Este homem recebeu um chamado pessoal do profeta para ser um missionário de templo. 40 anos depois, ele realizou mais de 13.000 investiduras

De terça a sexta cada semana, Dennis Preece fielmente levanta da cama cerca de 6 da manhã. Sem precisar de alarme. Ele tem feito isso por tanto tempo que seu corpo já se acostumou.

Depois de um banho, Preece coloca uma camisa branca e uma gravata. Tudo preparado na noite anterior.

O homem de 69 anos faz anotações de alguns itens especiais que se encontram numa mesa perto de sua cama, incluindo sua recomendação para o templo, um calendário em que ele cuidadosamente marcou o número de ordenanças do templo que realizou e um pequeno caderno em que escreveu seus nomes. Existem milhares de nomes registrados em muitos cadernos.

Uma parede de seu quarto está coberta de placas e certificados emoldurados, reconhecendo anos de serviço no templo, assim como dúzias de fotos de Preece de pé na frente de vários templos Santos dos Últimos Dias.

Quando tudo está em ordem, Preece sai para o Templo de Ogden Utah, de 10 a 15 minutos dirigindo de onde ele mora com sua irmã viúva, Karen Miner. Seu plano é frequentar sessões de investidura consecutivas. Algumas vezes no passado, ele pegou o ônibus, mas esses dias ele pega uma carona com sua irmã, uma vizinha ou um membro da ala.

Desde que recebeu um chamado pessoal do profeta em 1979, a vida de Preece tem girado em torno do templo. De acordo com seus registros, Preece completou ordenanças do templo por mais de 13.100 pessoas falecidas.

Dennis Preece de pé no portão do Templo de Ogden Utah na quarta, dia 30 de outubro, 2019.
Dennis Preece de pé no portão do Templo de Ogden Utah na quarta, dia 30 de outubro, 2019. Crédito: Trent Toone, Deseret News

“Eu fiz mais trabalho do templo do que qualquer pessoa na Igreja”, Preece diz com prazer, mas sem traços de arrogância.

“Eu não acho que você fez, Dennis, não sabemos disso”, sua irmã Karen diz pacientemente. “Mas você fez muito.”

Preece e seu irmão Randall nasceram de seis a sete semanas prematuros em 1949. Dennis foi recebido em posição de culatra. Por um curto período, ele ficou azul por falta de oxigênio. Ele pesava 1.360 kg.

Seu irmão “Randy” pesava 1.800 kg e morreu dentro de um ano.

Como resultado, Dennis Preece tem necessidades especiais. Ele lida com algumas deficiências mentais e físicas, mas é capaz de agir em várias maneiras básicas.

Independente de seus desafios, um fato sempre foi certo – Dennis ama A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

“Ele sempre amou a Igreja”, Miner disse.

Preece recebeu sua primeira recomendação para o templo em 1974, mas sua vida mudou em 1979 quando ele conheceu presidente Spencer W. Kimball.

Naquele momento, Preece estava profundamente desencorajado porque não podia servir uma missão. Um amoroso vizinho em Pleasant View, que conhecia presidente Kimball, organizou para que Dennis e seus pais fossem à sede da Igreja no dia 24 de abril, 1979, para encontrar com o presidente Kimball. Preece disse que estava extremamente nervoso porque iria conhecer o profeta, mas se acalmou quando presidente Kimball gentilmente segurou sua mão, olhou em seus olhos e lhe deu uma designação.

“Ele me falou que eu seria um missionário do templo”, Preece disse com certa emoção. “Seu trabalho na terra é o trabalho do templo.”

Preece respondeu ao chamado. Começando em 31 de outubro, o irmão Santo dos Últimos Dias de 1,61 metros realizou 13.135 investiduras em 46 templos diferentes, sem contar as outras ordenanças de templo. Ele sabe, porque ele meticulosamente registrou cada número em seu calendário, assim como os nomes em seu caderno. É algo que sua mãe o incentivou a fazer para ajudá-lo a continuar com sua habilidade de escrever.

