Menu
NAS NOTÍCIAS

Presidência geral das Moças: Como cumprimento dos convênios resulta em pertencimento

“Ao vivermos a vida no caminho do convênio, teremos mais paz e força em tempos difíceis”, escreve a presidência geral e o conselho consultivo das Moças.

Os esforços para cumprir os convênios feitos no batismo “nos unem àqueles que se esforçam para fazerem o mesmo, criando laços de união e um sentimento de pertencimento”, escreve a presidência geral e o conselho consultivo das Moças.

Os esforços para cumprir os convênios feitos no batismo “nos unem àqueles que se esforçam para fazerem o mesmo, criando laços de união e um sentimento de pertencimento”, escreve a presidência geral e o conselho consultivo das Moças.

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias


Presidência geral das Moças: Como cumprimento dos convênios resulta em pertencimento

“Ao vivermos a vida no caminho do convênio, teremos mais paz e força em tempos difíceis”, escreve a presidência geral e o conselho consultivo das Moças.

Os esforços para cumprir os convênios feitos no batismo “nos unem àqueles que se esforçam para fazerem o mesmo, criando laços de união e um sentimento de pertencimento”, escreve a presidência geral e o conselho consultivo das Moças.

Os esforços para cumprir os convênios feitos no batismo “nos unem àqueles que se esforçam para fazerem o mesmo, criando laços de união e um sentimento de pertencimento”, escreve a presidência geral e o conselho consultivo das Moças.

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

No batismo, fizemos uma promessa sagrada ao Senhor e a nós mesmos de que viveríamos o evangelho, ajudaríamos nossos irmãos e irmãs necessitados e nos lembraríamos de Jesus Cristo em tudo que fizermos. Temos o privilégio de renovarmos esses convênios quando tomamos o sacramento todas as semanas. Nossos esforços para mantermos esses convênios nos unem com aqueles que se esforçam para fazerem o mesmo, criando laços de unidade e um sentimento de pertencimento.

Os convênios nos unem a Deus, nossas famílias e àqueles que lutam para se tornarem como Ele. Nós não estamos sozinhos. Estamos em uma jornada com outras pessoas que também fizeram convênios e estão trabalhando para melhorarem diariamente.

Presidência geral das Moças: da esquerda para a direita, irmã Michelle D. Craig, primeira conselheira; presidente Bonnie H. Cordon e irmã Becky Craven, segunda conselheira.

Presidência geral das Moças: da esquerda para a direita, irmã Michelle D. Craig, primeira conselheira; presidente Bonnie H. Cordon e irmã Becky Craven, segunda conselheira.

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias

Quando nos unimos uns aos outros, ajudamos a aprofundar nosso compromisso de viver o evangelho. Nosso amor cresce em relação ao Pai Celestial, Jesus Cristo e uns aos outros. Somos encorajados a “nos esforçarmos para ser como Ele” e “ministrarmos aos outros em Seu santo nome.” Como filhas amadas, o Tema das Moças nos relembra de nossa conexão com nossos pais celestiais. Temos uma natureza divina e um destino eterno.

Conhecer nossa identidade é vital. Presidente M. Russell Ballard, Presidente em Exercício do Quórum dos Doze Apóstolos, disse: “Compreender esta verdade,  realmente compreendê-la e aceitá-la, muda nossa vida” (“Filhos do Pai Celestial”, devocional da BYU [em inglês], 3 de março de 2020). Também nos dá direção, uma fonte a quem recorrer, e confiança para colocarmos Suas promessas à prova.

Quando fazemos e guardamos convênios com Deus, Ele é obrigado a cumprir Suas promessas. Fazer e guardar convênios sagrados nos conecta a Deus e muda nossa própria natureza, para nos tornarmos mais semelhantes a Ele.

À medida que nos tornarmos mais semelhantes ao Pai Celestial, veremos os outros como Ele os vê. Estaremos cheios de caridade, que é o puro amor de Cristo, e a virtude adornará nossos pensamentos que, por sua vez, permitirão que nossa “confiança se fortaleça” (Doutrina e Convênios 121:45). Passaremos a entender quem realmente somos e como nossos convênios nos ligam ao Pai Celestial e a Jesus Cristo.

Sophie Utley, uma jovem de 15 anos de Centerville, Utah, encontra forças em seus convênios e conhece sua identidade divina como filha de Deus. Neste verão, depois de voltar para casa do acampamento das Moças e de uma conferência Para o Vigor da Juventude, Sophie enfrentou alguns desafios que testaram sua fé. As provações que ela enfrentou a fizeram questionar seu valor e identidade. Ela se ajoelhou em oração e recebeu um testemunho pessoal, que confirmou sua compreensão de que ela é de fato uma filha de Deus.

Com essa paz e conhecimento, ela se sentiu confiante em sua capacidade de seguir em frente. Suas provações não foram eliminadas, mas sua compreensão renovada de seu próprio valor divino lhe deu forças para seguir em frente com fé no Pai Celestial e em Jesus Cristo. Ela sabia que tinha um lugar ao qual pertencia, e que tudo ficaria bem.

Ao vivermos a vida no caminho do convênio, experimentaremos maior paz e força em tempos difíceis. Entenderemos melhor nossa verdadeira identidade e teremos o desejo de fazermos e guardarmos convênios. Quando os discípulos de Jesus Cristo que guardam os convênios se unem, eles abençoam e fortalecem uns aos outros e, por fim, têm oportunidades mais significativas de sentirem o poder e o amor do Senhor.

Oramos para que vocês vejam estas bênçãos em sua própria vida, e ajudem os jovens com quem vocês interagem, a verem Sua mão e bênçãos em sua própria vida, entenderem suas verdadeiras identidades como filhas de Deus e sentirem a alegria de pertencerem ao convênio.

 

NEWSLETTER
Receba destaques do Church News entregues semanalmente na sua caixa de entrada grátis. Digite seu endereço de e-mail abaixo.