Assista celebração cultural virtual de Luz de las Naciones: ‘Unidos en esperanza’

Alba Fonseca Letelier experimentou a celebração cultural da Igreja, Luz de las Naciones (Luz das Nações), a partir de duas perspectivas distintas — como artista em destaque e como um frequente membro da plateia.

Quando era pequena, a nativa de Utah e ex- missionária foi solista — cantando a popular música de Natal em espanhol “Mi Burrito Sabanero”. E como inúmeros outros santos latinos da área de Utah, assistir aos eventos de Luz de las Naciones se tornou uma tradição anual.

“Este programa tem sido incrível”, disse ela ao Church News. “Foi uma bênção poder ir com minha família e, o mais importante, uma oportunidade incrível ao longo dos anos de trazer amigos e familiares menos ativos ou não membros.

“Eles sempre saem com um sentimento de gratidão pelas culturas, música e dança — e também um sentimento de terem sido espiritualmente elevados e inspirados.”

Mas 2020, é claro, é um ano como nenhum outro. Muitos na comunidade latina da área de Utah se perguntaram se a atual pandemia provocaria o cancelamento de Luz de las Naciones deste ano. 

Mas el espectáculo debe continuar — o show deve continuar.

O Luz de las Naciones (Luz das Nações) 2020 será um evento digital realizado em duas datas — o primeiro evento acontecerá no sábado, dia 7 de novembro, e o segundo no dia 19 de dezembro. Cada programa destacará diversas heranças latinas e crenças compartilhadas em Jesus Cristo — a Luz do mundo.

“O tema deste ano é ‘Unidos en esperanza’, ou ‘Unidos em esperança’”, disse Élder Jorge T. Becerra, Setenta Autoridade Geral. “O programa expressa nossa crença inabalável na divindade de Jesus Cristo. Muitos santos dos últimos dias estão ansiosos por esta celebração anual. Esperamos que muitos se juntem a nós nestas noites memoráveis para mais uma vez desfrutar de Luz de las Naciones.”

O programa do dia 7 de novembro começa às 19h (horário de Salt Lake) e contará com um coral virtual hispânico e destaques em vídeo de eventos passados. O evento do dia 19 de dezembro também começa às 19h e celebrará o nascimento de Jesus Cristo. 

Uma trupe de dança de meninas com trajes folclóricos coloridos participa de um evento cultural que antecede a celebração anual da Igreja “Luz de las Naciones”.
Uma trupe de dança de meninas com trajes folclóricos coloridos participa de um evento cultural que antecede a celebração anual da Igreja “Luz de las Naciones”. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

As transmissões podem ser vistas em EsperanzaEnJesucristo.org.

Ambos os eventos incluirão um vídeo inédito de apresentações do Luz de las Naciones do Centro de Conferências na Praça do Templo em Salt Lake City.

Os eventos contam com um elenco de mais de 1.000 dançarinos, cantores e outros artistas latinos que são santos dos últimos dias e seus amigos.

De acordo com a Sala de Imprensa, as raízes do evento Luz de las Naciones remontam à década de 1920, quando missionários começaram a pregar em espanhol entre os mexicanos que viviam em Salt Lake City. Dentro de um ano, uma missão foi organizada e, dois anos depois disso, um pequeno ramo de língua espanhola foi criado, conforme famílias da América Latina e Espanha imigravam para Salt Lake City,

Em 1960, este ramo tinha crescido e era conhecido como a Ala Lucero.

Por gerações, os santos dos últimos dias latinos em Utah encenaram eventos culturais que, por fim, evoluiriam para as celebrações anuais da Igreja de “Luz de las Naciones”.
Por gerações, os santos dos últimos dias latinos em Utah encenaram eventos culturais que, por fim, evoluiriam para as celebrações anuais da Igreja de “Luz de las Naciones”. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

Desde o início, os líderes da Igreja encorajaram os membros da Ala Lucero a desenvolverem seus talentos. Líderes locais organizaram grupos para ajudarem os jovens a terem confiança para cantarem, dançarem e fazerem apresentações teatrais. Um desses grupos se apresentou na celebração do centenário da Igreja em 1930, no Tabernáculo.

Programas de dança e música ajudaram estes santos dos últimos dias a preservarem sua cultura e a passarem seu idioma para a próxima geração. Outras congregações de santos dos últimos dias, em busca de entretenimento cultural para seus encontros sociais, começaram a solicitar a apresentação do chamado “Mexican Fiesta” em jantares de ala. Os membros da ala usaram estas oportunidades para arrecadar fundos para uma nova capela.

A abundância de talentos cultivados através destas performances foi passada para as gerações seguintes e, por fim, ajudou a produzir o que hoje é conhecido como Luz de las Naciones.

Ex-membros da Ala Lucero agora lideram a força voluntária que ajuda a produzir o evento a cada ano. Kim Ventura, ex-membro da companhia de dança da Ala Lucero e cujo pai emigrou da Espanha, coordena todos os esforços voluntários para o evento.

Entretanto, Élder Becerra participou da companhia de dança da Ala Lucero quando criança. Como Setenta de Área, ele liderou a produção de Luz de las Naciones por seis anos.

O jovem Jorge Becerra realiza uma tradicional dança folclórica mexicana. Posteriormente, ele se tornou um Setenta Autoridade Geral.
O jovem Jorge Becerra realiza uma tradicional dança folclórica mexicana. Posteriormente, ele se tornou um Setenta Autoridade Geral. Credit: Intellectual Reserve, Inc.

“O humilde início deste evento revela a fé em ação e a multiplicação de talentos”, disse Élder Becerra à Sala de Imprensa. “Aqueles esforços pioneiros que começaram nas primeiras décadas do século XX, acenderam chamas de fé para as gerações futuras, e agora estão dando frutos no evento conhecido como Luz de las Naciones.”