Quando o templo de Ogden foi fechado para renovações, Preece encontrou caronas para Logan, Brigham City, Bountiful, Salt Lake e outros templos em Utah. Ele também insistiu em frequentar templos em lugares onde sua família viajava de férias, sua irmã disse.

“Ele leva cerca de três anos para fazer 1.000 investiduras”, Miner disse.

Graças a Preece, a frequência ao templo está alta na Ala Forest Green da Estaca Ogden Utah Weber Heights. Juntamente com seus nomes de família (na verdade ele ama história da família e visita cemitérios onde seus ancestrais foram enterrados), ele completou centenas de nomes por pelo menos metade dos membros de sua ala, sua irmã disse.

Preece reporta seu progresso cada semana ao entregar um bilhete com seus números atuais para bispo Frank Browning ou um conselheiro.

“Cada semana eu recebo um”, bispo Browning disse. “Dennis é tão fiel quanto alguém poderia ser. Eu posso imaginar que a multidão vai ser muito grande quando ele chegar no outro lado.”

Quando ele alcançou 13.000 no dia 6 de julho, Preece recebeu um certificado numa atividade de ala. Ele também recebeu uma carta especial assinada pela Presidência do Templo de Ogden. Preece tem grande afeição pela presidência do templo e pelas diretoras.

Dennis Preece segura uma carta emoldurada enviada pela presidência do Templo de Ogden reconhecendo as 13.000 investiduras realizadas por ele em junho de 2019.
Dennis Preece segura uma carta emoldurada enviada pela presidência do Templo de Ogden reconhecendo as 13.000 investiduras realizadas por ele em junho de 2019. Crédito: Providenciada por Paul Heiner

“Você é extraordinário, Dennis. Nós te amamos muito”, a presidência do templo escreveu na carta. “Nós amamos seu sorriso, nós amamos seu entusiasmo e nós amamos a maneira que você continua a frequentar o templo. Obrigado por sempre vir nos falar como está se sentindo nesse trabalho maravilhoso.”

Paul Heiner, um amigo e companheiro de ala, usou o Centro de Eventos Dee da Weber State, que tem 11.500 assentos para ilustrar o escopo do serviço do templo de Preece.

“Eu imagino o Centro de Eventos Dee, que é perto da casa dele, transbordando sua capacidade de cerca de 12.000 pessoas”, Heiner disse. “A multidão e muitos mais estarão celebrando alegremente quando ele for recebido do outro lado do véu por causa de seu trabalho dedicado no templo. Conseguem imaginar? O trabalho tem sido sua missão de vida. Ele é uma inspiração.” 

Se você está pensando se ele pode fazer alguns nomes para você, “entre na fila”, bispo Browning disse.

“Todo mundo na ala lhe dá nomes. Ele simplesmente continua trabalhando neles”, o bispo disse. “Essa é sua vida. Ele tem feito isso por anos e anos e anos.”

O trabalho no templo deixa Preece feliz. Se ele perder alguns dias, ele começa a ficar chateado e depressivo, Miner disse.

“Alguns dias se ele não tiver ido ao templo, é como se tivéssemos um menino de 5 ou 6 anos aqui”, disse Miner, que serve no templo de Ogden nos sábados. “Quando ele vai ao templo, de repente, ele se transforma num homem encantador, cordial e educado. É incrível. O templo tem uma influência tão poderosa sobre ele. … O Pai Celestial tem tido uma mão na vida de Denny.”

Preece frequentemente pensa em seu irmão Randy e se sente próximo a ele no templo.

“Randy é meu anjo da guarda. Eu acho que ele está lá (do outro lado do véu) me ajudando”, Preece disse. “Ele está fazendo o trabalho lá e eu estou fazendo o trabalho aqui.”

Servir no templo também tem fortalecido o relacionamento de Preece com Jesus Cristo. Preece completa 70 anos no dia de Ação de Graças. Ele está saudável e não tem planeja diminuir o ritmo nem tão cedo.

“Eu me sinto tão perto de nosso Salvador por que esta é Sua casa e quando eu vou lá, eu sinto o Espírito do Salvador”, Preece disse. “Eu sinto paz.”