atual pandemia de COVID-19.”

Élder Sitati também descreveu o “conforto e segurança” que emanavam do Apóstolo.

“Em minhas interações com Élder Rasband, senti no fundo de meu coração o testemunho confirmador de que ele é um Apóstolo do Senhor”, disse ele. “É difícil para mim descrever adequadamente o sentimento para outra pessoa, mas estar perto dele me fez ter um sentimento sagrado.”

Pouco antes de retornar aos Estados Unidos, Élder Rasband disse que estava “maravilhado e impressionado” com as pessoas com quem havia interagido na África.

“Esta é a sexta vez que venho à África e me sinto constantemente satisfeito e inspirado por todos”, disse ele. “Quer se trate da liderança com a qual trabalhamos, ou membros, ou missionários — estou impressionado com essas pessoas maravilhosas que estão tentando fazer o seu melhor e edificar a Igreja e o reino do Senhor.