Élder Uchtdorf responde três perguntas sobre buscarmos a ajuda do Pai Celestial

O Pai Celestial ama e se importa com cada um de Seus filhos, e está disposto a ajudá-los e abençoá-los, disse Élder Dieter F. Uchtdorf, do Quórum dos Doze Apóstolos, em um devocional no domingo, dia 9 de janeiro.

​“Deus, nosso Pai Celestial, conhece cada um de nós pessoalmente, está interessado em todos nós, e se preocupa com nosso bem-estar e progresso”, disse ele. “E o Pai Celestial está sempre ao nosso lado. Isso não é incrível e maravilhoso?”

Élder Uchtdorf foi um dos seis membros do Quórum dos Doze Apóstolos que discursou para jovens adultos ao redor do mundo. Élder Uchtdorf e sua esposa, a irmã Harriet R. Uchtdorf, discursaram para jovens adultos nas áreas Ásia, Ásia Norte, Filipinas e Pacífico, uma região que abrange cerca da metade da população mundial. Suas mensagens estão disponíveis em inglês, tagalo, samoano, tonganês, mandarim, cantonês, coreano, japonês, cambojano, tailandês, mongol, indonésio e fijiano.

Élder Uchtdorf fez e respondeu três perguntas: “Por que precisamos da ajuda de Deus?”, “Deus ainda ajuda Seus filhos?” e “Como podemos usufruir da fonte do poder divino de Deus?”

Por que precisamos da ajuda de Deus? 

De sentimentos de confusão ou desamparo, perda ou solidão, quando buscamos respostas para as perguntas importantes da vida, “precisamos da ajuda de Deus”, disse Élder Uchtdorf. A ajuda de Deus também é necessária quando os fardos e obstáculos parecem ser muito pesados ou grandes demais.

“Vocês buscam verdade e conhecimento? Cura? Alívio? Sabedoria? Paz? Perdão? Vocês sentem que precisam de ajuda divina?”, perguntou ele. “Hoje, lhes ofereço uma mensagem de certeza e esperança. … O Pai Celestial responde às orações de Seus filhos. Deus responde às suas e às minhas orações.”

O Pai Celestial enviou Seu filho, Jesus Cristo, como um Salvador e Redentor que ajudará a curar feridas e responderá a perguntas. 

“Nos tempos sombrios de nossa vida, Ele nos dá paz. Ele nos concede esperança. Ele alivia nossos fardos e abre portas que nos levam a nosso glorioso destino e desígnio divino”, disse Élder Uchtdorf. “Ele nos refina, nos perdoa e nos redime.”         

Deus ainda ajuda Seus filhos? 

“A resposta curta é um retumbante ‘sim!’”, disse Élder Uchtdorf, acrescentando que ele já presenciou isso muitas vezes em sua própria vida. 

“Meus queridos amigos, Deus os ajudará”, disse ele. “No momento em que nos permitimos acreditar nessa resposta simples, começamos a abrir as janelas dos céus para recebermos as bênçãos de Deus.” 

Élder Dieter F. Uchtdorf, do Quórum dos Doze Apóstolos, à esquerda, com sua esposa, a irmã Harriet R. Uchtdorf, sorriem durante um devocional transmitido no domingo, dia 9 de janeiro de 2022, para jovens adultos nas áreas Ásia, Ásia Norte, Pacífico e Filipinas.
Élder Dieter F. Uchtdorf, do Quórum dos Doze Apóstolos, à esquerda, com sua esposa, a irmã Harriet R. Uchtdorf, sorriem durante um devocional transmitido no domingo, dia 9 de janeiro de 2022, para jovens adultos nas áreas Ásia, Ásia Norte, Pacífico e Filipinas. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Élder Uchtdorf encorajou os ouvintes a terem esperança no Pai Celestial e em Seu amor, e a se achegarem a Deus, guardando os mandamentos e trilhando Seu caminho. Então, eles poderão aprender e ver como o Pai Celestial os guiará. 

“A declaração de missão de Deus, proferida por Ele mesmo — Sua razão e propósito de ser, Sua obra e Sua glória— se concentram em fazer com que seja possível vivermos com Ele por toda a eternidade e nos tornarmos herdeiros de Sua magnificência e glória”, disse Élder Uchtdorf. “Reflitam sobre isto: o ser mais poderoso e capaz do universo tem como seu maior propósito guiar Seus filhos e proporcionar-lhes uma maneira de um dia viverem com Ele em glória por toda a eternidade.”

Isso está disponível para todos. As bênçãos não estão condicionadas à aparência física, ao local onde uma pessoa vive ou ao seu número de seguidores nas redes sociais. 

“A maneira como o mundo nos vê não significa nada para Deus. Deus olha para o nosso coração, e Ele sabe o que desejamos”, disse ele. “Sua missão é nos orientar e nos encorajar, de tal forma que possamos viver com Ele em mundos de glória celestial sem fim. 

“Deus está do nosso lado. Ele quer que tenhamos sucesso. … Deus nos ama.” 

Como podemos receber a ajuda de Deus?

O Pai Celestial quer que Seus filhos escolham por si mesmos seu rumo e caminho para chegarem lá. O princípio de escolha é fundamental para o plano de salvação. 

“Nosso Pai Celestial valoriza tanto nossa capacidade de fazermos nossas próprias escolhas, que Ele não forçará Sua vontade sobre nós”, disse Élder Uchtdorf, mesmo quando essas escolhas significam que as pessoas possam rejeitar Deus, ou causar danos aqui na Terra e na eternidade. 

Élder Uchtdorf compartilhou três passos para recebermos a ajuda de Deus. O primeiro é estarmos alicerçados na rocha de Jesus Cristo. 

“Ergam-se como discípulos de Cristo, amem a Deus. Demonstrem seu amor guardando Seus mandamentos. Amem a seu próximo”, disse ele. Além disso, ajudem a fortalecerem uns aos outros, o que exigirá uma certa criatividade devido à pandemia, e adotem o ensino e o aprendizado do evangelho, tornando-os parte da vida diária.

Élder Dieter F. Uchtdorf, do Quórum dos Doze Apóstolos, discursa durante uma devocional que foi transmitido no dia 9 de janeiro de 2022 para jovens adultos nas áreas Ásia, Ásia Norte, Pacífico e Filipinas.
Élder Dieter F. Uchtdorf, do Quórum dos Doze Apóstolos, discursa durante uma devocional que foi transmitido no dia 9 de janeiro de 2022 para jovens adultos nas áreas Ásia, Ásia Norte, Pacífico e Filipinas. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

O segundo é “sabermos que somos necessários”. Para aqueles em áreas onde o número de santos dos últimos dias pode ser pequeno, Élder Uchtdorf os lembrou de que a restauração da Igreja começou com um pequeno número de pessoas. 

O terceiro é “termos a confiança de que Deus nos guiará.” Deus enviou o Espírito Santo como o Consolador para ajudar a nos ensinar e nos conectar com os céus. 

“Sua jornada corajosa e intencional como discípulos de Jesus Cristo trará coisas maravilhosas para sua vida pessoal e abençoará suas famílias, comunidades e outras pessoas”, disse Élder Uchtdorf.

Jesus Cristo é o cerne

A irmã Uchtdorf encorajou os jovens adultos a defenderem o que acreditam e se concentrarem em coisas sagradas. 

Ela se filiou à Igreja em sua adolescência na Alemanha e frequentava uma escola só para meninas, onde suas amigas eram luteranas ou católicas. Compartilhar o evangelho com outras pessoas era intimidante. 

A irmã Harriet R. Uchtdorf discursa durante uma devocional que foi transmitido no dia 9 de janeiro de 2022 para jovens adultos nas áreas Ásia e Pacífico, com mensagens de Élder e da irmã Uchtdorf disponíveis em inglês, tagalo, samoano, tonganês, mandarim, cantonês, coreano, japonês, cambojano, tailandês, mongol, indonésio e fijiano.
A irmã Harriet R. Uchtdorf discursa durante uma devocional que foi transmitido no dia 9 de janeiro de 2022 para jovens adultos nas áreas Ásia e Pacífico, com mensagens de Élder e da irmã Uchtdorf disponíveis em inglês, tagalo, samoano, tonganês, mandarim, cantonês, coreano, japonês, cambojano, tailandês, mongol, indonésio e fijiano. Crédito: A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Porém, após fazê-lo, e apesar de algumas experiências difíceis, ela percebeu como isso aumentou sua autoestima e fortaleceu suas amizades.

“Lembrem-se de que Cristo é o cerne de Sua obra e de Sua Igreja, e Ele está no centro das ordenanças e dos convênios. Ele é o cerne de tudo isso”, disse a irmã Uchtdorf. 

Ela destacou o uso do panfleto “Para o Vigor da Juventude” para ajudar a orientá-los, além de aconselhá-los a priorizarem o sacramento em sua vida, fazerem com que o plano de felicidade seja seu plano, serem gentis e guiarem outras pessoas, bem como se prepararem para ir ao templo. 

“Pensem, ponderem e orem sobre o propósito de sua vida — não se preocupem muito com todos os pequenos detalhes, os quais podem ser uma grande distração. Adotem a visão prática e gloriosa do plano de salvação”, disse a irmã Uchtdorf. “Eu lhes prometo que ao adotarem o plano de felicidade, isso fará com que seja muito mais fácil tomarem suas decisões diárias.”